História O Cair da Noite - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Abo, Amizade, Bts, Jikook, Romance
Visualizações 151
Palavras 1.936
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieeee amores, como vocês estão? Espero que ansiosos pra esse capitulo hahahaha eu SEI que vocês querem esse capitulo, eu SEI... hehehe Vou até respirar fundo pra começar a escrever por que a responsa é grande haha

Beijos

Ste.

Capítulo 36 - Juntos


POV's Jungkook

Eu beijei aquela boca, aquela boca tão macia e saborosa do jeito que eu amo. Assim que meus lábios começaram a se movimentar com os do Jimin, senti aquele calor todo sendo liberado, comecei a sentir um fluxo de energia sendo libertado de mim e eu só desejava mais ainda aquele alfa. Minhas mãos pararam em seus cabelos e as mãos dele estavam em minha cintura apertando e me puxando pra mais perto dele; sua boca começou a passear pelo meu pescoço e eu já respirava pesado.

- Jimin-ah... - Falei com dificuldade. - Eu não sei fazer isso.

- Olha pra mim. - Ele falou em meu ouvido e nos olhamos olho no olho, nossas testas se encostaram e ele sorriu. - Deixa seu instinto falar por você, não pensa, só faça!

- Eu te amo. - Falei, ambos sorrimos.

- Eu também te amo. - Jimin segurou em minha nuca e afundou nossos lábios em um beijo novamente. O beijo dele se tornou mais quente e havia mais necessidade. Me sentei no colo dele e tirei a camiseta, ele ficou encarando meu corpo passando a ponta dos dedos desde meu peito até abaixo do meu umbigo parando no cós do meu short. - Tão perfeito, tão lindo.

- Você já viu tudo isso, por que ta assim agora? - Ele sorriu bobo.

- Já vi e quero continuar vendo, melhor visão que já tive. - Ele segurou minhas mãos. - Você é perfeito e me escolheu pra se entregar, isso faz eu me sentir tão especial, você é puro e doce, eu to encantado mesmo.

- Para Jimin. - Fiquei vermelho e ele riu.

- Vou fazer de hoje uma noite bem especial, apesar não ter preparado nada já que você me pegou de surpresa.

- Pra ser especial só precisa de eu e você. - Sorrimos.

- Eu te amo de verdade Kook. 

- Eu também te amo Chim. - Ficamos nos olhando um tempo apenas em silêncio e admirando nosso momento. Jimin então tirou a camiseta.

- Tenho que dizer que apesar de todo meu amor por você, todo meu carinho e meu respeito... - Ele fez uma pausa respirando fundo. - Eu to no cio, seu cheiro ta me matando e eu quero muito te pegar.

- Então chega de falar. - Me deitei sobre ele novamente e nos beijamos, Jimin segurou minha cintura com força e nos girou pela cama ficando no meio das minhas pernas, ele sorriu me observando, eu tava tentando não ficar com vergonha e seguir meu instinto, mas era um pouco difícil com Jimin me encarando tanto. Ele colocou as mãos por baixo do meu short, segurando minhas coxas com força, ele tinha uma pegada tão forte; ele se abaixou lambendo devagar todo meu abdômen e tudo isso me encarando com um olhar sedutor e matador, acabei gemendo.

- Seu gemido é tão gostoso. - Ele falou no meu ouvido e mordeu levemente minha orelha e foi beijando toda a extensão do meu pescoço, o prazer foi tomando conta de mim. - Será que vou ganhar mais desses?

- Tudo depende de você. - Sorri desafiador pra ele que retribuiu. O mesmo passou as mãos pela minha barriga apertando e descendo até o cós do meu short.

- Parece que alguém ta gostando. - Ele olhou pro volume no meu short e o apertou me fazendo gemer mais alto.

