1. Spirit Fanfics >
  2. O Apocalipse >
  3. Capítulo VI - O Reencontro

História O Apocalipse - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Bom diaa, como vocês estão? Espero que estejam bem. >.<

Desculpem qualquer erro ortográfico, qualquer coisa me avisem nos comentários, por favor. ♥️

Boa Leitura!

Capítulo 7 - Capítulo VI - O Reencontro


- Vocês conhecem o Yoongi? - Taehyung olha o ruivo pegando uma cadeira e sentando do lado.

Sim, ele é praticamente o meu melhor amigo. - Hoseok sorri.

- Hum.. - Taehyung bebe um pouco da água e fecha a garrafa.

- Mas e vocês conhecem ele da onde? - Hoseok pergunta apoiando os cotovelos na mesa.

Namjoon e Jin estavam felizes que finalmente depois de muito tempo tinham encontrado o ex líder. Depois que eles entraram no hospital com Yoongi, tiveram que fugir pois estavam sendo caçados pelo Dr. Hyun e desde então não tiveram notícias dele.

Bom.. Meu irmão, achou ele em um hospital.. - Tae olha para Jungkook e olha novamente para o Hoseok. - Ele ficou em coma por três meses..

- Coma? - Hoseok fica pensativo. - Ele estava desacordado quando levamos ele para o hospital..

- Pera.. vocês são a tal equipe que estava falando la na ficha? - Tae ergue as sombrancelhas. - Tipo equipe militar?

- Mais ou menos isso.. - Namjoon fala. - Somos um esquadrão que presta... prestava serviços à empresas privadas.. e a propósito me chamo Namjoon. - Ele estende a mão e comprimenta o Taehyung.

- Taehyung.. e ele é Jungkook. - Tae indica o moreno, que estava calado.

- Ele é o Hoseok e esse é o Jin. - Namjoon apresenta os outros dois.

- Pra qual empresa vocês prestavam serviço? - Jungkook pergunta do nada.

- A S.T.W. - Hoseok responde.

- A S.T.W.? - Ele repete surpreso.

- Conhece? - Nam o olha levemente interessado na surpresa do rapaz.

- Bom.. quem não conhece né? - Jungkook dá de ombros e explica. - Meu pai era dono da Jeon's Enterprise.. uma empresa de tecnologia, e ele fornecia sempre os melhores produtos para a S.T.W. - 

- Seu pai era o meu chefe? - Taehyung o olha levemente irritado. - O que mais você me esconde? 

- Hã... tenho problemas para dormir, intolerância a lactose e quando estou sozinho tiro meleca do nariz, tá bom pra você? - Jungkook responde sério.

- Eeew. - Hoseok faz uma cara de nojo, igual todos ao redor.

- Eu não precisava saber disso..- Tae fala fazendo uma careta.

- Ué? - Jungkook olha sem entender. 


------------ Jimin pov's ------------


Acordo ao pôr a mão no lugar onde Taehyung estaria deitado e sinto um vazio. Abro os olhos lentamente e me sento, coçando o olho esquerdo enquanto bocejo. Me deparo sozinho no quarto. 

Huh?- Coço a nuca e pouso a mão no meu colo enquanto suspiro.- Pra onde que ele foi?

Me levanto e vou ao banheiro. Depois passo na cama e pego a coberta me enrolando nela e saio, indo no quarto ao lado. Bato com os nós dos dedos e entro, vejo um volume na cama. Yoongi.

Ah, pelo menos você não saiu também.. - Falo andando até a cama. 

Yoongi ainda estava dormindo. 

Yoongi.. Yoongi.. - O chamo, cutucando-o.

- Humm.. - Ele murmura e se vira para o outro lado.

Arrodeio a cama e pego o outro travesseiro, e o acerto.

Acorda! - 

- Aaaaaaa... - Ele empurra o travesseiro na minha direção e eu abraço o mesmo. - O que foi ?

- Nada, é que o Taehyung saiu.. - Falo enquanto o mesmo se senta bocejando e eu apoio o queixo no travesseiro em meus braços.

- E? - Ele me olha e levanta indo ao banheiro.

- E eu achei que você tivesse saído também.. - 

- E? - Ele repete mais alto do banheiro.

- Chega de tanto "e"!! - Reviro os olhos. - Eu só não quero ficar sozinho.

