História O babá (Jikook) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Personagens Originais
Tags Jikook
Visualizações 636
Palavras 2.347
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoas lindas do meu kokoro<3
Fiquei muito feliz que gostaram do primeiro cap! Obrigada S2
Espero que gostem desse aqui também
Tenham uma boa leitura

Capítulo 2 - (Two)


Fanfic / Fanfiction O babá (Jikook) - Capítulo 2 - (Two)

O que fazer quando você namora, mas gosta de outra pessoa?Do mesmo sexo? 

O que fazer pra esquecer essa pessoa que você se apaixonou apenas de ter olhado uma foto?Que é do mesmo sexo?

O essa pessoa seria pra você? Um novo amor? Uma pessoa desconhecida? Ou seu futuro namorado?E essa pessoa é do mesmo sexo?

Como CONTAR AOS SEUS PAIS que você não é mais HÉTERO? Que você se apaixonou por alguém do mesmo sexo, mas seus pais não aprovam...Seus pais tem preconceito? 

O que será que vai acontecer comigo quando souberem que eu gosto do novo possível babá da minha irmã? Do mesmo sexo?

Estou repetindo sobre gostar do mesmo sexo várias vezes pois você percebeu que não mudou absolutamente nada na frase, não mudou nada na sua vida, ou na vida de ninguém.

Pra que ter esse preconceito? Com gays, lésbicas e etc? Todos são humanos, todos são cidadãos normais...Todos tem o mesmo corpo...Todos são absolutamente IGUAIS.

O que vou falar pra minha namorada? Que estou gostando de outra pessoa que é o babá da minha irmã e é um homem? Isso não é o pior, o pior é COMO vou falar pra ela...

|Segunda-Feira| 7:00 PM|

Estou no meu quarto jogando meu vídeo game, sem ninguém me perturbando, meu celular no offline, só eu, meu vídeo game e meu quarto escuro, apenas as empregadas em casa, e sem meus pais...Bom era o que eu pensava.

Escuto  risadas no primeiro andar, nem ligo muito, pois deve ser as empregadas conversando.

Escuto risadas novamente mas dessa vez era de homem, então penso "Mas meu pai não está em casa, que porra é essa?", então decido ir olhar la no primeiro andar...Mas foi umas das maiores cagadas que eu fiz na minha vida.

Chego lá na sala central, mas não tinha ninguém, mas as risadas foram ficando mais próximas, então vou indo até a sala das reuniões que meus pais faziam com os empresários ou pra entrevistar os novos babás...Não pera...Pra entrevistar os novos babás! Ou tinha uma reunião ali, ou...Ou era um dos babás...

Fui chegando mais perto, e mais perto e resolvo criar coragem e entrar naquela sala.Então respiro fundo e entro confiante, mas...Mas naquela hora minhas pernas ficaram moles, minha respiração ficou pesada, comecei a sentir calafrios em todo corpo, comecei a tremer, e minhas pupilas dilataram...Era ele. O Jimin, o tal homem de quem eu tinha amado nas fotos, o tal homem que eu gosto.

-Ah, oi filho-Meu pai fala-Esse é o...

-Park Jimin-Falo o interrompendo, olhando pra baixo 

-Como sabe Kookie?-Minha mãe fala, com aquele olhar que ela tinha me olhado quando eu vi o Park pela primeira vez em fotos

-Eu...Eu vi nas...-Eu já nem sabia mais o que estava fazendo ali-Eu to...-Nem terminei a frase e sai da sala andando rápido

Vou em direção a escada e meu pai grita da sala "JUNGKOOK VENHA CONHECER O NOVO BABÁ!".Nessa hora eu quase caí duro no chão, eu me segurei no corrimão da escada e olhei pra baixo, tentando respirar.

Ele era o novo babá, com quem eu vou ter que ter uma relação porque vai trabalhar aqui na minha casa, cuidar da minha irmã, e provavelmente tirar sarro da minha cara por travar na hora que eu falar com ele ou coisas do tipo.

Nessa hora pensei "Não vou conseguir subir a escada, minhas pernas estão moles" . Então corro pro quintal e me escondo em um quarto onde ficava as coisas de limpeza das empregadas. Começo a perder o ar, e começar a ficar enjoado. Eu queria me matar naquele momento, eu também queria vomitar, então saio correndo daquele quarto indo pra fora com um balde e vomito nele.

Nessa hora minha mãe chega correndo até mim, perguntando desesperada se eu estava bem e eu disse que sim, não queria a preocupar...

-Jungkook, o que está acontecendo com você?

-N-nada mãe!-Falo limpando a boca

-Como nada Jeon? Desde que eu mostrei os perfis dos meninos para ser o novo babá e viu o Park, você ficou assim! Você tem algo com ele? Tem alguma briga? São amigos? O que? Me diga que eu te ajudo 

-Mãe, eu já disse, eu não tenho nada, eu juro, eu devo ter pegado uma virose, sei lá, é só me dar um remédio que eu melhoro, eu juro pra você que eu não tenho nada com ele, nem nada contra, ou sei lá, qualquer coisa!-Ela me olha decepcionada, pois sabia que tinha algo, mas ela decide ficar quieta sobre isso 

-Ok filho, venha comigo até a cozinho, vou te preparar uma água com açúcar

Vou até a cozinha, ela me dá uns remédios lá e uma água com açúcar e eu tomo, ela fala pra eu ir descansar, então eu vou.Chego no quarto e tranco a porta como sempre, não consigo deixar ela destrancada, e vou e deito na cama, começo a suar então vou tomar um banho.No banho não consigo parar de pensar nele, naquele sorriso que ele estava quando entrei naquela sala, aquele cabelo, aquele corpo...

