História Taigunma - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Tsunade Senju
Tags Ação, Boruto, Jutsu, Leeten, Luta, Mistério, Naruhina, Naruto, Ninja, Romance, Saixino, Sangue, Shikatema, Violencia
Visualizações 255
Palavras 1.278
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ei, novo leitor, tudo bem? Espero que sim. Sejam bem-vindo à fabulosa história do mais incrível ninja que já existiu! Então, deixa eu te falar algumas coisas muito importantes lá em baixo...

Então, boa leitura!

Capítulo 1 - Prólogo: Quem é ele?


Fanfic / Fanfiction Taigunma - Capítulo 1 - Prólogo: Quem é ele?

Kiba e seu esquadrão haviam concluído a missão para a qual haviam sido designados com sucesso e agora rumavam para a Aldeia da Folha, seu lar, com 3 ninja patife que andavam aprontando perto da fronteira do país do Fogo. Akamaru, seu cão ninja ia ao seu lado, como sempre. “Está começando a perder velocidade, Akamaru, acho que em pouco tempo não faremos mais missões juntos” Kiba pensou, para sua tristeza. O grupo era composto por 4 ninjas: ele, Hinata e dois Chunin recém-promovidos, e Akamaru, claro. Hinata, que finalmente havia destruído a estupidez de Naruto estava com um olhar de ansiedade, coisa incomum para a tímida Hinata e que ela agora exibia toda vez que tinha que sair da Aldeia em missão. Um rosnado de Akamaru o despertou do transe.

— O que foi, Akamaru? — Kiba parou com o punho cerrado, todos obedeceram imediatamente — Fumaça. — Kiba informou os outros e começou a farejar, sentiu o cheiro de flores queimando, depois viu por cima das árvores a fumaça de cor alaranjada — Vamos ver do que se trata. — Ordenou, e os três ninjas de sua equipe obedeceram, levando consigo os três ninjas capturados.

Seguindo a fumaça estranhamente alaranjada chegaram a uma clareira perfeitamente circular. A grama abaixo da lareira era completamente cerca de flores, e no centro exato da clareira parecia haver um pequeno monte, de onde saía toda a fumaça espessa.

— Hinata! — Ele disse e sua amiga imediatamente despertou seu Byakugan.

— Há um homem. — Ela disse, espantada — É um guerreiro! Um ninja, com certeza, e está vivo!

— Capitão, o que vamos fazer? — Perguntou um dos Chunin — Pode ser uma armadilha.

— Nada pode escapar do meu nariz e do de Akamaru, muito menos dos olhos de Hinata, não se preocupe. — Kiba disse, confiante. Ainda assim, pensou, isso é muito estranho. Não hás sinais de batalha por aqui, e nenhum humano passa por aqui há semanas, na verdade... não consigo sentir nem o cheiro dele! Olhou para Hinata, que assentiu.

A Hyuga imediatamente lançou uma grande quantidade de chacra com a palma de sua mão, ajudando a dispersar a fumaça estranha, de forma que eles finalmente puderam ver o jovem deitado no chão da clareira. De repente o que já era estranho ficou maluco: o jovem vestia uma armadura marrom-avermelhada no estilo dos shinobi antigos, na verdade Kiba sabia exatamente que shinobi específico usava uma armadura praticamente igual, afinal, ele o vira pessoalmente há pouco mais de 2 anos... o jovem usava uma armadura quase idêntica à do Primeiro Hokage. E para tornar tudo mais estranho, nos ombros de sua armadura havia o símbolo de um Clã, sim, aquele símbolo era inconfundível, tratava-se do símbolo do Clã Senju!

— Ele é um Senju! — Kiba exclamou, pulando imediatamente na clareira, atitude que foi imitada pelos outros ninjas. —Mas quem será esse cara? A Senhora Tsunade não era a última do Clã Senju? O Clã estava extinto!

— Já não está mais, ao que parece — Hinata ajoelhou-se ao lado dele para averiguar se tinha algum ferimento, mas recuou rapidamente — Ele está apenas dormindo, não há nenhum ferimento, nem sequer um arranhão. Além disso, Kiba, olhe!

Hinata apontou para o chão ao redor do corpo do Senju e Kiba seguiu seu dedo. Ao redor dele as flores queimavam e se regeneravam numa espécie de dança, e o mais interessante é que não se queimavam com fogo, mas com a força do seu chacra e pareciam se regenerar graças à ele também.

— Incrível. Inconsciente e ainda assim ter um chacra potente o bastante para queimar as flores? — Um dos Chunin falou. A princípio Kiba chegou a pensar que a admiração dele era exagerada, mas depois concluiu que na verdade ele próprio nunca vira isso, quanto ao crescimento das flores... — Esse cara, ele tem o mesmo poder que o Yamato-sensei, ou seja, o poder que o Primeiro Hokage tinha. Nós devemos...

Mas Kiba não conseguiu completar a frase, porque um dos ninjas patife havia se desvencilhado de suas amarras e feito um dos Chunin de refém. O jovem esbugalhou os olhos e deixou escorrer uma lágrima quando sentiu a Kunai fria encostando em seu pescoço, e com uma arma tão afiada encostada no pescoço era o mais compreensível.

— Olha rapaz — Kiba tentou racionalizar — Você está diante de dois Jounins sensores altamente especializados em rastrear e seguir inimigos. Deixe disso, renda-se e fingirei que nada disso aconteceu.

