História O Conto de Laitoste e Erunde - Capítulo 14


Escrita por:

Visualizações 6
Palavras 674
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tretas, tretas, tretas....
DIVIRTAM-SE!!!
Comentem, Favoritem, Compartilhem!

Capítulo 14 - XIV - Tínuviel


Fanfic / Fanfiction O Conto de Laitoste e Erunde - Capítulo 14 - XIV - Tínuviel

    Erundë sonhou com Laitoste, e no sonha, ela viu sua amada presa em uma torre junto com o principe de Nargothrond, Finrod. Tomada por um medo avassalador, Erundë buscou ajuda de um dos elfos que crescera com ela, mas a ajuda não veio, pois o elfo lhe aconselhou a não arriscar a vida para salvar uma mortal, pois de qualquer forma, ela iria morrer. Erundë se enfureceu e decidiu partir sozinha atrás de sua amada, porém, o elfo havia ido até Thingol para avisar ao rei dos planos da filha. Irritado e chateado, Thingol aprisionou Erundë na mais alta casa construída na copa da mais alta árvore. Contudo, Erundë possuía certos poderes, devido ao sangue Maia de sua mãe, assim, a elfa fez com que seus cabelos crescem até conseguirem alcançar o chão e possibilitasse a fuga dela.  Fugindo do reino de Doriath, a elfa fora atrás de sua amada. E rumando para o leste, na esperança de reunir os exércitos de Nargothrond para que fossem com ela resgatar Finrod e Laitoste, Erundë se encontrou com Huan, O Senhor dos Cães. O cão gigante era de Valinor e seu dono era Curufin, um dos sete filhos de Fëanor, que apareceu logo em seguida e se apresentou a jovem donzela. Erundë compartilhou sua missão com Curufin e o elfo, vislumbrando ali uma oportunidade de tomar a jovem como esposa e assim se tornar herdeiro do reino de Doriath, ele aceitou de bom grado ajuda-la.

    Cavalgando pelos ermos em direção a Nargothrond, Curufin, após longos minutos de uma conversa agradável, tentou beijar Erundë. A jovem percebeu as intenções do elfo e lhe disse que seu coração já pertencia a outra. E com essas palavras, o espírito de fogo que queimava nos filhos de Fëanor começou a queimar dentro de Curufin. O elfo tomou a jovem a força e jogando-a sobre o dorso do cavalo, os dois rumaram de volta para Doriath, entretanto, no meio do caminho, Huan, se apiedou de Erundë e a ajudou a escapar, traindo seu mestre. E montada nas costas do cão, Erundë ia na direção da torre que vira em seu sonho, pois perdera a fé em outros elfos e decidiu salvar sua amada sozinha, sem a ajuda de Nargothrond. Ao chegar a passagem no vale, onde ficava a torre, Erundë começou a cantar para que Laitoste soubesse que ela estava lá. Não houve resposta de Laitoste, mas Sauron havia a ouvido e saiu com um sorriso sinistro para recebe-la. Ele ordenou que Carcharoth a capturasse. Porém, Huan se prostrou entre a elfa e o lobo, e enquanto os caninos lutavam, Erundë e Sauron travam um batalha de poderes, invisíveis a olho nu, mas devastadores por dentro. Orcs e lobos surgiram para ajudar seus mestres, mas Erundë e Huan eram poderosos demais para eles, e tomaram a vantagem. Sauron, percebendo a derrota iminente, fugiu vergonhosamente seguido de Carcharoth. 

    Erundë então invadiu a torre acompanhada de Huan, e no alto da torre, ela encontrou Laitoste e Finrod desacordados em uma cela. Laitoste estava viva, apesar de muito ferida, mas o principe Finrod jazia morto ao seu lado. O principe élfico de Nargothrond foi torturado violentamente após Sauron descobrir quem ele era e não resistiu. E com seus poderes, Erundë destruiu a torre de Sauron. E do lado de fora, Erundë, Laitoste e Huan se encontraram com Curufin que viera reivindicar Erundë para si novamente. Mas Laitoste se prostrou entre eles, e Curufin riu do estado lamentável em que ela se encontrava. E investindo contra as duas em seu cavalo, Curufin foi atacado por Huan, e mesmo cheio de ódio no coração pela traição do cão, Curufin sabia que não era pareô para o cão. Enquanto fugia do cão, Curufin atirou uma flecha na direção de Erundë, mas Laitoste se colocou na frente sendo atingida gravemente. Curufin sumiu no meio da floresta, mas as duas estavam juntas de novo, e elas se abraçaram forte, e trocaram um beijo apaixonado, e com o sorriso reciproco das duas, pareceu que o mundo em volta havia desaparecido.


Notas Finais


Até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...