História O Chefe do Meu Pai - Capítulo 11


Escrita por: e heatther-

Postado
Categorias Ian Somerhalder, Justin Bieber, Nina Dobrev, The Vampire Diaries
Personagens Ian Somerhalder, Nina Dobrev
Tags Obsessão
Visualizações 53
Palavras 1.771
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa pela demora e por favor relevem os erros ortográficos. E Boa leitura

Capítulo 11 - Capítulo onze


Fanfic / Fanfiction O Chefe do Meu Pai - Capítulo 11 - Capítulo onze

Part: Ian somerhalder

- Quem é esse detetive e qual é a dele? - Pergunto para o meu pai enquanto dirigo.

- Não sei.

- Como assim não sabe?pensei que estava responsável pela polícia.

- E estou,amanhã mesmo vou na delegacia ver quem é ele.

- Não precisa,faço questão de ir pessoalmente. Você viu o que eu vi? Ele estava olhando para a fota da minha Katherine. Qual o interesse dele nela? É possível que ele a conheça de algum lugar?

- Não,acho que é apenas um polícia curioso metido a justiceiro,já vi muito do tipo dele. O importante ao lidar com pessoas como ele é nunca levar para o lado pessoal. Ian nada de ciúmes,não importa o quanto ele te der motivos ou o provoque. Nunca caia nas provocações dele.

- Não sei porque a preocupação,como  você mesmo disse ele é só um policial metido a justiceiro acabo com ele facilmente basta estalar os dedos.

- Já tive o desprazer de de tropeçar em pessoas como ele no meu caminho antes,não o subestime Ian. Todo cuidado é pouco.

Estaciona no Jardim da casa dos meus pais,encaro fixamente o meu pai pensando em tudo que meu pai falou.

- Não vai entrar?

- Já está tarde vou ver como está a minha mulher.

- Tá bom então. Cuida bem dela.

- Sempre. Por quê o detetivizinho quer falar com os amigas da minha mulher?

- Esta investigando.

- Acha que elas sabem de alguma coisa?

- Não sei,pergunta pra elas não é uma opção. Pergunte a Katherine se ela disse alguma coisa de você a elas.

Part: Katherine Gilbert

A primeira coisa que noto ao recobrar a consciência é o barulho daquela máquina de hospital que monitora os batimentos cardíacos,posso sentir a agulha do soro no meu braço. Sorriu internamente,Tudo não passou de um pesadelo. Provavelmente passei mau e sonhei com tudo aquilo. Abro os olhos lentamente e ansiosamente procuro pelos meus pais,qual não é o meu choque ao me deparar com o mesmo quarto em que pensei que apenas existiu em meus pesadelos,um pouco diferente devido aos aparelhos hospitalares. Aos pés da cama mim olhando fixamente está Ian somerhalder. Constatar que não foi apenas um pesadelo é como levar um tapa na cara. Sem dizer uma palavra olho para sacada ao fundo do quarto notando que já é noite.

_ Como se sente?_ A voz dele preenche o ambiente quebrando o silêncio sepulcral.

_Presa em um pesadelo _ Respondo rindo sem humor.

_ Só quero o seu bem Kat.

_ Então me deixa ir pra casa e eu prometo que não conto a ninguém que você me sequestrou,invento qualquer história tem a minha palavra._ Falo baixo e calmamente para que ele perceba que estou sendo sincera e quero apenas a minha liberdade de volta.

_Isso nunca!_ responde ele entre dentes com fúria contida. Opito por não responde-lo,se quero sair daqui tenho que ser inteligente,brigar com ele não vai ajudar tenho que ser esperta,ganhar sua confiança.

_ O que você quer então?_ pergunto calmamente o pegando de surpresa,acho que ele esperava mais escândalo da minha parte,mas como disse tem que conquistar a confiança dele aos poucos e descobrir uma maneira de fugir desse louco.

_ Apenas vim ver como você está,não esperava que estava acordada,mas já que está preciso conversar com você.

_ Sobre o que ?_ pergunto já amplamente curiosa,o meu pior defeito é a curiosidade.

_ Agora não. Primeiro vou mandar a cozinheira preparar algo para você comer e então depois conversarmos.

_ Ok _ Respondo apenas. Ele sai do quarto,alguns minutos volta com uma mulher de aproximadamente uns 40 anos,alta,cabelos pretos lisos batendo nos ombros. Ela está vestindo um vestido social preto. Ao lado dela uma enfermeira,sem disso por conta das roupas. Ambas mim olha com simpatia e no fundo dos olhos dela talvez um pouco de pena.

_ Querida essa é a doutora Meredith Fall e sua enfermeira. Ambas estão aqui para cuidar de você. _ diz o cretino.

_ Boa noite senhora somerhalder,não esperava que fosse acordar hoje. _ diz a doutora Meredith. Tenho vontade de responder "querida não sou senhora somerhalder coisa alguma e sim uma vítima de um psicopata com grandes poder na mão,o suficiente para fazer o que bem entender",mas me contenho,tem que fingir que estou aceitando essa situação. Mais tarde difícil,como eu queria parte pra cima da cara desse cretino e arranha ela todinha.

_ Então senhora somerhalder? _ insiste a doutora me tirando dos meus devaneios.

_ Me sinto um pouco fraca,o corpo pesado e dor de cabeça.

_ É normal,você ficou muito tempo sem se alimenta. Nada que uma boa sopa de verduras e uma vitamina não resolva e claro um pouco de exercício físico vai ajudar bastante. _ diz ela se aproximando com o estetoscópio e me examinando,em seguida pede para enfermeira retirar o soro do meu braço. Tudo isso sobre o olhar atento do cretino do chefe do meu pai. Assim que a enfermeira termina de retirar o soro ouso batidas na porta. Depois que o desgraçado autoriza a entrada uma mulher baixinha com uniforme de empregada entra segurando uma badeija com sopa e um copo de vitamina que pela cor eu apostaria ser de morango. Só de sentir o cheiro da sopa meu estômago da logo sinal de vida na frente de todos me fazendo corar até o último fio de cabelo.

