1. Spirit Fanfics >
  2. O Cervo - Namjin >
  3. Jantar

História O Cervo - Namjin - Capítulo 5


Escrita por: rmmono

Notas do Autor


Boa leitura ☀️

Capítulo 5 - Jantar


Fanfic / Fanfiction O Cervo - Namjin - Capítulo 5 - Jantar

O híbrido de cervo abotoa a alça da jardineira, se olhando no espelho não a mais sinais dos ferimentos. Escova os fios castanhos alinhando os cabelos desgrenhados.

O irmão do leopardo os convidou para um jantar em sua casa.

- Já está pronto? - Seokjin pergunta escorado no batente da porta.

- Sim, só falta por o tênis. - Senta na cama calçando os all star amarelo.

Namjoon ficou surpreso ao saber que o convite se estendia a si. - Vamos terminei. - Sai do quarto sendo seguindo pelo mais velho.

O silêncio entre os dois vem crescendo desdo incidente no supermercado. Namjoon está distante, mal tem falado com o leopardo.

O cervo prende o cinto de segurança, apoiando a testa no vidro olhando a floresta banhada pela noite. Seokjin ocupa o lugar do motorista lançando um olhar preocupado para o menor, espera que pelo menos o jantar sirva para destrai lo.

- Tem certeza que quer ir? - Liga o carro, acelerando mudando a marcha para segunda.

- Tenho, o Hoseok parecia tão animado ao telefone. - O cunhado de Seokjin ligou de manhã perguntando se eles realmente viriam. - Prometi que provaria sua torta de morango.

- Você gosta de torta de morango? - Tenta engrenar uma conversa.

- Prefiro de chocolate. - Responde sem pensar.

- Começo a pensar que você é viciado em chocolate. - Namjoon finalmente o olha, um pouco depois um sorriso pequeno aparece em seu rosto.

- Talvez, mas não tem nada melhor que chocolate. - Fala em meio ao sorriso doce, sabe que o maior apenas tenta o distrair com esses assuntos triviais. - É você gosta de qual?

- Torta de frango com certeza, porém das doces eu gosto da de pessegos que minha mãe fazia em todos os aniversários. - O leopardo está feliz em ver o sorriso do menor dirigido a si. O carro balança ao passar sobre um buraco.

- Acho que nunca provei uma dessa. - Arruma se no banco.

- Eu fasso pra você um dia. - Muda a marcha pisando no freio.

A caminhonete dos anos 90 estaciona na frente da casa de campo. Namjoon solta o cinto de segurança descendo, sendo acompanhando por Seokjin.

O cervo estrala os dedos não está acostumado em conhecer pessoas novas.

- Vem o Tae já deve estar me xingando. - Segura a mão do menor num gesto involuntário o levando até a porta, o cervo sente o coração acelerar pelo toque.

A porta se abre antes que algum deles tenha a chance de bater. Um híbrido de esquilo sorri grande indo abraçar Seokjin, que mantém sua mão junta a do menor.

- Que bom que chegaram. - O ruivo segura a mão de ambos, os arrastando para dentro da residência. - O Tae estava quase ligando já. - O espaço em conceito aberto da a visão de todo primeiro andar, constituído de uma sala aconchegante e uma grande cozinha.

- Finalmente resolveu dar o ar da graça Seokjin? - O híbrido de tigre está de braços cruzados.

- A culpa é sua de me avisar encima da hora. - O leopardo abraça o irmão, bagunçando os fios loiros ao se afastarem.

Olhando de perto os dois irmãos não são muito parecidos, Taehyung e alguns centímetros menor e tem o rosto com traços mais rígidos, enquanto Seokjin e alto, com ombros largos e feições delicadas como a de um anjo.

- Encima da hora Jin? Eu te ligue a três dias.

- Tinha que plantar as mudas de alface. - Se defende, o tigre o olha desconfiado passando o braço sobre os ombros do noivo.

- Sempre cheio de desculpinhas, né Jin. - Sua atenção passa para o cervo ao lado do irmão mais velho. - Me desculpe pela cena meu hyung e um enrrolado, você é o Namjoon que o Jin tanto fala né?

- Acho que sim muito prazer. - Estende a mão em cumprimento sendo correspondido rapidamente.

