História O bombeiro e a florista - Marichat - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Hawk Moth, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mestre Fu, Nathalie Sancoeur, Nino, Nooroo, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags Fogo, Marichat, Plakki
Visualizações 690
Palavras 992
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Hentai, Lemon, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá,meus amores , espero que gostem do capítulo de hoje
Muito obrigada pelos comentários , pelos quase 25 favoritos.
Uma boa leitura.

Capítulo 4 - O encontro - primeira parte



___   Acabei de  lembrar que é aniversário da minha mãe,  eu tenho que levar a flor favorita dela !  -   Chat Noir se lembrando do aniversário de sua mãe , contando ao amigo depois que a morena foi embora.
___   Bem, eu conheço a florisculturista Joaninhas e Rosas, é da melhor amiga da minha namorada, ela faz trabalho floral muito bonito com as flores, parece que ela dá vida para as flores !   -  Concha sugerindo a loja de Marinette para o amigo dele,  elogiando o trabalho dela.
__    Ah sim, obrigada pela sugestão, agora eu vou passar longe da florisculturista da Lila !   -   Chat Noir ficando grato pela sugestão do amigo, abrindo a porta do carro de bombeiro do lado dele,  falando que ele estava feliz em não passar na florisculturista de sua perseguidora, saltando do outro lado do carro de bombeiros.
__    Sim, mas se ela perguntar que loja você comprou as flores de sua mãe ?  , O que vai dizer para ela ?   -  Concha vendo a saída do amigo depois que ele fechou a porta á sua frente, se retirando do carro do lado dele , fazendo o mesmo que o amigo , querendo saber que tipo de desculpas o amigo ia dar para a Lila quando ela descobrir que ele comprou as flores em outra loja.

___    Eu não sou de mentir ,meu amigo , eu vou dizer a verdade, mesmo que isso me custe um bom choro dela!   -   Chat Noir achando que contar a verdade para a Lila,   nem se importando com a sua reação ,  tirando o seu capacete de bombeiro na frente do amigo, ajeitando os seus cabelos.

__    Chat, eu posso dar uma palavra com você ?   -   Mestre Fu chegando  naquele momento aos dois amigos, chamando  a atenção do bombeiro gato , pedindo para conversar com ele.

___   Estou indo, mestre Fu !    -   Chat ouvindo  o chamado do chefe , avisando que estava á caminho  ,  acenando para confirmar a sua presença.

___   Que bom, eu estou te aguardando em meu escritório !    -  Mestre Fu  ficando feliz em ser  atendido, entendo o aceno dele ,  avisando que o esperava em seu escritório,  começando a afastar dos dois bombeiros para o seu escritório.

___    Está bem,  Mestre Fu ,  Concha , eu vou te ir ,mais tarde  conversamos !   -   O bombeiro gato vendo a saída do senhor chinês  ,  se despedindo do amigo  , combinando de conversar com ele depois.

___   Até mais , Chat , não se esqueça de comprar as flores para a sua mãe !   -   O bombeiro tartaruga aceitando  o aviso, lembrando o gato de comprar o presente de aniversário  para  mãe dele.

____   Não vou me esquecer ,meu amigo,  obrigada pela sugestão !   -   O bombeiro gato  acenando em despedida ao amigo,  começando a se afastar dele acenando , depois dando as costas para  ir embora.

-   x    x  -   
   Depois que se despediu  do amigo, Chat Noir começou a sua caminhada para conversar com o mestre Fu, ele não sabia o conteúdo da conversa com o senhor chinês, assim que subiu as escadas que davam para a escritório do Mestre Fu.
   ~    Quebra de tempo :    No quartel dos bombeiros  -     No escritório de Mestre Fu.

   Quando o bombeiro chegou na frente da  porta do escritório  do Mestre Fu ,  bateu três vezes na porta do senhor chinês  ,   esperou para que ele dê a sua autorização para entrar ,  assim que abriu   a porta depois que ouviu  a autorização  do senhor chinês.
  
  -  x  x  -

   ___   Olá,mestre Fu ,  estou aqui porque o senhor me chamou , algum problema ?  -   Chat Noir entrando no escritório  ,  fechando a porta depois que entrou  ,  indo na direção do mestre Fu que estava sentado  , esperando ele entrar.

___  Nenhum , Chat , eu só quero conversar com o meu melhor bombeiro até então, eu vi  de longe , você lidando com a senhorita Rossi!   -    Mestre Fu  falando que não tinha nenhum problema ,  convidado o  gato para se sentar com gesto de mão.

___   Claro, senhor  !    -  Chat Noir  entendendo o gesto  ,  se sentando na frente , olhando com uma grande expectativa 

___   Bem , eu acho que o último incêndio foi um pouco complicado, também eu elogio por as suas atitudes de salvar as vidas , mas precisa ser mais cauteloso com o seu trabalho !   -  Mestre Fu conversando com o gato sobre o último incêndio ,  pedindo para que ele tenha cautela nas próximas vezes.

___   Entendo , senhor , bem, eu vou indo para em floriscultura para comprar  um buquê de flores para o aniversário da minha mãe , se precisar de mim , é só me ligar !  -   Chat Noir  aceitando o conselho do senhor chinês ,  avisando que estava de saída para comprar o presente de sua mãe 

___  Está bem, pode ir !  -   Mestre Fu aceitando o aviso, libertando  ele para ir comprar o presente com um gesto simples .

___   Até mais, mestre Fu !   -   O bombeiro gato se levantando  na frente,  se despedindo  do senhor chinês ,  indo na direção da porta do escritório do senhor chinês

__  Até  mais, senhor Noir !   -   O senhor chinês se despedindo do bombeiro, vendo a sua saída para comprar o presente de sua mãe.

  -  x x  -
     Então o bombeiro gato começou a descer as escadas do escritório do Mestre Fu  , para ir na direção, aonde ele     não  sabia que ia encontrar o amor de sua vida.

   -  x x  -
    ~   Quebra de tempo  -   Na loja  Joaninhas  e Rosas    -  Na mesma noite.
   
    Marinette estava terminando de fazer o último bracelete para uma festa de formatura , quando ela ouviu o som do seu sininho tocando, nem vendo a chegada do bombeiro em sua loja, porque estava dando acabamento no último bracelete
 


Notas Finais


Me desculpe por algum erro ,
Até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...