História O Cavaleiro Dragão - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Inspirações Em Animes, Referencias
Visualizações 0
Palavras 696
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Passando na WW


Saindo do banco eu desejei um doce antes de ir pra chave do portal(alguns me disseram que que dava enjoou e um chocolate ajudava) e então lembrei da loja que havia visto no meu do Beco.

Subindo O Beco logo a encontrei,muitos estavam na porta pois ela estava fechada quando me aproximei logo a porta se abriu e dali saiu um homem de terno vermelho e cartola com uma bengala na mão.

-ola estrelinhas a terra diz olá-todos olhavam pra ele com cara feroz já que ali só havia adolescentes que não queria ser chamadas de crianças,eu não dava a mínima já que eu não tinha aparência de ter minha idade e sim menos- bem-vindos a minha doceria espero que se divirta-se mais... Não quebrem nada-disse sem graça.

Logo todos correram pra dentro da loja qual era gigantesca:Grandes prateleiras com doces e guloseimas,vários anões muito iguais andando para todos os lados ajudando quem precisasse ou recolocando doces no lugar

- por que não usa magia para preencher as prateleiras? Você pouparia trabalhadores na loja-perguntou uma menina ao Willy.

- eu não consigo usar magia minha querida amiga,além de que eles são ótimos trabalhadores e muito brincalhões por isso tome cuidado pois eles podem lhe pregar uma bela peça pela loja- disse rindo -além de serem ótimos cantores mas só fazem isso em ocasiões especiais.

Quando comecei a prestar a atenção nas prateleiras logo me senti intrigado com os doces ali:chiclete que fazia grandes bolas,doces em forma de pássaros que voava pra sua boca,sapos de chocolate e até refrigerantes que fazia a pessoa que o bebesse voasse por alguns segundos.Estava muito confuso em qual pegar.

-eai já sabe oque vai pegar?-era uma menina de cabelos negros longos muito maior que eu.

-não eu realmente estou em dúvida é muita coisa diferente.

-Essa é a doceria mais famosa por seus "gostos",mas mesmo diferente é muito bom- ela começou a andar analisando as prateleiras - ou vem! - disse quando percebeu que eu fiquei parado.

Ela estava com uma cestinha qual estava com alguns doces qual fui tirado a atenção com um "aqui que tal esse?".Ela me entregou um potinho amarelo qual estava escrito "feijoizinhos de todos os sabores".

- qual é a desse doce?

- é como o próprio nome diz ele realmente tem todos os sabores - disse colocando um mistério.

- interessante - a fala que mais uso pra sinalizar que algo me chamou a atenção.

- bem acho que já é algo pra você se divertir,agora tenho que ir atrás de minha amiga antes que ela saia gritando por mim pela loja sua irmã é muito lindinha. Adeus!

Ela saiu correndo pelos corredores sem me dar tempo de me despedir.dentro de mim nasceu uma esperança de que esse ano letivo me ajudaria a superar a morte de meus pais e assim pudesse me dar tudo de mim.

Outra coisa que me surpreendia era como minha irmã estava quieta.era como e eu estivesse sozinho esse tempo todo,como se ela não tivesse entrado no beco comigo pois ela era super elétrica e agitada podendo dar dor de cabeça em alguém de tanto falar em um dia.mais em vez de ficar pedindo tudo que fosse novo pra ela ou saindo de perto de mim e andando por aí fazendo eu ficar louco não:ela estava se segurando em meu sobre tudo em minhas costas e estava de cabeça baixa e quieta.

- oque aconteceu pequena - perguntei me ajoelhado e olhando em seus olhos.

- eu estou com saudades da mamãe e do papai e da Isadora.

- eu também estou baixinha mais infelizmente não podemos ver eles.venha vamos pra escola agora - dei um beijo no topo de sua cabeça e peguei um pássaro açucarado e entreguei a ela,ela sorriu pra mim e segurou como se ele realmente fosse um pássaro já que ele se mechia,eu achei engraçado mais deixei ela brincar  com ele já que isso faria ela ficar distraída até dar fome.

Logo paguei no caixa os dois doces e segui para o final do Beco já que lá ficava o ponto que o ministério administrava as chaves de portal usadas naquela área.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...