História O Bad Boy - Min Yoongi - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga)
Tags Bad Boy, Bangtan Boys, Bts, Min Yoongi, Suga
Visualizações 137
Palavras 2.244
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem!

Capítulo 1 - Capítulo Único.


Fanfic / Fanfiction O Bad Boy - Min Yoongi - Capítulo 1 - Capítulo Único.


  (Seu Nome) é uma garota bem tímida, quieta, sempre com seu jeito fofo e meigo. Suga, um rapaz ''bad boy'', rude e cheio de atitude.
O que iria acontecer caso o caminho destes dois extremos se cruzasse? 
  (Seu Nome) e Suga estudam na mesma faculdade. (Seu Nome) vivia sempre sozinha, misteriosa...e sempre durante o tempo livre das aulas, ficava de olho em Suga, que vivia cercado de amigos, todos descolados. Quando ela o via, olhava seu sorriso...seu olhar...e isso despertava algo naquela garota fofa e meiga. Algo diferente...como se houvesse uma garota totalmente oposta por dentro...uma garota ousada, com genio forte e pensamentos ''obscuros''.

Certo dia, ao passar em frente de Suga, (Seu Nome), por nervosismo, acabou tropeçando e iria direto ao chão. Isso se Suga não a tivesse segurado e evitado esse desastre:
- Tome cuidado, pode acabar se machucando. - disse Suga
''estou mesmo nos braços dele?'' - ela imaginou
- O...ob..obrigada... - disse (Seu Nome) toda constrangida e saiu correndo de vergonha, mas com um sorriso em seu rosto.
Chegando em casa, (Seu Nome) fica lembrando a cena minuto a minuto...como se fosse um filme em sua mente.
- Eu...eu..estava nos braços do Suga aquela hora...eu senti seu toque...meu corpo estava sendo tocado por ele...
Isso a estava deixando louca. Sentia um calor subindo em seu corpo toda vez que lembrava...começava a ter pensamentos incomuns a ela...pensamentos ''sujos''...
  O calor estava aumentando...sentou em sua cama e sua mão, instintivamente, desceu por entre suas pernas...então quando se deu conta...estava com a mão por cima de sua calcinha e para sua surpresa, estava completamente molhada.
Assustada, mas ao mesmo tempo curiosa e cheia de vontade de continuar, coloca sua calcinha branca rendada de lado e passa seu dedo...esfregando seu clitóris..e isso a deixava ainda mais louca e cheia de desejo. Suga não saía de sua cabeça e seu corpo pulsava por ele. Não estava mais aguentando... Se deitou, tirou sua calcinha, que estava toda molhada já, e começou a se tocar...colocava seu dedinho dentro de sua vagina e gritava o nome de Suga. Gozou e ficou 10min parada. Respirando. Pensando no que havia acabado de fazer. Pensando em Suga.

No dia seguinte, de volta à faculdade, (Seu Nome) estava distante durante as aulas. Só conseguia pensar em Suga. Pensar em seu corpo...
Durante o intervalo, ao ver (Seu Nome), Suga foi ao seu encontro, segurou em seus ombros e disse:
- Eei, tudo bem?
(Seu Nome), que estava distraída, ao ver que era Suga, logo ficou envergonhada e saiu correndo. Suga ficou sem entender...
(Seu Nome) foi correndo ao banheiro. Ao chegar, percebeu que estava molhada novamente...Novamente, ao voltar para si, percebe que sua mão já estava entre suas pernas...já estava se masturbando...já estava molhada por causa do toque de Suga.
Nisso, se acabou o intervalo. Durante a aula de hitória, o professor propôs um trabalho em dupla. Com isso, (Seu Nome) se desesperou, pois não havia ninguém que iria se juntar a ela para isso. Já Suga, recebia propostas e mais propostas para ser par de alguém. Ao ver a expressão triste de (Seu Nome), Suga se levantou e foi até o seu lado.
- Por quê essa tristeza? - disse Suga
- E..eu...ér... - murmurou (Seu Nome)
- Não precisa ter vergonha, pode dizer - diz Suga com um olhar atencioso...
- E..eu não tenho nenhum par para fazer o trabalho..vou ter que fazer sozinha - diz (Seu Nome) envegonhada, abaixando sua cabeça.
- Não tem? Que coincidencia, somos dois então - diz Suga com um sorriso sem seu rosto.
- Mas..mas..tinha um monte de garotas pedindo para você ser par delas... - (Seu Nome) diz surpresa.
- Quer dizer que não quer minha companhia? - Suga diz usando todo seu charme.
- Nã..não..não é iss...
- Então resolvido. Faremos esse trabalho juntos! Vou te passar meu número e conversamos sobre como e quando iremos fazer.
- O..ok..
  (Seu Nome) passou o resto das aulas bem distante de si. Só pensava no que estava acontecendo. Não conseguia acreditar.
-El..ele..ele é meu par de trabalho..isso realmente é verdade? Estou sonhando? - (Seu Nome) pensou. E com isso pegava seu celular de minuto a minuto, abria seu whats e via o contato de Suga. Aquilo realmente era verdade. Ficava olhando sua foto...seus pensamentos iam longe...sentia o calor...imaginava mil e uma coisas com Suga.


