1. Spirit Fanfics >
  2. O bebê do meu melhor amigo (Kim Tae-hyung) >
  3. Nós ficamos de novo!

História O bebê do meu melhor amigo (Kim Tae-hyung) - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Nós ficamos de novo!


Fanfic / Fanfiction O bebê do meu melhor amigo (Kim Tae-hyung) - Capítulo 4 - Nós ficamos de novo!

Já faziam três meses que ___ estava morando com Tae-hyung e sua rotina só tinha mudado pelo fato de que o caminho para o set de gravação e outros lugares, ficará um pouco mais longe. Agora ela estava jogada na sua cama, cansada, porém feliz. Feliz por estar feliz. ____ se virou de lado e percebeu que já estava ficando tarde, ela precisava fazer o jantar para si e Tae-hyung. Meio estranho mais desde quando ela se mudou para o apartamento dele, ela era a ‘mulher da Casa’, ____ não se importava de fazer essas coisas, na verdade até que gostava por que com o bebê a caminho vinha junto um pacote completo de bagunça então ela ‘treinava’ para o futuro próximo.

____ se levantou da cama e foi tomar um banho, quando voltou sua toalha sem querer caiu no chão, ela se abaixou para pega-la e ao levantar se olhou no espelho. Nossa, ela estava tão ocupada que nem tinha percebido o quanto sua barriga estava crescendo, ____ chegou mais perto do espelho, fitou sua barriga e passou sua mão na mesma fazendo com que uma solitária lagrima descesse por seu rosto.

— Sabe bebezinho, você vai nascer e crescer cercada ou cercado de amor, carinho e proteção por mim, seu pai maluquinho e seus tios postiços. – ___ falou querendo muito que seu bebê ouvisse, mas ela sabia que um dia ele descobriria isso sozinho.

___ colocou um vestido leve e foi fazer o jantar. Tae-hyung chegou algumas horas depois e veio com um amigo. Estavam os três jantando e ___ perguntou:

— Então, estamos jantando e até agora ninguém foi apresentado. 

— Nossa vocês não se conhecem? – Tae-hyung falou passando um guardanapo nos lábios, ___ o fitou com uma cara de "O que é que você está fazendo?"

— Sou Mark... Mark Tuan, você não precisa se apresentar ___. – O amigo de Tae-hyung se apresentou estendendo a mão para ____.

— Espero que vocês se deem bem, é que eu e Mark começaremos um trabalho juntos então ele vai está bastante por aqui. – Tae-hyung explicou olhando para ___ que ainda não tinha estendido sua mão de volta para Mark. — Educação. — Tae-hyung tossiu e ___ estendeu para pegar na mão de Mark.

Depois do jantar e de Mark ir embora os futuros pais estavam assistindo televisão na sala, Tae-hyung estava sentado e ____ deitada no colo dele.

— O que você acha que o pequenino vai ser? – Tae-hyung perguntou.

— Você fala de menino ou menina? – ___ perguntou de volta, olhando para Tae-hyung.

— Não, isso eu sei que vai ser menino. Na verdade, isso não importa porque quando ele tiver idade vai ser o quê e quem ele quiser.... – Ele falou fazendo ___ sorrir. — Digo sobre a profissão dele.

— Profissão? Tae-hyung não sabemos nem qual vai ser o nome imagine a profissão, e, além disso, você não tem como saber se vai ser menino mesmo. – ____ passou a mão no rosto dele.

— Saber mesmo não posso não, mas querer eu quero muito e a questão do nome... – Tae-hyung olhou para o lado – Não creio que vai ser fácil escolher.

— Eu já tenho umas ideias. Se for menina pode ser Wendy. – ____ falou.

— Se inspirou na sua animação favorita né? – Ele perguntou tirando o cabelo dela do rosto.

— Não, eu sempre amei esse nome, acho forte e lindo. – Ela responde.

— Não gostei muito, mas e se for menino?  

— Pensei que se fosse menino você escolheria. — Ela falou olhando nos olhos de Tae-hyung.

— Serio? – Tae-hyung perguntou temendo que a resposta fosse não e ela estivesse brincando.

— Serio você é o pai e quero que participe bastante dessa parte e, além disso, tenho quase certeza que vai ser menina assim eu escolho.

Os dois riram e ficarão em silencio. Tae-hyung aproximou seu rosto do de ____, seu coração começou a disparar. Ela o fitou confusa, ele parou no meio do caminho e perguntou:

— Você quer? 

