1. Spirit Fanfics >
  2. O caipira mais gato do sertão >
  3. Romance irônico.

História O caipira mais gato do sertão - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Roi, leitores né?

então, voltei depois de dois dias, eu ia atualizar ontem mas rolou algumas coisas aqui em casa e minha mente ficou perturbada e tudo mais
Mas enfim, ninguém quer saber, boa leitura
🐥

Capítulo 3 - Romance irônico.


Fanfic / Fanfiction O caipira mais gato do sertão - Capítulo 3 - Romance irônico.

Hoseok definitivamente preferia enfrentar uma cobra do que ter aceitado sair com Taehyung.

Agora estava em frente ao espelho se encarando, se arrumava na força do ódio virando de costas e encarando sua bunda no espelho sujo do quarto onde estava. Estapeou sua bunda propositalmente, reclamando sobre a mesma.

–aish, queria ter bunda, eu sou uma chapa –fez bico, logo se virando de frente para o espelho e arrumando seu cabelo sem perceber o caipira que estava encostado no batente da porta.

–já 'tá 'recramando primo? –Jungkook o perguntou ao ouvir as reclamações do ruivo sobre seu próprio corpo– 'óia só, 'tá todo 'emperiquitado, vai 'batê perna cum alguém?

–aquele desgraçado do Taehyung que quer sair comigo porque ontem ele me salvou da mata que você me largou –deu ênfase no fim da frase, serrando os dentes com força ao lembrar da tragédia olhando para o garoto caipira que agora coçava a nuca e ria sem graça– agora tenho que pagar pela consequência de meus atos

–vai pagar aprontando cum ele, num é? –aeu tom malicioso não pode sair discreto, fazendo Hoseok o olhar com uma careta de nojo– 'pr'onde é que 'ocês vão?

–ele disse que ia me levar para um encandeio, um carneiro, eu não lembro o nome –ao associar as palavras do mais velho, o moreno riu alto jogando a cabeça para cima e pondo as mãos na barriga.

Estava rindo tanto que suas lágrimas estavam acumuladas no canto de seus olhos.

–o que é que 'ocê vai fazer num rodeio primo?! Vai montar num touro desenxavido? –riu alto de sua própria fala, deixando Hoseok com um belo ponto de interrogação em seu rosto.

–como assim? Está achando que eu vou ser um vadio atirado nessa festa? –perguntou pondo as mãos na cintura encarando o mais novo com o cenho franzido que mais qus na hora deixou de rir apenas ao notar o olhar queimante se Hoseok para si.

–de forma alguma primo –o sorriso amarelo em seu rosto apenas comprovava que Hoseok poderia ser assustador com tão pouco.

–ótimo, agora saia daqui, preciso terminar de me arrumar –fez um sinal com a mão para o garoto para que o mesmo saísse dalí.

–como quiser primo, espero que 'ocê se divirta na... festa –segurou o riso e ao sair Hoseok pode ouvir a risada escandalosa de Jungkook ecoando pelos corredores.

Qual era o problema de seu primo?

∞         

–caipira, quando você disse que a gente ia para um arremedeio eu imaginei tudo menos um monte de boi batendo em pobres coitados –fechou os olhos com força ao sentir a multidão vibrar e gritar ao touro bater com força na parede enquanto tentava tirar o homem que estava em cima de si– vocês tem problemas por gostar disso! –gritou.

–se diverte aí cara de égua –bateu nas costas de Hoseok com mais força do que esperava, o fazendo o olhar torto– os bicho é tão brabo que faz qualquer homem querer empacotar de medo sô! –comentou ao voltar sua atenção ao torneio que acontecia alí.

–eu não sei como você gost... –sentiu seu bolso vibrar e logo estranhou, pegando seu celular vendo que havia um pouco de sinal naquela região.

Seus olhos brilharam e por pouco não chorou de emoção. Taehyung disse que queria sair com o garoto em troca por ter o salvado daquele campo que não ficava nem um quilômetro longe de onde estava hospedado, mas não disse nada sobre ser obrigado a gostar do passeio. Hoseok passou os últimos minutos grudado na tela de seu celular, respondendo as mensagens de seus amigos e seus admiradores no Instagram. Tudo ocorria bem.

–cara de égua se diverte aí! –Taehyung gritou alto estapeando com força um dos ombros de Hoseok, o fazendo soltar seu aparelho dentro da arena onde o próximo touro iria entrar.

Tudo pareceu em câmera lenta para Hoseok. O ruivo começou a bater no Kim, que se defendia com seus braços.

–porra seu caipira de merda! Olha o qie você acabou de fazer! Tem noção do que você fez?! Jogou toda a minha vida naquele buraco seu filho de uma puta! –chutava e tava tapas em Taehyung, que de certo modo ria daquela situação toda.

–calma! Num precisa fazer forfé! –sorriu para o ruivo e Hoseok estreitou os olhos para o mesmo, aquele sorrisinho maroto do garoto o fazia ficar com raiva– Se 'ocê quer pegar seu negócio de volta, vai lá em baixo e pega

Hoseok o olhou com uma sombrancelha erguida e com os braços cruzados, se levantando vendo o caipira o acompanhar com o olhar.

–desgraçado, se meu celular quebrar eu mando ele comprar outro –resmungou entrando então naquela arena, pegando seu celular e o ligando suspirando aliviado pelo mesmo ainda estar funcionando– que alívio... agora é melhor que sair daq...

