História O Ataque dos Zumbis - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Armas, Luta, Zumbis
Visualizações 5
Palavras 1.247
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - O Pesadelo Começa


Ainskow, 2166

10 Prisioneiros foram escolhidos para fazer a primeira expedição para o solo. Como recompensa, eles teriam seu tempo na cadeia diminuído. Eram prisioneiros de 15 á 25 anos, já que os mais jovens são mais ágeis no combate. Os prisioneiros foram levados para um local de treinamento, onde treinaram com armas e combate mano a mano. Os prisioneiros eram:

Yuri Ivanov, 17 anos, preso por Rebeldia áos 15 anos;

Mohammed Akala, 20 anos, preso por Assalto á Mão Armada aos 17 anos;

Patrícia Colombo, 16 anos, presa por consumo de Substâncias Ilícitas áos 15 anos; 

Eric Schimitz, 23 anos, preso por Assasinato áos 16 anos;

Lídia Bourgeours, 15 anos, acolhida na prisão por ter sido rejeitada dos pais aos 12 anos;

Dylan Mitchell, 21 anos, preso por Porte Ilegal de Armas aos 18 anos;

Buyan Zhang, 25 anos, preso por Roubo seguido de Assasinato aos 17 anos;

Lisa Domingos, 15 anos, presa por Furto aos 12 anos;

Kim Chi-Mae, 18 anos, presa por Rebeldia aos 16 anos;

Hanako Makanoto, 16 anos, presa por Assasinato aos 11 anos.

Após o treinamento de Uma Semana, eles foram levados para a missão Anti-Zumbi. O Presidente os levou em direção á uma enorme porta de ferro que separava o Solo do Sub Solo. Antes de abrir a porta, ele avisou.

- Caso alguém não queira sair, podem fazer o caminho de volta para a Prisão de Ainskow. Alguém?

Todos estavam calados. Nenhum deles responderam.

- Obrigado. Agora, Guardas, abram a porta!

A grande e um pouco enferrujada porta de ferro se abre, permitindo a saída dos jovens prisioneiros para o tão sonhado Solo. Ao sentirem pela primeira vez os verdadeiros raios de sol em seus rostos, perceberam que o Solo era muito melhor do que eles imaginavam.

- Isso... É lindo!!! - Grita Lisa.

- É bem melhor do que aquela luz artificial do Sub Solo! - Diz Dylan.

Kim e Yuri sobem em cima de uma árvore e olham em direção ao horizonte.

- Kim, eu te disse que o Solo era infinito! Olha lá! Tem umas montanhas, mas se você atravessar elas, você pode continuar!! - Yuri diz empolgado enquanto aponta o dedo para o horizonte.

Hanako olha para eles.

- Galera, eu sei que o Solo é muito bonito e talz, mas é apenas fachada. Vocês só conseguiram ser "livres" aqui em cima se cumprirem a missão e matarem os desgraçados dos Zumbis!

Yuri revira seus olhos, suspira e olha para Hanako.

- Relaxa, Hana. Os zumbis ficam pra depois, até agora, não vi nenhum, né Kim?

Yuri pega no queixo de Kim e dá um beijo nela. Ela completa:

- É isso mesmo, Hana! Vamos curtir aqui enquanto podemos!

Eles começam a se pegar em cima da árvore. Hanako revira os olhos e ignora a ceninha romântica. Ela se irrita.

- Mas será possível que eles não entendem que podemos ser devorados a qualquer momento???

Ela escuta um barulho de tiro. Ao olhar para o lado, vê que Mohammed, Eric e Buyan começam a brincar de Tiro ao Alvo. Buyan dá um tiro perfeito no ponto riscado na árvore.

- Caraca! Você é bom mesmo, hein? - Diz Mohammed.

- Eu sou o mais velho aqui, né? Óbvio que eu sou o melhor!

Hanako vai até eles irritada.

- Vocês são idiotas??? Estão gastando nossa munição á toa!!!

- Hana, não atrapalha nossa diversão!

- Vocês verão a "diversão" quando estiverem sem munição pra matar zumbis!!

Eric coloca uma mão no ombro dela.

- Caaaalma, estressadinha... 

Ele chega perto e fala no ouvido dela:

- Por quê não vem se divertir com a gente, hein?

Resultado: Ele levou um chute no estômago que o fez cair no chão cuspindo sangue.

- Qual o seu problema, garota??? - Ele diz revoltado.

- Vão se ferrar. Quero que se virem sozinhos pra ver se vão sobreviver sem munição e sem juízo!!

Ela saca sua arma.

- Eu vou me virar sozinha. Se querem se divertir, se divirtam. E morram se divertindo.

