História O clã amaldiçoado - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 632
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Continua...

Capítulo 2 - A transformação


Fanfic / Fanfiction O clã amaldiçoado - Capítulo 2 - A transformação

Eu sentia todo o meu corpo formigar, me perguntava será essa a sensação que a minha avó me contava ? Meu corpo começava a esquentar come se eu estivesse perto do fogo eu sentia minha pulsação aumentar, de repente não sentia e o calor só aumentava, a minha vontade era me jogar em um rio bem gelado a dor ao aumentava eu começava a ter alucinações, essas alucinações eram muito realistas era como se de repente eu não estivesse com a minha família e como se eu estivesse sido teletransportado para um guerra estava tudo fragmentado, eu ouvia uma voz encontre aquela cuja o nome e um mistério a voz se repetia muitas e muitas vezes, eu começava a gritar de dor, eu via as mortes dê todos os meus familiares minha avó meus pais meu irmão caçula todos morreriam pelas as minhas mãos Eu sou um assassino que mataria meu clã? E a voz cada vez mais sombria encontre a e se repetia cada vez mais, quando eu achava que estava chegando no limite das minhas forças eu desmaio de dor durante 3 dias, todos pensavam que eu estava em coma, que eu estava morto, que eu era apenas mais um que não suportou a transformação, durante o meu coma eu sonhava com uma mulher que eu nunca havia encontrado antes era linda cabelos pretos lisos e médios olhos azuis mais azul que o próprio oceano, eu não estendia oque ela falava, parecia falar uma linguagem desconhecida pra mim ou falava em codigos, mais ela sempre repetia a mesma frase CROATOAM eu admirava a beleza dessa mulher mesmo sendo bem mais novo que ela.

Quando acordei depois de 3 dias acordo com dor em toda parte do meu corpo como se eu estivesse sido esmagado por uma rocha, e cansado de mais para levantar, irônico porque eu dormir durante 3 dias, eu sentia fome, eu grito para ver se algum aparece, quando derrepente minha avó aparece com uma cara que parecia ter visto um fantasma meus cabelos haviam mudado de cor estavam brancos como as nuvens mas com as pontas pretas como as trevas, meus olhos estavam azuis como o céu pela manhã, ela não esperava que eu fosse sobreviver.

Eu decido pergunta para ela oque havia acontecido durante o tempo em que eu fiquei "dormindo" ela responde: muitas coisas aconteceram Miguel seu irmão mais velho veio a falecer devido a uma doença misteriosa.

Eu fiquei arrasado com a notícia da morte de meu irmão, mas havia uma coisa em qual eu havia de perguntar, quem era a mulher em meus sonhos e oque era a palavra que ela tanto dizia ?
Enquanto eu perguntava pra minha avó sobre ela é repetia a a palavra CROATOAM ela me olhava com os olhos tremendo de medo, aonde você ouviu essa palavra? Nunca mais a repita! você está me entendo essa palavra é da linguagem dos demônios um clã que foi morto a muito tempo o próprio Eden ele matou a todos desse clã . Então por que eu vir essa mulher ? Eu não entendo se eles já estão todos mortos porque devemos ter medo, ela parecia precisar de ajuda, e havia uma voz pedindo pra eu encontrar a mulher cuja o nome e um mistério, oque significa isso avó, ela me olhava com o rosto parecendo ter mais perguntas do que resposta, eu falei deixa talvez tenha sido só um sonho bobo pedir ajudar para levantar e fui pegar algo para comer quando me olho no espelho e me surpreendo com o tamanho do meu cabelo é a cor deles, ual eu fiquei mais bonito assim, talvez eu consiga uma namorada agora, enquanto me olhava no espelho eu sentia o mesmo calor de 3 dias atrás mais dessa vez era mais suportável.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...