Eu sei que ele deve ta cagando pra amim nesse momento, que ele não deve nem ter me notado quando entrei na sala, mas eu sei que eu não estou cagando pra ele...Eu...Eu ainda não gosto dele de verdade, eu só acho ele muito lindo.

Mas não é possível eu só achar ele muito indo e ter todas essas sensações quando vejo ele, ou quando ouço o nome dele. Eu realmente não sei o que fazer, será que eu conto pra alguém sobre isso?

Eu me sinto traindo a Sook, eu me sinto um idiota por gostar de alguém que não sabe da minha existência, e não sentir mais nada por uma pessoa que é minha namorada e que me ama com todas as forças do mundo...Não que eu não sinta mais nada por ela! Claro que eu sinto, mas eu não tenho mais aquela vontade de ter ela na minha vida. Sei que isso é muita mancada, sei que isso é muito filha da putagem, mas eu não me controlo.

Saio do banho e coloco uma roupa confortável, pois estava com mal-estar, dor na barriga, e etc, então acabo dormindo 

|Terça-Feira| 6:30 AM|

Acordo com alguém colocando a mão na minha testa, e era minha mãe, vendo se eu estava com febre

-Que foi mãe?-Falo com uma voz muito fraca

-Você está com virose Jungkook!

-Sério?

-Sim, por isso vomitou ontem e teve aquelas dores-Sim, tinha esquecido de falar que minha mãe é médica-Estou indo trabalhar sete e meia, hoje você fica em casa, mas não quero que fique jogando, quero que descanse, me ouviu?

-Sim mãe-Falo revirando os olhos-As empregadas vão estar aqui hoje?

-Sim, mas não são elas que vão cuidar de ti

-Ué, quem mais cuidaria 

-Ué Jungkook, esqueceu que o Park ta trabalhando aqui?-Nessa hora meu cu trancou, aqui que não passava nem vento nele, eu tinha me esquecido completamente do Park

Apesar de eu estar com virose e pensar que  todos aqueles sintomas era da virose, eu vi que aquela sensação não passou, minha dor na barriga, é só eu ouvir o nome dele que eu começo a ter ataques.

-Ah...V-verdade, ele que vai ficar "cuidando" de mim?

-Ele mesmo...Tem algum problema?

-N-não...Quer dizer, tem!

-Qual?

-Eu já to bem grandinho pra me cuidar sozinho, não preciso de babá, só a Lee que precisa, porque ela tem 5 anos!

-Jungkook, pelo amor de Deus né! Você tem 20 anos mas tem mentalidade e responsabilidade de 10 anos, então cala a boca e deixa que o Park cuida de você! To indo terminar de me arrumar agora, daqui a pouco ele te trás umas comidas-Ela sai do quarto fechando a porta e eu começo a ficar desesperado.

Qual vai ser minha cara ao ver ele? Minha reação ao ver ele entrando no meu quarto com comida, ou com remédios, falando comigo? Eu realmente não sei como falar com ele, como ser normal com ele, sem parecer que eu to tendo um derrame falando.

|15 minutos depois|

Meus pais acabaram de sair pro trabalho, e só estava eu Park, a Lee, e as duas empregadas em casa, e o que eu mais temia aconteceu...O Park foi ao meu quarto.

Ele bate na porta e eu falo "entra".

Ele vem até mim com um prato de sopa e uma água, em uma bandeja.

-Aqui está sua comida-MEU DEUS QUE VOZ MARAVILHOSA, QUE HOMEM É ESSE? Ok Jungkook, se controla.

-O-obrigado-Pego a bandeja e o encaro, e ficamos  nos encarando por alguns segundos, só que outro problema apareceu, e apareceu bastante, até demais.

O meu querido companheiro, e amiguinho lá em baixo que adora ferrar comigo, acordou na hora que olhei para as coxas no Jimin, e o que aconteceu? Isso mesmo o Park viu e riu da minha cara

-E-eu to indo-Ele fala saindo do quarto

Logo depois que ele sai eu começo a ficar desesperado, porque ele pode contar para os meus pais, e dai com certeza eles já vão se ligar que eu tenho uma quedinha pelo Park...

Eu to completamente fudido se ele contar aos meus pais...

 

[...]

 

Depois de algumas horas já era 11:00 AM, e eu não tinha saído do quarto ainda, então resolvi sair, e rezar pra que não encontre o Jimin por ai...

Saio do quarto tomando todo cuidado e do nada dei de cara com ele, ESSA CASA É GIGANTE E QUANDO EU PRECISO QUE EU ME PERCA DAS PESSOAS EU NÃO CONSIGO.

