História O conto do lobo - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bella Hearthcote, Lobos, Max Minghella, Romance, The Handmaid's Tale
Visualizações 9
Palavras 1.284
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Genteeee eae eu sei que tô sumidaaa me perdoem mais algo de terrível me aconteceu.
Eu fui roubada, eae minha vida ficou uma loucura sem cel, e tudo isso aconteceu no meu primeiro dia de volta às aulas da facul. Mas eu não abandonei a história. Tudo vai voltar ao normal I promise 💞
Eu fiz esse capítulo beeem corrido prometo caprichar no próximo desculpem os erros.
Beijinhos
-Jenny

Capítulo 6 - Uma noite confusa.


Fanfic / Fanfiction O conto do lobo - Capítulo 6 - Uma noite confusa.

No caminho descobrir que a banda de Sam, fazia covers de várias bandas, colocando as musicas em versão de rock o que eu achei incrível, e não errei tanto no modelito assim rsrs...
-huuum Sam, sei que você tem que chegar cedo mas será que a gente pode passar em algum pet shop na cidade?
- claro podemos sim, você tem bichos de estimação? - ele perguntou fazendo uma cara estranha, o que será que tem de tão intrigante assim de ter bichos de estimação? Será que ele sabe da alergia de James?
- ãm siim, eu encontrei um gatinho hoje na floresta e...
- a Jayne deixou você andar pela floresta?
- não foi bem andar pela floresta, eu só fui dar uma sondada na vizinhança e acabei olhando na mata ao redor e...
- olha Hanna é bom você não caminhar pela floresta sozinha...
- sim eu sei, eu sei, a Hanna me alertou que é  área de preservação e tem todo tipo de bicho etc.
- Legal - ele completou meio pensativo.
Estacionamos numa lojinha pequena que logo fiquei sabendo ser a única da cidade, e que era um centro veterinário também. Eu estava pegando itens básicos para Fuffy, e Sam estava conversando com a balconista quando coloquei os itens no balcão...
- Hey Hanna a Allie é nova aqui  na cidade também e ela também é do segundo ano, você não vai ter que enfrentar o colégio sozinha...
- Haa que legal, oi tudo bem? Você também vai começar amanhã?
- Olá,  também irei - a garota era linda e tinha um sorriso contagiante, ela tinha lindo cabelos ondulados pretos e era morena.
- Que bom, qual sua primeira aula?
- Inglês com Geabes, e você?
- Eu também  - falei entusiasmada.
-hahaha que Legal vamos nos encontrar amanhã para irmos juntas!
-Vamos sim, aqui anota seu número e te ligo quando chegar na escola.
-haha tudo bem - trocamos de número e nos despedimos, Sam a convidou para dar uma passadinha no pub, mas ela recusou gentlemente pois estava ajudando seu pai com a loja.
Nos depedimos e Sam e eu fomos para o pub. Fiquei alguns minutos vendo ele e os garotos organizarem seus intrumentos enquanto o pub enchia de gente.
Eu conheci os amigos da banda de Sam e eles eram tão quentes quanto ele. Tinha o James que era o baixista com bonitos cabelo loiros e olhos verdes, Arthur o guitarrista um ruivo com lindas sardas e por último mas não menos interessante Luke que tocava bateria e tinha cabelo pretos enormes que o davam um ar de misterioso. Sam ao que parece era ele estava empolgado pra começar, e tinha me confidenciado que aquele era um de seus primeiros shows.
A banda tinha começado e o pub já estava cheio de gente mal dava pra me movimentar, eu estava curtindo muito encostada em um canto me entupindo de coca diet, (eu sou muito tímida pra me atrever a dançar, então  fiquei encostada perto do bar) quando decidi iniciar uma difícil aventura de ir ao banheiro ultrapassando aquela multidāo de gente, eu já tinha alcançado o corredor quando eu senti mãos me puxando, dei de cara com alguém mais alto que eu e pela ausência de luz não conseguia descobri o rosto pertencente aquela atitude ousada.
Depois que fui puxada senti o baque da parede em minhas costas, mãos tocavam meu cabelo enquanto eu tentava descobrir quem era, quando o rosto a se aproximar do meu se revelou o do carinha mais cedo, como ele se chamava mesmo? Meu avô tinha falado...