Parou de falar assim que viu o portão fechar e ficar trancado alí dentro, com um certo desespero pegou nas barras grossas e encarou o moço caipira alto que estava com as chaves em sua mão, a rodando pelo aro do chaveiro.

–moço, por favor, me deixa sair –pediu educadamente e o amorenado começou a rir, deixando Hoseok com raiva por não atender o motivo do ele estar rindo– o que foi? Eu pedi para sair, me tira daqui! –balançou a grade.

–'ocê entrou por conta própria agora tem que aguentar o trampo meu jovem –o sorriso de canto daquele homem só fazia Hoseok querer bater no mesmo até desmaiar.

–cacete, eu 'tô aqui por acidente! Eu só vim pegar meu celular! –mostrou o aparelho que agora tinha uma tela trincada, e rapidamente o rapaz tomou seu celular de suas mãos– ei! É meu! Me devolve!

–vai enfrentar o bicho, e sem palavrão, tem criança assistindo –ao terminar sua frase se afastou, Hoseok estava com raiva. Não iria enfrentar nada a não ser Taehyung quando tudo aquilo acabasse.

–e agora nós tem aqui um dos touro mais brabo de todo sertão! –gritou o homem no microfone fazendo a torcidar ir a loucura, gritando e Hoseom suando frio.

–idiotas, ele não vai fazer nada com um garoto perfeito como eu –tentou não entrar em pânico, isso é, até o touro de dois metros entrar na arena dando lufadas fortes e chifradas no ar, o ruivo se viu perdido ao animal o encarar lufando fortemente– calminha bichinho... calminha... eu disse calminha! Espera! Sai! –começou a correr ao notar aquele animal gigante correr atrás de si.

Maldita hora para ter escolhido justamente vermelho para tingir seu cabelo. Por breves momentos olhava para a multidão, vendo aquele maldito caipira rir alto se si enquanto se mantinha em pé de braços cruzados carregando um sorriso de deboche em seu rosto.

–Kim Taehyung eu te odeio!

∞   

Os dois voltavam para a humilde casa em uma velocidade lenta pelo cavalo, Hoseok mantinha seus braços cruzados e uma cara de poucos amigos. Havia corrido demais por conta do touro que estava atrás de si e suas pernas doíam, e de quebra ainda havia perdido seu celular pelo homem que havia sumido com sei aparelho.

Não tinha como ficar pior.

–então cara de égua, chegamos –Taehyung desceu de seu cavalo com dificuldade por estar enxergando com apenas um olho, havia levado um soco de Hoseok– deixa eu te ajudar a descer daí cara de égua –tentou segurar a cintura do ruivo e o ajudar a descer, mas o mesmo estapeou sua mão.

–não me toca! Eu sei descer sozinho! –gritou, ainda estava com raiva e não queria nem ao menos olhar na cara de Taehyung se não acabaria cegando seu outro olho.

–'ocê que sabe –deu de ombros e viu Hoseok tentar descer daquele cavalo, só de ver o jeito que o mesmo estava tentando achar uma forma de descer o fez suspirar– cara de égua, num rejeite a ajuda de um amancebado –segurou a cintura do mais velho novamente, que estapeou sua mão.

–me solta, eu disse que eu sei descer sozi... Aahh! –por ter se remexido tanto acabou caindo do animal, mas Taehyung o segurou antes de ir ao encontro ao chão.

Os corpos de ambos agora estavam colados, sem falar dos rostos tão próximos que fazia o Kim querer saber qual o sabor da boca do ruivo.

–caipira... me solta agora! –exigiu e o Kim o obedeceu, o soltando fazendo-o ir de encontro ao chão– ai!

–você pediu 'pra soltar, eu soltei –Hoseok se levantou resmungando limpando a terra que estava em sua calça, olhando brevemente para o caipira e indo em direção a casa de seus tios– espera –pegou o pulso do mesmo, que rapidamente o soltou e olhou para o moreno.

–o que foi?! Fala rápido seu ridículo! –Hoseok gritou, tudo o que queria era ficar longe de Taehyung.

–bem... me desculpa por tudo o que 'ocê passou, foi mal... –coçou a nuca e Hoseok revirou os olhos, dando de costas para entrar novamente na casa– ah! Cara de égua! –Hoseok suspirou cansado, olhando para Taehyung com tédio– bem... eu...

–você o que? –perguntou rouco pela raiva.

–eu... nada, esquece –deu um sorriso amarelo, vendo o Jung se afastar dalí e entrar na casa.

–eu te odeio seu caipira de merda! Seu filho de uma puta, cria do demônio do caralho! Eu te odeio com todas as minhas forças! Não olha mais na minha cara! –e por fim, fechou a porta com força juntamente com as cortinas. Taehyung deu uma risada sem ânimo, se virando e subindo em seu cavalo.

–que irônico Hoseok, eu te amo e você me odeia


Notas Finais


•Dicionário•
–emperiquitado: Bem vestido, arrumado
–batê perna: sair, passear
–aprontar: transar
–empacotar: morrer
–forfé: confusão, briga
–amancebado: amigo

Tava pensando em fazer uma história baseada em 2gether, vou fazer
Espero que tenham gostado, bebam água é nós ☕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...