1. Spirit Fanfics >
  2. O Chamado do Ômega - Livro 1 da Série : O Destino do Ômega >
  3. Conversa ao Luar Pt. 1

História O Chamado do Ômega - Livro 1 da Série : O Destino do Ômega - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Notas Iniciais: Olá minhas lobinhas e meus lobinhos, como vocês estão?? Prontos para uma conversa ao Luar??

Capítulo 7 - Conversa ao Luar Pt. 1


Fanfic / Fanfiction O Chamado do Ômega - Livro 1 da Série : O Destino do Ômega - Capítulo 7 - Conversa ao Luar Pt. 1


-Se você realmente quer saber sobre mim Dean, eu vou contar tudo mas esteja preparado para receber mais perguntas do que respostas pois eu mesmo tenho mais dúvidas sobre mim mesmo do que gostaria - Calleb suspirou e após alguns segundos já estava pronto para iniciar aquela conversa.

🏳️‍🌈ΩαΩαΩαΩαΩαΩαΩαΩαΩαΩαΩα🏳️‍🌈

-Bom, acho que o essencial você já sabe - Calleb respirava fundo - meu nome! 

-Depois de hoje, não tem como esquecer - O Alfa riu se lembrando da confusão de mais cedo por causa das tradições de nomes que foi quebrada - Me conte de onde você vem, qual sua idade, como foi sua infância, sobre sua família… - Era evidente a curiosidade do maior.

-Eu venho das terras ao norte de Etherius, somos um grupo bem pequeno e eu sou o mais novo - ele iniciou mas notou um olhar desconfiado do Alfa - O que foi?

-Você disse que vem do norte de Etherius? - Dean parecia surpreso - Mas não existem povoados nessas terras.

-É claro que existem! - Calleb o encarava sem entender - Tudo bem que lá é um lugar bem isolado mas a minha alcatéia vive lá! 

-Entendo - Dean e seu lobo acharam melhor guardar essa informação para depois - Continue por favor! - ele sorriu.

-Estou com vinte anos e a minha infância foi bem agitada - ele suspirava começando a se lembrar de tudo que já tinha passado na vida - Acho que todos devem se perguntar sobre a minha marca de Ômega e bem, eu não sei a resposta! - a frustração era evidente - Quando fiz quatorze anos muita coisa mudou na minha vida, acordei do meu sonho da revelação  e a única coisa em mim que continuava igual era a cor da minha pele!

-Uma cor tão linda quanto o restante de você - Dean disse de forma tão natural que por alguns segundos Calleb desviou o olhar devido a vergonha.

-Meus olhos que antes eram castanhos escuros - Calleb continuou - Estavam coloridos, os anciões achavam que poderia ser heterocromia que há centenas de anos não era visto em nenhum homem-lobo mas depois de um tempo descobrimos que as cores variavam em algumas situações mas nunca soube especificamente o por que dessas mudanças.

Dean ouvia tudo atentamente, naquele momento ele tentava não se perder nos olhos de Calleb, eram cores tão vivas que pareciam chamá-lo para se perder na profundidade delas. A íris direita do ômega possuía um círculo preto que era preenchido com uma cor cinza escura salpicada por alguns riscos vermelhos que pareciam pequenas chamas aos olhos do Alfa. A Íris esquerda também possuía um círculo preto e por dentro uma cor roxa escura que se misturava com os mesmos riscos vermelhos do outro olho. Aqueles eram os olhos mais intensos que Dean já tinha visto e a vontade que ele sentia de se perder naquele olhar era tão forte que ele precisou desviar o olhar por alguns segundos.

-Quando acordei do meu sonho, além dos olhos diferentes minha marca não era igual a dos outros Ômegas e até hoje não sabemos o por que - a frustração volta a voz dele - a vovó sempre dizia que eu deveria fazer parte de alguma profecia antiga mas acho que aquela era a forma dela de tentar me tranquilizar e de certa forma funcionou em muitos momentos - ele sorriu ao se lembrar da senhora - Meus cabelos que eram bem curtos estavam ondulados e batiam na metade das minhas costas.

-Uou… - Dean se surpreendeu - Da pra ver que seu cabelo é enorme mas eu pensei que assim como o Alex, você deveria ter passado anos sem corta-lo! - Ele voltava seu olhar para os fios que ainda estavam presos no penteado - Muitas mulheres aqui dariam um rim para ter um cabelo tão lindo assim.

E mais uma vez Calleb ficava envergonhado ao receber um elogio de Dean. Ele sabia que era um homem bonito mas a sensação de ouvir elogios vindo de seu parceiro era algo totalmente diferente do que ele já tinha sentido e ele não sabia ao certo como reagir aquele calor que subia por seu corpo toda vez que aqueles tipos de palavras eram ditas.

