1. Spirit Fanfics >
  2. O beta de cheiro doce (chanchen abo) >
  3. Cap 35

História O beta de cheiro doce (chanchen abo) - Capítulo 37


Escrita por:


Capítulo 37 - Cap 35


Pv Zitao

Já era bem tarde da noite, alguns não conseguiram dormir e estavam dispersos pela casa. Eu estava na sala acariciando minha barriga quando o alfa no sofá ao lado se mexeu. O cheiro familiar de relva se desprendeu do corpo do alfa me fazendo ficar levemente desestabilizado. Yifan acordou e me encarou por alguns segundos como se estivesse analisando se tudo era real ou apenas um sonho.

- Zitao.. É você mesmo? - Perguntou tentando se levantar fazendo careta ao sentir dor, fui até o mesmo e o ajudei a se sentar de forma confortável.

- Yixing, Kai! Ele acordou! - Falei chamando pelos alfas que estavam comendo na cozinha logo após encarando o Wu finalmente. - Como se sente? - Perguntei entre um sorriso mínimo.

- Dolorido. - Disse sério, alfas nunca admitiam quando estavam machucados e Yifan não era exceção. - Estou feliz por ver você.. Zitao eu.. - começou mas se interrompeu ao ver Kai e Yixing. - Então vocês se deixaram levar pelo rabo doce dos amigos dele não é!? - falou e nós três o encaramos chocados, eu estaca prestes a dizer algo até ele falar outra vez - Yixing eu quero ser o padrinho do bebê - Falou e focamos surpresos.

- Por favor.. YIfan.. nos diga o que aconteceu.. - Falei segurando sua mão ato que só eu podia fazer com ele, yifan sempre disse que eu era o único que o tocava de uma maneira "aconchegante".

- Se é pra que eu fale então venham todos até aqui, inclusive o beta. - falou sério.

Yixing chamou todos e assim cada um se reuniu na sala, Chanyeol estava sempre de guarda com Chen atrás de si. Jongdae estava bem surpreso por Kris ter o chamado junto, o levando a ficar bem atento a tudo que o alfa fazia.

- Vamos lá, todos sabem que minha história com Jongdae é complicada. O real motivo pra eu o maltratar também é, depois que meu pai não tinha mais a sua ômega pra se satisfazer, no caso minha mãe, ele passou a ser alguém sempre agressivo e estressado descontando em mim isso através de boas surras, quando fiquei mais velho tomei conhecimento que ele mantinha um certo tipo de relação abusiva com a secretaria dele, e nesse mesmo período veio a notícia que Jongdae era meu prometido como forma de pagamento pelo seu pai ter feito o que fez - explicou brevemente e ouvimos Chanyeol rosnar baixo.

- Ô baixa a bola aí Yoda! - Disse Luhan comendo pipoca. - Calma aí projeto de dumbo deixa o Chinês burguês terminar a história! - Falou e rimos.

- Porém não é só isso, depois dos meus 17 anos descobri que Jongdae seria usado como fonte de renda, um casamento entre nossos DNA daria em uma longa linhagem de ômegas lúpus que seriam vendidos como prostitutas assim que tivessem óvulos maduros. Isso tudo arquitetada pelo meu pai e seu avô. - continuou e todos ficamos horrizados com a confirmação de nossas suspeitas.

- Espera, óvulos maduros? Significa que as crianças de 13-4 anos seriam vendidas como prostitutas pra todo tipo de pessoa? Que barbaridade! - Disse suho.

- Eles são monstros por pensarem nisso e ainda por cima fazerem de tudo pra por em prática. - Disse Kai.

- Pior ainda seriam os compradores que iriam querer esses filhotes, não gosto de imaginar isso - Disse Baek com cara de nojo.

- Pior do que isso é que existem pessoas assim por ai agora e que esses compradores com certeza já são clientes esperando a produção. - Concluiu Xiumin.

- Ainda não cheguei na pior parte pessoal.. - falou Kris e suspirou pesado. - meu pai iria forçar esse casamento de um jeito ou de outro, Jongdae seria mantido em cárcere privado e iria ter que ceder a mim ou ao meu pai sempre que quiséssemos, já que o DNA é parecido ele iria se aproveitar também, e caso houvesse outros tipos de encomendas qualquer cliente poderia se aproveitar do Jongdae. - Ao ouvir isso eu me sentei ao lado de Kris totalmente atônito.

- Você está dizendo que.. Jongdae seria violentado..? - Falei concluindo em voz alta, o ambiente havia se tornado pesado.

- Não aguento mais ouvir isso - Disse Chen visivelmente nervoso, e Chanyeol imediatamente o abraçou.

- Ao descobrir isso eu me recusei, foi então que meu pai começou a falar do Zitao.. ele disse coisas como eu ter me apaixonado por uma prostituta e eu o bati. - Falou e logo me olhou. - Ele me socou do volta e jogou que você estava grávido, eu fiquei surpreso com a notícia e fraquejei, o dando tempo pra me bater ainda mais, ele disse que se não estou do lado dele então estou contra, assim como cada um de vocês. - falou dessa vez voltando sua atenção pros outros. - Ouvi ele dizer que vai atrás do Chen com ou sem minha ajuda, depois ele me espancou até eu desmaiar e aqui estamos.

- Significa que agora mais do que nunca a segurança do Chen está em perigo. Depois desse período de férias voltaremos pra casa e pensarmos com mais cautela em como manter o Chen e cada um de nós em segurança. - Disse Chanyeol de forma firme.

- Nossos pais com certeza irão nos ajudar no que puder, até resolvermos isso não devemos ficar longe uns dos outros por muito tempo, principalmente os ômegas. - Falou Kyungsoo sério.

- Kyung está certo, Kris e Tao vocês podem ficar na minha casa comigo e o Soo. - Completou Sehun.

- Nós ficaremos com Suho e Lay já que moramos perto de vocês. - se prontificou Xiumin.

- Ótimo, a mãe do Kai com certeza será um pequeno obstáculo nisso, portanto, você e Baek ficaram comigo e com o Chen na casa dos meus pais. - falou Chanyeol.

Após todos terem concordado com cada detalhe cada um foi aos poucos saindo pra respirar e aliviar a tensão. Suspirei pesado passando a mão pela minha barriga até sentir um toque em meu ombro e lembrar que Yifan ainda estava do meu lado. Sorri fraco e segurei sua mão.

- Eu tenho que saber.. Taozi.. por que você nunca teve medo de mim exatamente? - falou meio curioso até fofo.

- Fan.. você não é um monstro, é apenas a imagem que te deram e você acabou aceitando. Você é uma pessoa doce e eu vejo isso, vejo no seu sorriso, Como poderia um vilão ter um sorriso tão lindo? - Falei bobo e ele sorrio me fazendo sorrir também.

- Custo a pensar que você é realmente minha alma gêmea se é que isso existe..

- Existe - suspirei pesado e sorri - eu tenho certeza que existe, eu já encontrei a minha. - falei e o vi ficar sem entender.

- Mesmo? Quem é ele?

- Estou olhando pra ele. - Falei e mostrei uma marca em meu ombro parecendo uma pequena cicatriz, me aproximei mais do alfa, conhecia cada detalhe daquele corpo marcado, baixei a sua camisa e expus uma marca parecida. - Wu Yifan, você é minha alma gêmea.


Notas Finais


Oi lindeza sentiram Saudade? Já voltei trazendo bomba em cima de bomba hmmkkk
Interajam comigo nos comentários pra eu ver que tão vivos! Beijos e até o próximo cap!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...