1. Spirit Fanfics >
  2. O começo de uma nova história >
  3. War - Part 1

História O começo de uma nova história - Capítulo 27


Escrita por:


Capítulo 27 - War - Part 1


Fanfic / Fanfiction O começo de uma nova história - Capítulo 27 - War - Part 1

Depois da noite surpreendente de Po e Tigresa, o dia da batalha chega. E todos se poem de pé, e começam a se aprontar para a viagem. Os aldeões se juntaram no vale, para saudar os guerreiros que irão viajar para a Capital. Todos vão gritando como uma torcida de um time, pelos seus heróis. Lá vão indo, dois exércitos, um dos pandas e outro de Tigres. Cada um com sua qualidade, prontos para irem em prol da China. 

Passado os caminhos habituais, que Po e s cinco sempre passaram, a conversa começou de formas interessantes, nesse grupo. Claro que os alunos de Po não deixariam à mestre favorita em silêncio, vulgo Tigresa. 

- Tigresa!! Eu estou tão em ver você!! Vai lutar do nosso lado outra vez!! Aii!! Isso é demais!! - fala Nu Hai, muito feliz. 

- Hum.. isso é show de bola, não acha? - fala Tigresa, para a pequena panda, lançando um sorriso, pois, ela sabe que era uma frase de efeito do Po, e o mesmo panda, observava a conversa. - E você Po, como é poder lutar ao lado da mestre favorita? - pergunta Tigresa, debochada. 

- Ann.. eu acho show de bola!! Será ainda melhor, se no final de tudo, essa mestre não nos abandonar indo para longe. - Fala o Panda, encaixando a carapuça em Tigresa, e como a felina, nota as coisas fácil. 

- Olha Po, isso eu acho que ela não promete, mas, como o destino é quem manda, vou deixar em aberto. - Responde Tigresa, e depois rindo pela reação do Panda. Ela nunca o tinha visto daquela forma. Estava com os olhos arregalados ao máximo e seu olhar triste e a boca entreaberta. 

Po não compreendeu o porquê da risada, mas, logo ele esquece, com a presença de um barco, boiando num lago próximo à capital, que um dia ele dormiu com os seus mestres favoritos. Como o grupo era grande demais, eles tiveram que separar várias viagens com o mesmo barco ida e volta, para pegar todo mundo. 

Foi cansativo, mas, logo, todo mundo chega em terra firme, na Capital. Então Tigresa reúne todo mundo com Po. Com Tigresa, Po e todos na roda, eles colocam o plano para todos. 

{PLANO}

Nós teremos três grupos basimente. Um grupo irá apoiar o imperador Tigre para convencer o povo contra Booling. O segundo grupo cuidará do perímetro e vão analisar o campo, para que os outros lutem com Booling precisar se preocupar com ameaças vindas de fora. Caso o terceiro grupo, que são os que vão lutar, forem derrotados, o Segundo ajudará. 

O primeiro grupo: Imperador, Imperatriz, um grupo de dez tigres da aldeia de Tigresa. 

O Segundo grupo: O exército de Pandas do Chi, com os outros Tigres que também lutarão com seu Chi. 

O último grupo: Dragão Guerreiro, os Quatro furiosos, Boi toró, Crocodilo, Os três guerreiros do Horizonte, as três constelações, alguns tigres e alguns Pandas e Tigresa, mais forte do que nunca. (Escrito por Po no pergaminho). 

Agora era o momento decisivo, todos estavam relaxando seus músculos, corações, antes de irem à guerra. Estavam se preparando mentalmente. E Tigresa olhou nos olhos de Po e disse:

- Po, se um de nós deixar esse mundo hoje, quero que saiba que sempre... foi uma honra lutar do seu lado. - Fala Tigresa, olhando para Po, triste, pois sente medo de que ele morra. 

- Tigresa, a honra é minha. Você é incrível e sempre será para mim. Bom, se eu morrer, eu voltarei, já morri uma vez lembra? - Fala Po, brincando com Tigresa. 

Ela não gostou muito da brincadeira, porque morte de alguém que ela se importa é algo sério para ela. Só o fato de cogitar a ideia de Po morrer, ela se sente acabada e com as pernas bambas. 

Mas então, como planejado, eles esperaram uns minutos, quando o céu começou a escurecer, um pouco depois do pôr-do-sol.

 O Imperador junto com Seu grupo parte em direção à aldeia, dando início à ação. O grupo de Pandas, junto com Li Shan, vão cuidando da região ali, para que os outros sigam para os portões do Palácio tranquilamente. 

Mas, então eles conseguem chegar no topo. Na entrada, eles derrubam os guardas de Booling, que eram dois ursos. Mas quando eles abrem o portão, eles levam um susto. Lá estava Booling, sentado numa poltrona, como quem aguarda alguém atrasado numa festa. Ele tinha desenterrado o antigo mestre de Kung fu, Rino Trovão, e Estava brincando com o crânio dele, em frente à eles.

- Ora, ora, ora!! Estava ansioso para ver vocês aqui. Preparei uma mesa para vocês, com crânios dos antigos mestres de Kung fu da China. Querem se juntar à exposição? - Pergunta Booling Sadicamente. 

