1. Spirit Fanfics >
  2. O Conde De Monte Cristo >
  3. Lembranças

História O Conde De Monte Cristo - Capítulo 3


Escrita por: ExoMyPromise

Notas do Autor


Olá Bolinhos ❤️
Musica do Capítulo nas notas finais !
Boa leitura ❤️

Capítulo 3 - Lembranças


Fanfic / Fanfiction O Conde De Monte Cristo - Capítulo 3 - Lembranças

                                                                                                                     Monte Cristo-Norte da Itália 

o corpo sem vida ao chão quando sacio minha cede de sangue fresco. Me levanto e olho pela última vez o cadáver sem cor. Limpo minha boca, que contém vestígios de sangue, e começo a andar em direção a floreta que havia ali perto. Dentro de alguns minutos avisto a entrada do meu castelo e sorrio. Finalmente poderei descansar um pouco. 
Ao entrar, já encontro todos sentados à mesa conversando, e quando me veem sorriem e levantam a taça com sangue fresco.

- Finalmente chegou, demorou hoje.

- Quis permanecer mais tempo o possível longe de vocês.

- Tão delicado, como sempre. Ignore-o Hyuna, mal humor. 

- Dá para você calar a boca Chanyeol, está me irritando.

Sentei a mesa e suspirei, logo meu criado chegou ao meu lado. 

- Conde Kim, os convites para o baile já estão prontos, poderei começar a entrega amanhã mesmo.

- Ótimo Sehun, pode começa. 

Ele assentiu e se retirou. Me levantei e fui em direção ao meu escritório. Entrei e sentei em minha cadeira, que ficava de frente para a janela. A lua está linda, iluminando toda a floresta escura aos arredores do castelo. Me levanto e vou até a estante, aonde ficam algumas bebidas. Pego uma taça e coloco um pouco de vinho, logo volto ao meu lugar, observando a paisagem. Depois de alguns minutos, sinto duas mãos pelos meus ombros, fazendo uma leve massagem. Já imagino quem seja. Logo ela senta em meu colo sorrindo.

- Está tão tenso Kai, não quer relaxar um pouco ? 

Ele começa a beijar meu pescoço e puxar meus cabelos da nuca, passando de leve suas presas pela minha mandíbula. A afastei e olhei para seus olhos, que estavam começando a ficarem vermelhos.

- Não estou com vontade hoje, vá para seu quarto.

- Mas Kai, não seja mal, a noite esta tão linda, não acha ?

- Você está se iludindo. Hyuna, não somos nada um do outro.

- Eu sei que você me ama, não negue isso a si mesmo.

- Hyuna, eu já falei, saia.

- Por favor, meu conde, me faça sua.

 Ela tornou a me beijar, e eu acabei retribuindo. A peguei no colo e a levei para meu quarto, jogando-a na cama. A noite foi regada de gemidos e suspiros, abafados pelas paredes do castelo. 

❤️✨

Acordei e logo vi o corpo descoberto de Hyuna. Suspirei, olhando o relógio, eram quatro e meia da madrugada. Me levantei, colocando meu robe, que estava em meu divã. Desci as escadas e segui até a cozinha, encontrando Chanyeol comendo algumas uvas. 

- Você fez outra vez.

- Não precisa falar nada, estou consciente da burrada que fiz.

- Você fala que não gosta dela, mas sempre acabam na cama.

- Eu não gosto, meu coração só pertence a ele e a mais ninguém. 

Ele concordou e foi até a dispensa, que tinha algumas bebidas, e colocou uma pequena taça de vinho para nós dois, me entregando e sentando perto a mim.

- Já faz tanto tempo Jongin, ainda não tirou essa ideia da cabeça de o encontrar ? 

- Eu vou o encontrar, eu estou sentindo isso mais do que nunca esses dias, não vou desistir.

- Como estão os preparativos para o baile ? 

- Já estão quase finalizados. 

- Ótimo, menos um problema para me atormentar. 
Coloquei a taça em cima da mesa, me despedi dele e fui para o meu quarto. Fechei a porta e a acordei, expulsando-a de meu quarto. 

- Levante e vá para o seu quarto, não quero mais ver você aqui.

- Está tão bom aqui meu conde, porque não vem ficar perto de mim ? 

- Não vou falar outra vez, pegue suas roupas e saia daqui agora. 

