1. Spirit Fanfics >
  2. O começo >
  3. A festa- parte 1

História O começo - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Olha eu aqui de novo ksksksksksks.

desculpem-me pela demora gente!

boa leitura ;)

Capítulo 3 - A festa- parte 1


Fanfic / Fanfiction O começo - Capítulo 3 - A festa- parte 1

Eu não sabia o que pensar. Não sabia como agir. Não sabia o que falar.

Aquela notícia, querendo ou não, acabou comigo.

Eu tinha desistido de procurar, mas ainda havia esperanças dentro de mim.

E agora foi tudo arrancado.

Suspirei contendo uma lágrima que ameaçava cair, procurando em algum lugar toda aquela alegria de antes.

Era meu dia, minha noite, minha semana. Eu passei na faculdade e é isso que importa agora.

Peguei minhas coisas que estavam em cima da mesa e fui a caminho do restaurante. Haviam muitas mesas para atender, muitos clientes, muitas tarefas. É como eu sempre digo. Esse lugar nunca para. Depois de um longo expediente, deitei em minha cama pensando em tudo o que tinha acontecido hoje. Aprovação na faculdade, notícia que meus pais estão mortos e longas horas trabalhando a todo vapor.

E foi com esses pensamentos que eu adormeci.

 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

Acordei no outro dia me sentindo muito melhor.

Acho que pelo fato de nunca ter tido minha família por perto, a dor de saber que todos estão mortos foi menor.

Fui para o banheiro e tomei um bom banho. Hoje meu expediente é no horário da manhã.

Lembrei-me que prometi a Mia que iria na festa de hoje. Eu precisava me divertir.

Vesti a roupa do trabalho e fui para o carro. Assim que cheguei, já fui atender as mesas, rezando para o tempo passar logo. Essa ideia de festa estava começando a me animar.

 

.

 

Saí do banho com pressa, indo direto ao guarda-roupa e pegando um vestidinho preto rodado, com um salto bege. Depois sequei meus cabelos e fiz baby liss. Na maquiagem, passei uma base, uma sombra preta esfumaçada, rímel, lápis de olho e um batom que dava aparência rosada para meus lábios.

Peguei as chaves do meu carro e coloquei o endereço do local no GPS. O lugar não era muito longe da minha casa. Logo estacionei o carro e fui adentrando no local em busca de Mia, sem deixar de reparar nos detalhes. Era um ambiente descontraído, cheio de pessoas e algumas delas eu já havia visto na faculdade. Havia um lugar de comidas e bebidas, uma pista de dança em que algumas pessoas dançavam uma música animada, tocada por um DJ que estava em um palco improvisado e um espaço com algumas mesas. Fui até o lugar das bebidas e peguei um refrigerante, sendo tocada logo em seguida no ombro. Imaginando ser a Mia, me virei no mesmo instante, encontrando nada mais, nada menos, do que o Matheus, o menino do qual Mia vivia dizendo ter uma queda por mim.

- Oi Karoline, que surpresa ver você por aqui! – Ele falou em um tom gentil

-Ah... oi Matheus, bom ver você- eu disse retribuindo o sorriso a ele para parecer gentil

-Está sozinha? Tenho uma mesa com alguns amigos meus, quer vir comigo? - Eu nunca tinha dado ouvidos para Mia, sempre achei que as coisas que me dizia sobre Matheus, eram simples paranoias criadas por ela, mas, ali, em um pequeno momento, acreditei no que ela sempre dizia, só de olhar para a expressão esperançosa que ele me fazia.

Em certo momento, parei para pensar sobre como eu estava levando a vida de uma maneira muito séria, sempre cobrando muito de mim mesma, sempre afastada das pessoas ao meu redor. O que eu tinha a perder se eu mudasse um pouco minha maneira de lidar com as coisas? Socializar com as pessoas, me faria mal?

Olhei para o rosto de Matheus, agora um tanto impaciente e já soube o que eu deveria fazer. A partir dalí, eu iria mudar um pouco as rédeas da minha vida.

- Claro, seria um prazer! – Eu disse sem nem hesitar.

O homem a minha frente pareceu satisfeito com minha resposta e logo saiu me levanto entre as pessoas, até uma mesa onde tinham seis pessoas, dentre elas, um casal que trocavam carícias, uma menina ruiva e três meninos de cabelos pretos que, quando me viram, passaram a me encarar.

- Então você é a famosa Karoline – Disse um deles.

-Oi...sou sim- eu disse lutando não parecer tímida e falhando miseravelmente, já que agora, todos da mesa e o próprio Matheus me encaravam.

- Esse que acabou de falar com você, é o Taylor, a direita dele, está o Marcus, e a esquerda, o Eduardo. O casal são, Mariana e Luige e a ruiva é a Bianca. – Matheus foi apontando para os amigos, indicando cada um.

Sorri para todos eles, que imediatamente devolveram o sorriso.

Ficamos conversando por bastante tempo. Descobri que Bianca era irmã de Taylor e que Matheus e Eduardo eram primos de segundo grau. Mariana e Luige haviam se conhecido na faculdade de direito e com o tempo, desenvolveram um romance. Matheus e Taylor também cursavam letras, assim como eu e Mia.  Bianca estava ali para comemorar junto a Matheus e ao irmão que também foram aprovados no trabalho final, uma vez que era a mais nova do grupo, cursando o terceiro ano do ensino médio ainda. Marcus, cursava medicina e ainda estava no segundo ano de faculdade.

Sem perceber, fiquei olhando para cada um e vendo como eles eram unidos e se divertiam juntos. Meus olhos saíram deles e percorreram o ambiente da festa, parando na figura de um homem que estava distante e me encarava com uma expressão séria. Seus cabelos loiros e olhos azuis contrastavam com os fios pretos das muitas pessoas do local. Meus pensamentos foram interrompidos por uma figura feminina que gritava meu nome, querendo a minha atenção. Virei para o lado imediatamente e vi Mia me chamando para darmos uma volta. Cumprimentei- a e despedi-me de todos da mesa para logo após, seguir meu caminho em direção ao lugar das bebidas com minha amiga.

Eu nem ao menos percebi quando olhei em direção aonde estava o loiro, enquanto eu caminhava até o “mini bar”.

E tudo que eu encontrei, foi nada mais, nada menos, do que uma mesa completamente vazia.

 

 


Notas Finais


espero que tenham gostado!

XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...