1. Spirit Fanfics >
  2. O começo de uma lua nova >
  3. Talvez você esteja certa...

História O começo de uma lua nova - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Pessoal nesse Cap eu tentei mostrar o lado de Bella que não foi corrompido por seu pai ou seu passado, então não acho estranho as ações de Bella, porque ainda tem muita coisa pela frente, bjs

Capítulo 6 - Talvez você esteja certa...


- Bella!! - O grito de felicidade de Edward fez com que todos presentes ali na sala reparassem na presença da humana, menos Alice que já olhava para Bella desde que ouviu o som de sua Picape.

O garoto se levantou e deu um abraço em Bella que fez Esme ficar tensa com medo daquele contato com um humano, porém ela se soltou novamente quando viu que Bella sorria junto a seu filho.

Ele a deixou no chão novamente e logo depois Emmett veio para dar um abraço a Bella que ficou com a cabeca em seu peito graças às alturas diferentes.

Porém sua atenção não estava nos garotos, e sim nós olhos doloridos de cor dourada virado para longe de si sentado no sofá.

- Não vai vir me dar um abraço? - Ela mesma se impressionou com a sua atitude, porém não ligou quando o sorriso que fazia todos ficaram a mercê de suas vontades apareceu nós lábios de Alice.

A mulher se levantou e caminhou como uma bailarina até Bella, rodando seus braços em torno de sua cintura e deixando sua cabeça no ombro desnudo quente, contendo um suspiro ao ouvir tão de perto o som de sua pulsação e o cheiro que fazia sua garganta queimar.

- Bella querida, fico feliz que tenha voltado - Esme se levantou quando viu o desconforto de Alice para receber Bella.

A humana nao tinha tanta intimidade com Esme e nem Carlisle, então apenas se contentou com um abraço curto.

- Digamos que eu devia desculpa a cada um de vocês e não poderia simplismente sumir sem dizer nada - Ela colocou as mãos envergonhada no bolso de trás da calça sorrindo fechado.

- Saiba que é muito bem vinda aqui a qualquer hora Bella - Agora a voz era grossa e angelical, Carlisle.

Eles se cumprimentaram com um aceno de cabeças e logo Edward estava mudamos a humana para jogarem vídeo game juntos.

- Edward - Alice fingiu uma tosse chamando o irmão que a olhou confusa, então recebeu seu olhar vacilando entre ele e Bella e logo entendeu.

- Eh Bella, eu tinha prometido jogar com o Emmett primeiro tudo bem? - Ele perguntou a garota que apenas concordou e iria se sentar no sofá cinza claro macio se não fosse por Rosalie.

- Eu acho que a gente ainda tem algumas coisas para resolver, vamos subir - BELLA tremeu quando sentiu a mão fria de Alice contra a sua, a levando até as escadas para o quarto, agora arrumado, dela.

Qualquer um poderia dizer que ninguém dormia ali, porém os Cullen sabiam exatamente o estrago que havia ficado o quarto que era impecável.

- Bella eu queria me desculpar - Antes de Alice continuar, Bella interrompeu com uma careta de desgosto.

- PorFavor Alice, Rosalie já me contou e pediu desculpas, não alonga isso mais do que já tá - Bella odiava toda essa enrolação para fazer ou pedir algo, ela gostava das coisas diretas e simples.

- Então tá tudo bem agora? - Se aproximou de Bella se sentando no colchao, Rosalie apenas ficava apoiada na porta trancada observando.

- Tirando o fato de que vocês simplismente sumiram por duas semanas, é, tá tudo bem - Um silêncio foi instalado no quarto escuro iluminado somente pela luz de fora da casa que batia na janela de seu quarto.

Bella olhou curiosa para a prateleira que ela não tinha prestado muita atençao da última vez, e em meio às várias cores dos CDs aleatórios, ela viu a capa azul com uma pessoa na frente conhecendo perfeitamente o álbum e a música que continha ali.

- Parece que alguém tem bom gosto para musica - Bella foi andamos lentamente até a prateleira e pegou devagar o CDs com a música e o cantor escrito - Freddie Mercury, Bohemian Raphsody, você não parece gostar desse tipo de música - Ela provocou enquanto balançava o CD em mãos.