- Já percebeu que você é muito dependente? - Ele surge na porta do banheiro com uma escova de dente e retorna.- Essas escovas de dentes de hotéis são uma porcaria mas é melhor que nada...

- O que você quer dizer? - olho na direção do banheiro.

- Que escovas de dente de hotéis não prestam.- 

- Não, não é sobre isso.. é sobre eu ser dependente. - Rio, revirando os olhos.

- Aaata.. Então, você é muito dependente do Taehyung ou de pessoas ao seu redor. - Ele fala enquanto escova os dentes, o ouço cuspir na pia.

- Eu só não gosto de ficar sozinho.. é diferente. - Falo pensativo.

- Não, não é. Gostar de ter companhia é uma coisa, depender de uma pessoa é outra totalmente diferente.- Ele sai passando a mão nos cabelos úmidos. - O taehyung é como a sua segunda mãe..

- Que? - Me levanto. - Claro que não!

- Você morou com a sua mãe a vida toda... praticamente dependia dela, e agora depende dele. - Ele dá de ombros.

- Olha, vamos parar esse assunto por aqui, ok? - Bufo e saio. - Eu vou ver se tem alguma coisa pra comer.

Assim que saio, ele me acompanha.  Taehyung não é como uma segunda mãe pra mim, eu posso provar que sei ser independente, sim! 

Vou na cozinha mas a energia não funcionava. "Ele não ligou o gerador..." 

Ah, que ótimo!- Falo sarcástico.

- O que? - Yoongi me olha. 

- Taehyung não ligou o gerador de energia.- 

- Vou lá ligar, na onde fica? - 

- Ah, acho que no subsolo, não sei. - Dou de ombros e vou vasculhando a cozinha.- Toma cuidado.

- Ah... Tudo bem. - Ele me olha e sai.

Continuo a vasculhar a cozinha e acho algumas latas, em um armário em cima. Tive que subir na bancada para alcançar, as pessoas que trabalhavam aqui eram girafas?

Quando alcanço as latas, a luz da uma piscada e liga. Ele conseguiu ligar. Sorrio.

Vem aqui sua danadinha. - Tento pegar as latas com as pontas dos dedos enquanto me apoiava no armário com a outra mão, meu corpo estava praticamente inclinado. - Venha que vou-te comer.

Ouço passos entrando na cozinha.

Você conseguiu ligar a energia, eu achei umas latas e já estou as pegando.- Falo animado, sem tirar os olhos da lata.

Só que o dono dos passos, gruniu. Me fazendo estranhar. Yoongi não gruniria assim. Olho rapidamente e vejo aquele morto se aproximando, empurro o meu corpo voltando a ficar em pé na bancada central e pego uma frigideira no dependurador de panelas do meu lado. 

Bato a frigideira na face daquela coisa que estava podre. Sua carne praticamente já estava desprendendo do corpo, ele estava entrando em estado de decomposição. 

Quando acertei, ele cambaleou para trás, peguei uma faca normalmente usada para cortar pão, creio eu. E desço da bancada indo na direção da coisa enfiando a faca no seu olho esquerdo, atravessando a sua cabeça, a empurro fazendo-a cair para trás, morta, definitivamente morta.

Respiro fundo e me afasto sentindo meu estômago se revirar, apesar que não tinha nada. Eu não tenho o que vomitar.

Após recuperar o fôlego, subo novamente e pego as latas. Havia bastante, pego todas pondo em baixo.

Eu ouvi um barulho enquanto.. - Yoongi entra na cozinha.

- Enquanto?- Desço da bancada e pego um monte, me virando para ele. 

- Ta explicado. - Ele fala vendo a coisa no chão.

- Ah.. pega aquelas latas ali pra mim.- Indico as que eu não consegui pegar. 

Subimos para o quarto e colocamos as latas em um canto.

Bom, pelo menos agora temos energia. - Ele sorri.

Balanço a cabeça afirmando, enquanto abro uma das latas com o abridor que eu catei na cozinha.

Tá tudo bem contigo? - 

- Eu.. só estou preocupado com o Taehyung.. - Suspiro. - E pensando.

- Pensando sobre o que? - Ele escolhe uma das latas, e pega o abridor assim que termino de usar.