  Ao chegar em casa, (Seu Nome) não pensou duas vezes. Foi correndo ao seu quarto, pegou seu celular com a foto de Suga e começou a se masturbar. Sua calcinha já estava toda molhada com os pensamentos que invadiam sua cabeça. E começou a se tocar, gritando o nome de Suga. Desejando por seu corpo ali naquela hora. Minutos depois estava deitada, toda suada e satisfeita. Havia gozado mais de 2 vezes. (Seu Nome) então recebe uma mensagem em seu celular. Era Suga:
- Olá, como está? Não se esqueceu do trabalho, né? Amanhã após a aula, vamos para minha casa para começarmos. Me responda quando puder, ok? Beijos. - estava escrito
- Ok - respondeu (Seu Nome).
  Ao ler isso, todo o cansaço e satisfação que havia tido minutos atrás, se transformaram em mais tesão...desejo...aquela mensagem despertou um milhão de sentimentos e (Seu Nome) não resistiu, já estava molhada novamente...precisava se masturbar, precisava gozar para Suga. Foi ao banheiro, ligou o chuveiro e começou a se tocar. Sua bucetinha ardia de tesão, não conseguia se conter mais, o desejo e a vontade tomava seu corpo. Gozou uma, duas, três vezes. Seu desejo por Suga não tinha fim. Só parou quando seu corpo, dormente, não aguentava mais. Estava perdida no desejo.