- E você tambem não parece o tipo de pessoa que tem como diversão pular de um penhasco - Alfinetou Rosalie trazendo a atenção da humana para si que sorriu divertida.

- É eu mereci, posso? - Ela perguntou quanto se aproximava do aparelho de toca musica.

- Fique a vontade - Bella abriu a tampa que o impedia de colocar o CD e o encaixou ali jogando logo ouvindo as vozes primeira a aparecerem.

Um sorriso surgiu no rosto de Bella ao ouvir as primeiras notas do piano fazendo Rosalie sorrir também é Alice olhar curiosa para saber quais seriam as próximas ações da garota.

Ela se aproximou de Alice e estendeu a mão para a mesma.

- Me concede essa dança? - Perguntou fazendo uma cara seria, Alice segurou o riso e também fez uma pose seria.

- Claro que sim - Ela se levantou segurando no ombro de Bella que pôs sua mão na cintura da mesma.

Rosalie apenas observava tudo com um sorriso no rosto, não conseguindo sentir ciúmes das duas presenças ali.

Bella e Alice balançavam lentamente ao som da música com os corpos colados, e nenhuma das duas queria quebrar o contato.

Por mais que a dança estivesse muito boa, a parte mais animada da música começou e Bella se afastou de Alice devagar com os olhos fechados.

I see a little silhouetto of a man, scaramouche, scaramouche, will you do the Fandango? - Ela começou a cantar baixinho fazendo Alice soltar uma risada baixa.

Bella balançava a cabeça no ritmo da música e se virou para Rosalie andando até ela cantando sem som a música.

Oh, mama mia, mama mia, mama mia, let me go - Seu nariz se entregou quando ela voltou a cantar a música agora pulando bem levemente no chão do quarto.

Bella não senti vergonha de fazer aquilo na frente das duas, na verdade se sentiu a quase tão segura quanto com Jacob, Seth e Leah.

O solo de guitarra soou e ela saiu pulando pelo quarto como se estivesse sozinha cantando a música aos 4 ventos sorrindo e as vezes apontando para uma das duas mulheres que apenas sorriam aproveitando o show.

Bella se sentia livre com outras pessoa como a muito tempo não se sentia além de quando estava com os quileutes, e daquela vez ela decidiu não ter medo, e sim seguir os conselhos de Jacob.

- E oque você sente quando tá com os Cullen? - Os dois amigos estavam sentados no pé da areia conversando sobre os novos amigos de Bella.

- Bom, tirando Jasper eu gosto deles, Edward e Emmett sao muito legal comigo,  e nao, eles nunca vão te substituir - Ela já avisou sabendo que Jack provavelmente ficaria com ciúmes desnecessário.

- Eu sei que não, porém não é deles que eu estou falando Bella - Ela suspirou olhando para a areia pomposa em baixo de si - Você me deixou entrar na sua vida, porém você também tem que deixar os outros entrarem, precisa deixar sua porta aberta Bella, para as pessoas saírem e entrarem, mas eu nao estou falando para deixar qualquer um se tornar importante, eu tô te dizendo para dar uma chance para as pessoas, algumas podem acabar te impressionando...

E era exatamente isso que estava acontecendo com Bella naquele momento, a família Cullen entrou na porta da vida de Bella, e não doeu nem mesmo machucou como ela tinha pensado, na verdade tinha sido ótimo, principalmente Rosalie e Alice.

(Talking to the Moon - Bruno Mars)

- Posso entrar? - Batidas na porta foram ouvidas assim que as risadas cessaram.

- Claro - Carlisle abriu devagar a porta vendo Bella com o cabelo bagunçado e o rosto vermelho, Alice sentada no colchao sorrindo até para o vento e Rosalie com um brilho nos olhos.

- É, seu pai me ligou e ele quer falar com você - E então toda aquela aura feliz e tranquila foi substituída quando o sorriso de Bella sumiu, sua postura ficou rígida e sua mandíbula trincou a fim de não perder o controle.