- Se apareceu aquela coisa na cozinha... deve ter mais.- Pego uma colher e como. - To cansado de comer essas comida enlatada.

- Mas o coisinha não olhou tudo? - Ele tenta, fracassadamente, abrir a lata. - Ah, desisto. Nem 'tô com fome mesmo.

- Daqui que eu abro. - Rio e pego a lata dele e o abridor e abro com facilidade. - Sim, ele disse que não tinha nada mas o taehyung é mais medroso que eu.

- Então a gente tem que olhar depois pra ter certeza. - Ele me observar abrir a lata e a entrego quando termino de abrir. - Você tem habilidade pra abrir latas.

- É fácil abrir uma lata. - Rio. 

- Não é não. - Ele come e me olha novamente.- E sinceramente, comida enlatada não é tão ruim mas também não é boa.

- Exatamente. - Concordo e volto a comer.

Após comermos, deitamos no chão com os travesseiros. Minha barriga está tão cheia que eu acho que vou explodir a qualquer hora.

- Você.. você consegue se lembrar de algo? - Me arrumo, ficando de lado. Apoio a minha cabeça com a mão. 

- Bom... eu não lembro de muita coisa, só da minha infância, talvez do meu tempo escolar... e quando eu fiz treinamento nas forças especiais.. depois vem alguns lapses de pessoas que não sei quem são..

- Hmm.. - Concordo com a cabeça, atento a cada palavra que ele diz. 

- Lembro também de vozes, e um acidente.. - Ele dá de ombros. - Nada mais.

- Deve ser horrível, perder a memória e esquecer tudo o que você viveu com seus amigos proximos ou com uma pessoa próxima.. eu não sei o que faria se o Taehyung perdesse a memória.. - Traço linhas invisíveis no chão, com a ponta do dedo.

- Ele não vai perder a memória.. - Yoongi fica absorto em seus pensamentos. - Mas de uma coisa eu tenho certeza.

- O que? - O olho.

- Eu não sou a mesma pessoa que eu era. - Ele me olha convicto.

Me prendo em seus olhos, havia um certo brilho ali que me deixava fascinado.

Por que você diz isso? - 

- Porque eu tenho certeza que.. várias coisas mudaram. - Ele sorri de lado. - Vem vamos vasculhar o hotel.

Ele se levanta e me estende a mão.

Me sento e pego em sua mão, impulsionando meu corpo para me levantar.

Vou pegar a arma lá no quarto, não sei se ele levou.. - Falo indo para o quarto onde eu dormir e acho a arma na cômoda aonde eu deixei.

"Estranho, ele saiu sem arma nenhuma.. já que ele deixou o bastão dele no hospital, será que ele achou outra coisa?" 

Achou? - Yoongi aparece na porta e me viro.

- Hã? Ah, sim.- Mostro a arma.- Vamos?

Ele afirma com a cabeça e começamos pelos quartos mais próximos e o resto do andar. Estava limpo. 

O terceiro andar e o quarto também. No ultimo andar termino de olhar o penúltimo quarto e o Yoon o último. Era um quarto de luxo bem chique. Olho admirado.

Uau... - Vou até as cortinas e as abro, encosto no vidro com a vista para os prédios do bairro. 

- Acho que acabei de descobrir o que me deixa bobo perto de você.. - Ouço a voz de Yoongi Atrás de mim e me assusto me virando, o vendo encostado na porta. 

- Que? - Sorrio envergonhado.- Como assim bobo?

- Eu fico bobo perto de você... porque você é.. você tem um espirito inocente.- Ele sorri ainda me olhando.

Olho para outro lugar evitando contato visual enquanto sorrio tímidamente.

Y-yoongi.. eu.. ashi.. - Sorrio mais ainda. - Eu não sei o que dizer.

- Não precisa dizer nada, leve isso como um elogio. - Ele anda na minha direção mas para do meu lado observando os prédios. - Eu gosto da sua companhia.

- Eu também gosto... - O olho. - Yoongi.. eu.. acho que estou gostando de você..

Ele apenas me encara. "Ai não, eu estraguei tudo....."

Eu sei que a gente não se conhece mais que uma semana.. - Falo nervoso, tentando me explicar.- Eu não quero que você pare de falar comigo... É que... 

