História O Belo e a Fera - JiKook - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Imagine Tae, Jikook, Namjin, Yoonseok
Visualizações 109
Palavras 1.925
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Canibalismo, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - Lua de Mal - BDSM


Fanfic / Fanfiction O Belo e a Fera - JiKook - Capítulo 17 - Lua de Mal - BDSM

(P.O.V Jimin) 22/06/2019 ll10:00ll Endereço: Casa K-J-J

Assim que entramos naquele hotel com o Kookie me carregando em estilo noiva eu me senti privilegiado, ele me carregava com todo o cuidado. Ele me botou no chão assim que chegamos na frente do quarto e fechou meus olhos, ele abriu e me guiou para dentro:

(Kookie)- Certo, pode abrir.

-Está me deixando nervoso Kookie.

(Kookie)- Até parece que é sua primeira vez para estar nervoso.- Abri meus olhos lentamente e logo senti meus olhos marejarem estava perfeito, uma cama de casal grande de branca e vermelha, a iluminação romântica, vários balões, cafona mas fofo, muito fofo da parte dele.- Que foi? Exagerei? Jimin fale algo.- Me virei e beijei deixando algumas lágrimas caírem.

-Está perfeito Kookie. É como se estivesse tendo minha primeira vez.

(Kookie)- Então farei de tudo para parecer, com um pouco de minhas brincadeiras.- Falou e sorriu juntando nossos lábios, estava ansioso pelo o que JungKook tinha preparado para mim. Ele colocou uma playlist de música que começou com Do Re Mi. Nos separou e se sentou na cama.- Dance meu bem.- Falou me observando, arqueei uma sobrancelha e comecei a retirar minha roupa com movimentos suaves e provocativos quando comecei a revelar minha barriga – agora sem abs – fui ao cos da minha calça e comecei a tirar minha roupa de baixo. Quando terminei me guiei para Kookie e o beijei, ele desceu suas mãos para minhas nádegas deixando um aperto forte me fazendo gemer. Ele mostrou seus olhos na cor vermelha e os deixou naquela cor o que me causou arrepios.- se ajoelhe na cama e espere por mim, não olhe para trás!- Falou eu apenas assenti e fiz o que foi pedido, meu rosto estava quente de tesão. Enquanto ele buscava o que iria trazer começou a tocar Or Nah e aquilo me deixava com arrepios na nuca.- Abra a boca meu amor.- Falou e eu abri querendo saber oque aprontava senti uma mordaça envolver minha bochecha e a bola vermelha impedir minha boca de qualquer movimento.- Não quero que os nossos vizinhos ouçam o que fazemos em 4 paredes por hora.- Falou e prendeu meus braços com uma algema jogando a chave dela longe. Colocou depois uma coleira em meu pescoço preta com várias pontas de ferro e uma corrente também de ferro. Jungkook aprontava algo e eu estava louco para descobrir. Senti sua mão pegar meus cabelos e me fazendo encostar a cabeça na almofada, fiquei com mais tesão do seu jeito dominador e iriamos fazer uma das praticas que eu acho mais erótica, BDSM.- Empine pra mim, agora!- Ele falou e eu o obedeci. Ele passou a mão por toda a extensão de minhas nádegas e deu uma mordida ali o que me fez gemer abafado pela bola vermelha. O sair dali e do meu campo de visão, ele trouxe consigo uma caixa e a deixou no chão retirou de lá duas meias 7/8 e as vestiu em mim logo depois tirou uma corda prendendo minhas coxas. The Hills começou a tocar e logo JungKook se atreveu a apagar as luzes românticas deixando o clima escuro e ligando o ar-condicionado me deixando um arrepiou pelo clima frio. Ele pegou um chicote de couro onde seu cabo era firme e o  couro preto era o que provocaria minha dor.

Ele começou a chicotear minha bunda e a ardência começou e eu estava amando claro, aquele era o Kookie que eu nunca havia conhecido mas era tão sádico o quanto eu era masoquista.