___ respondeu com um beijo, Tae-hyung a pegou em seu corpo fazendo com que as pernas dela se entrelaçassem em sua cintura. Os dois se beijavam enquanto ele a levava para seu quarto. Ele a jogou na cama e deitou junto a ela, continuando a beijá-la. 

 

{•}

Tae-hyung acordou com a campainha do apartamento tocando, abriu seus olhos e viu ____ deitada em seu braço, ele sorriu e beijou seus lábios a fazendo acorda.

— Bom dia princesa.  – Ele falou.

— Bom dia. – ela respondeu, ouvindo a campainha tocar novamente. – Quem pode ser tão cedo em um domingo?

— Cedo? Princesa já são dez horas. – Tae-hyung a fez sorrir.

— Tenho que levantar? – Ela falou com cara de menina pidona.

— Não, vou lá ver quem é e você fica dormindo mais um pouco. – Tae-hyung falou passando a mão no rosto dela.

— Um pouco? – Ela falou e a campainha tocava pela terceira vez.

— Já volto.

Ele saiu da cama, pegou um short jogado no chão e se vestiu. Quando Tae-hyung abriu a porta viu Ho-seok e Yoon-gi se beijando em frente à mesma.

— Desculpe senhores, mas o motel fica mais lá na frente. – Ele falou com cara de sério. O casal se virou e entrou no apartamento já se jogando no sofá.

— Por que demorou tanto para abrir a porta? – Ho-seok perguntou para.

— Estava dormindo e vocês estão juntos? – Ele respondeu e perguntou.

— Sim, começamos a namorar ontem. – Yoon-gi falou e Tae-hyung aplaudiu.

— Finalmente, desejo boa sorte e um relacionamento feliz, mas vocês estão cientes que aqui não é motel, né? – Ele perguntou sorrindo.

— Na verdade, sim. Mas já que você fez um filho aqui deve ser um lugar abençoado para casais. – Yoon-gi disse sério.

— Você está brincando, né? – Tae-hyung perguntou e Yoon-gi balançou a cabeça negativamente. Ho-seok começou a gargalhar da cara de espanto de Tae-hyung.

— Pegamos você! – Eles disseram soltando altas gargalhadas e Tae-hyung riu junto. ____ apareceu na sala enrolada no lençol azul de Tae-hyung:

— Gente, tem uma mulher grávida tentando dormir, por favor, façam barulho na casa de uma mulher normal. 

— Desculpa ____. O que você faz enrolada no lençol do Tae? – Yoon-gi perguntou. Ela olhou pra Tae-hyung.

— O dela sujou e emprestei o meu. – Ele respondeu.

— E por que ela saiu do teu quarto? – Ho-seok perguntou se levantando e indo até a cozinha para beber água.

— Eu sentir um pouco de medo e fui dormir com ele, ué. – Ela falou.

— Pelada? – Yoon-gi perguntou.

— Aí tá, a gente ficou. Pronto satisfeitos? – Tae-hyung gritou e a campainha tocou.

____ foi até a porta e ouviu Yoon-gi dizer "Depois conversamos sobre isso vocês dois". Ela abriu a porta e lá estava Seok-jin e Ji-min que entraram no apartamento e o mais novo perguntou:

— Por que está pelada enrolada em um lençol ____?

— Ela dormiu com o Tae-hyung. – Ho-seok falou voltando para o sofá.

 

{•}

Os seis estavam sentados no chão da sala jogando baralho, bebendo e conversando sobre tudo. Ho-seok e Yoon-gi estavam tão grudados que Tae-hyung pensou que eles eram um só. Meu Deus, as pessoas que começaram a namorar ficam todas assim?

— Vocês não desgrudam mais? — Ele perguntou.

— Nunca, a gente vai ser para sempre. – Ho-seok respondeu e Yoon-gi o beijo, pois achou aquela frase linda.

— Quando vai ser o chá revelação ___? – Ji-min perguntou.

— Vai ter isso? – Yoon-gi perguntou.

— Obvio que vai ter Yoon-gi. Mas não sei, acho que vou esperar a barriga aparecer mais. – ____ respondeu.

— Você faz com cinco meses. – Ho-seok disse.

— Isso. E aí vão me ajudar com os preparativos? – Ela perguntou jogando uma carta no local do jogo.

— Não conte com nós três... – Seok-jin falou apontando para os amigos ao seu lado. – Conte com os dois aí.

— Pode deixar. ____, a gente deve começar logo, afinal você já está com quatro meses. – Ji-min disse colocando mais Soju em seu copo. — Vai ficar incrível.

— Certo. – Ela respondeu. — Já estou ansiosa



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...