- Esse é o crânio do mestre Rino. Você vai pagar por isso. - diz Po, em posição de batalha.

- Isso é uma desonra com nosso amigo, devolva, Sua peste!! - grita,  Mestre Boi Toró.

- Hum.. Boi!! Estou imensamente feliz em saber que me traiu. Vou arrancar seu crânio hoje mesmo do seu corpo e pendurar como um troféu na minha varanda. - responde Booling. 

- É o que veremos!! - Diz o Boi. 

- Já chega de conversa eu estou com presa. Companheiros!! - Se referindo aos ursos - Mostrem à eles o poder dos YANGHOSH Natsodak's. Ataquem e se não puderem os capturar matem esses desgraçados. - Fala Booling, enquanto sente-se em sua poltrona. Para Booling, seu exercíto é sempre será superior .

Então, Po e Tigresa gritam aos seus guerreiros para atacarem. A batalha em fim começou. Po para mostrar seu poder, ele se transforma em um Dragão novamente e abre uma cratera no chão com o seu Chi, recebendo a atenção de Tigresa. 

- Exibido!! - Fala A felina, piscando  para  ele. 

A guerra estava parecendo mais um festival de fogos de artifício. Os Chi das três constelações, dos pandas brilhavam contra os inimigos. E quem tinha o Chi verde eram os ursos, segundo a lenda, é a coloração daqueles que roubam a energia de outros. E tudo ficou interessante, Po com a agilidade de seu corpo de Dragão, ele derruba muitos ursos de uma vez, seu golpe dos fúrias dos pés, deixavam os rostos deles marcados pela força dos chutes. 

Mas o exército dos ursos era imenso, chegava à cem, fora os que estavam acampando do outro lado da China, cerca de oitenta. Se fossem apenas soldados, mas são mestres do Chi, e isso faz com que sejam muito poderosos. 

E com Tigresa estava tudo indo como sempre bem, ela quebrava uns maxilares com um golpe e chutava três e até cinco de uma vez usando seu Chi aprimorado. O protocolo dos mestres impedia que os mesmos matassem, embora os ursos estavam ali para matar. 

A batalha estava chata para Booling, e começou a notar que de cem guerreiros do seu exercíto, estavam apenas sessenta guerreiros em combate, os outros estavam apagados num canto. O que é um numero amedrontador para alguém tão convencido. 

Booling se levanta da Cadeia, usando um capa dourada,  ele tira sua capa, ficando apenas com sua calça, e ele parte para o ataque. De fato, Booling tinha muito controle do seu Chi. Ele parte em cima dos pandas, companheiros de Po, e bate em uns dez de uma vez, deixando os inconscientes e sangrando. E vai batendo em muitos outros, como alguns tigres. Até que ele se depara com Vhier, que estava junto ali. 

- Hum !! Mestre Tigresa!! Você me lembra o imperador!! Vou matar você e ele hoje. Fazer um tapete de pele de Tigre, vai ficar perfeito na entrada. - Diz Booling, indo onde Tigresa estava.

- Pra fazer isso, vai ter que passar por mim primeiro.  - Fala Vhier, indo na direção de Booling. 

Booling, admira a convicção do Tigre, mas derrota com facilidade. Ele rapidamente deita Vhier de bruços no chão, e tira uma lâmina, semelhante à usada por Lord Shen, e encrava-lhe pelas costas o transpassando. 

- Eu disse que não estava aqui de brincadeira. Eu vim para pegar mais crânios. - Ameaça Booling. 

Quanto Tigresa viu o que aconteceu com o Vhier, ela se sentiu horrivelmente triste e foi correndo até ele. 

- VHIER!! - gritou ela, tão alto que Po, foi ver o que tinha acontecido. - Não consigo acreditar. Você tentou me ajudar? - Pergunta a Felina se afastando do conflito com ele,  agachada, para poder ouvi -lo. 

- Tigresa!! Pelo trovão!! Booling empunhalou ele? - o Panda estava chocado, nunca tinha visto algo assim, alguém quase morto. E com sangue jorrando com numa fonte. -  Eu vou  pedir a ajuda da Jing. 

Quando Jing veio ali, ela usou seu Chi, para tentar cura-lo, mas não estava funcionando. Ela sentiu, pelo seu Chi, o Tigre branco, o verdadeiro dono,  lhe mostrou que a maior ferida que ele tinha era no coração, seus sentimentos. Quando era assim era difícil curar a energia vital.

Até que o Tigre, Vhier encarou Tigresa por um momento, ensanguentado como estava, ele diz: 

- Tigresa!! Eu amei você!! Eu amo ainda!! E não tenho vergonha de assumir meu sentimento. Eu sei que você ama outra pessoa. Mas não tenha vergonha dos seus sentimentos. EU..sempree amarei Você...- Fala suas últimas palavras, e depois ele morre, deixando Tigresa chorando em cima dele. 

- Tigresa a batalha tá rolando. Estamos sofrendo mais baixas olha. Precisamos de você. - Fala Po, chamando a Felina. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...