Ele me interrompe com um ato inesperado que me deixa sem reação nos primeiros 5 segundos. Yoongi havia segurado em meu rosto delicadamente e me beijado.

Quando consigo recuperar os meus sentindos, retribuo o beijo de forma delicada.

Era um beijo simples e delicado, mas que pude ir até nas nuvens e voltar em poucos segundos.

O olho sorrindo após o beijo.

Isso foi... inesperado. - Falo envergonhado.

- Ah.. - Ele sorri meio tímido e coça a nuca. - Eu... senti vontade de te beijar.. desculpa.

- Não precisa se desculpar, eu gostei. - Toco em seu rosto e lhe dou um selinho.

O mesmo retribui e então descemos para o saguão do hotel. Quando chegamos, Tae entra apoiando Jungkook e logo atrás mais três caras. 

Yoongi! - Um ruivo sorri animadamente ao nos ver. 

Aperto, sem querer, a mão de Yoongi que eu estava segurando desde que saímos do quarto. Olho seriamente para o ruivo e para Yoongi, que estava com uma cara confusa.

Erh.. esqueci de avisar.- Taehyung olha para o ruivo. - Ele perdeu a memória.

- Que?- 


---------- Narradora -----------


Os olhos de Hoseok, se arregalam assim como Namjoon e Jin ao seu lado.

Quem são vocês? - Yoongi solta a mão do pequeno e dá alguns passos para frente.

Jimin se aproxima do Taehyung.

Na onde você foi? - Ele pergunta baixo. - E quem são esses caras e por que você tava ajudando esse idiota?

- Olha aqui - Jungkook fica em pé sem o apoio do Tae. - A gente foi caçar comida, okay? Ai apareceu uns cara me deram uma surra e ele me ajudou. Esses caras ai apareceram dizendo que conhece o sujeito ali. 

Ele indica o Yoongi com a cabeça, então Jimin perceber que todos os olhos estavam na direção deles.

Pera, você falou que bateu nele.- O mais alto se aproxima lentamente, falando com Taehyung. - Não que ele apanhou de uns caras..

- Puta que me pariu, Jungkook. - Taehyung põe a mão na testa, murmurando baixo.

- Você está escondendo alguma coisa? - Hoseok ergue uma sombrancelha e anda na direção do Taehyung.

- E se ele tiver, não é da sua conta. - Jimin se intromente ficando na frente do Taehyung.

- Eu não estou falando contigo, eu falei com ele. - Ele olha o outro de cima até embaixo. - Então fica fora.

- E você pensa que é quem pra falar com ele assim? - Yoongi o puxa para trás, antes que o Jimim pudesse responder e fica em seu lugar.

- Y-Yoongi? Você... realmente não se lembra de nós? - Ele estica a mão esquerda se referindo aos dois mais atrás. - Você não se lembra de mim?

Yoongi fica calado por uns segundos.

Eu não faço a mínima ideia de quem são vocês. - Ele responde por fim. - E também, não me interesso em saber.

- Yoongi, cara.. a gente trabalhou junto.. - Nam faz uma tentativa. - A gente trabalhava para a S.T.W, você não lembra?

- É, aí você ficou todo estranho depois que o Hyun te chamou pra pegar a maleta.. - Jin da um passo para frente, coçando a nuca.

- Maleta? - Yoongi repete confuso, se recordando lentamente de uma maleta com um frasco em seu interior. 

- É e ai você decidiu fugir para a cidade porque disse que era o certo.. e então o carro capotou e, você estava sem cinto, bateu com a cabeça provavelmente.. - Hoseok suspira.

Ele só queria o amigo de volta, o seu lider de volta mas havia percebido que Yoongi de certa forma não parecia mais ser o Yoongi que ele esperava reencontrar. Quando chegaram, toparam com ele de mão dadas com o ruivo baixinho, Hoseok nunca tinha visto qualquer tipo de afeto por parte de Yoongi e muito menos sabia sobre relacionamentos amorosos do amigo. 

O acidente... - A imagem do carro capotando e tudo ficando escuro surge na mente de Yoongi. 

- Me diz que você se lembra.. porfavor? - Hoseok pede quase implorando.

- Eu... eu... não me lembro. - 


Notas Finais


É isto pessoal... ta meio caidinho né mas é o que temos pra hj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...