Ela resmungou e se levantou, pegando suas roupas e veio até mim, tentando me beijar. Virei meu rosto e a peguei pelo pulso, colocando-a para fora do quarto. Fechei a porta com a chave e passei a mão pelos meus cabelos, os ajeitando. Deitei em minha cama, fechando os olhos. E logo aquela lembrança invadiu minha mente.

 

Inglaterra - 1543 

            - Vamos logo Jongin, meu pai não pode saber que estamos aqui. 

- Vá mais devagar Kyungsoo. 

Os dois rapazes, cansados pela corrida, pararam na beira de um lago cristalino, em meio a uma floresta, e começaram um beijo lento e apaixonado. 
Depois de alguns minutos de beijos e carinho sentaram e sorriram, compartilhando do calor da pele um do outro. 
            - Estava com tantas saudades, meu amor. 

- Eu também meu querido, mais só arrumei um tempo hoje para lhe ver. 

- Não sabe como meu coração dói por não poder sentir meus lábios aos meus quando desejo.

- Sinto falta do seu cheiro, ele me acalma tanto. 

Mais um beijo se iniciou a beira daquele lago, onde a lua mais bela brilhava no céu da sombria floresta.

Abrir meus olhos e me levantei, indo até a frente do espelho. Meus cabelos estão mais escuros e a cor dos meus olhos mudou para um vermelho escuro, cor da tristeza e saudade. 

❤️✨

Dia do Baile 

A porta foi fechada sem muito barulho e logo escutei passos, sentindo a presença de Chanyeol, logo abri meus olhos.

- Kai, os convidados já começaram a chegar. 

- Estou terminando de me arrumar, já vou descer.

Terminei de arrumar meus cabelos e parei na frente do espelho, observando minha roupa impecável, preta e vinho com medalhas douradas. Sorri de lado e sai do quarto. 
Chegando ao salão, vários criados serviam bebida, pessoas conversavam alegremente, outras dançavam. Desci as escadas e acenei para algumas pessoas, logo Hyuna e Chanyeol chegaram e ficaram ao meu lado. Os convidados começaram a chegar e viam até mim para agradecer pelo convite e elogiar o baile. Eu sorria e conversava um pouco. De longe avistei o Rei Byun, do Sul, com sua esposa e filho.

- Rei e Rainha Byun, que prazer em vê-los. Sejam bem-vindos. 

- Conde Kim, muito obrigado pelo convite, que bela festa.

 Me reverenciei e peguei a mão de sua esposa e beijei suavemente. Me reverenciei para seu primogênito e meus olhos se focaram naquela pessoa que estava ao lado do Príncipe. Como esquecer desse , desses olhos, era ele como em muito tempo atrás. Me reverenciei, mas não consigo tirar meus olhos dele. Tão bonito, sua pele clamava para ser tocada pelas minhas mãos.

- Aproveitem o baile, fiquem à vontade. 

- Conde Kim, com sua licença. 

Sorri e eles se afastaram, mas meus olhos não conseguiam para de olhar. 

Ele voltou para mim, para meus braços outra vez, meu pequeno Kyungsoo. 
            - Kai, o que tanto olha naquele garoto, está chamado a atenção das pessoas.

- Ele voltou para meus braços Chanyeol. É ele, meu pequeno Kyungsoo. 

- Você deve está louco Jongin, não deve ser ele.

- Eu o vi muito bem, nunca vou me esquecer, lembro de cada detalhe dele.

- Vamos voltar a dar atenção aos convidados, esqueça isso por um tempo. 

Voltei minha atenção para a festa, mas minha cabeça não conseguia pensar em mais nada. 

❤️✨

A musica ecoava pelos corredores do castelo, junto com as falas e risadas das pessoas. Dancei com algumas moças, bebi um pouco de vinho e conversei com Chanyeol. Logo ecoa o aviso de que a dança principal estava para começar, casais começaram a se formar para começar a dança. Meu olhar foi fixado naquele pequeno garoto que está sentado na mesa, junto do filho do Rei Byun. Não perdi tempo e cheguei perto da mesa, dando um leve susto nos mesmos.

- Me concede essa dança ?


Notas Finais


Link:https://www.youtube.com/watch?v=QNkH1FXstFM

Obrigada mais uma vez a Letícia por betar ❤️

Espero que tenham gostado ^^

Beijinhos com mordidas vampirescas ❤️🕷✨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...