História O canto da sereia (Sasusaku) - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Visualizações 238
Palavras 805
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo Mina-chan! Genki?

Mais um capítulo para vocês, espero que gostem!

Capítulo 24 - Manhã no parque


Fanfic / Fanfiction O canto da sereia (Sasusaku) - Capítulo 24 - Manhã no parque


Sasuke ajudou sakura a sentar-se na cama e com orientações dela limpo o ferimento de uma forma melhor agora, tornou a deitá-la na cama e acariciar seu belo rosto, estavam em uma linda conexão, mas foi por água a baixo quando a barriga de Sakura ronca muito alto, ambos caíram na gargalhada. 
- Acho que tem alguém aqui morrendo de fome hein? Rsrs
- Que vergonha, Sasuke-kun, meu estômago gritou muito alto.
- Venha, vamos aproveitar o banquete que fez para nós.

Pegou-a no colo e saiu do quarto descendo as escadas em direção a cozinha, Sakura não gostava muito de ser carregada, mas por ele e com ele, tudo seria perfeito, foi sorrindo e com o rosto encostado no seu peito. Sasuke depositou Sakura em uma cadeira e sentou-se ao seu lado.
- Que mesa bonita e cheia para quem sempre viveu sozinha, disse Sasuke. 
- Achei que estivesse com a mesma fome que eu, rsrs. Desculpe. Começou a rir
- Não tem motivo para se desculpar, eu adoro quando você está assim. 
- Assim como, Sasuke-kun? 
- Cheia de luz. 

Sasuke pegou na sua mão e ficou fazendo carinho olhando para a rosada, eles dançavam uma mesma música, sua sincronia era perfeita. 
- Quando vai cantar para mim novamente? Disse o moreno.
- Cantar não sei, mas a vontade de nadar na sua piscina é imensa. 
- Sereia, por agora não, você precisa ainda se recuperar mais. 
- Eu sei. Disse Sakura cabisbaixa. 
- Ei, não fique triste, falou Sasuke levantando seu queixo com um dedo. - Prometo que quando estiver bem te levo em um aquário, você vai gostar. 
- Kyaaaa, sério Sasuke-kun? 
- Hunrum. 
- Ahhhhh... Eu amo...Amo.. a-amoo (Sakura percebeu o que estava dizendo e ficou sem jeito, corou violentamente e toda sem jeito conteve sua felicidade)
-Amo aquários. Sorriu de lado! 

Sasuke sabia que não era isso que ela pretendia dizer, mas ficou calado, percebeu que ela ruborizou e achou melhor não prolongar o assunto. Terminaram de tomar o café dá manhã e decidiram dar uma volta no parque, vê as flores e os jardins, quem sabe depois eles poderiam dar uma passada no cinema. 
- Sereia? 
- Hun...
- Quer dar um passeio? 
- Sim, claro! Vou me arrumar! 
- Tudo bem, nos encontramos daqui a pouco aqui.

Passaram-se 20 minutos e o casal já estava pronto, Sakura estava com uma roupa casual, vestia um macacão rosa bebê e um par de sandálias baixas, já Sasuke usava suas típicas camisas pretas e uma bermuda também preta junto a um tênis, preciso dizer a cor? Eles eram um o contraste do outro. Saíram em direção a garagem, pegaram o carro e foram escutando uma música qualquer do rádio, Sasuke estacionou próximo a um parque e saiu primeiro do carro, arrudiou e abriu para a rosada sair também, ligeiramente Sasuke pegou em sua mão, um pouco acanhado, mas pegou, queria que soubessem quem era a sereia que avia o fisgado. Andaram um pouco entre os jardins admirando a beleza das árvores e flores e decidiram se sentar próximo a uma árvore de flores rosas.
- Vem, vamos sentar próximo a árvore que me lembra você! 
- rsrs! Tudo bem Sasuke. 

Sasuke sentou primeiro e convidou Sakura a sentar entre suas pernas, ela por sua vez encontrou sua cabeça no peito dele e ficaram ali por alguns minutos, naquela posição, até que Sakura viu um carrinho de algodão doce e disse:
- Nyaaahh, quero um algodão, vou lá comprar! Já volto! 

Sasuke apenas sorriu, ela lindo seu jeito espontâneo de ser, ela realmente trazia iluminação para sua vida. Ela foi se distanciando do moreno e se aproximando do carrinho de algodão, logo pediu para o vendedor um grande e bem rosa, ele estava fazendo o algodão do jeito que ela pediu. Sakura estava esperando, lembrou-se que Sasuke estava atrás dela e resolveu olhar para trás, virou-se delicadamente para ele e percebeu que o mesmo a fitava, ele estava ainda sentado no chão, com uma perna curvada e a outra estirada, tão lindo! Deu um sorriso de canto para ele, o qual foi retribuído, estava imensa naqueles olhos lindos, quando o vendedor a tirou do mundo dos sonhos dizendo que o algodão estava pronto. Recebeu e pagou pelo algodão e virou-se em direção a Sasuke, saiu feliz tirando pedaços do algodão e com a cabeça baixa, quando estava na metade do caminho e levantou o olhar, viu o que mais temia. Ele estava ali, atrás de Sasuke, duas árvores depois de Sasuke, olhava para ela com um olhar e sorriso malignos, ela tremeu com aquela imagem, paralisou na hora deixando seu algodão cair no chão. Sasuke percebeu que ela estava agindo diferente e se levantou indo em sua direção, caminhou até ela, encontrando uma Sakura trêmula e pálida...
- Yaa..Yaa..Ri KO ko! 


Notas Finais


Oooooo, que sera que aconteceu?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...