História O caminho de um Rei, a ascensão de um Imperador. - Capítulo 26


Escrita por: e Apocalipsia

Postado
Categorias One Piece
Personagens Boa Hancock, Buggy, Coby, Crocodile, Donquixote Doflamingo, Donquixote Rosinante (Corazón), Dracule Mihawk, Eustass "Captain" Kid, Franky, Jinbei, Kuzan (Aokiji), Monkey D. Dragon, Monkey D. Garp, Monkey D. Luffy, Nami, Nico Robin, Personagens Originais, Portgas D. Ace, Rob Lucci, Roronoa Zoro, Sabo, Sakazuki (Akainu), Sanji, Sengoku, Shanks, Smoker, Tony Tony Chopper, Trafalgar D. Water Law, Usopp
Tags Ação, Aventura, Frobin, Kidlaw, Lawkid, Logia!luffy, Romance, Zosan
Visualizações 52
Palavras 736
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 26 - Luffy: Sadista ou Sedento por Sangue ?


A situação era a seguinte, as espadas de Luffy e Zoro estavam a ser bloqueadas pelas mãos/garras dos irmãos Nyaban, eles estavam a forçar as laminas contra os opoentes, mas aqueles seres travestidos de gato estavam conseguindo impedir que a lamina descesse.

As garras eram muito resistentes, e isso estava  frustar a dupla de espadachins, que queria terminar aquilo o mais rápido o possível. Mas então, nosso querido Luffy acabou por ter uma ideia para aliviar sua parte.

- Ei Zoro ?

- O que foi ?

- Você continuaria a exterminação sem mim ?

- Do que você esta falando ?

- Terminando aqui, eu irei expurgar o mal pela raiz.

O esverdeado apenas concordou, logo voltando sua atenção a Buchi, que estava tentando o encurralar na parede mais próxima. 

Já o moreno astuto, começou a dar alguns passos para atrás, como se estivesse a recuar, mas na verdade, uma armadilha estava a ser armada. A cada paço que ele dava para trás, uma poça de água de tamanho considerável ficava para trás, mas seu inimigo acabou por não perceber esse detalhe.

Afinal, sua arrogância estava no máximo, achando que Luffy tinha se aterrorizado com sua força e presença, sem notar que algo estava a acontecer com as poças.

"Ainda bem que eu me precavi."

Pensou o homem-de-borracha, a água que seus passos estavam a deixar, estavam a se juntar ainda ali no chão, na forma de uma unica poça. O moreno guardou sua espada e armou seu punho, se preparando para um soco.

Quando Shamu deu um passo, extremamente próximo a onde a poça havia se reunido, o elemento se reagiu, começando a subir pelo corpo do "gato", até chegar na altura de seus pulsos, assumindo uma forma de uma "corrente" e imobilizando suas mãos e inutilizando as garras.

Logo um potente soco atingiu o estomago do Nyaban, e e logo, a " corrente" de água se desprendera de seus pulsos, e se arrastara para o pescoço do mesmo, circulando o local.

- Acabou.

Foi tudo o que o moreno disse antes da água que rondava o pescoço de Shamo começar a "rodar" formando uma especie de "gargantilha/lamina" e lentamente começar a cortar o pescoço adversário.

Um sorriso de satisfação preenchera os belos lábios de Luffy nesse momento, sim, Luffy tem uma veia sádica que nos últimos seis anos se desenvolvera muito, ele sempre sentia alegria ao ver seus oponentes sucumbirem, bom, aqueles que o irritam.

-------------------

Voltando ao Usopp, o narigudo estava caído no chão, gravemente ferido, e Kuro, bom, ele estava a observar orgulhosamente o trabalho que ele havia feito para com o jovem.

- Sabe, eu originalmente iria poupa-lo por um pouco mais, apenas para me desfrutar de sua expressão de sofrimento, enquanto seus olhos observavam o cruel destino que sua querida Kaya teria em minhas mãos.

- Mas como você se recusa a cooperar contando onde ela esta, eu não terei muita escolha senão mata-lo aqui mesmo.

Terminando sua zombaria, Kuro apontara suas "garras"(ta mais pra mini-katanas) para o pescoço de Usopp, pronto para dar o golpe fatal, até que um Golpe em seu rosto o interrompeu.

Luffy, que já havia terminado de desfrutar a morte do Nyaban, notara que algo estava errado com o quarto da Jovem Senhorita. Então, esticando seus braços para cortar o caminho, o mesmo se direciona para a janela do quarto, que estava aberto.

Mas chegando lá, e vendo a situação de Usopp, o mesmo não pensara duas vezes  antes de tentar auxiliar o atirador, tirando aquele ser de cima do mesmo.

- Ainda bem que eu cheguei a tempo.

Sussurrou, enquanto se aproximava de Usopp, pegando-o em seu colo e caminhando para a saída dos aposentos de Kaya, colocando-o em uma cama situada em um dos quartos próximos.

- Descanse um pouco, bravo atirador, depois eu voltarei para cuidar de seus ferimentos, por hora, acho que Kuro merece uma...Punição.

Sua voz era baixa, aveludada e em um tom mortal. Ele se voltou para a porta, saindo do quarto, não antes de dar um ultimo olhar para o Jovem ferido descansando na cama.

-Lu...f..fy, p-por fa-vor..pro..proteja...a K-kaya.

Disse Usopp em um fio de voz, ele estava com dificuldade de falar, mas apesar da dor e da falta de ar e voz, ele precisava pedir aquilo ao moreno.

- Não se preocupe, Usopp, se depender de mim e do Zoro, ela estará a  salvo.

"Eu prometo."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...