(Kookie)- Hoje não serei nem um pouco cuidadoso Jimin. Se prepare pois vou acabar com você.- Eu sabia que suas palavras eram reais se tem alguém que sabe me fazer gozar em abundância é Jungkook. Ele deu mais uma chicoteada fazendo eu arquear as costas.- Vou te comer sem piedade como se eu fosse um animal.- Deu mais outra um pouco mais forte do que as outras.- Vou te foder como um! Eu quero Tatuar Daddy nessa bunda gostosa. Você Deixa Jimin?- Falou tombando a cabeça para o lado, eu assenti com ainda mais tesão. Ele colocou luvas de plástico e pegou o dispositivo começando a tatuagem, sabia quanto Jungkook era ciumento e que nunca deixaria alguém tatuar o nome Daddy na minha bunda. Aquilo doía e me atiçava a querer me soltar ainda mais, mas as algemas não deixavam, a algema veio do controle de alfas era muito mais forte que eu. Eu estava com mais tesão do que o normal Kookie assim que terminou passou um algodão molhado no local sensível e guardou o dispositivo começando a tirar sua roupa logo em seguida. Ele retirou um vibrador e abriu minhas nádegas com dificuldade por conta das cortas mas assim que abriu ativou o vibrador na velocidade alta e enfiou sem dó lá dentro o meu gemido foi reprimido pela mordaça.

(Kookie)- Muito bem Jimin você está indo muito bem, agora que mandar você fazer algo, vou te soltar por um tempo mais depois irei lhe prender novamente. Falou pegando a chave e abrindo a algema e retirando a mordaça, ele se sentou dobrando as pernas deixando as abertas com uma por cima da outra.- Chupa Jimin, vou foder sua boquinha agora.- Falou me puxando pela corrente de ferro e eu fui engatinhando até lá fiz o que foi mandando e claro fiz de tudo para empinar minha bunda no máximo começando a mover minha cabeça de trás pra frente chupando quase toda a extensão e o que eu não conseguia usava minhas mãos para masturbar. E o via tombar a cabeça para trás aproveitando a sensação, ele pegou meus cabelos e começou a foder minha boca como havia dito, eu me sentia desconfortável com seu pau na minha garganta. Ele se atreveu a retirar as mãos dos meus cabelos e conseguiu se esticar um pouco para pegar na minha bunda e a massagear me fazendo sentir mais o vibrador que me fazia querer gemer impedido pelo seu pau, e agora ele começou a inventar de me foder minha boca puxando a minha bunda para frente assim que ele gozou eu engoli e gozei depois por conta do vibrador e da sensação extrema de tesão.- Muito bem Jimin, se prepare pois vou te fazer cansar mais do que está.- Falou me prendendo só que dessa vez sem a mordaça e me afastou de seu pau, ele retirou meu vibrador e me jogou na cama de bruços. Ele pegou meu quadril e me empinou me deixando novamente de quatro, ele me puxou pela coleira para arquear minhas costas com força me fazendo gemer manhoso.- Eu ainda não te fodi Jimin mas mesmo assim você terá mais do que dois simples orgasmos, eu vou te fazer gozar tanto que seu pau vai doer muito!- Um arrepio correu pelo meu corpo me deixando com frio na barriga e mais tesão do que estava, eu sentia que já podia gozar só com aquelas palavras e imaginações eróticas. Ele me soltou e me empurrou de encontro com a cama com força, olhei para ele pelas costas o vendo pegar um lubrificante e passar em seus dedos, esperei ele adentrar seus dedos mais fortes que eram o do meio e o indicador da mão direita. Ele adentrou com brutalidade me fazendo apertar seus dedos com meu anus, ele não esperou eu me acostumar e me estocou com força me fazendo gemer alto surpreso com sua brutalidade.- Tantas vezes que te fodo e continua tão apertadinho, gema meu nome Jimin, mostra pro mundo quem é o seu dono cadela.

-Jung.... Daddy... A-ah,- Me surpreendi quando ele iniciou uma palmatoria com suas mãos nuas nas minhas nádegas.- AH! AH! AAAAAH! – Cada palmada era mais forte que a outra e Kookie parecia amar meus gemidos.