_ Pode se retirar_ diz o Ian pegando a badeija da mão da senhora,ela sai do quarto mais antes faz uma reverência como se estivesse na presença de um rei me fazendo revirar os olhos internamente.

_ Essa sopa de verduras e essa vitamina vai ajudar muito na sua recuperação. Aos poucos você poderá voltar a se alimentar normalmente,mas por enquanto temos que começar com algo leve já que seu estômago está a muito tempo sem alimento algum. _ diz a doutora toda sorridente e simpática como se explicasse algo a uma criança.

_ Tudo bem doutora Meredith se não tem mais nenhuma recomendação já está dispensada. _ diz o dono do mundo.

_ Claro senhor somerhalder. Apenas tenho um cronograma de exercício físico pra ela mais isso pode ficar pra manhã. _ diz ela. Logo em seguida a doutora e a enfermeira pedem licença e se retira me deixando sozinha com ele.

_ Coma _ diz ele colocando a badeija do meu lado da cama.

_ Eu gostaria muito de tomar um banho antes de fazer a refeição por favor. _ digo docemente. Ele me olha atentamente por alguns segundos,ainda estranhando a minha falta de esteria.

_ Mas se não comer agora a sopa vai esfriar meu amor. _ diz ele carinhosamente. Bastardo fingido,ao que parece dois pode jogar o mesmo jogo.

_ Não tem problema. É que eu necessito muito de um banho para me sentir melhor.

_Sendo assim. Consegui ficar de pé?

_ Acho que sim. _ com a ajuda dele consigo ficar de pé,estou me sentindo um pouco fraca mas posso me apoiar em pé sozinha,no entanto ele faz questão de mim ajudar. Me leva até o banheiro no colo me coloca sentada na pia e começa a preparar meu banho de banheira. Se eu não estivesse em tão situação eu ia amar esse banheiro que é puro luxo,nunca vir nada igual em toda minha vida. Quando ele termina vem até mim com a intenção de tirar a minha roupas.

_ Eu assumo daqui,obrigado. _ me apresso a dizer. Pra minha surpresa ele não rebate apenas me ajuda a descer da pia é vai saindo do banheiro.

_ Qualquer coisa éao mim chamar _ diz ele antes de sair do banheiro. _ tiro a minha roupa e entro na banheira. Nossa isso aqui é relaxante. No banheiro tem diversos produtos masculinos e no meio deles vejo os meus produtos preferidos. Aproveito pra lavar os meus cabelos e me depilar. Enquanto estou no banho não paro de pensar nos meus pais. Oro a Deus pedindo que eles não estejam sofrendo. Sou despertada dos meus pensamentos com uma batida na porta.

_ Kat?_ a voz dele abafada preenche os meus ouvidos.

_ Sim?

_ Esta tudo bem aí?

_Esta sim,já estou terminando. _ me apreço em terminar o banho. Quando eu termino é que me toco que não tem nenhuma roupa pra me vestir. Me enrolo no roupão que está estendido em um suporte próximo a mim por sorte ele é grande cobre tudo. Saio do banheiro e do de cara com o Ian,pega de surpresa tomo um baita susto.

_ Não foi minha intenção assusta-la apenas quis ficar por perto caso precisasse de algo._ ele se apressa a dizer ao ver minha cara de assustada.

_ Esta tudo bem. Ian agora que eu me toquei que não tem roupa minha aqui. _ digo o que está me incomodando no momento.

_ No closet tem roupas novas para você. _ ele me leva até o closet,que a maior do que a minha casa. É bem organizado contém diversas roupas femininas desde roupas casuais a para festa formais,vestidos elegantes e uma variedade de sapatos impressionante. Saltos,sapatilhas,botas,tenes e muito mais. No entanto o que me chama atenção é o fato de ter t roupas masculinas também. Mais ignoro esse detalhe e aproveito que ele me deixou sozinha com privacidade e pego um conjunto de moletom e em umas das diversas gavetas encontro roupas íntimas. Pego e me visto,observado em volta depois de vestida,começo a explorar o closet e me surpreendo ao ver mais produtos preferidos meus nele,inclusive o meu perfume favorito. Pego ele é passo um pouco. Minha barriga ronca me lembrando o quanto estou com fome,lembro da sopa e resolvo voltar para o quarto. Ao sair do closet vejo o Ian acabando de entrar no quarto com uma badeija nas mãos.

_ Enquanto você se vestia aproveitei para levar a sopa para aquecer no micro-ondas É trouce uma vitamina nova para voce. _ diz ele ao ver a minha cara de interrogação/confusão.

_Ata._ respondo apenas e me sento para comer sobre o olhar atento dele. A sopa está maravilhosa,mais não supera a da minha mãezinha. Penso com tristeza e muita saudades dos meus pais. Termino a sopa e tomo a vitamina que também estava uma delícia. Quando eu termino ele pergunta se estou satisfeita se quero mais,respondo que estou satisfeita,ele então pega a badeija e coloca em cima do criado mudo. Sendo a curiosidade em pessoa que sou me apresso a perguntar.

_ Você disse que precisamos conversar. É sobre o quê?

_ Na verdade são dois assuntos importantes mais vou começar com o maisimportante de todos. Você conhece Justin Bieber?_ pergunta ele com uma raiva contida...


Notas Finais


Fiquem a vontade para expressar sua opinião nos comentários. Críticas construtivas são sempre bem vindas.
O que acharam da estratégia de guerra da Katherine?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...