Enquanto eu como uma idiota tentava lembrar do seu nome para o comprimentar seu rosto ficou perto de mais e ele começou a me beijar, lentamente e profundamente, faíscas corriam pelo meu corpo. Eu estava embalada belo beijo e pela voz de Sam que cantava agressivamente bem do I wanna know, quando alguém interrompeu nosso beijo.
-Hey cara segura tua onde que nem é noite de lua cheia.
Eu queria bater naquele cara, aquilo estava tão booom.
- hey gatinha desculpa atrapalhar eu não sou bem um empata fodas mas meu amigo Josh aqui tem coisas pra resolver. Haha até mais ein... - Ele falou levando o autor do meu primeiro beijo embora.
Droga ainda tinha essa eu acabei de dar meu primeiro beijo, afinal na Inglaterra nunca tivera tempo pra essa coisas, e agora havia beijado pela primeira vez um cara que eu mal sei o nome em um corredor escuro de um pub...
Que rumo minha vida está tomando...
Já era um pouco tarde e a banda já tinha finalizado seu show. O pub deixou de ser um lugar agradável para um lugar que fedia a álcool, cigarro e Deus sabe mais o que, então falei a Sam que o iria esperar lá fora.
Quando sai a brisa fria beliscou minha pele me fazendo por meu casaco, quando senti uma leve cheiro de cigarro mentolado no ar.
Me virei pra encontrar um certo ladrão de primeiros beijos na parede.
- Você além roubar beijos também é um stalker? - Falei tentando me impor.
- Eu diria que você está me seguindo mas lembrei que é nova na cidade para isso, e quanto ao beijo você não achou tão ruim assim não é, você não me parou.- ele falou jogando fora o cigarro e chegando perto de mais ao ponto de me deixar nervosa.
- haa certo da próxima vez pode deixar então, quando um certo bruta montes me empurrar na parede, vou mentalizar um mega força para empurrar-lo e gritar - quem era essa Hanna ousada e onde ela surgiu, eu nunca usei sarcasmo em toda minha vida, mas este cara bonito e misteriosos me faz querer brigar...
- então quer dizer que você espera uma próxima ein... - ele se aproximou ainda mais me  fazendo sentir seu hálito mentolado quente.
-ãnãn Hanna vamos? - Sam nos tirou de cena fazendo eu ficar corada e sair bruscamente de perto daquele cara.
- Hum claro.
O pessoal da banda saia dando voz ao lugar que estava pra lá de silencioso.
-Eu me dirigi ao carro e quando cheguei no mesmo pude ver que Sam falava com o carinha de agora e algo me dizia que eles não se davam muito bem, Sam saiu de perto dele com uma carranca e veio até mim, logo que se aproximou seus olhos sorriram acompanhando os lábios o que era algo fofo de se ver.
- Hey Hannis pronta pra ir pra casa?
- claro capitão - falei batendo continência o que o fez rir ainda mais.
- Eu vou ficar te devendo uma refeição já que todos os lugares da cidade estão fechados, mas no próximo encontro recompenso.
-Hahaha como você está namorador nem sabia que isso era um encontro, mas pode deixar na próxima cobrarei rsrsrs.
Estava escuro dentro do carro mas pude jurar que ele corou, depois disso conversámos alheiamente e chegamos no chalé dos meus avós.
- Boa noite Sam adorei ver vocês tocarem, obrigada pelo convite.
- De nada menina bonita - ele falou e me deu um beijo na bochecha.
Sam esperou eu entrar e foi embora, o estranho é que o espiei e ele não foi embora na direção de sua casa, bem talvez exista algum atalho que eu não conheço, espero que ele chegue bem.
Eu subi e a casa estava em total silêncio mostrei a Fuffy seus presentes que ele havia adorado, principalmente a caminha que eu havia comprado, quando sentir meus olhos pesarem, amanhã seria meu primeiro dia de aula e eu não queria perder por que fui dormir tarde demais, então me preparei para dormi.



Notas Finais


Eae gostaram do Josh? Eu ia demorar um pouco pra soltar a aparência dele, mas vocês merecem já que passei esse tempo inteiro sem postar, espero que entendam meus motivos e não me abandonem, é isso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...