— Olha só o que você está falando, seu sarnento — O patife respondeu. — Eu vou dizer agora o que vai acontecer: você vai soltar meus amigos, eles vão amarrar vocês três e o cachorro em uma árvore e nós vamos partir levando este aqui como refém. Soltaremos ele quando sairmos do País do Fogo.

Kiba apenas gargalhou, afinal de contas, não havia possibilidade de ele aceitar um acordo como aquele. Infelizmente, talvez, essa missão tivesse que custas a vida daquele Chunin, e ainda tinha o caso do jovem Senju. Kiba olhou para ele de relance, e para sua surpresa, ele não estava lá. Mas quando? O que aconteceu? Foi quando Kiba notou que ele estava parado atrás do ninja patife.

— Quem sois vós? — Ele perguntou, lentamente, fazendo com que o ninja patife se assustasse, soltando o Chunin para o atacar num giro, ferindo seu rosto com a Kunai. Ele nem sequer piscou, e para total terror de seu atacante o ferimento no seu resto se curou imediatamente sem sequer escorrer sangue. Ele pegou o pescoço do ninja e levantou-o do chão. — Só vou perguntar mais uma vez! — Olhou para Kiba, e naquele momento Kiba sentiu que se não fizesse ada morreriam os sete. — Quem sois vós?

— Somos ninjas da Aldeia Oculta da Folha — Hinata quebrou o silêncio assustador que surgiu entre eles, tirou a bandana com o símbolo da Folha e mostrou pra ele. — Aqui, veja só. Somos ninjas, como você.

— Uma Hyuga, é? E um Inuzuka... — Olhou para os dois como se estivesse pesando a alma deles, quase como um cachorro avaliando se valia ou não a pena comer uma refeição. Era estranho, porque ele falava como se fosse um homem de 200 anos atrás... — Sabe, fora eu um ninja comum, talvez vós tivésseis qualquer chance contra mim, especialmente a Hyuga — Olhou para Hinata. — Mas infelizmente para vós, não é esse o caso: eu não sou comum.

Kiba engoliu em seco, as coisas estavam piorando rapidamente. Ele tinha que tentar alguma coisa! Olhou para Hinata, estava apavorada. Os Chunin estavam deitados no chão, aterrorizados, assim como os 2 ninjas patifes. O homem que ele segurava pelo pescoço estava atingindo um preocupante tom de azul... pense, Kiba, rápido! Que falta você não faz, Shikamaru? Pensou no amigo Nara, ele sim saberia o que fazer numa situação como essa.

— Vo-você é um Senju da Floresta, não é? — Hinata perguntou, ainda assustada. Parecia que havia lhe ocorrido uma ideia.

— Sim, eu sou. Taigunma, filho de Apuma, o grande líder do Clã Senju da Floresta — Respondeu, cheio de orgulho na voz. — Eu me lembro de ter perguntado: quem sois vós?

Olhou para Hinata e depois para ele.

— Hinata, do Clã Hyuga da Aldeia da Folha.

— Kiba, do Clã Inuzuka da Aldeia da Folha — Ele respondeu, sem pensar. No que você está pensando, Hinata?

— É possível — Hinata começou. — Que você não seja da nossa época. — Kiba empertigou-se. Hinata prosseguiu. — Por acaso você sabe quem foi Hashirama Senju, o primeiro Hokage?

Kiba sentiu que o ar ao seu redor repentinamente ficou mais leve e ouviu o corpo do ninja patife cair no chão, tremendo. Taigunma ajoelhou-se perto dele, tocou-lhe a testa e ele parou de tremer, o corpo voltou à cor normal.

— Hashirama — Taigunma disse entre os dentes — É o filho recém-nascido do meu irmão mais velho, Botsuma.


Notas Finais


Essa história vai ser GRANDE, muito grande mesmo, e não tenho projeção nenhuma de quantos capítulos ela vai ter, MAS eu garanto para vocês que não se arrependerão de começar a ler ela agora. Decidi que não vou dividir por temporadas justamente para que fique mais fácil para você, leitor, leia.

Bom, tem erros de português? Sim, obviamente, apesar que eu recebo elogios sobre a gramática até com certa frequência, isso não significa que seja perfeita, longe disso! Porém, eu vou fazer uma grande revisão quando eu terminar a primeira fase da fic (provavelmente no capítulo 25). Nesta revisão também serão modificadas algumas pequenas partes do texto como um todo, mas eu direi exatamente quais foram as modificações quando elas foram efetivamente feitas.

Este prólogo provavelmente vai mudar muito, também.

Essa história tem cenas de luta, violência e sexo, então esteja preparado porque todas elas virão. E tem romance e piadas ridículas também, e também tem detalhes idiotas e desnecessários (me rotularam como perfeccionista). Enfim, espero mesmo que tenha gostado.

Ah, mais uma coisa. Não se acanhe de comentar! Eu adoro comentários! Leio e comento como se fosse o último capítulo lançado hahahaha! Além de ajudar a história a ficar mais relevante e conhecida!

E mais uma coisa: no capítulo 15 estamos com uma promoção bem legal, onde você pode ganhar seus próprios personagens no universo Taigunma. Corre lá!

Obrigado por chegar aqui.
Você é demais.
Nos vemos no próximo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...