- Jimin-aaah, não faz isso... - Ele deu uma risada gostosa e começou a tirar meu shorts com minha ajuda e no mesmo momento tirou o próprio e ele não usava nada por baixo, arregalei os olhos, eu já tinha visto antes, mas agora era diferente por que meu tesão tava em 1000%. Jimin beijou abaixo do meu umbigo me fazendo fechar os olhos de prazer, ele colocou a mão por dentro da minha cueca e começou a me estimular, seu corpo subiu de volta me beijando, minhas mãos passavam por seus braços fortes. Todo o contato no cio era mais estimulante, era mais sensível, dava pra sentir no cheiro do Jimin sua selvageria, mas ele tava indo com calma tanto pra me torturar, como pra me deixar mais a vontade, mas eu já sentia meu tesão aflorando e essa coisa devagar, com romance tava indo por água a baixo. - Jimin...

- Fala... - Ele sussurrou no meu ouvido enquanto beijava meu ombro.

- Não vou aguentar muito mais tempo. - Ele me olhou sorrindo.

- Já ômega? - Revirei os olhos.

- Não quero dizer isso, quero dizer esse romance, esse carinho todo. - Ele me olhou safado. - Meu corpo ta esquentando querendo mais.

- Você que manda, a hora que quiser. - Sorrimos e o beijei de volta. Jimin começou a me estimular mais rápido me fazendo gemer algumas vezes e finalmente cheguei ao meu ápice.

- Agora... - Respirei fundo, acalmando minha respiração. - Por favor... Acaba comigo, me fode Chim.

- Quer? - Ele mordeu meu queixo.

- Sim. - Ele riu mordendo com mais força. Jimin se ajeitou no meio das minhas pernas e começou a me penetrar, aquilo doía bastante, coloquei a mão na sua barriga indicando que ele fosse devagar. - Eu sei o que eu pedi, mas entra com calma.

- Desculpa meu amor, é que você é muito gostoso. - Ele se abaixou me beijando e continuou entrando, senti uma lágrima escorrer pelo meu rosto, então ele ficou parado. - Eai?

- Você é... - Aquilo era dolorido e prazeroso ao mesmo tempo. - Tão grosso e grande.

- Eu sei. - Ele riu se gabando e eu bati em seu ombro. - E é tudo seu.

- Eu sei. - Ri me gabando e ele riu. - Pode ir.

- Posso? - Concordei e ele começou a se movimentar dentro de mim, devagar durante uns minutos pra que eu de fato me acostumasse, quando comecei a sentir muito prazer naquilo e querer mais. O corpo de Jimin roçando no meu me enlouquecia, aquele corpo quente, a respiração dele no meu pescoço, sua pegada forte, me fazia deseja-lo mais e mais.

- Chim, mais rápido... - Pedi e ele me beijou indo um pouco mais rápido, ainda doía, mas meu prazer superava a dor. - Aaaaah...

- Kook-ah, você é tão gostoso... - Ele falou em meio aos gemidos e mordeu minha boca. - Como eu sou louco por você.

- Com mais força... - Fechei os olhos sentindo ele ir com mais força e mais rápido. Jimin nos girou pela cama de novo, me deixando por cima.

- Agora sim eu to vendo meu paraíso, quero aproveitar essa visão... - Ele falou com uma voz rouca, me deixando mais excitado ainda. Comecei a me movimentar em cima dele e o mesmo começou a me estimular. - Gosta assim?

- Bastan...te...aaah... - Comecei a gemer um pouco mais alto e comecei a aumentar os ritmos. Chim segurou em minha cintura me ajudando.

...

POV's Jimin

Ver Kook daquele jeito era a visão do paraíso pra mim, finalmente éramos um do outro. Ele estava em cima de mim, seus movimentos me deixavam louco e ele pegou o jeito rápido, tava deixando seu instinto de cio falar mais alto que o instinto de ômega. Enquanto ele se acabava em cima de mim, eu ficava passando as mãos pelo seu corpo, como ele conseguia ser terrivelmente gostoso? E o único que tava chegando a me satisfazer de verdade, ninguém conseguia o nível que ele tava conseguindo e a gente só tinha começado a noite.

- Vem cá. - Puxei seu braço, fazendo o deitar em cima de mim e beijei aquela boca gostosa. Fazendo movimentos mais fortes e rápidos, nossos corpos começaram a se chocar e fazer barulho pelo quarto, nos separamos gemendo alto, Kook continuou no mesmo ritmo e as coisas estavam esquentando muito. - Você é.... o... melhor.... - Eu já falava com dificuldade.

