História O Caminho Shinobi - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Naruto, Naruto Forte, Naruto Over Power, Naruto Overpower
Visualizações 253
Palavras 1.395
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Luta, Mistério, Romance e Novela, Shounen, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Capítulo 2


O dia após a formatura

Naruto acordou com um humor decente, três da manhã como ele costumava fazer para que ele pudesse correr cedo pela manhã sem ter que lidar com aquele cara louco no spandex verde. A manhã correu como de costume, porém, no meio do caminho, ele ouviu uma comoção. Como um shinobi deveria fazer, considerando que ele não estava nem perto do campo de treinamento, ele foi em direção aos sons.

Ao se aproximar, ele viu os dois instrutores da academia, Iruka e Mizuki. Ele se escondeu e decidiu ouvir o que eles estavam dizendo. Mizuki estava no meio de um discurso retórico a esse ponto: "Se esse maldito pirralho Kyuubi não tivesse passado, eu não seria pego por você Iruka! Fomos amigos uma vez; não me faça ter que matá-lo!" Mizuki tirou um dos Fuma Shuriken das costas, com a mão esquerda segurando um pergaminho considerável.

"Por que Mizuki? Por que você pegaria o pergaminho Proibido? Por que você está traindo a vila?" Iruka chamou vários Kunai, preparado para lutar com seu ex-amigo, mas confuso para fazer muito. Mizuki balançou a cabeça em desgosto, cuspindo "o Kyuubi! Eu não poderia morar em uma vila onde o monstro que levou meu tio favorito foi embora! Aquele garoto, Naruto ... ele é o monstro que o Kyuubi é, e deveria ter sido morto. no momento em que o quarto selou a fera dentro dele! Eu estava preparado para lhe dar uma chance, mas ele não tem emoção, nada de bom, apenas o mal que só eu posso ver por algum motivo!

Orochimaru me ofereceu poder, o poder que eu precisaria para poder matar aquele animal. Tudo o que ele queria em troca era o pergaminho proibido. "Os olhos de Naruto se arregalaram, pensando 'isso explica bastante na verdade. No entanto, por que o terceiro não me contou isso? Se ele queria que eu confiasse nele, me informar disso seria definitivamente. o caminho para seguir!' Enquanto Naruto pensava, os olhos de Iruka se arregalaram, dizendo "Ele encontrou você depois que você matou aquele Chunin na missão, não foi! Isso foi um assassinato de misericórdia, para que ele não fosse torturado porque não poderíamos levá-lo conosco, e ele corrompeu você, não foi?

Por favor, ainda há tempo para você voltar, podemos devolver o pergaminho e ninguém precisa saber! "A cabeça de Iruka abaixou quando Mizuki franziu o cenho para ele." Me corrompeu? Eu vou fazer um favor a Konoha! Vou impedir que esse animal nos traia e mate milhares! Eu vou matá-lo e você se você não sair do meu caminho. "Uma lágrima caiu nos olhos de Iruka, pelo homem que ele considerava um melhor amigo e um irmão, agora perdido por causa das manipulações de um homem." deixe você sair com esse pergaminho Mizuki. Sinto muito, mas eu tenho que levá-lo. "

Mizuki gemeu: "Você nunca poderia me derrotar Iruka. Não antes e agora não, eu sempre fui a melhor de nós. Se você se recusar a se mudar, eu o farei." Com isso, Mizuki jogou o shuriken, e Iruka apenas o esquivou. Mizuki pulou em Iruka, começando com um chute de machado que Iruka se esquivou pulando para trás. Iruka jogou os Kunai em Mizuki, mas o homem simplesmente os desviou. "Você nunca foi um lutador Iruka, sempre um defensor e médico." Era verdade, Iruka pensou. Eles tinham sido um bom time, Mizuki mantendo o ninja inimigo fora de Iruka, Iruka atacando o Nin à distância. Ele ia morrer por isso, sabia disso, e Mizuki e Naruto, que estavam se escondendo. Mais alguns golpes trocados, e Mizuki ficou atrás de Iruka, chutando as pernas debaixo dele. 'Na chance ímpar de eu sobreviver a isso, Vou treinar no Taijutsu ', pensou Iruka. "Alguma última Iruka?" Mizuki perguntou, parado atrás dele com uma Kunai no pescoço. Iruka não fez nada, deixando o fato de que ele estava prestes a morrer nas mãos de seu melhor amigo. "Tudo bem, para o registro, porém, eu gostaria que não tivesse chegado a isso." Mizuki afirmou.