- Claro, eu já volto - Ela avisou saindo do quarto sorrindo para Carlisle, e pegou o telefone em mãos.

- Pode ir no meu escritório - Ele sussurrou e ela agradeceu junto.

No caminho que era pequeno, Bella sentiu toda a felicidade de alguns segundos atrás se dissipar em uma velocidade impressionante, Jacob estava certo sobre existirem pessoas que podem te impressionar, mas nem sempre de uma forma boa.

Assim que fé vou a porta do escritório calmo com luz baixa o celular tocou revelando o número de Charlie, com as mãos tremendo ela atendeu.

- Oque você quer Charlie? - Respondeu curta e grossa como sempre era.

- Eu quero saber onde você se meteu o dia todo, liguei para o Jacob e ele disse que não sabia onde você tava - Sua voz tentava sair calma porém a raiva era presente em cada palavra.

- Eu não preciso te dar satisfação de nada, além do mais pelo que eu saiba voce nem se importa não é? - Ela parou de falar assim que juntou as peças - Ah, já entendi, nao Charlie, eu não tô com alguma garota vadiando por  e quer saber, mas pode ter certeza que da próxima vez que você quiser saber onde eu tô eu vou tá numa cama de um motel fudendo com uma garota para sua satisfação - Suas últimas palavras saíram entredentes susurradas para que os outros não ouvissem, porém naquela casa isso não fazia muita diferença.

- Olha bem como fala comigo, agora sei porque sua mãe se matou, ninguém aguenta alguém como você, agora também sei porque tá sempre sozinha - Lágrimas indiscutivelmente brotaram em seus olhos com as palavras.

- Vai se ferrar - Ela desligou o celular sem força nas pernas escorregando pela porta de madeira.

- Bella? - Ela ouviu uma voz mas não deu atenção cobrindo o rosto com as mãos.

O corpo gelado a abraçou ali mesmo e ela logo percebeu ser Alice.

Ela abraçou o corpo ainda mais forte lutando contra si mesma para não cravar as unhas nas costas de Alice a fim de colocar aquela dor em algum lugar.

- Eu tô aqui calma - Ela fazia carinho reconfortantes pelas costas de Bella sentindo seu coração partir ao ver a pessoa que era apaixonada, agora oficialmente, chorando.

- Eu posso dormir aqui hoje? - Ela perguntou com a voz baixa e embargada.

- Claro que pode pequena - Pelo apelido Bella olhou para cima e viu Rosalie abaixada ao seu lado, tocando sua mão as entrelaçando.

Bella sentiu um livramento de mais uma de suas correntes do passado, a corrente do amor.

Ela tinha admitido para si mesma que amava aquelas duas garotas, naquele momento, e não ligava para o seu pai e nem ninguém, ela nao ligava para seu passado e nem com o seu futuro, com tanto que pudesse ficar ali, com as duas daquele jeito.

Todo o clima fofo foi quebrado por um som de ronco que saiu da barriga de Bella fazendo as três rirem.

- Eu acho que preciso comer - Ela faliu se soltando do abraço e se levantando junto às vampiras.

- Você acha? - Zombou Rosalie secando o rosto molhado de Bella.

- A gente já comeu porém podemos fazer alguma coisa se você quiser - Propôs Alice.

- Tudo bem, porém nada muito extravagante porfavor - Ela pediu já sabendo que as duas não eram do tipo simplistas.

- Ok então - Alice ofereceu a mão para Bella que aceitou de bom grado sneod guiada por Rose até a cozinhar branca iluminada.

Quando Bella se lembrou de alho sua barriga roncou com ainda mais força.

- A quanto tempo você não come Bella? - Zombou Rosalie pegando ovos na geladeira.

- Eu tive uma ideia, e se pedirmos lanche? Eu tô com muita vontade de comer lanche, porém Jack me mataria se soubesse - A loira fixou meio triste por saber que não cozinheira para Bella, porém logo correu para o seu lado curiosa - Eu conto para vocês depois que eu comer, se não eu juro que vou acabar chorando - Alice riu do desespero da garota e Bella apenas soltou a mão d de cabelos repicados agora um pouco mais longos, bem pouco, para dá-lhe um aviso - Alice, minha mochila tá lá na picape, você pega ela pra mim? - Ela perguntou jogando a chave para Alice que correu humanamente para pegar a mochila de Bella.