-Meu cabelo bate na cintura e desde os meus dezesseis anos ele parou de crescer mas se eu os corto, mesmo que bem curto em um mês ele está na cintura novamente, então geralmente eu o uso trançado.

-Definitivamente as mulheres se matariam para ter o seu cabelo! -Dean riu e sentiu satisfação em ver Calleb acompanhá-lo, ver seu ômega rindo por algo que ele disse era satisfatório - Continue me surpreendendo por favor!

-Meus pais são pessoas simples, eles eram o casal mais jovem do nosso povo e foi uma grande alegria quando eles descobriram a minha gravidez pois assim eles quebraram uma antiga maldição que existia há décadas na nossa alcatéia - seu sorriso se alargou ao lembrar das histórias que seus pais contavam referentes a seu nascimento- Eles acreditam que sou especial por quebrar a maldição e que por isso as coisas que acontecem comigo são normais pois sou um milagre dos deuses ancestrais.

Aquela sensação de estar ali ao lado de Dean contando sobre coisas de sua vida que geralmente o deixavam nervoso era estranha demais. Calleb não se sentia tenso e ao contrário do que ele pensou, estava totalmente a vontade na presença do alfa. Era como se estar ali próximo a ele fosse a coisa mais certa do mundo e aquilo era um pouco assustador para o Ômega. 

-Agora virão as partes mais estranhas então esteja preparado - Calleb avisou esperando uma reação negativa mas o enorme sorriso de Dean o fez se perder de sua mente por alguns minutos - Como todos aqui sabem eu sou um ômega com uma marca diferente e que nunca passou pelo cio, tambem tenho força, rapidez e muitas habilidades que ômega nenhum possui mas o mais estranho é que por alguma razão eu nunca consegui me transformar em lobo, quando acordei da revelação meu lobo estava comigo, eu o sentia e o escutava mas meus pais não, nem mesmo meu lobo soube explicar o que estava acontecendo, apenas a vovó conseguia ouvi-lo e isso acontecia mesmo quando ela não estava transformada! 

Essa informação deixou tanto Dean quanto seu lobo surpresos. Eles já sabiam sobre o fato de Calleb não ter passado pelo cio e nem conseguir se transformar mas não sabiam da parte onde nenhum transformado conseguia ouvir seu lobo além daquela senhora, e ainda tinha o fato de que ela conseguia ouvi-lo mesmo sem estar transformada. Aquela foi mais uma informação a qual os dois também guardaram na mente para investigarem depois.

-E por último - Calleb continuou - a voz.. - ele desviou o olhar para as águas que faziam pequenas ondas com a brisa leve que passava no local- Desde pequeno sempre ouvi uma voz me chamando e por causa dela acabei me perdendo dos meus pais aos seis anos - ele contou rápido - Mas depois da revelação eu conseguia ouvi-la claramente quase todos os dias, me chamando, me puxando para algum lugar… apenas eu consigo ouvi-la e desde que cheguei aqui ela apareceu poucas vezes mas ainda assim estava mais forte do que nunca! 

-Essa voz que você escuta, ela esteve presente hoje na floresta e quando… - ele se mexeu incomodado - Quando eu acabei passando dos limites mais cedo? 

-Quando eu fugi estava a seguindo mas ela só apareceu novamente no final da nossa cerimônia, quando eu desmaiei - ele confessou surpreendendo Dean - Eu sei que disse que nada aconteceu mas aquilo não foi a verdade - Quando eu ouvi a voz me chamando, parecia que ela estava dentro do salão e quando eu olhei para lá eu vi todas aquelas .. - Ele exitou.

-Continue por favor - Dean se aproximou, era possível sentir seu aroma calmante sendo lançado mais uma vez no ar - Eu estou aqui com você - eles voltavam a se encarar.

-Quando eu olhei na direção das pessoas eu as vi transformadas em lobos… todos eles  nos encaravam mas seus olhos estavam negros e sem vida, suas mandíbulas se apertavam enquanto jorrava sangue delas - Calleb contou toda a verdade, se Dean realmente queria saber tudo de si, ali estava. Caso o alfa resolvesse desistir de tentar conquistá-lo e optasse por encerrar o  casamento ainda naquela noite, ele não o culparia.

-Você teve uma visão logo após a confirmação do nosso vínculo - Dean estava surpreso - Você realmente é surpreendente! 

-Você não deveria dizer que sou louco? - Calleb não conseguia esconder a surpresa sobre a reação de Dean - Eu acabo de contar que provavelmente sou maluco e você reage assim? Não deveria estar se preparando para pedir o cancelamento da nossa união?

