1. Spirit Fanfics >
  2. O Códice de Magas >
  3. O Códice de Magas, Página 1

História O Códice de Magas - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Boa Leitura
Notas Finais

Capítulo 2 - O Códice de Magas, Página 1


 Em um dia típico de estudos e treinamento, como um desvio da nossa rotina usual, o Magíster Hytham recebeu uma visita em nossa sede em Alexandria. Era uma mulher tensa de expressão estoica, ela parecia estar nos últimos anos de sua quinta década. Entrou no salão com passos leves e sentou-se encabeçando a sala em silêncio por um bom tempo enquanto o Magíster Hytham fazia uma vaga introdução dessa figura desconhecida. Durante seu discurso, a mulher não chegou a lhe dirigir um olhar sequer, mas perscrutou os acólitos sentados diante dela, dentre os quais eu me encontrava.

 

 Quando finalmente o Magíster Hytham deu um passo ao lado, a mulher se pôs de pé e começou com uma afirmação direta:

 

"Se nada é verdade", disse ela, "esta afirmação também deve ser falsa"...

 

 A mulher deixou suas palavras pairando no ar. Depois de um longo e enigmático silêncio, um entusiasmado acólito chamado Magas ofereceu uma resposta:

 

"O próprio Credo é uma ironia. Sugere que o mundo não pode ser esmiuçado em verdades e inverdades, fatos e ficções".

 

"Sim", respondeu a mulher. "O mundo meramente é. Ele existe e nós somos apenas uma pequena parcela de sua totalidade".

 

"Mas existir é ser verdadeiro, não? Algo que existe é algo que chamamos de fato".

 

"Exisir é existir", a mulher contrariou. "Verdades e fatos são estimativas. Ações, não objetos".

 

 Magas ficou em silêncio e a mulher prossegiu.

 

"Se tudo é permitido, quem é que dá a permissão?"

 


              


Notas Finais


O conto é legal, sério mesmo. Quando vocês decifrarem vão ver.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...