1. Spirit Fanfics >
  2. O Assassino Está Entre Nós! >
  3. Perguntas

História O Assassino Está Entre Nós! - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Perguntas


Fanfic / Fanfiction O Assassino Está Entre Nós! - Capítulo 4 - Perguntas

Após eu chegar em casa, vou conversar aos meus pais.  vejo uma mensagem chegando. Mas ignoro por enquanto. Espero que a mensagem fica salva. Estávamos conversando sobre a menina desaparecida. Eles queriam ajudar. Mas decidiram ficar de fora. E eu fui proibida de visitar a cidade sozinha.

Vou ao quarto, e abro a mensagem. ora, ora, Caede e Raquel. O que será que vocês estão falando.

--------------------------------------------------------

Modo espião ativado

 - Você pode conversar agora?

- Claro.  :D - disse Caede.

- Sobre ontem? Ontem veio sua enorme simpatia.

- Ah Raquel.

- E se a Manuela estiver atrás do sequestro da Sara? E ela quer ver onde isso vai dar, como uma espiã.

- Eu pensei nisso, como você viu ontem...

- É por isso que eu estou lhe mandando mensagem. 

- Eu entendo você. Mas, eu pensei no que o André falou. Se a Sara enviou o número dela, deve ter algum motivo. Ela aproveitou o máximo de tempo que teve, porque ela mandou a mensagem sobre o número, ao invés de ligar a polícia.

- E se você estiver errado?

- Então a Manu irá auto se acusar, isso me dá uma esperança, de que logo iremos encontrar Sara.

- Espero que sim, Caede.  

Raquel está offline

Caede está offline 

---------------------------------------------------------

Eles desconfiam de mim, claro que iria desconfiar. Por qual motivo alguém mandaria o número de outra pessoa sem conhecer.

Mas porque a Raquel não falou comigo? Eu disse a ela me chamar. Mas nada de ela me mandar mensagem. Será que mais tarde ela me envia.

A cada momento a história fica mais estranha. Uma coisa eu tenho certeza, não posso confiar em ninguém, nem no Hacker.

Eu desço a cozinha para comer alguma coisa... faço minhas atividades escolares e vou me deitar. Pego meu computador e começo a olhar o drive, contas e e- mail. Vejo uma foto apagada no drive, com muito esforço recupero.  Era uma foto da Sara na chuva. Envio imediatamente ao Hacker, por mais que não via nada demais na foto, talvez ele pudesse ver algo que eu não via.

Após uns 20 minutos ele me responde. 


Hacker está online 

- Você encontrou essa imagem no drive de Sara?

- Com certeza não foi da minha coleção. - se não fosse da nuvem de Sara, seria de onde. Que pergunta idiota.

- Hum.  Não me parece que irá ajudar. 

- E você encontrou algo?

- Touché. Apenas continue me enviando o que encontrar. As coisas pode ser relevante, observe tudo minuciosamente.

- Entendo. - não creio que ele não vai compartilhar nada. O cara poderia me dizer o que achou.

- Beleza, boa sorte.

- Espero, quero conversar com você. - eu queria saber mais sobre ele.

- Conversar? Sobre o que?

- De quem mais seria? Sobre você né. - será que se eu jogasse um chamar ele cairia? Ele é hacker, nos filmes eles são bem feio. Mas foco Manu, aqui é a vida real.

- O que? Sobre mim?

- Você está ficando nervoso? Kkk - será que ele está nervoso?

- Não. Eu só não estava preparado. Sabe que não irei contar nada sobre mim né.

- Vamos manter em segredo.  Sobre eu e você. Ninguém saberá.

- Você pode fazer uma pergunta.

- Você mora na cidade ou área rural? - queria perguntar outras coisas. Mas eu não posso ser invasiva. Não agora. Preciso ter a confiança dele.

- Cidade.  Se algum dia foi uma grande cidade...

- E você gosta de viver na cidade?

- Tem suas vantagens e desvantagem.  A vantagem que é anónimo, ninguém te conhece ao certo... Mas porque perguntou isso?

- É assim que sou, curiosa. :P

- Não acredito que contém uma informação valiosa. Não devo contar nada sobre mim.

- Não se preocupe. Em breve eu vou saber sua identidade.  - eu sei que você é cuidadoso.. Mas uma hora escorrega, você contou isso, não foi porque eu perguntei e sim porque você acha que está no controle, me manipulando..

- Isso nao vai acontecer. Eu não serei descuidado de novo.. feliz? Por eu ter contado algo?

- Claro, agora é a sua vez!!

- Não entendi. Você queria conversar comigo?

- Eu quero. Estou lhe dando a chance de perguntar algo. - só espero que ele não pergunte sobre a Sara.

- Tudo bem. Como está o clima aí?

- É sério isso? Tantas perguntas, tu vem falar sobre o clima.

- Me desculpe. Não estou acostumado.

- Eu achei que seria interessante...

- Manu, é que eu não tenho muitas conversas. Faz tempo que eu não falo com ninguém... Mas imagine que você está em uma ilha, o que você levaria?

- Óbvio, ferramenta. Mas você escolheria um barco. Kkk

- Boa lógica. Mas eu só pensei no computador.

- Ilha não tem eletricidade.

- A ilha que eu fosse teria... ah esquece. Está tudo bem agora?

- Você não perguntou quem eu sou!

- Você é mais importante do que imagina. Porque você apareceu de repente no meio dessa bagunça toda. Porque você? O que tem a ver? Claro que eu me pergunto sobre você... Eu tenho que ir. Já contei muito sobre mim. Se não daqui a pouco eu conto meu nome. Ou coisa pior.

- Foi uma prazer falar com você.

- Até logo, Manu. 

Hacker está offline 

Eu não sei mais o que pensar. Será que era isso que gostaria de viver? Sempre queria uma vida incrível, cheia de mistério, que nem no filme. Mas será que não era perigoso.

Deveria contar aos meus pais. Porém eles trabalharam no FBI por muito tempo. Estão aposentados. Por isso vivemos em cidade em cidade. Mas talvez fosse pior eu por eles nesta... na verdade eu não quero que isso acabe. Eu quero ver o final disso. Eu quero saber como acaba!

Uma coisa eu sei, o hacker não é alguém do grupo. Pois ele disse que faz tempo que não fala com ninguém. Então, não são os amigos de Sara, já que eles convivem juntos. Eu só espero não está errada.

A segunda coisa que ele é um homem, talvez um adolescente. Mas é do sexo masculino, pelo modo que fala. Talvez eu esteja enganada. Mas eu senti um clima ali. Uma hacker mulher não daria muitas pista, pois a cautela é maior. Fiz muitos cursos com meus pais, e passava muito tempo no FBI, até treinei por um tempo lá. Poderia seguir a carreira de perfiladora...  Mas Hacker, será mesmo que eu deveria confiar em você? Minha intuição disse que sim. Mas minha razão fala que não. 

E , devo confiar? SIM OU NÃO? Será que o céu me algum sinal.. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...