-Você realmente quer me deixar não é? - A fala do Alfa saiu de forma magoada.

-Não foi isso que eu quis dizer! - Calleb se sentiu mal ao ver a reação dele. Se fosse na manhã mesmo daquele dia, ele com certeza estaria confirmando o que Dean disse mas agora algo o fazia querer dar essa chance para seu companheiro, mesmo que aquilo fosse difícil de admitir - Eu sei que começamos com o pé direito e por isso te peço desculpa por algumas atitudes minhas, sei que sou um cara difícil mas isso tudo é muito complicado pra mim Dean, meus planos para sair pelo mundo em busca das respostas para as minhas perguntas foi totalmente afetado com a nossa união mas você não tem culpa disso - ele estava sendo sincero.

-Então quer dizer que você está me aceitando como seu companheiro? - O sorriso brincalhão de Dean entregava que ele já sabia a resposta.

-Isso quer dizer que você não vai ter que correr atrás de um ômega fujão por algum tempo! - Calleb respondeu fingindo estar sério - Isso não quer dizer que eu estarei aqui de braços e pernas abertas te esperando todos os dias enquanto banco o Ômega fofinho e caseiro! 

-Fofinho e caseiro você? - Dean gargalhou - Parece mais que eu me casei com um alfa estressadinho e não com um ômega!

-Super Ômega! - Ele corrigiu - Seu irmão me chama de super ômega e até que estou gostando do apelido!

-Super Ômega? Faz todo sentido mesmo! - o maior admitiu.

-Eu só espero que você não esteja me imaginando dentro de casa cuidando de coisas triviais e de vários filhotes enquanto você está por aí fazendo as coisas divertidas!

-Não seria uma má ideia… - Dean se deixou levar pela imagem.

-Vai sonhando Alfinha, vai sonhando - Calleb jogava um balde de água fria no companheiro - Eu já deixei claro que vou atrás das minhas respostas mas até lá pode ter certeza que farei as mesmas coisas que fazia no meu lar, independente se elas podem ser vistas como coisas de Alfas - Aquilo era uma afirmação. 

-Eu já entendi que você é duro na queda e bem teimoso, mas vai ser difícil para alguns se acostumarem com isso! - Dean suspirou - Nós tratamos nossos Ômegas como se eles fossem tesouros sensíveis  que precisam ser protegidos de tudo então ter um super ômega derrubando Alfas por aí é um choque pra todos! 

-O seu primo não me pareceu ser um cara que trate Ômegas como tesouros sensíveis não ! - O Lobo de Calleb rosnou ao lembrar de Solano.

-Primeiro que ele não é meu primo e segundo que ele é um babaca! - Dean rosnou em descontentamento ao ser lembrado do outro alfa - Solano não faz parte da nossa alcatéia mas mesmo sendo um imbecil, ainda assim ele sabe bem como as regras funcionam mas isso não impede que seu meio cérebro o transforme em um brutamontes que acredita que Ômegas são feitos apenas para se casarem, terem filhos e obedecerem cegamente seus parceiros.

-Vamos deixar esse assunto pra outra hora, só de pensar nesse cara meu estômago fica embrulhado! - o desgosto por Solano era compartilhado por ambos - Eu já falei demais então me fale um pouco de você! - Sem perceber, Calleb se aproximou mais do Alfa e aquilo fez Dean suspirar.

-Sobre mim? - Ele coçou a cabeça pensando por onde poderia começar - Imagino que você não saiba mas a verdade é que eu só soube sobre o nosso casamento ontem quando cheguei de uma caçada!

-O quê? - Calleb se surpreendeu - Eu soube há três dias e estou chocado até agora, como você pode estar tão tranquilo se não tem nem vinte e quatro horas que você descobriu que se casaria com um estranho? 

-Eu nunca me importei muito com casamento, nunca senti aquela vontade desesperada de estar unido com alguém mas sempre soube que mais cedo ou mais tarde isso aconteceria - Dean estava sendo sincero - Sinceramente eu achei melhor deixar essa parte da minha vida de lado por algum tempo e me concentrar nas outras coisas realmente importantes sobre nossa alcatéia, uma hora ou outra eu teria que me casar e assim como muitos, acreditava que seria com a Cathe.. - Ele se calou ao perceber o desconforto de Calleb.

-Me desculpe por não ser a sua primeira escolha então! - Calleb parecia decepcionado - Agora eu entendo por que aquela mulher não gosta nem um pouco de mim, acabei estragando o casamento de vocês!

-Não foi isso que eu quis dizer - Dean não gostou da situação com Catherine mais cedo - Catherine e eu nos conhecemos desde a infância e sempre existiu uma expectativa da parte dela e de outras pessoas sobre nos unirmos mas como eu disse, eu nunca me importei muito com isso!