- O prazer e meu, Kim Taehyung irmão mais novo do Jin e noivo do Hoseok que já conheceu. - O ruivo acena. - Querem uma bebida?

- Aceito uma cerveja. - Seokjin finalmente solta a mão de Namjoon. - Pensei que Yoongi é os maridos viriam.

- Estão no banheiro, Jungkook anda um pouco enjoado. - Pega duas garrafas de soju no congelador as abrindo.

- Tae você tem limão? - Como um passe de mágica o delegado surge na cozinha.

- Na fruteira, também tem remédio para o estômago no armário. - Responde, Yoongi espreme o suco de limão em um copo enchendo de água.

- Acho que o jantar vai demorar para ser servido.

A travessa de kimchi e posta no centro da mesa ao lado do arroz. Seokjin ajuda o irmão a arrumar a mesa.

- Todos já podem se servi. - O esquilo tras a carne grelhada para os carnívoros, sentando ao lado do noivo.

- Obrigado pela comida hyung's. - Jungkook agradece depois do enjoou ter acabado, servindo uma grande quantidade de arroz.

- Quer que eu coloque pra você, Jimin? - O delegado pergunta para seu outro marido um hibrido de gato.

- Quero Yooni. - O também hibrido de gato põem a carne grelhada por cima do kimchi.

- Quer que te sirva também? - Seokjin pergunta em um tom baixo, ao ver o menor com o prato vazio, o cervo acente está envergonhado na presença dos outros.

- Temos um anúncio a fazer. - Jungkook e Jimin se levantam após algum tempo. - Quer falar primeiro coelhinho? - O mais novo concorda.

- Fala logo. - Taehyung limpa o canto da boca levantando para pegar a torta.

- Nós estamos grávidos. - Yoongi empalidece se engasga com o ar tocindo. - Amor tudo bem?

- Yoongi não morre agora. - Abana o marido, enquanto Jungkook serve água na taça. - Que merda, eu sabia que isso ia acontecer! se perdermos o pai dos nossos bebês a culpa é sua!

- Como eu ia imaginar que ele ia passar mau? - Taehyung põem a torta de morango na mesa, não ligando para o drama do trisal.

Jungkook ajuda o mais velho a beber água o acalmando. - Está melhor amor?

- Estou só fui pego de surpresa. - Sorri tranquilizado os mais novos, que voltam a se sentar. - Nem acredito que vou ser pai. - Acaricia o rosto de ambos os maridos.

- Sugiro uma rodada de torta em comemoração. - Taehyung pega um dos pratos pequenos.

- Ao trisal. - Todos levantam os fatias de torta sorrindo.

- Como se sente agora que vai ser pai de gêmeos? - Seokjin entrega a garrafa de cerveja para o delegado.

- Extremamente feliz é aliviado, fazer esses bebês me impediu de dormi por semanas, já não aguentava mais fazer sexo.

- Uns com tanto outros com nada, estou dormindo no sofá porque o Hobi leu numa revista que temos que nos manter puro até o casamento. - Reclama. - Nem beijar estamos.

- Até parece que dura. - O gato revira os olhos.

- Isso é verdade ele não resiste aos meus carinhos. - O sorriso quadrado aparece. - No final das contas quem está na pior situação é o Jin hyung.

- Eu por que? - Indaga contrariado abrindo outra cerveja, recebendo olhares julgadores.

- Você tá na seca a um ano garotão. - Yoongi fala zombeteiro. - Talvez até mais a sua relação com aquela leoa era tão estranha.

- Porém as coisas parecem estar mudando para o meu irmãozinho.

- Vocês falam demais. - Gesticula irritado já sabe do que o irmão pensa.

- Está falando do cervo? - Taehyung acente. - Realmente ele é bem bonito e parece gostar de dele, tá rolando alguma coisa?

- QUE!? o Namjoon é apenas um amigo. - Os dois o olham desconfiado. - É ele não é muito de contato físico. - Seokjin está corado, olhando por cima do ombro vendo o cervo conversando, os olhos se encontram por alguns segundos ele sorri. - Mais não posso negar que o acho lindo principalmente quando sorri.

- Tá apaixonadinho Jinie. - Yoongi fala brincalhão, o mais novo adora o encher.

- Que fofinho meu irmão todo caidinho pelo Namjoon. - O leopardo revira os olhos.

