1. Spirit Fanfics >
  2. O caipira mais gato do sertão - Vhope >
  3. Sanguessuga

História O caipira mais gato do sertão - Vhope - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


cara, eu tô morta

Capítulo 4 - Sanguessuga



Depois de vários gritos de Hoseok por pura frescura, finalmente o ruivo e o caipira seguiram até o riacho

Hoseok não sabia se agradecia ou reclamava


–Caipira, se você acha que eu vou encostar minha pele macia e leitosa nessa argila embaixo da água, tá enganado –Hoseok ditou ajeitando seus óculos escuros, passando suas mãos em seus cabelos sedosos.


–tu é frescurento até a orelha sô, burguesinho –revirou os olhos e Hoseok o olhou torto, como ele tinha a audácia de dizer isso? Inaceitável.


–meu querido, sou uma pessoa prendada, e não um caipira que nasceu vivendo na lama –falou ríspido, colocando uma toalha na areia, se sentando sobre ela.


–ah –Taehyung respondeu, dando de ombros, em seguida desabotoando os botões de sua camisa azul quadriculada, fazendo Hoseok o olhar.


–tá fazendo o que? –Hoseok perguntou mordendo os lábios em seguida, após Taehyung tirar a camisa, mostrando seu abdômen definido.


–tirando minha roupa uai, ninguém toma banho vestido, doidinho –Taehyung falou simplista, desabotoando sua calça logo depois.


–não! não tira a calça, não quero ver seu pau pequeno –Hoseok respondeu com uma cara de nojo direcionada ao Kim, que fez bico.


–carniça, me deixa tomar banho em paz sô –Taehyung respondeu enquanto entrava lentamente no rio– a água tá fria demais da conta, ocê vai entrar agora?


–não, não sou nem louco de entrar aí e sair com o pé cheio de argila –falou enquanto passava protetor solar pelas suas coxas fartas– aliás, deve tá cheio de formiga aí dentro


–num tem formiga dentro da água, tá doido? –Hoseok bufo e revirou os olhos, inflando as bochechas enquanto passava protetor pelos seus braços– bixin não sabia que tu era todo besta não uai


–tá tá, vai nadar vai –fez gestos com a mão para que o Kim saísse dalí e fosse para outro lugar.


–Cara de égua, se tu quiser nadar depois, fica na parte rasa porquê aí não tem argila e não tem formiga –Taehyung disse enquanto ria do comentário final, indo para uma parte mais funda do riacho.


Taehyung não havia mentido sobre o fato de que não tinha argila na parte rasa, mas o que ele não havia mencionado era que havia sim bichos naquela região, para ser mais exato, sanguessugas

Sabia que Hoseok era bastante medroso, e iria usar isso ao seu favor. Sabia também que o ruivo não aprendeu a nadar e então nunca ia para o fundo, por isso também havia dito para ficar perto da beirada, se preocupava bastante com Hoseok, mesmo que não demonstrasse isso

Por outro lado, Hoseok estava prestes a entrar na água, estava trajando uma camisa branca larga e um short curto que deixava suas coxas bastante a mostra. Taehyung observava tudo, apreciando o quão belíssimo Hoseok estava

O ruivo colocou seus pés na água, se arrepiando ao sentir a água gelada em contato com sua pele, sorrindo fraco e aos poucos adentrando a água, de longe Taehyung sorria internamente. Hoseok estava calmamente aproveitando o momento em que estava sozinho, em seu próprio mundinho

Isso é, até sentir algo em sua pele e gritar em desespero, e Taehyung não evitou em rir


–Taehyung tem uma cobra no meu pé! Para de rir sua anta!


[•••]


Hoseok fungava enquanto Taehyung puxava a última sanguessuga que estava grudada em seu pé, o fazendo gritar pela dor que sentiu ao retirar o pequeno animal


–seu babaca, idiota, idiota, idiota! –a cada palavra ela um soco desferido no braço do Kim, que ria com a situação– tá vendo só?! agora eu vou ficar doente e ou sangrar até morrer, conta minha história caipira! –Hoseok se deitou na areia– eu estou vendo a luz...