-Meu nome Jimin! AGORA! Fale qual é?!

-J-JungKoo... AH!- Fui interrompido por uma palmada e  uma mordida forte.

-MAIS ALTO CADELA!

-JUNGKOOK! AH! AAH! ME FODE! AAAH!- Eu vi seu sorriso satisfeito, ele retirou seus dedos de mim e adentrou mais forte do que antes e minhas lágrimas desceram pela dor e prazer causada.

-EU QUEM MANDO AQUI JIMIN!- Ele bateu em mim novamente e puxou meu cabelo.- ENTÃO TRATE DE ME OBEDECER E NÃO ME MANDE NADA!- Falou e me soltou, voltei a mesma posição de antes me engasgando com minha própria saliva estava prestes a gozar e Kookie tinha razão, quando ele diz, ele faz. Estava doendo e eu queria me livrar logo daquilo, o que não demorou, mas doeu. E eu cai de bruços na cama cansado do segundo orgasmo ou era terceiro? Nem eu sabia, estava exausto demais para qualquer coisa.- Já está cansado meu bem? Nem te fodi ainda.- Falou mas eu estava cansado, mas iria fundo nesta brincadeira. Eu me virei de frente para ele mas as algemas me fizeram elevar me deixando desconfortável e o contato do ferro gélido me fez estremecer e gemer ardido.- Deveria ter ficado naquela posição Jimin.- Falou me fazendo apenas assenti ele retirou o algema e me virou de frente novamente.- Eu vou te foder tanto Jeon Jimin... Tanto... Eu quero que me peça.- Falou passando a mão pela corrente da coleira me fazendo engolir seco.

-D-Daddy... M-Me Fode.- Falei gaguejando ainda me recuperando do orgasmo repentino, me impressiono com a velocidade de Jungkook de se recuperar.

-Sei que está cansadinho mas eu quero mais forte, mais guloso.

-M-ME FODE D-DADDY!-Ele sorri malicioso e coloca minhas pernas em seu ombro com delicadeza, ele bate na minha coxa e eu gemo de dor.

-Vamos ver se aguenta Jimin. Que eu te foda até gritar pedindo para eu parar.- Falou mostrando seus olhos me revelando que não seria nem um pouquinho legal, engoli seco novamente e ele me penetrou com força, não tive tempo de pensar ele já começou me penetrando fundo e forte e cada estocada eu gritava delirando e me contorcendo em baixo de si que estava afastado observando minhas feições de prazer.

Eu estava derrubado, meus cabelos bagunçados e eu chorava, de dor, prazer e das misturas de sentimentos. JungKook conseguiu acabar comigo eu nem sabia mais meu nome... Eu só sabia sobre JungKook....

 

Eu não sei quando mas eu havia apagado e só acordei no meu orgasmo onde gritei de dor e alivio, Jungkook gemeu com o seu orgasmo junto a mim mas o dele foi mais baixo.

-Está doendo amor?- Falou foi quando eu me lembrei da dor e meu quadril começou a arder e quando Kookie saiu de mim eu gemi de ardência e deitei o meu quadril com cuidado na cama junto ao meu marido.

-N-não muito, só está sensível.

-Desculpe era sua primeira vez praticando BDSM e eu fui muito insensível.- Segurei seu rosto com ele ainda em cima de mim o fazendo me olhar.

-Você sabe que odeio quando se culpa por essas coisas, eu adorei a surpresa que você preparou para mim e a dor que estou sentindo agora faz parte, por mim essa dor pode ser a maior do mundo, se eu tiver você ao meu lado para cuidar de mim eu me sentirei a pessoa mais segura do mundo.- Falei e o puxei o beijando, ele lentamente foi se deitando ao meu lado e paramos com o nosso beijo assim que a falta de ar chegou. Ele colocou minha cabeça em seu peito. Eu dei uma risadinha.- Vamos dormir suados mesmo?

-Sim, e não reclama!- Falou e nós rimos, ele depositou um beijo na minha cabeça a colocando em seu peito.- Te amo muito tá.

-Também te amo....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...