1. Spirit Fanfics >
  2. O cafetão - Jikook >
  3. Bom garoto

História O cafetão - Jikook - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Oiê pessoal, voltei! com uma surpresa para vcs no capítulo de hoje :3

Pessoal o trailer da fanfic saiu e eu ficaria muito grata se vcs pudessem dar uma olhada.

https://youtu.be/J-a0mDuUe0w

Foi minha amiga @Rafaomd que fez para mim
As fanfics dela são maravilhosas! E os trailer são perfeitos, vale apena vcs olharem o perfil dela ❤️

Capítulo 5 - Bom garoto


Fanfic / Fanfiction O cafetão - Jikook - Capítulo 5 - Bom garoto

Acordei às 7:00 horas; O dia estava normal, uma temperatura agradável tanto que quis deixar as janelas abertas.

Na frente do espelho eu me olhava já vestido para ir até o quarto de Jeon Jungguk, ou melhor, até a sua cama.

Terminei de espirrar o perfume em meu pescoço e então peguei meu celular. Caminhei calmamente, mas, muito pensativo.

Na noite passada Jeon jungkook havia, beijado meu pescoço, prendido meus pulsos, apertado minha cintura e o pior me fez querer gemer.

Eu não sabia o que ele queria comigo tão cedo assim. Tudo bem que nosso horário de acordar eram as 8:00 e que meia hora não fazia muita diferença, mas ele nunca havia me pedido para ir ao seu quarto.

Quando cheguei em frente a sua porta respirei fundo e então sim, comecei a ficar nervoso e nada tranquilo.

Olhei o celular vendo que eram 7:29, o combinado era daqui um minuto então fiquei parado esperando este um minuto passar, enquanto mil coisas se passava por minha cabeça.

Um minuto se passou e então estiquei os braços e bati levemente na porta.

— Senhor?

O chamei esperando uma resposta que logo a tive quando a porta foi aberta.

Ele usava uma camiseta preta social por dentro de suas calças jeans escura e apertada, em seus pés usava um sapato social, seus cabelos estavam molhados, o que fazia com que ele se tornasse mais sexy.

— Entre.

O moreno disse seco e com sua voz rouca e então fiquei o olhando por alguns segundos. Olhava o maior sem piscar vendo o quão bonito ele estava.

— Não escutou?

Rapidamente acordei de meus devaneios e então engoli em seco passando pelo o mesmo.

— Com licença senhor.

Olhei em volta, em sua cama grande e com cobertores dourados, havia uma caixa roxa.

Pude ouvir o maior atrás de mim fechando a porta e logo vindo até mim fazendo com que eu ficasse tímido.

— Jimin.

Aquela voz rouca falando meu nome, me dava tantos arrepios que eu poderia ficar excitado somente o ouvindo; mas claro, eu me controlei.

— Eu te chamei aqui, porque você irá satisfazer os desejos de alguém muito importante. Tem consciência disso?

Concordei com a cabeça. Min Yoongi de fato era muito importante, ninguém sabe ao certo o trabalho dele, mas ele era famoso, aliás ele era famoso e perigoso.

Jungkook sempre disse para nós que este tipo de gente é que devemos atrair.

Olhei para meu cafetão que começava a me falar algumas coisas importantes

— Jimin. Você terá aulas para satisfazer os caras mais risco de Seul, ou da Coreia.

Rapidamente ergui a cabeça com uma expressão confusa e não entendendo o porquê de aulas agora.

— Senhor, eu não preciso de aulas não se preocupe comigo, eu irei fazer um bom trabalho com o senhor Min Yoongi, e com todos os outros milionários.

Digo confiante; Em menos de dois meses eu já tinha atraído bastante clientes para cá, e não entendia o motivo de precisar de aulas.

— O que quero te ensinar é muito além do que você já faz; Sente-se.

Disse Jeon apontando para um puff gigante que ficava no canto da sala; Andei até lá me sentando com as mãos entre as pernas e com a postura correta.

— Jimin, você não tem escolha.

Fiquei de boca aberta; Ele não podia estar falando sério. Eu precisava fazer algo para ele desistir desta ideia; Mostrar o quanto sou capaz de o seduzir é a melhor saída e por isso que me levanto caminhando em sua direção.

— Senhor, você não acha que sou bom?

Falei com minha voz suave e calma assim que fiquei de frente para o maior o fazendo me olhar fixamente. Apoio meus braços em seu ombro deixando minhas mãos jogadas em suas costas

— Eu posso te mostrar que sei muito bem satisfazer alguém.

O vi morder seus lábios enquanto me olhava de cima a baixo fazendo eu segurar em seu queixo o fazendo me olhar fixamente, somente nos olhos.

— Sei muito bem o que cada um dos meus clientes quer de mim.