- Chim... Continua... - Jungkook já estava suado e bastante ofegante. 

...

A noite continuou a esquentar, como um alfa e um ômega no seu primeiro cio, não era um sexo comum, o nosso ainda começou comum por que eu tava tendo auto-controle e sendo amoroso com Kook, mas aos poucos ambos os lados selvagens afloraram. Peguei Jungkook de todas as formas possíveis, ele começou a morder meu corpo com força, me arranhar, gemia tão alto que até viravam uivos; Eu mesmo agarrava em seu corpo, em seus cabelos, mordia em vários lugares aquele corpo irresistível. Eu tinha minhas duvidas quanto a resistência da cama, pois ela se movia e rangia de tal maneira nunca visto antes por mim, e não era apenas eu o selvagem e destemido, Jungkook começou a explorar seu lado mais selvagem, ta bom que não era no nível de um alfa, mas ele conseguia me deixar louco, me fazer gemer alto e me cansar, ele conseguia.

...

Depois de um bom tempo de sexo, decidimos ir tomar banho juntos, o que eu não esperava era Kook se regenerar tão rápido.

- Chim, eu não aguento.... - Ele pulou no meu colo embaixo do chuveiro. - Eu segurei por muito tempo meu tesão e não cheguei no meu limite...

- Sorte sua que eu aguento... - Sorri e dei um selinho nele. - Mas que você me cansa, você me cansa hein... 

Voltamos a nos pegar, desliguei o chuveiro e voltamos pro quarto joguei ele na cama e fiquei por cima, estávamos molhando a cama toda. Entrei em Kook sem aviso prévio o mesmo arranhou meus braços e rosnou pra mim, me fazendo rir, eu queria acabar com ele. Comecei a ir forte e rápido.

- Aaaah Park Jimin.... Você é... muito mal... - Ele sorriu, estava de olhos fechados e puxou meus ombros pra me beijar. - Acaba comigo.

Me senti muito desafiado naquele momento, ergui uma das pernas dele no meu ombro e segurei em sua barriga, ele gemia alto e sem parar, me fazendo gemer junto, virou uma sinfonia carnal naquele quarto, começamos a suar de novo e ficar muito ofegantes, eu tava chegando no meu limite, pela primeira vez alguém tinha me cansado de verdade, então pra finalizar, segurei na cabeceira da cama com uma mão e dei estocadas profundas e fortes fazendo Kook arranhar com força minha barriga, ambos nos olhamos com raiva e desejo.

- Eu to... quase Chim.... - Ele me avisou e percebi que também estava no meu limite. Foram apenas mais alguns segundos e ambos gememos muito alto chegando em um orgasmo juntos, continuei os movimentos apenas pra prolongar o prazer, mas logo saí de Kook e me joguei pro lado, eu tava esgotado. - Cansou?

- Cala a boca. - Falei e ele riu me beijando. - Você é o primeiro a me esgotar.

- Nossa, sou tão bom assim? - Segurei em sua nuca e beijei ele novamente.

- Você é o melhor. - Ele deitou no meu braço, ambos estávamos suados, praticamente pingando, muito ofegantes e esgotados. - Quer tomar banho comigo? Tomar banho de verdade?

- Sim. - Fomos pro chuveiro e foi um momento gostoso só nosso. 

...

- Vem cá. - Depois do banho, troquei os lençóis, liguei o ar condicionado e deitamos juntinhos. - Quero ficar com meu ômega.

- Seu ômega? - Ele me olhou sorrindo.

- Sim, meu ômega. - Sorri de volta e ele me deu um selinho. 

- Meu alfa. - Eu o abracei.

- Só seu e de mais ninguém. - Ficamos um pouco em silêncio e ele sussurrou em meu ouvido.

- Eu te amo.


Notas Finais


AMOREZÕES, espero muito que vocês tenham gostado desse nosso Jikook lindo, se acabem nos comentários por que eu amo vocês comentando hahaha Eu SEI que vocês esperavam muito por essa hora e espero ter alcançado expectativas, senão alcanço logo logo com mais Jikook pra acabar com nosso psicológico...

Beijos

Ste.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...