1. Spirit Fanfics >
  2. O ashura >
  3. Demons bane

História O ashura - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


voltei
leiam as notas

Capítulo 18 - Demons bane


Fanfic / Fanfiction O ashura - Capítulo 18 - Demons bane

               AUTOR ON

niko: esta quase amanhecendo, então o primeiro dia acabou, te dar uma folga antes do segundo dia

izuku: arf arf -ofega- ah ah ah!

ele se afasta deixando o filho ajoelhado no chão todo surrado, o menino quase não via nada pelo inchaço nos olhos, lagrimas e sangue em seus olhos, se arrasta pelo chão até chegar numa grande árvore, izuku olha para as raizes e pega cogumelos, folhas e frutas que achou, pelo que shunka ensinou essas são as comestíveis, as analisa com cuidado para ter certeza e finalmente acha sua mochila depois de um tempo procurando.

izuku: ainda bem que trouxe um isqueiro....não da pra mexer direito

ascende uma pequena fogueira para preparar a comida, num lugar mais longe niko fazia o mesmo só que mais caprichado, izuku come devagar, ele dorme perto da fogueira e acorda quando o sol nasceu por ser a rotina.

e o segundo dia começou.

niko: qual é! você ta mesmo tentando

izuku: eu tenho que ser preciso, meus movimentos estão cada vez mais lentos -pensa.

izuku ataca niko com um soco no qual o mais velho desvia, izuku tenta um chute mas niko pega o filho pela perna e o joga no chão com tudo, izuku amortece a queda com o braço, niko chuta a cabeça de izuku que defende mais a força é tão grande que o bloqueio parece inútil.

izuku: GRRRAAA!!!

ele agarra a perna de niko para tentar torcer e leva um soco na cabeça que faz o agarre se afrouxar e leva um vhute na barriga e sai rolando, o resto do dia foi uma surra pura e animal que só parou na madrugada, durante a noite izuku faz o jantar já começando a se adaptar ao meio ambiente.

izuku: espera só pai....eu vou partir você no meio amanhã 

              terceiro dia

izuku: SHAAAAA!!!!

usando uma combinação de katas, o redirecionamento e da água izuku usava o golpe andorinha d'agua, niko observava seu filho o atacar sem descanso, seu corpo acumulava danos que teriam matado qualquer outro adolescente mas seu corpo estava se adaptando e reagindo as condições extremas por secretar endorfina com um efeito cinco ou seis vezes maior que a morfina, esta se movendo como se estivesse saudável.

niko: seu cerebro deve estar cheio de drogas, lembre-se da sensação de ter os limites removidos -esquiva e bloqueia de tudo.

izuku pega o braço de niko e aplica o salgueiro o arremessando, durante o giro niko acerta um chute no rosto de izuku e ao pousar da um forte soco na barriga dele o fazendo cuspir sangue, izuku tenta uma cabeçada em niko mas erra e leva uma joelhada na barriga, izuku rola de dor enquanto niko vai embora.

                quarto dia

niko da um forte soco no rosto de izuku o jogando contra uma arvore.

                 quinto dia

niko acerta um chute na barriga de izuku que quebra alguma coisa.

              sexto dia

izuku é estrangulado por niko com tanta força que começa a espumar pela boca.

              sétimo dia

niko pega um grande tronco de arvore e acerta em izuku com tudo quebrando o tronco na cabeça dele.

             oitavo dia

izuku tenta emboscar niko na montanha mais é jogado da montanha para a floresta e ao cair cria uma cratera.

             nono dia

ja era de noite, niko acaba mais uma surra em izuku que estava num estado digno de pena.

niko: acho que esta bom vamos parar até o amanhecer, melhor ir pegar alguma coisa pra comer e descansar filho

ele sai e izuku cai inconsciente, horas depois o menino acorda.

izuku: quanto tempo se passou? bem...não me importa mais...com esses pesos eu nunca vou ganhar do meu pai....espera um pouco, agora que eu penso bem pra que esses pesos servem -pensa.

ele tenta se levantar mais não consegue.

izuku: o niko já me fez usar mais pesados e não se importou muito então eles não são pra criar musculos? então pra que? não tem sentido me dar uma desvantagem já que estou lutando contra o niko que é dez vezes mais forte que eu, vamos lá izuku o que é -pensa.

ele tenta se levantar mais não consegue devido a falta de força.

izuku: droga eu sinto meus ossos tocando o chão, tenho que recuperar o máximo de energia até o amanhecer, melhor achar uma postura mais confortável.....

como se todos os neurônios de izuku derrepente estivessem trabalhando a mil por hora ele chega uma conclusão e esquece toda a dor.

izuku: é isso!!

              decimo dia

na montanha havia somente o som dos poucos passaros proximos, um riacho que havia ali, o vento que percorria e agitava as árvores é por último a respiração pesada de izuku, niko olhava para seu filho.

niko: izuku...você passou, parece que descobriu

o manto que niko usa esta com uma marca de golpe tão forte que parecia queimada e com fumaça saindo, o sangue seco do filho ainda nela.