-Então pra você não faz diferença nenhuma com quem você esteja casado portanto que você esteja casado é isso? - O ômega tinha uma decepção na voz - Uau, eu nunca pensei que meu primeiro encontro com outros homens-lobos seria culminado em um casamento arranjado onde o noivo nem se importa de estar participando de uma cerimônia que pode mudar toda a sua vida, começo a me arrepender de não ter conseguido fugir!

-Por favor Calleb, não me entenda de forma errada - Dean saiu de seu lado e se colocou de joelhos à sua frente - Eu não quis dizer que não ligo com quem estaria me casando, o que eu quis dizer é que de uma forma ou outra isso acabaria acontecendo mas não era prioridade na minha vida! - Ele colocou as mãos nos joelhos do Ômega que deu uma pequena afastada mas voltou a posição o encarando - É que no final das contas isso aconteceria e mesmo que tivesse sido com alguém que eu conheça desde minha infância - ele preferiu não citar o nome de Catherine novamente - Eu me dedicaria a esse relacionamento, faria de tudo para que essa pessoa fosse feliz ao meu lado e se no final isso não acontecesse, ela estaria livre pra seguir com sua vida!

-Então se eu realmente disser que quero terminar esse casamento amanhã, você vai me deixar ir? - O menor começava a morder os lábios tentando se manter calmo.

-Calleb você sabe que somos destinados então querendo ou não sempre iremos nos encontrar mas se no final você não quiser essa união eu juro pra você que te deixarei partir - O brilho triste no olhar de Dean era evidente - Eu só te peço que você me dê uma chance, me dê ao menos um mês pra tentar te conquistar e mostrar que podemos sim ter uma família juntos, me deixe te fazer se apaixonar por mim! - ele pediu sinceramente.

-E por que você quer que uma pessoa a qual você nem esperava em se casar, se apaixone por você? - a mente de Calleb estava uma bagunça - Qual o sentido de querer criar um sentimento em apenas um lado da relação?

-É simples, obviamente o fato de sermos destinados não fez com que você esteja loucamente apaixonado por mim então eu preciso correr atrás dessa metade! - ele sorriu tentando não se perder na beleza do olhar de seu ômega.

-E a outra metade? - Calleb continuava mordendo os lábios tentando ignorar a beleza daquele homem a sua frente - Você acha mesmo que um sentimento unilateral é o suficiente para um casal ser feliz? 

-A outra metade é da minha parte que se apaixona por você, mas quando a  isso não precisa se preocupar, isso aconteceu desde o primeiro momento em que nossos olhares se cruzaram na floresta! - A forma firme e sincera como ele respondeu causou um arrepio no corpo de Calleb e seu lobo interior praticamente ronronou com aquelas palavras.

Para Calleb tudo aquilo além de novo era muito estranho, ele nunca tinha tido contato com pessoas de fora de sua alcatéia e justamente quando aquilo aconteceu foi para celebrar seu casamento. Ele ainda se sentia revoltado com a forma que tudo aconteceu mas estranhamente se sentia em casa toda vez que ficava ao lado de Dean e aquilo com certeza reforçava toda a lenda do Akai Ito, mas aquilo não queria dizer que ele deveria se entregar a alguém que nunca viu na vida e que por vezes pareceu pensar que ele era um ômega frágil precisando de cuidados.

Calleb precisava manter todos os seus pensamentos organizados e se lembrar de todos os seus planos para saber sobre os mistérios que rondavam sua vida mas ter Dean ali ajoelhado à sua frente lhe encarando com aqueles olhos que pareciam um oceano sem fim, fazia o Ômega querer deixar tudo de lado por alguns momentos e se entregar a sensações desconhecidas.

-Me desculpe pelo o que farei mas por favor, tente não me matar ok? - Dean quebrou os pensamentos do ômega.

Calleb foi pego de surpresa quando uma mão do alfa correu para sua nuca enquanto a outra desceu para sua cintura, Dean ainda de joelhos se aproximou e o puxou para um beijo.


🏳️‍🌈ΩαΩαΩαΩαΩαΩαΩαΩαΩαΩαΩα🏳️‍🌈



Notas Finais


Leu, gostou, vai continuar acompanhando? Pelo sim pelo Não, deixem um comentário e façam uma escritora feliz ♥️


Notas finais:  Olá meus lobinhos e lobinhas, como vocês estão??  EITA QUE ROLOU O PRIMEIRO BEIJO DO NOSSO CASAL, mas isso não quer dizer que as coisas vão ser tão fáceis assim para ambos 🤭🤭☺️☺️.

Irei responder aos comentários de todos no cap. Anterior, muito obrigada novamente pelo apoio ❣️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...