Cochichei bem baixo próximo aos seus lábios fazendo agora com que nossos narizes se apoiassem um no outro.

— O que pensa que está fazendo, garoto?

Ri próximo ao seu ouvido agora soltando um "ah" ao sentir suas mãos descerem para minha cintura e logo depois até minha bunda a qual recebi um aperto.

— Te provando que posso te levar a loucura com apenas alguns toques.

Sussurrei no pé de sua orelha deixando que meus dentes marcassem ali após eu dar uma leve mordida.

— Não a nada que vc possa fazer Jimin.

Ri mais uma vez provocativo e então senti seus dedos grudarem em meu cabelo novamente os puxando para trás fazendo com que eu o olhasse desta vez.

— Não me provoque baby, você não aguentaria.

Novamente ri de sua cara, sabia que isso iria o fazer ficar irritado e por isso logo fui jogado na cama do mesmo fazendo com que os travesseiros pulassem.

— Hm, jungkook; Tão agressivo com seu garotinho.

Me ajoelhei em sua cama o vendo já retirando o cinto de sua calça apertada; Jogou longe enquanto se aproximava ainda de pé e então engatinhei até o maior que continuava fora da cama.

O olhei fixamente nos olhos o vendo morde novamente seus lábios. Ele levantou meu queixo calmamente e então tomou meus lábios em um beijo que no começo foi calmo e nossas línguas apenas se enrolavam uma na outra, mas logo depois elas brigavam por espaço; O beijo doce foi ficando agressivo e depois de longos segundos fiquei sem fôlego e então me afastei sentindo seus lábios morder levemente minha boca.

— Me deixe provar seu gosto, senhor?

Falei já com as mãos no botão de sua calça a desabotoando e abrindo o zíper.

O moreno estava tão ansioso que não quis nem abaixar suas calças por completo, já foi logo retirando seu membro de dentro de sua cueca fazendo com que um calor maior ainda invadisse cada parte de meu corpo. Olhava com bastante atenção para aquele pau, era muito largo, era muito grande com certeza eu teria que me esforçar muito para caber.

— Jungkook ah.

O maior rapidamente olhou para mim e então me ajoelhei mais para poder ficar de frente com seu membro. Levei minhas mãos até o mesmo segurando calmamente ali enquanto depositava beijos molhados por sua virilha o vendo jogar sua cabeça para trás enquanto arfava bem baixo.

— Quero que o engula inteiro.

Passei a glande do mesmo em minha bochecha e em seguida a coloquei entre meus lábios engolindo somente aquela parte.

— Vai, Jiminie.

Meus fios claros novamente foi apertado pelo maior que logo empurrou seu pau em minha boca o afundando por inteiro; minha garganta ardeu, meus olhos encheram de lágrimas mas o importante é, jungkook gemia meu nome com tanto prazer.

— hm!

Gemi abafado enquanto sentia o maior retirar e colocar novamente em minha boca, quando já estava mais acostumado com o tamanho do mesmo o olhei nos olhos vendo seu pescoço soado e seus cabelos grudados em seu rosto.

— Isso, porra.

Jungkook era agressivo com suas estocadas, mas eu não me importava nem um pouco.

Com uma mão segurando o pau do mesmo levei a outra até o shorts que eu usava e logo o abaixei colocando a mão em meu membro que latejava por estar tão apertado por causa da ereção.

— Jungkook!

O chameii gemendo e logo voltei ao chupar enquanto com uma mão o ajudava a estocar em minha boca de forma rápida e agressiva; Como eu gostava.

Senti o maior segurar na minha mão que se encontrava em meu membro, o mesmo me ajudou fazendo eu revirar os olhos algumas vezes e ficar com as pernas bambas.

— hm! sua boca é tão gostosa.

O maior disse e não demorou muito para eu sentir o sabor de seu pré-gozo. Observei seus movimentos sabendo que o maior havia chegado ao seu limite, logo pude sentir sua porra entrando em minha boca, engoli um pouco e o resto deixei escorrer no canto de minha boca e em seu pau.

— Porra, garoto!

Senti meu corpo se acelerar mais e então logo pude cair em seus braços deixando meu rosto em seu peitoral enquanto ele acelerava mais suas mãos que em segundos se lambuzava de meu esperma.

— Oh! Jeon.

Não consegui gemer baixo, aquele homem era como o oitavo pecado capital.

O maior me olhou ofegante e logo se jogou na cama me puxando para seu colo, o olhei com a respiração acelerada também e então me deitei em seu peitoral outra vez.

— Suas aulas começam amanhã, as 20 horas.

Droga, Jeon Jungguk.

— Sim, senhor!


Notas Finais


Obg por lerem, me desculpem se não ficou tão bom assim a surpresa, fiz o que pude.
Não esqueçam de me dar a opinião de vcs!
Beijinhos até os próximos capítulos babys ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...