Já Rosalie foi junto a ela para o quarto de Alice, alguns segundos depous Alice apareceu.

- Valeu - Ela agradeceu abrindo a bolsa e tirando do zíper menor seu celular.

Ela digitou algumas coisas e logo depois gemeu frustrada.

- Eles não entregam aqui pedidos aqui - Ela Ralhou desligando o celular porém logo depois o ligando rapidamente apenas para ligar para alguém.

- Bella porque tá me ligando sendo que estamos na mesma casa? - As duas vampiras fingiram não ouvir. a voz de Edward do outro lado do telefone.

- Edward é o seguinte, se você ir até a minha casa daqui 30 minutos para pegar uma coisa para mim eu te ajudo a passar a fase do chefão que você tava reclamando semana passada - Um silêncio foi ouvido e logo depois Bella sorriu - Obrigada, eu te aviso quando chegar, ok tchau - Ela desligou o celular se virando para as duas garotas indo na direção da cama e sentando no meio.

- Conseguiu um entregador particular para você? - Perguntou Alice com um sorriso de lado.

- Sei bem como ter as pessoas a meu mercê - Ela brincou piscando um olho.

No meio daquele silêncio Bella bufou e se jogou na cama se deitando.

- Alice, onde você vai dormir? - BELLA perguntou já que Jasper não aparecia na casa dos Cullen a um tempo.

- Aqui nao é óbvio? - Respondeu indiferente fazendo Rosalie a olhar com talvez, inveja?

- Só quero avisar que eu chuto de noite - Ela brincou meio grogue devido a fome.

- Que tal dormimos as três aqui? Tipo uma noite das garotas? - Perguntou Alice quando viu a expressão triste no rosto de Rosalie, que se iluminou logo de imediato.

- Noite das garotas? Nunca participei de uma - Bella falou curiosa com a ideia de ter mais uma nova fase em sua vida - Eu nunca tive amizade com nenhuma outra garota a não ser Leah, e agora vocês - Rosalie sentiu seu coração se apertar com a palavra amizade.

- Porque?

- Bom, a maioria das garotas de Phoenix onde eu estudava não gostava de mim já que de acordo com elas eu era uma puta que roubava o namorado dos outros, que ironia - BELLA zombou por me tinha um pingo de raiva em sua voz - E eu tambem não gostava delas, elas exalavam desespero e falsidade, vocês nao, vocês têm todos aos seus pés e mesmo assim nao são babacas - Ela sorriu para as duas se sentando.

- Não acho que temos todos aos nosso pés Bella - Contradiotou Rosalie sorrindo devagar.

- AH tem sim, e eu sou a prova disso, as famosas Cullen fizeram a famosa Swan conhecida por ser anti-social ficar perto delas por vontade própria, voces deveriam receber um prêmio - As narinas de Bella inflaram ao sentir o cheiro salgado e forte de lanche no andar de baixo, sua barriga roncou agora quase como se estivesse em preliminares esperando pelo portão principal.

A porta foi aberta e Edward apareceu com uma sacola em mãos sorrindo torto de seu geito único.

Bella saltou da cama correndo e pagando o lanche iguinorando totalmente Edward.

- Denada - Zombou ele ao ver o desespero da garota.

- Obrigada Edward você é um anjo, por me eu te agradeço melhor quando terminar de comer tchau - Ela fechou a porta na cara do rapaz que apenas riu baixinho e se dirigiu novamente a sala.

Bella ligou a luz ao lado da porta e abriu a sacola de papelão pegando a pequena a caixa de isopor que continha o lanche.

Para as vampiras aquele cheiro não era nem um pouco apetitoso, mas para Bella era como água depois de semanas no deserto.

- Querem? - Ela ofereceu e as duas negaram.

Ela se sentou na cama afobada e abriu o plástico revelando o grande lanche que continha um hambúrguer, ovo, alface, maionese, tomate, presunto, queijo e cheddar.