- Vocês são ridículos. - Reclama sorrindo com as bobagens dos menores.

- Fiquei muito feliz por ter aceito o convite. - Serve o chá gelado para Namjoon. - Jin falou que não gosta muito de sair.

- Eu que agradeço, é pelas roupas também. - Toma o chá de maçã pegando seu prato de torta da mesa.

- Nem precisa agradecer se você, visse o guarda roupa do Hobi ia se assustar. Ele compra muita roupa. - Jimin fala de boca cheia gerando uma careta no esquilo.

- Não fale de boca cheia Minie, é eu não tenho muita roupa. - Exibe um biquinho cruzando os braços, os mais novos arqueia as sobrancelha.

- Tem sim Hobi, o Taehyung mau tem espaço na guarda roupa. - O híbrido de coelho fala, o marido balança a cabeça concordando. - Estamos falando sério Nam é muito roupa feia.

- Não são feias, vocês que são chatos. - Resmunga irritado.

- Aquele tenis balenciaga parece feito de blocos de montar colorido. - Jungkook ri da fala do marido levando um tapa na cabeça. - Ei não bate no meu bebê. - Aí. - Passa a mão no lugar atingindo pelo tapa fraco.

- Pronto bate nos dois, tá vendo Nam você convida as pessoas para sua casa e elas ficam falando mau de você. - Namjoon acente tentando não rir.

- Você bateu em duas pessoas grávidas. - Jimin faz drama acariciando a barriga lisa. - Devíamos chamar o Yoongi pra te prender seu agressor.

- Chama, bato nele também.

- Vai ver só quando eu te pegar desprevenido, vou queimar aqueles sapatos horrorosos. - Jungkook ameaça olhando bravo para o hibrido de esquilo.

- Ninguém acredita em você, Jk. Só fala na hora de agir foge igual a um coelhinho assustado. - O citado fica vermelho de raiva cruzando os braços.

- Amor vai deixar ele falar assim de mim? - Se vira para o marido esperando que ele venha a sua defesa, no entanto Jimin apenas ri.

- Dessa vez o Hobi tá certo. - O mais novo faz uma carinha triste amolecendo o coração do Park. - Oh! meu deuso não fica assim bebê, o Hobi é um mentiroso. - Faz uma voz manhosa enchendo a bochecha alheia de beijos.

- Ih quando esses dois começam vão longe, vem comigo Nam . - Puxa o cervo pela mão até a cozinha. - Aceita uma cerveja agora que estamos longe dos gestantes? - Abre a porta da geladeira se curvando para frente.

- Não bebo nada álcoolico.

- Que pena, toma. - Entrega uma latinha de sprit para o mais novo. - Não estou as cervejas. - Se inclina ainda mais.

- Deixa que eu mostro onde está, amor. - Taehyung se coloca por trás do noivo o encoxando.

- Hum Tae não estou achando. - Se empina.

- Ei vocês dois fazendo saliência na frente da criança. - Seokjin coloca a mão na frente dos olhos do cervo corado pela cena que assiste.

- Taehyung desgruda. - Fecha a porta da geladeira. - Seu safado tentando me pegar desprevenido, vai tomar um banho gelado pra ver se abaixa sua alegria, um pouquinho.

- Meu amor porque não deixamos para iniciar nosso período de pureza semana que vem? - Tenta convencer o noivo o beijando o pescoço alheio.

- Nem tente Kim Taehyung, estou fazendo isso para nosso bem, você vai me agradecer na noite de nupicia. - O tigre bufa. - Além disso nós temos visita, me desculpe Namjoon o Taetae não sabe se controlar.

- Não tem problema Hobi. - Sorri segurando a mão de Seokjin ao lado de seu quadril.

- Aí você é tão fofo, vem quero te mostrar o restante da casa. - Puxa o mais novo que só tem tempo de por a lata de refrigerante na bancada.

- Sabia que eles iam se dar bem. - Observa os dois subindo as escadas.

- Bom que quando você pedi ele em namoro, o Nam já vai estar familiarizado com todo mundo. - Yoongi fala, Taehyung concorda rindo das bochechas coradas do maior.

- Dois idiotas, vocês dois.


Notas Finais


Capítulo escrito ao som de persona e film out.

Prefere capítulos maiores como esse?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...