–fecha essa matraca, sabe qual é a melhor parte? –Hoseok negou com a cabeça– sanguessugas tem veneno –sorriu no fim da frase e Hoseok deu um pulo.


–eu vou morrer! eu vou morrer! eu vou morrer! eu vou morrer! eu vou m-


–você só vai morrer se não fizer nada pra tirar o veneno –Taehyung sorriu de lado e Hoseok se sentou ao lado do moreno, o olhando com um biquinho adorável.


Taehyung estava certo, de fato, Hoseok era muito besta


–qual o antídoto TaeTae? Você vai ser um garotinho bonzinho e me dar não é? Você não me deixaria morrer, né? –Hoseok falou manhoso enquanto abraçava o braço do caipira.


–você só se cura com um beijo de amor verdadeiro –Taehyung olhou paranl Hoseok com um bico, e o sorriso de Hoseok se desmanchou aos poucos, logo fazendo uma cara de poucos amigos.


–prefiro morrer do que beijar você, credo


–então não vai me beijar? –Taehyung falou em tom entristecido, inclinando a cabeça pro lado.


–nem morto


–ah, já que você vai morrer de qualquer jeito, então acho melhor você morrer logo –pegou o ruivo no colo, o colocando sobre o ombro indo em direção a água.


–o que tá fazendo?! Me solta seu caipira idiota! –Hoseok balançava suas pernas enquanto dava socos pela costa do moreno, o que não surtia efeito nenhum.


–boa morte –sorriu fraco e o jogou na água, no que resultou em um ruivo gritando e se debatendo, pedindo por socorro– quer ajuda?


–quero! –ditou antes de afundar aos poucos na água, e Taehyung logo foi até ele e o pegou no colo– desgraçado, idiota, babaca, filha da puta, que sua morte seja lenta e dolorosa e que nunca seja feliz na sua vida seu pau mole


Taehyung apenas riu do ruivo que estava com um bico nos lábios, a cada risada que Taehyung dava era mais um motivo para o odiá-lo.


–então? Já se livrou do calor? –Taehyung perguntou enquanto tirava algumas mexas de cabelo da testa de Hoseok, sorrindo sem mostrar os dentes.


–não, aliás, não faz isso de novo, a gente não tem nenhum tipo de intimidade pra você fazer isso –falou ríspido, o sorriso do moreno se desmanchou aos poucos, concordando em seguida– alguma coisa mordeu minha bunda!


–ah, deve ter sido um peixinho –Taehyung falou simples, sabia que levaria uma surra se dissesse que ele havia pegado naquela carne macia.


–quer dizer que... os peixes são vampiros?! –Hoseok começou a se debater, tentando ir para as costas de Taehyung e subir em seu pescoço, onde ficaria seguro.


–sai daí cara de égua


–nem por mil caralhos! Tem peixes que comem carne aqui, nem a pau eu desço daqui


–eu te protejo, fica calmo sô –Taehyung tirou Hoseok de cima de si, fazendo seus rostos ficarem bastante próximos.


–caipira... porquê a gente tá tão perto? –Hoseok olhou para o lado, enquanto Taehyung aproximava mais ainda seus rostos.


–é que... ocê-


–Taehyung? Tae! A quanto tempo! –o caipira olhou para a margem do riacho juntamente com Hoseok, vendo uma mulher de cabelos loiros acenando para Taehyung– vem aqui comigo, amor!


Notas Finais


espero que tenham gostado 🍒🌈

comentem aqui pra mim pra me deixar feliz 🌻💜

vadia nova na fic, irra

desculpa a demora, eu esqueci completamente de postar o capítulo :/

bebam água, é nós 🍥💮


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...