Iruka fechou os olhos e depois sentiu um peso cair sobre os ombros, o Kunai no pescoço caiu e ele foi jogado no chão pelo que parecia o corpo de Mizuki. Ele se levantou, encolhendo o peso para o lado direito. Olhando para ele, com a respiração presa na garganta, era Mizuki, 3 senbon saindo do pescoço no lado direito. Iruka verificou seu pulso, e o homem estava morto.

"Você está bem?" uma voz rouca perguntou a ele. Olhando em volta, tentando furiosamente descobrir de onde vinha, ele ouviu um tom de diversão entrar na voz. "Eu estou bem aqui." Iruka olhou para a voz e viu por que ele não conseguia encontrá-la antes. A voz vinha de um Uzumaki Naruto, que estava pegando o pergaminho proibido e usava cinza puro (Naruto não vestiu o Haori hoje de manhã, escolhendo apenas roupas cinza) e no atual tom acinzentado de quando o sol está nascendo, mas ainda não no horizonte, combinava-se muito bem com o fundo. "Eu estou bem. O que você está fazendo?"

"Coletando o pergaminho para o Hokage, então eu levarei o prisioneiro para ele também. Você pode andar?" Iruka estava confuso, e seu rosto mostrou isso. "Prisioneiro? E sim, eu posso andar." "Mizuki foi colocado em um estado de quase morte; ele sobreviverá e sairá sem complicações, desde que obtenha assistência médica. Vamos lá, vamos ao Hokage. Alguém sabe que o pergaminho foi tirado?" Iruka balançou a cabeça. "Não, ninguém sabe ainda. Eu só o encontrei por acidente; ele parou para aprender alguns jutsus. Eu estava vindo aqui para ..." "Por que você estava aqui não importa. Você estava não o traidor, então não faz sentido se explicar para mim. Diga ao Hokage. " Iruka assentiu, e então eles foram embora, Naruto, um garoto de 12 anos, carregando o traidor e o pergaminho.

"Então, deixe-me ver se entendi. Você ficou fora a noite toda, tentando entender exatamente como se sentia sobre Naruto, por causa de ... circunstâncias ... e você encontrou Mizuki lendo o pergaminho proibido de selos, você o confrontou, ele bater em você, e quando ele estava prestes a matar você, Naruto interveio. " "Sim senhor." O Saindame suspirou e esfregou as têmporas. "Quanto da conversa deles você ouviu Naruto?"

"A maior parte disso, quando cheguei após o seu primeiro voleio, quando Mizuki atacou Iruka pela primeira vez, também aprendi que tinha o Kyuubi dentro de mim. Gostaria de compartilhar quando você ia explicar essa parte para mim, bem como por que eu estava o escolhido? Havia vários órfãos civis e ninjas que compartilham meu aniversário. " "As razões pelas quais o quarto escolheu você era dele, ele não me disse.

Eu pretendia contar a você quando se tornar Chunin, dando a você pelo menos uma chance de uma infância comum. "Naruto olhou para o velho, estreitando os olhos." Você me encontrou na rua, sangrando por vários ferimentos, tendo morado lá por três anos. anos. Você ainda tinha que me dar um apartamento antes de me pressionar para me tornar um shinobi. De que maneira o universo é uma infância? "Tudo isso foi dito com uma voz completamente morta, o que preocupou o Saindame. 'Eu realmente espero que ele não sinta falta de Nin, isso pode ser apenas o impulso que ele precisa.' "Nem se preocupe em responder a isso, eu acho. Você queria que eu fosse completamente leal a você, porque você "me resgatou" e, por procuração, a vila teria minha lealdade. "Naruto apenas balançou a cabeça." Eu vou agora; Eu não quero estar com nenhum de vocês.

E ele saiu, deixando o Saindame se perguntando se teria sido melhor deixar Danzo nele. - Pelo menos eu saberia que ele é leal, mas sacrificar as emoções de alguém seria demais para qualquer aldeia. "Senhor, com todo o respeito, é realmente sensato deixá-lo ir?" "O que você quer que eu faça? Se eu enviar alguém atrás dele, ou for atrás dele, corro o risco de empurrá-lo para longe da vila, e como você sabe, toda vila quer mais Jinchurikki. Especialmente Kumo, Iwa e Suna o fariam. aceite-o também. Ele provavelmente seria tratado melhor também nesses lugares. " Iruka assentiu e saiu, deixando o Saindame para tentar descobrir uma maneira de garantir que a vila sobrevivesse se Naruto soltasse as nove caudas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...