História O boxeador e a princesa ( Marichat ) - Capítulo 61


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, André Bourgeois, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags Marichat, Plakki, Romance
Visualizações 114
Palavras 905
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá,meus amores, espero que gostem do capítulo de hoje
Por favor, leiam as notas finais.

Capítulo 61 - A história das irmãs.



~  Quebra de tempo  -  Na mansão dos Noir  -  No final da tarde.
 Plagg já tinha voltado da escola ,  estava fazendo o seu dever de casa , enquanto a sua mãe estava na cozinha , preparando  uma grande refeição para família, Plagg viu a sua mãe cozinhando muito, curioso, ele parou de escrever o seu dever, olhou curioso para a sua mãe.
  ( ***)
 ___    Ah, mãe , eu posso te fazer uma pergunta ?   -  Plagg vendo a sua mãe cozinha , olhando curioso para ela se movimentando na cozinha , querendo faze ruma pergunta para ela.

____     Pode, meu filho, algum problema ?   -  Le Paon assentindo a vontade do seu filho mais novo, olhando para ele enquanto ela mexia  em um grande caldeirão de sopa que estava fazendo para o jantar da família , querendo se o filho estava bem.

_____     Eu estava vendo a senhora cozinha  á um bom tempo , eu acredito que você está cozinhando muito , para apenas três pessoas , eu sei o meu irmão precisa de muita comida por causa da profissão , mas isso é muito até mesmo para ele !   -   Plagg olhando para a sua mãe mexendo o caldeirão, falando que ela tinha exagerado na comida da família.


___   Nem sei disto,meu filho, mas eu tenho um pressentimento que não seremos mais um trio de pessoas , sim, um  quarteto !   -    Le Paon concordando mentalmente com o seu filho,  suspeitando que em breve a família ia aumentar, colocando um pouco da sopa na palmão para provar o gosto.


___   Um pressentimento, mãe ? , Hum... , eu acredito que talvez o meu irmão convide dois amigos dele que semrpre vão ver ele treinando para a  luta dele !   -  Plagg acreditando em parte na mãe dele ,dando um palpite que iam receber a visita dos amigos do irmão mais velho, voltado  a fazer o seu dever.


___   Nunca duvide dos meus pressentimentos , meu filho, com eles, eu quase conseguir fazer o seu pai se aposentar da luta, mas ele me convenceu a deixar ele lutar contra aquele desgraçado  do Thunder ,   ah, até hoje , eu estou me odiando por deixar ele lutar !   -  Le Paon conversando seriamente com o filho, contando sobre a última vez que viu o pai deles vivo, confessando os sentimentos ao filho, mexendo tristemente a colher dentro  da sopa.

___  Mãe, eu sei disto, você também me levou para tentar fazer que o meu pai mude de ideia , quando eu tinha alguns meses de vida , eu já aceitei o que aconteceu com o meu pai, eu rezo todos os dias para que ele encontre um lugar mais calmo !   -   Plagg entendendo a mãe, contando que sempre rezou pela alma do seu pai, escrevendo um paragráfo do seu dever em seu caderno..

___  Mas eu nunca vou esquecer da barbaridade que aquele nojento  boxeador fez com o seu pai, Plagg, eu deu uma surra monstruosa nele, sorte a sua , que você ainda era um bebê  que mal conhecia o nosso mundo, a cena vem diversas vezes nos meus sonhos!   -  Le  Paon desligando o fogo do caldeirão , começando a chorar ao se lembrar da morte do seu marido.

___    Mãe ,por favor, me desculpe , eu não queria fazer isso , eu sinto muito !   -  Plagg  ouvindo  o choro da mãe, saindo que nem foguete da mesa , deixando o dever de casa, entrando para confortar  a mãe chorosa.

___   Eu não queria ser tão rude, mãe, apenas eu nem lembro como era o meu pai, era um bebê  na época !   -  Plagg chegando perto da mãe chorosa, abraçando ela , começando a confortar  ela.

__   Tudo bem , Plagg, obrigada por me apoiar , você não tem culpa de nada , você é ótimo rapaz , assim como o seu irmão !   -   Le Paon sentindo o abraço do filho, falando que ele tinha culpa , elogiando os dois filhos.

__   Bem, vamos mudar de assunto, ah, o que tem na sopa?  -  Plagg corando envergonhado ,  olhando para o caldeirão que tinha na sopa , perguntando sobre o contéudo.

___  Alguns legumes, carne, sabe algo leve, porque o seu irmão precisa de bastante energia para enfrentar o Cupido Negro !   -  Le Paon tentando responder o filho , esquecendo de algum ingrediente , olhando calmamente para o filho.

___  Olá, mãe e Plagg , me desculpa a demora !   -   Chat Noir entrando naquele exato momento, vendo a família dele na cozinha, pedindo desculpas aos dois.

____   Tudo bem, filho, ah, alguma novidade ?   -   Le Paon aceitando as desculpas do filho mais velho,  querendo saber de tinha alguma novidade.

__   Eu tenho sim, mãe, hoje em diante, a minha namorada e a irmã dela vão morar  conosco !   -   Chat Noir indo na direção da cozinha , contando a novidade para os dois.

___   Nossa, o que aconteceu com elas ?   -  Le Paon ficando surpresa com a novidade do filho,querendo saber a história delas.

___  É uma longa história, mais eu prefiro que elas mesma contem !   -   Chat Noir respondendo vagamente a sua mãe,  querendo que as irmãs contem  a história.

    ___   Está bem, estou muito conhecer elas , mandem elas entrar !   -   Le Paon dando um sorriso para o filho , autorizando  a entrada das irmãs na mansão da família.
 


Notas Finais


Me desculpe por algum erro
Metas para o próximo capítulo.
De 107 favoritos para 113 favoritos
De 1 comentário até 5 comentários


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...