niko: chegou no caminho pra técnica secreta mais cedo que eu pensava, agora o verdadeiro treino começa...tire seu peso izuku

a adulto joga seu manto fora revelando estar usando um colete super pesado enquanto o ar em sua volta ficava pesado.

niko: e eu vou tirar o meu, tente não morrer

izuku: caramba pai! -sorri determinado.

os pesos caem no chão fazendo um som alto e afundam.

niko: tire seus pesos izuku

izuku: ele tem usado esses pesos o tempo todo -pensa enquanto tira os pesos- parece ter o dobros dos pesos dos meus no mínimo 

eles entram em posição enquanto izuku pensa sobre tudo.

izuku: to só no bagaço da cana, ossos quebrados, musculos rompidos mais nem dor eu sinto mais, eu não paro de tremer, ta difícil ficar de pé mas....por que eu me sinto mais estável do que antes?

a imagem muda para um raio x mostrando o esqueleto de izuku tocando o chão, ele volta a pensar.

izuku: me lembro do niko comentar sobre isso tem uns anos, então é assim que é ficar em pé so com os ossos?

niko:....você aguentou bem esse treino, mais a coisa que esta procurando esta além da morte, então se agarre a vida

niko investe contra izuku em velocidade máxima virando um borrão.

niko: fogo e adamantino - aço cintilante : explosão 

niko acerta uma cotovelada em izuku de raspão pelo desvio mais mesmo assim parecia que uma licha acertou sua pele, o mais velho se vira e começa a usar o andorinha d'água, os golpes chicoteiam toda a área onde izuku esta de forma que mal são vistos, izuku rosna e avança bloqueando os golpes.

izuku: raaah! arf arf!

o dano acumulado, a destruição, a fadiga extrema, com o corpo sendo levado ao limite a mente exibe uma condição extrema, recuando izuku espeta o pé em uma lasca de madeira todos os sentidos do corpo de izuku despertam.

izuku: eu consigo ver! eu consego sentir tudo com meus cinco sentidos! e também...seu movimentos pai! -percebe- e ai vem o golpe de nocaute ó quebra ferro!

veias saltam do braço do mais velho, o braço de niko é tão tensionado que fica vermelho escuro paracendo ferro ou cobre puro, punho se deslocando em alra velocidade cria um som alto, cuspindo sangue izuku se posiciona.

izuku: ROOOOOAAAAAA!!!!!!

ele ruge cuspindo sangue, seus olhos ficam brancos, um som de movimento é ouvido, toda a floresta fica silenciosa até que um estrondo tão grande é ouvido que toda forma de vida maior que um inseto corre pra longe, uma grande curtina de fumaça se alastra com o impacto, a fumaça baixa enquanto niko com uma expressão séria olha para um canto.

niko: muito bem

com seu braço vermelho e quebrado ele vê seu filho, um rastro de destruição abria uma clareira enquanto izuku respira cada vez mais pesado e cai na inconscia mais ainda em pé.

niko: a técnica secreta do estilo niko : demons bane.....foi passada a diante

niko lentamente vai até seu filho, ignora a dor e como se izuku fosse uma coisa muito frágil ele o pega, o levando dali.

             timeskip

os tokitas estão no carro indo para o hospital, izuku esta todo enfaixado e acordado no banco de trás deitado enquanto niko dirigia com uma mão com o baixo enfaixado.

niko: filho...você me odeia?

izuku: eu nunca vou te odiar e não tem motivo pra te odiar, você fez o que tinha que fazer para me fazer aprender essa técnica, nada mais nada menos 

niko: poderia ter um jeito melhor que esse, um jeito de passar a técnica secreta de forma mais eficiente e menos dolorosa, mas esse é o unico jeito que conheço, eu tive que diminuir sua força mental e fisica até o limite absoluto, pra assim despertar seus "sentidos", esse foi o mesmo jeito que aprendi a técnica secreta a muito tempo atrás 

izuku: bem o que esta feito ta feito

param na frente do hospital e niko para izuku por um momento.

niko: agora que te ensinei tudo que existe no estilo niko eu tenho uma última coisa a ensinar como alguém com mais experiência de vida do que você -sério- sempre esteja disposto a dar uns pegas numa mulher não importa a situação, se achar uma mulher legal dê em cima dela, se for do seu tipo melhor ainda, se você manter isso em mente sempre sua mente vai mudar também 

izuku: vou lembrar bem disso -brinca- melhor ouvir várias decadas de experiência~

niko: cala a boca moleque, eu ainda sou um garanhão em forma -brinca- certo, melhor me preparar pro que o hajime e vai fazer comigo

com a técnica secreta aprendida sua luta com o "xamã" séria amanhã.

                CONTINUA.....


Notas Finais


pros leitores:
já tenho decidido algumas individualidades então eu quero saber as sugestões para as seguintes personagens:
karla, rian, jerry, gaolang, saw peng, rei e haruo
digam quais individualidades acham que eles teriam, pode ser algo original ou só dêem uma ideia que eu irei usar, não precisa ser todos só os que gostam mais ou pensaram


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...