1. Spirit Fanfics >
  2. O buquê de flores >
  3. Liberdade

História O buquê de flores - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Sinto muito pelos erros de português, mesmo querendo ser escritora deveria ter prestado atenção nas aulas de português, foi mal aí gente. Espero que gostem desse primeiro capítulo.

Capítulo 1 - Liberdade


Fanfic / Fanfiction O buquê de flores - Capítulo 1 - Liberdade

Eu já tinha dobrado a maioria das roupas no meu quarto, e colocado todas nas malas. Já tinha todos os documentos pro aeroporto e dinheiro já não me preocupara mais. Sentia a mudança chegando e me sentia cada minuto mais independente.

Desci as escadas de casa, chegando a sala já avistara todos os meus familiares, já avistara todos que realmente se importavam com minha partida. Thalis meu irmão, me ajudou a carregar as malas até o carro. Thalis era mais alto que eu, mesmo sendo três anos mais novo, também era mais forte, tinha cabelos castanhos escuros, e ele tinha o sorriso mais bonito que eu já vira aos meus vinte e dois anos.

O carro era de William, meu namorado - Will não era tão alto; nós tínhamos a mesma idade, ele tinha cabelos negros, e não me admirava ele ter semelhanças parecidas com a de um asiático. 

Antes de sair no carro, entrei em casa pra comer um pedaço de bolo que minha mãe fizera.

- Hoje você está uma graça Maggie.- disse sra. Viana, minha mãe.

- Obrigada mãe. 

- Saiba que estou muito orgulhosa de você - Dei um sorriso ao escutar tais palavras - Só não esqueça de nós minha filha. Tem gente que quando fica rico, esquece quem realmente importa, a família. 

- Vou voltar mãe. - Disse eu levantando da cadeira pronta pra seguir meu destino. 

Mamãe me acompanhou até o carro com seu marido, sr. Viana. 

Sentei-me no banco da frente, enquanto Will conduzia o carro para longe dali, ele parecia ansioso, até mais que eu. 

- Olha, você deve me esperar, logo, logo, termino a faculdade e aí a gente vai ... Não sei, pra algum lugar, pra onde você quiser.- Will parou o carro e estacionou em frente a uma livraria, e ficou observando minha reação enquanto puxava- me para perto de seu rosto, nossos lábios se encontraram me fazendo querer mais daquilo.- Na verdade Will e eu, nunca tivemos tanto tempo, quando ele não estava na faculdade, eu estava, e as vezes, nos fins de semana sequer tinha vontade de sair. Will resistira a uma fase ruim do nosso namoro, à um mês, quando percebeu que estava me perdendo, eu estara tão afastada dele que pensara que fosse o fim, mas estive enganada, lá estávamos nós, nos beijando dentro de um carro loucamente, como se ele nunca mais fosse me ver. 

- Se eu disser que preciso de você aqui, você fica?- Na verdade era uma pergunta um tanto difícil. 

- Só se me der um motivo bem convincente. 

- É só por querer você aqui comigo - Pareceu romântico, ao mesmo tempo, ridículo. 

- Nunca desistiria do meu sonho só porque você não quer que eu vá, aliás, você sabe como isso é importante pra mim. 

- Eu sei, por isso deixa- la ir parece a melhor opção. - Ele franziu a testa e finalmente colocou o carro em movimento. 

- Saiba que não seria capaz de fazer você desistir de um sonho seu. Quero o melhor pra você.- Will parou o carro na frente do aeroporto onde segurou minha mão o mais forte possível, voltei meus olhos para seu rosto, quando percebeu que me machucava, me soltou com delicadeza. 

- Será que consigo sobreviver nessas oito semanas? - Ele deu um sorriso. 

- Você vai ficar bem.- Dei outro Beijo nele. 

- Eu te amo Maggie Viana.  

- Eu também te amo Will Summer. - Esta foi a única vez que vi os olhos dele brilharem.

Eu já havia descido do carro, ele também desceu para me ajudar a pegar as bagagens no porta-malas. Ele colocou as malas no chão e me fitou enquanto eu trazia uma das três malas pra perto de mim.

- Poise, nessas viagens, sempre pensei que fosse bom levar alguém conosco. - Disse ele. 

- Eu levaria você comigo, se não fosse tão medroso por conta do avião,  e se não tivesse faculdade, sendo assim, tudo atrapalha. - Ele me fitou e puxou as duas malas restantes para perto dele. 

- Melhor irmos, se não  perderá seu avião para a grande Argentina. 

"Argentina", era só eu pensar nesse nome que a pontada de felicidade vinha até mim, " Uma peça na Argentina". 

Quando eu e William caminhamos em direção a uma grande porta de vidro,   onde ela abria automaticamente. A primeira coisa que Will fez foi conferir para mim a grande tabela de vôos, indo em direção a uma mulher pronta para confirmar meu passaporte. 

- Parece que seu avião vai decolar daqui a meia hora, melhor se apressar! - Disse Will. 

Esperei a moça fazer o check - in,  até me despedir de William de verdade,  ele colocou as três malas na esteira e me fitou. Pulei em seus braços, que estavam firmes. Senti ele enrrosca os braços em minha cintura, depois, dar um beijo em minha testa. 

- Tome cuidado amor. - Olhei bem para o seu rosto, ele com toda certeza estava orgulhoso de mim.  

Depois de me despedir do Will, um homem alto, moreno e forte, me acompanhou até a sala de embarque, de lá eu e mais umas vinte pessoas fomos para o avião. Sentei - me na cadeira do avião perto da janela, peguei o celular e coloquei uma música, foi quando senti que o avião começou a decolar. 



Notas Finais


Espero que vocês tenham gostado desse primeiro capítulo, logo, logo, escrevo mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...