  No dia seguinte, desde a hora que acordou, até durante as aulas, (Seu Nome) estava completamente perdida em seus pensamentos. Só havia lugar para Suga em seus pensamentos. Até que chega ao final da última aula. Suga vai ao seu encontro e ao perceber isso, (Seu Nome) abaixa a cabeça, envergonhada, com medo de não saber o que dizer.
- Olá, então, podemos ir agora?
- S..sim.. - responde (Seu Nome), muito sem graça.
  Então os dois caminham em direção à casa de Suga. O trageto de 15 minutos parecia horas e horas para (Seu Nome). Era uma mistura de tormento com felicidade. Medo e vontade.
  Após chegarem a casa, sem dizer nenhuma palavra um ao outro, Suga resolve quebrar o gelo:
- Chegamos. Meus pais estão viajando e eu estou só em casa desde a semana passada. Espero que não repare na bagunça.
- N..não..eu não ligo para isso, não - (Seu Nome) diz, totalmente sem jeito.
- Pode entrar e meu quarto e me esperar lá enquanto eu tomo um banho. Não vou demorar - diz Suga
- Cl..claro.
  Suga então vai para o seu banho. (Seu Nome) fica sozinha em seu quarto. Nervosa. Com medo. Estava no quarto de Suga, sentada em sua cama. Começa a imaginar mil coisas... sente que sua calcinha já está molhada...seu corpo pulsando por Suga...sua mão indo em direção as coxas...mas então é interrompida com a chegada de Suga.
- Demorei?
- N..não..
- Precisa de algo? Está bem? - Pergunta Suga
- E..eu? Não...só..só..preciso ir no banheiro. Já volto - e então sai apressada direto ao banheiro.
  Chegando lá, ela tranca a porta, se senta sobre o assento e não resiste a se masturbar. Nem precisou se tocar muito. Já estava no limite. Gozou muito. Suas pernas tremiam de tanto prazer.
Suga então bate a porta:
- Ei, está tudo bem? Está passando mal?
- N..nãao, eue stou saindo já. E foi o que fez. Se limpou, lavou suas mãos e saiu.
Vamos começar a pesquisa?
- Cl..claro...
  E durante 10 minutos, ambos ficaram pesquisando, Suga no computador e (Seu Nome) nos livros, cada um em seu canto e sem dizer nenhuma palavra.
  Então, de repente o silencio é quebrado:
- Ér..eu..já volto, tá? Vou ao banheiro. - diz Suga, meio envergonhado.
- Tudo bem... - (Seu Nome) diz.
  Suga então vai ao banheiro novamente e (Seu Nome) vai à mesa onde estava o computador de Suga, para pegar sua mochila, mas ao olhar no computador, vê que estava aberto o facebook de dele. (Seu Nome), curiosa, resolve ver o que Suga estava fazendo, e se espanta com o que descobre: Suga estava no perfil dela, olhando suas fotos. Isso deixou (Seu Nome) muito espantada e já sentia seu corpo cheio de desejo novamente. (Seu Nome) percebe que a porta do banheiro estava entre-aberta, e não resistiu a curiosidade. Se aproximou silenciosamente e deu uma olhada pela fresta. Eis que se paralisa com a cena: Suga estava com as calças abaixadas e seu membro em sua mão. Ele sussurava
o nome de (Seu Nome) enquanto se masturbava. (Seu Nome) ficou completamente molhada na mesma hora. Não conseguia acreditar no que estava vendo. Começou a passar seus dedos por cima da calcinha molhada enquanto assistia aquele cena maravilhosa. (Seu Nome) mordia os lábios e se enchia de desejo. Nisso, acabou soltando um gemido alto que fez Suga se assustar e perceber sua presença. (Seu Nome) saiu correndo e quando chegou à porta da cozinha para sair de casa, Suga segura seu braço:
- Não, não vá embora. - diz Suga
(Seu Nome) não conseguia esboçar nenhuma reação ou responder qualquer coisa.
- Você viu o que eu estava fazendo...eu..eu sempre tive muito desejo em você!
- Mas..mas..tantas garotas dão o maior mole para você...todas tão lindas...por que você tem tanto desejo por mi...
  Nisso, Suga puxou (Seu Nome) para seus braços e começou a beijá-la...(Seu Nome) ficou sem reação. Estava assustada, mas não hesitou. Suas línguas se cruzavam...molhadas e buscando uma a outra. As mãos de Suga desciam pela cintura de (Seu Nome)...chegando por entre suas pernas...e então percebeu:
- Humm, já está molhada, (Seu Nome).
- Acho que não sou a única ness história - diz (Seu Nome) enquanto passa a mão por cima da calça de Suga.
  Suga conduz (Seu Nome) e a apoia sobre a mesa, estava louco de tesão. Abre suas pernas, coloca a calcinha toda molhada de lado e não pensa duas vezes para começar a chupá-la.
(Seu Nome) não se aguentava de tanto desejo...sua bucetinha ardia de tesão e implorava pela lingua molhada e macia de Suga que percorria dentro dela.
- Lambe. Chupa bem gostoso. Me faz sua. Mais...mais...eu quero mais...sou toda sua hoje! - gritava (Seu Nome), que já estava fora de si.
  Suga não hesitava com sua lingua e a chupava mais e mais..estava louco sentindo o gostinho de (Seu Nome) em sua boca. Até que ela grita, demonstrando seu tesão enorme. Tinha gozado na boca de Suga, que a limpou todinha com sua lingua.
- Sua vez - disse Suga, abaixando sua calça.
(Seu Nome) estava maravilhada. O membro de Suga era enorme. Nunca tinha imaginado isso. Não estava acreditando naqueles 20cm, grosso e duro como rocha. Mordeu seus lábios desejando experimentá-lo o quanto antes.
- O que quer que eu faç... - dizia (Seu Nome), que foi interrompida, pois Suga empurrou seu enorme e delicioso membro em sua boca. Segurava seus cabelos e a empurrava em direção à ele. Suga estava dominado pelo tesão. (Seu Nome) estava se engasgando, mas não parecia se importar nem um pouco. Estava apreciando cada segundo com o delicioso membro e Suga em sua boca. (Seu Nome) lambia de cima a baixo, colocava apenas a cabecinha do pau de Suga em sua boca e o lambia. Suga delirava. Gozou na boca de (Seu Nome) que
sem pensar duas vezes, engoliu e sorriu para Suga, provavelmente agradecendo pelo presentinho.
  Suga ainda dominado pelo tesão, seu membro continuava como uma pedra e (Seu Nome) iria aproveitar ao máximo isso.
  (Seu Nome) se levanta e tira toda sua roupa, assim como Suga. Então se apoia na geladeir, de costas, e Suga não hesita em ir atrá dela. Colocava apenas uns 5cm dentro da bucetinha de (Seu Nome), que rebolava devagar e gemia de tanto prazer. Suga decide ir adiante, então resolve se colocar totalmente dentro dela. De uma vez, coloca seus 20cm dentro. Nessa hora, (Seu Nome), que já havia gozado, ficava ainda mais molhada. Deu um grito de prazer e felicidade. Suga não a perdoava. Metia mais rápido e mais rápido e mais rápido. Ambos estavam tomados pelo desejo. (Seu Nome) goza mais uma vez.


  Ambos sem ar, todos suados, começam a se beijar novamente. 5 minutos de beijos e carícias de dois apaixonados.
Resolvem então ir para o quarto. (Seu Nome), mostrando seu lado desconhecido por todos, atira Suga na cama e logo se senta sobre seu membro.
 (Seu Nome) começa a cavalgar no membro de Suga. Estava o levando a loucura. (Seu Nome) rebolava cheia de desejo, equanto Suga apertava seus seios com força, fazendo-a tremer toda. Apertava com vontade. Dava tapas na sua bunda e gritava de tanto de tesão. Mais de 20 minutos se passaram e então:
- Ahh eu..eu vou g..gozaar! - gemia Suga
- Goza dentro de mim, meu amor. Eu quero muito! - (Seu Nome) gritou, fora de si, controlada pelo tesão.
  Suga então dá uma última metida e goza. Seu grito de prazer faz com que (Seu Nome) goze junto com ele.


  Ambos estavam acabados. Sem ar. Sem acreditar no que havia acontecido. Ficaram deitados um sobre o outro por 30 minutos, sem dizer nada. Porém o sorriso em seus rostos entregava a felicidade de cada um. Um momento inesquecivel para os dois. O melhor momento de suas vidas.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...