As duas garotas pensaram que o grande lanche não caberia na boca de Bella porém se surpreenderam com a facilidade que a humana teve de dar uma grandiosidade sujando a boca de maionese fazendo Alice segurar o riso ao ver  ver fofa.

Bella revirou os olhos e gemeu de prazer ao sentir o gosto do lanche armazenando a cabeça para trás fazendo Rosalie virar o rosto e se recompor pela cena que cobriu sua mente.

- Não contem isso ao Jacob - Ao ver os olhos curiosos ela logo se lembrou da promessa que tinha feito - Eu morei com o Jacob por 1 ano, e nesse tempo nosso passatempo era fazer atividades radicais, como pular do penhasco, e então acabou que isso fortaleceu meu corpo facilmente e não dois entramos em uma dieta, com isso sneod proibido lanche ou coisas gordurosas em dia de semana - Ela terminou de falar e logo abocanhou novamente o lanche.

- Não acho que um lanche de vez em quando vá mudar seu corpo perfeito - Disse Alice como se aquilo fosse besteira já que o corpo de Bella era completamente lindo.

- Não é sobre mudar o corpo, e sim sobre quem de nós dois vai perder primeiro, eu sei que ele também já perdeu, por me enquanto nenhum de nós conseguir provar, o jogo continua - É então voltou a comer.

---

O lanche acabou mais rápido do que Bella tinha pensado, porém estava completamente satisfeita, só que junto com a satisfação veio o sono.

- E então, oque se faz me uma noite das garotas? - Perguntou Bella apoiando as costas na parede branca atrás de si?.

- Bom, que tal vermos um filme? Tem um que eu quero muito ver porém ainda não assisti - Rosalie falou se aproximando lentamente de Bella ficando sentada ao seu lado.

- Com tanto que não seje romance - Ela disse.

- Na verdade é um terror, o nome é O segredo da cabana - Alice retirou seu sapato de seus pés e se juntou s duas mulheres ficando igual a Bella.

- Nao quer por uma roupa mais confortável? - Perguntou Alice vendo que Bella ficava soltando a barra de seu jeans repetidamente - Tem um short de moletom no banheiro em cima da pia, pode pegar é meu - Ela agradeceu e se levantou indo até a porta do quarto, enquanto isso Rosalie ligava a TV e colocava na Netflix encontrando o filme na sua lista.

Logo depois Bella voltou com sua camisa cinza cobrindo o short e uma parte de suas coxas, ela se deitou no meio das duas vendo a capa do filme.

- AH eu conheço esse filme o Seth me chamou para ver quando lançou porém eu acabei amarelando, filme de terror sao meu ponto fraco - Bella sentiu como se um ar-condicionado estivesse ligado bem o seu lado graças aos corpos frios das vampiras tremendo rapidamente.

- Tá com frio? - Perguntou Rosalie pruecupada.

- Não tá tudo bem, eu gosto do frio - Ela sorriu e então o filme começou.

Nos primeiros minutos de filme Bella já no se encontrava mais acordada, por me a atenção de Rosalie era tanta que acabou percebendo somente quando Bella se encolheu de frio e se deitou na cama virada para o lado de Alice.

Rosalie puxou o edredom para cima das três cobrindo Bella até o peito e se perguntando se seria invasiva demais se deitasse também.

- Ela não vai achar estranho - Avisou Alice olhando para Bella enquanto fazia carinho em sua cabeça.

- Como você? - Ela apenas desistiu de achar um razão e hesitante se deitou ao lado de Bella travando quando a garota se virou e a abraçou fortemente, se ela fosse humana com certeza seu coração estaria tão rápido e forte sendo possível que qualquer um ali perto pudesse ouvir.

- Eu avisei - Alice falou olhando diferente para Rosalie que apenas se concentrava em todas as emoções que invadiam seu corpo - Isso vai dar certo Rosalie - Ela se aproximou e deixou um beijo nós lábios de Rosalie e um na testa de Bella se deitando junto ao corpo quente de Bella fechando os olhos.

- Talvez você esteja certa...








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...