História O Conto de Laitoste e Erunde - Capítulo 8


Escrita por:

Visualizações 14
Palavras 810
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Cap novo!!! DIVIRTAM-SE!!
COMENTEM O QUE ESTÃO ACHANDO DA HISTÓRIA, O QUE ACHAM QUE VÃO ACONTECER?

Capítulo 8 - VIII - Fratricídio


Fanfic / Fanfiction O Conto de Laitoste e Erunde - Capítulo 8 - VIII - Fratricídio

    Assim que conseguiu reunir seus parentes da casa noldor, Fëanor se dirigiu com eles até os portos de Valinor no litoral de Amân, lá, ele e seu meio-irmão, Fingolfin, se encontraram com Olwë, o irmão de Thingol, líder dos Teleri de Valinor. E já sabendo da posição contrária de Olwë sobre marchar de volta a Terra-Média em busca de vingança, Fingolfin lhe pediu que ao menos lhe emprestassem os barcos para que eles pudessem seguir a viagem, mas mesmo assim, o líder dos teleri se recusou a ajuda-los de qualquer maneira, pois era devoto aos Valar. E a cada momento que a negociação se estendia, o espírito de fogo de Fëanor começava a queimar dentro dele, a discursão se tornou infrutífera em vários momentos, sendo reduzida a puros insultos, assim, ofendido, Olwë terminou a reunião e permaneceu com sua decisão de ajudar os noldor a irem contra a vontade dos Valar. Fëanor sentiu seu interior queimar de ódio e desejo de vingança, o novo líder supremo dos noldor não iria permitir que a morte de seu pai e o roubo de suas silmarils passassem em branco. Então, tomado por uma fúria absurda, Fëanor desembainhou sua espada, e com um golpe rápido e preciso, decepou Olwë, enquanto a cabeça do líder rolava pelo chão, os outros teleri se afastaram assombrados de Fëanor e Fingolfin, mas a fúria do elfo não fora contida, Fëanor avançou sobre os outros teleri que estavam na sala e os atacou até não sobrar mais ninguém. Fingolfin estaca catatônico com o que seus olhos presenciavam, ele e seu irmão era os únicos a portarem armas ali, mas nada do que ele pudesse dizer acalmaria a fúria de Fëanor, e apesar de não tomar parte no assassinato de seu próprio povo, Fingolfin não erguera a mão para parar o irmão.

    E em meio a matança de Fëanor, um incêndio começou a se formar subindo pelas cortinas e se alastrando pelo piso de madeira, pois toda a sala fora revirada na confusão e desespero, e um candelabro havia sido derrubado, iniciando as chamas. E banhado pelo sangue de seus irmãos, Fëanor saiu pela porta encontrando todos os noldor e teleri que aguardavam o fim da reunião. E renegando o parentesco com os teleri, Fëanor instigou os noldor a crerem que o povo dos teleri eram espiões do inimigo e portanto, traidores. Assim, deu-se início ao massacre dos teleri nos portos de Valinor. Desarmados, emboscados, traídos pelo próprio sangue, os teleri foram dizimados pelos noldor que agora, compartilhavam do fogo de Fëanor para vingança. Enquanto os elfos da casa de Fëanor seguiam seu líder, os elfos da casa de Fingolfin esperavam seu líder se apresentar para tomar alguma atitude, e, novamente, Fingolfin não tomara parte no massacre dos teleri, mas não se apresentou para ajuda-los, e assim fizeram seus subordinados. Contudo, Finrod e Galadriel tentavam impedir de todas as formas aquela carnificina, pois, eles eram teleri por parte de mão, e muitos daqueles que caiam eram seus parentes, mas temendo pela segurança de seus sobrinhos, Fingolfin impediu que eles participassem daquilo.

    Quando se deu o fim do fratricídio, Fingolfin foi de encontro a seu irmão que estava em pé em cima de uma grande rocha comtemplando o mar. Ao trocarem as primeiras palavras desde o início do massacre, Fëanor avisou a seu irmão que não haviam barcos suficientes para todos, e então, sua casa atravessaria primeiro e depois os barcos retornariam para eles atravessarem. Enquanto os elfos da casa de Fëanor embarcavam e zarpavam para a Terra-Média e os elfos da casa de Fingolfin retiravam os corpos e limpavam os portos, Mandos O Senhor dos Sonhos e das Almas, surgiu sentando nas montanhas que cobriam a costa de Valinor, e ali, o Valar amaldiçoou Fëanor e toda sua família por mandarem tantos inocentes aos seus salões. Após longos dias de viagem, Fëanor e seus parentes finalmente ancoraram na costa da Terra-Média, em Beleriand. E assim que os elfos desembarcaram, começou a preparação para enviar os barcos de volta a Valinor, logo, Fëanor os impediu de completarem a preparação e ordenou que colocassem fogo nos barcos. O líder dos noldor acreditava que o irmão guardaria mágoas sobre o massacre e se viraria contra ele. Mesmo contra a vontade, os elfos obedeceram seu líder e incendiaram os barcos.

    Em Valinor, uma dúvida e uma mágoa começavam a nascer no coração de Fingolfin, e, após alguns dias de espera, ele percebeu que havia sido traído por seu irmão. Com raiva queimando em seu interior e sem outra alternativa, Fingolfin guiou seu povo até a passagem gelada que ligava os dois continentes e lá, eles começariam uma longa caminhada perambulando naquele lugar, até então, intransponível. Muitos de seu povo não resistiram aos dias de frio, fome e sede, e sucumbiram, mas persistindo e resistindo o máximo que pode, Fingolfin conseguiu atravessa-los até a Terra-Média. 


Notas Finais


Até o próximo!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...