Ela anda em direção á Floresta.

- Vou buscar comida. 

Lisa corre atrás dela.

- Espere!! Eu vou com você!!

- Garotinhas devem ficar seguras aqui. Você ainda é muito nova.

- O quê?? Você só é um ano mais velha que eu!!

- Mesmo assim, fique aqui. Eu vou sozinha.

- Por favor, Hana! Me deixa ir com você!!

Ela revira os olhos e suspira.

- Ok... Você vai vir, mas não me atrapalhe.

Dylan vai até elas.

- Eu vou também.

Hanako olha pra ele.

- Não preciso de mais ajuda.

- Garotinhas não podem ficar sozinhas por aí. Eu vou pra proteger vocês duas.

Dylan realmente era um idiota, mas era um pouco popular com as garotas por ser bonitinho e não ser um nojento igual á Eric.

- Ok então. Vamos, mas se lembrem, não vamos nos separam por nada.

Eles seguem em direção á Floresta. É um lugar bastante estranho, e tem alguns esqueletos espalhados pelas árvores. 

- Esse lugar me dá calafrios... - Diz Lisa.

- Se ia ficar com medinho, nem vinha. Eu me virava sozinha.- Diz Hanako.

- Larga de ser uma Tsundere chata, Hana.- Diz Dylan.

- Não sou Tsundere, só não gosto de ter que cuidar de adolescentes babacas que não conseguem perceber que estamos correndo risco de vida.- Diz Hanako.

- Eu sei, mas você tem que parar de ser tão seri...

- DYLAN!!! CUIDADO!!!

- O que?

Dylan olha para trás e, para sua surpresa, um zumbi pula em sua direção.

- AAAAHHHHH!!!!!

Mas quando ia ser mordido, Hanako o empurra para o lado, o que acaba fazendo ela levar uma mordida em cheio no braço direito.

- ARGH!!! - Hanako grita de dor.

Dylan desesperadamente saca a arma e dá dois tiros na cabeça do Zumbi, que cai no chão morto.

- Hana, você tá bem???- Diz Dylan desesperado.

- Tá... Doendo...- Diz Hanako, enquanto aperta seu braço.

- Tranque a circulação do braço! Rápido! - Diz Lisa.

Lisa rasga um pedaço do tecido da sua camisa e usa para impedir a circulação do braço, para o sangue contaminado não circule pelo corpo.

- Temos que voltar para lá, agora!

- Entendi, eu levo ela e você fica de guarda.

Dylan pega Hanako e joga uma Espingarda para Lisa.

- Pode deixar que eu carrego ela aqui.

Lisa vai na frente, segurando uma arma e vigiando o local. Atrás, Dylan carregava Hanako nos braços correndo, para tentar chegar o mais rápido possível até o pessoal.

Eles atravessam correndo todo aquele pedaço da floresta e Lisa chega gritando:

- UM ZUMBI MORDEU A HANAKO!! ALGUÉM ENTENDE DE MEDICINA???

Lídia escuta e vem correndo junto com os outros prisioneiros.

- Eu sou a médica daqui! Deixe me ver!!

- Zumbis??? Eles já estão aqui???- Kim diz assustada.

- Calma, Kim!!! Eu e os outros vamos cuidar aqui da volta.- Ele olha para os garotos do tiro ao alvo - Eric!! Vamos cuidar aqui do terreno!!!

- Falou, meu chapa. Gurizada, se vocês são macho mesmo, vem comigo, tá ligado, parça??

Mohammed, Eric, Yuri e Buyan vão ficar da Guarda, e Lídia vai cuidar de Hanako.

Ela se aproxima de Hanako, que está suando muito e está pálida. A mordida estava começando a inflamar.

- Tenho más notícias. A mordida de Zumbi tem um veneno poderoso na saliva, que pode te transformar em um Zumbi se espalhar pelo corpo.

- O que??? 

Hanako agarra Lídia pelo colarinho da camisa, completamente irritada.

- Está me dizendo que eu vou virar um Zumbi????

- Não!!! Tem um jeito de você não se transformar!!!

- E QUAL É O JEITO??

- É chato dizer... Mas o único jeito é cortando seu braço fora...

Hanako solta lentamente o colarinho de Lídia. Ela fica imóvel, com uma expressão paralisada.

- Você tem que escolher rápido. Se demorar muito, arrancar o braço não vai adiantar nada.

Hanako começa a tossir sangue, e começa a ter convulsões.

- HANA!!! - Dylan e Lisa gritam e vão socorrer Hanako.

- Escolha logo!!! Rápido!!





[continha]









 

















Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...