-Jungkook? Você está melhor?-Ele fala olhando no fundo dos meus olhos, como se ele quisesse me agarrar ali, ou é eu que sou iludido mesmo.

-S-sim, estou-Ficamos nos encarando, como se tivesse algo um no outro que não dava pra desviar o olhar para a parede, chão, teto ou qualquer lugar possível, ficamos olhando fixamente um por outro durante um tempo, então eu decidi parar, porque senão meu amiguinho ia acordar de novo e eu ia me fuder mais-E-eu to indo na cozinha-Falando desviando o olhar finalmente 

-Ah, s-sim, claro-Ele fala

Começo a andar até a cozinha pensando no que tinha acabado de acontecer...Eu estava em choque por dentro...

Por que a vida tem que ser assim? Triste? Desajeitada? Por que EU tinha que ser assim? Eu sou um bosta mano.

Vou na cozinha, tomo uma água, e volto pro quarto, e nesse caminho de volta graças a Deus eu não encontrei ele.Entro no quarto e desligo meu celular do offline, e lá estava 50 mil mensagens da Sook, perguntando se eu estava bem, se eu estava brabo com ela por isso estava deixando ela no vácuo, se eu estava traindo ela, e várias outras perguntas.

Eu realmente não sei o que responder, porque eu sinto que estou traindo ela mesmo eu não traindo, é um sentimento estranho...E eu não quero fazer isso comigo nem com ela, porque caso role algo, eu não quero ser traidor, e não quero tonar ela uma corna.

Ela realmente não merece isso, ela sempre me tratou bem, sempre foi uma ótima namorada, sempre me tratou bem e etc, e por isso não quero tirar decisões precipitadas, então vou tentar esquecer o Jimin um pouco, e focar no meu relacionamento, pra ver o que dá.

Eu estou sendo muito escroto por estar namorando ela e gostar de outro ao mesmo tempo? 

Eu não quero magoar ela, e eu não tenho coragem de terminar com ela.

JUNGKOOK, NÃO TIRE DECISÕES PRECIPITADAS, FICA QUIETO! 

Ok, preciso me controlar pra não agarrar esse cara no meio do corredor, e não fazer ela de corna e nem eu de traidor, e nem o Jimin como papel de puta.

Conto pra ela que eu não estava bem, que eu estava com virose e que foi por isso eu não ter falado com ela muito bem. Mas o que eu não queria que acontecesse, aconteceu...

Ela queria VIR AQUI EM CASA, E ISSO ESTA FORA DE COGITAÇÃO, MINHA NAMORADA E O CARA QUE EU GOSTO NA MESMA CASA NÃO VAI DAR CERTO! Então inventei qualquer desculpa e consegui ela a não vir...Bom eu acho.

Jimin entra novamente no quarto com os remédios pra eu tomar, e logo vê a aliança no meu dedo e pergunta:

-Com todo respeito, e sem querer ser intrometido...Mas você namora?-Eu não sabia se na hora eu falava a verdade ou não, e se ele descobrir que eu menti pra ele? 

Eu tinha 2 opções:

1- Mentir pra ele falando que não namorava, pra dai ele conseguir ficar mais interessado em mim, e talvez rolasse algo.

Ou

2- Eu falava a verdade, e assim não mentia pra ele logo de começo, mas dai poderia perder o futuro amor da minha vida.

 

O que eu respondo?

Ok, decidi a primeira opção, mentir pra ele falando que não namoro 

-Não...Não namoro não

-Ah sim-Ele da um sorrisinho-A-aqui estão seus remédios

-O-obrigado-Sorrio e ficamos nos encarando por alguns segundos de novo, como se a gente fosse se pegar ali mesmo, fui me aproximando dele e ele de mim, mas quando já estávamos quase nos beijando a campainha toca e ele fica sem graça e começa a pedir desculpas 

-Ai meu Deu me perdoa-Ele fala

-Ué pelo o que?

-Por isso-Ele me encara de novo e pra gente não entrar nessa novamente eu decido quebrar o clima 

-A campainha tocou Park...Acho que você deveria atender

-Jungkook?-Uma das empregadas falam 

-Oi?-Falo e ela abre a porta-O que houve?  A Lee ta bem?

-Ah sim, a Lee está ótima, ela esta dormindo, mas é que tem visita pra você

-Quem?

-Sua namorada!-A Sook aparece na porta sorrindo, e Park me olha com raiva, por eu ter mentido pra ele 

Nessa hora eu só falei pra mim mesmo "Jungkook, você se fodeu meu amigo", e sim eu me fudi demais, além de eu ter falado pra Sook não vir e ela veio, o Park descobriu que eu menti pra ele...2 vacilos na frente do crush já Jeon, você é um bosta mesmo.

-Vou deixar você á sós...Com sua...Namorada-Ele fala com raiva e sai do quarto 

 

 

 


Notas Finais


Foi meus amores<33
PSEEE 2 CAPS EM UM DIA SÓ HEHEHE
Bom comentem ai o que acharam e favoritem S2
Amo vcs já e até o próximo
Bjos ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...