1. Spirit Fanfics >
  2. O começo >
  3. Plano - parte llI

História O começo - Capítulo 25


Escrita por:


Capítulo 25 - Plano - parte llI



"Cancelar o plano? Por que, Rogério?" Simone perguntou num tom de indignação.
"Por que eu quero! Só por isso. Precisa de mais?"
"Ô Rogerinho, eu não vou permitir que você cancele esse plano assim do nada. Eu já cheguei aqui no BarraMusic com Renan tem uma hora, deu o maior trabalho pra deixar ele parecido com o Danny, não sei que porra esse desgraçado faz no cabelo pra ficar daquele jeito. Resumindo: Renan tá no meio da pista, vestido com uma regata do nirvana e um short extra curto, a gente já tomou umas cinco doses dessa vodca duvidosa vendida nessa porra de estabelecimento, já fotografei Renan beijando uns 12 caras, e agora o senhor vem querer me falar que o plano subiu no telhado?! Nem fudendo! Não mesmo."
"Pera aí, Simone! Tu disse 12 caras?"
"Sim, 12 caras. E em uma hora"
"O RENAN?!" Não acredito!"
"Já viu Renan de shorts, Rogerinho. Eu honestamente estou invejando esses caras nesse exato momento."
"Mais um motivo pra cancelar essa porra! Renan vai acabar arrumando uma confusão ai!"
"Eu já tirei umas cem fotos, Rogê. O que vier daqui pra frente é lucro. Vô mandar pro palestrinha daqui a pouco."
"NÃO!"
Simone é a última pessoa a se deixar intimidar por Rogerinho, mas o grito do piloto assustou ela dessa vez. Decidiu parar de debater e descobrir o porquê do cancelamento.
 "Rogerinho, pra que você quer cancelar o plano logo agora que ele tá indo tão bem?"
"Porque eu não sei porque a gente tem que ajudar Julinho."
"A gente já discutiu isso várias vezes, chefe. Porque a gente acha que seria legal se os dois ficassem juntos?"
"Eu não acho mais. Prefiro Maurílio com Danny!"
"É O QUE? DO NADA ASSIM?" Simone gritou em surpresa.
"Tu já viu esse rapaz saindo na porrada com alguém, Simone? Já decidi aqui, vou arrumar um emprego pra ele no Sindicato. Julinho se que fique com Amanda se quiser, se não quiser, Foda-se! Não tenho filho barbado. E você tem habilidade pra arrumar coisa melhor, Simone. E se não tiver, fica com Renan que tá livre."
Simone precisou de um tempo para digerir tudo que tinha acabado de ouvir. Depois de uma pausa voltou a falar: " Rogerinho, cê sabe que Danny é baixista, né?"
"Que baixista, Simone? Garoto veio lá do Espírito Santo que nem Maurílio. Tem nada de baixista não. E se fosse também não tinha problema. Errado se ele fosse paulista. Aí eu já não ia permitir que esse tipo de gente chegasse perto do Maurílio."
"Não é baixista da Baixada Fluminense, Rogerinho. Danny é baixista porque ele toca baixo. Danny é músico.'
"MÚSICO?! TINHA UM MÚSICO METIDO DENTRO DO MEU VEÍCULO E VOCÊS NÃO ME AVISARAM NADA, SIMONE?! MAURÍLIO TÁ SAINDO COM UM MÚSICO?! UM MÚSICO?!"
"Calma, Rogerinho!"
"Simone, pega o Renan e leva para a casa do Maurílio. Encontro vocês lá.
Antes que Simone pudesse responder alguma coisa, Rogerinho desligou o telefone. 
"Eita!"  Willie soltou.
'Que foi?" Danny perguntou preocupado.
"Rogerinho acabou de ir em bora."
Danny  se virou e viu a Spinter já bastante distante dali.
"Dan?" Willie chamou e Danny voltou a olhar para o irmão.
'Hum?"
"Como que a gente volta pra casa agora?"
"Vai desabotoando a tua camisa aí, will.'

No caminho até a casa de Maurílio, Simone explicou tudo que tinha acontecido para Renan. Antes de entrarem na casa do cinéfilo, Renan trocou de camisa e desfez o penteado igual ao do Danny, mas não trocou o short. 
"Renan? Simone? O que vocês tão fazendo aqui essa hora?" Maurílio perguntou ao abrir a porta para os dois. 
Renan deu de ombros. "Ordens do Rogerinho.' Simone respondeu.
Dois minutos depois a porta da entrada da casa é aberta por um chute. Rogerinho entra e já agarra Maurílio pela gola da camisa.
"Tu tá metido com músico, porra?!
"Quê? Calma, Rogerinho!"
"CALMA É O CARALHO! TU TÁ NAMORANDO UM MÚSICO, MAURÍLIO? UM MÚSICO?" TU TÁ METIDO COM DROGAS?"
"Rogerinho, tenha calma! Se você me soltar eu posso explicar!"
Rogerinho soltou Maurílio e cruzou os braços.
Maurílio olhou desesperado para Renan e Simone. Um deu de ombros, e a outra fingiu que não estava vendo.
"Anda logo, porra!" Rogerinho ordenou.
"Ok." começou "Em primeiro lugar, eu e Danny não estamos namorando, não é oficial. Em segundo lugar, Danny não tem nada a ver com drogas, Rogerinho. O cara é fracassado demais pra conseguir dinheiro suficiente pra comprar droga."
"'não quero saber! Julinho tava certo o tempo todo de querer acabar com esse teu relacionamento.  Tu vai terminar com esse cara, tá ouvido?!"
"Tô, Rogerinho." Maurílio fez uma pausa, depois se atentou para um detalhe. "Pera aí, Rogerinho, você disse que Maurílio queria acabar com meu relacionamento?
"É."  Depois disso Rogerinho foi em bora. Maurílio SE VIROU PARA OS DOIS QUE SOBRARAM.
"Por que Julinho iria fazer isso comigo?" O tom de voz do cinéfilo era triste.
"Isso o que?" Simone perguntou para desconversar.
"Terminar um relacionamento meu"
"Um não, todos. " Renan respondeu.
"O Olli também, né? Faz sentido." Os olhos de Maurílio marejaram. "Julinho me odeia e eu não sei porque." Completou.
"Ele não te odeia, ele te-" Antes que Renan completasse, Simone interrompeu. "Julinho é espaçoso. Ele só não queria que você trouxesse mais alguém aqui pra casa."
Maurílio não disse nada porque mais uma vez a porta da casa foi aberta num chute. Por instantes todos pensavam que fosse Rogerinho voltando, mas era Amanda. Julinho vinha logo atrás.
"Calma aí, minha flor, eu posso explicar tudo!" O carioca disse, ignorando a presença do outros.
'SOME DA MINHA VIDA, JÚLIO CÉSAR! SOME!" Amanda parou na sala quando percebeu que Maurílio, Simone e Renan estavam lá. Ela se aproximou de Maurílio e o empurrou para cima de Julinho."VAI EM BORA DAQUI E LEVA ESSE IDIOTA JUNTO CONTIGO!" 
“O que é isso, Amanda? Que que tá acontecendo?” Simone perguntou assustada. 
“EU HOJE DESCOBRI TUDO!” 
“Tudo o que?” Maurílio perguntou enquanto se afastava rapidamente dos braços de Julinho.


Notas Finais


Confusão, hein?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...