1. Spirit Fanfics >
  2. O contrato de casamento >
  3. Sim outra vez!

História O contrato de casamento - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


Boa tarde...
Eu sei, eu sei...eu sumi!
Longa história, mas estamos aqui para sabermos o que aconteceu com esses dois aqui...
Então....boa leitura!

Capítulo 29 - Sim outra vez!


1 semana mais tarde.....

- Bom dia Senhorita Louise, café com leite? - a Senhora Kira ao menos percebeu que eu corria de um lado pra o outro super atrasada para o trabalho.

- Acho que vou tomando no caminho. Adam ainda está dormindo. - eu pegava o copo das mãos dela e ganhando um abraço antes de ir.

Corri no quarto de Adam para lhe dar um beijo rápido e ir para a empresa. Senhor Wilson está na cidade e quer se reunir conosco após saber que meu pai já estava de volta a presidência. Bato na porta da sala do meu pai e entro em seguida. Ele está sentando na sua cadeira de couro marrom maior do que ele e meus pensamentos rapidamente me levar a ficar aliviada por ter dado tudo certo no final para a empresa e conseguirmos manter nosso patrimônio pelo qual ele lutou a vida inteira, apesar do método para isso e minha vida ter se tornado a maior confusão. Eu acabo sorrindo com os meus pensamentos.

- Acho que alguém está feliz hoje. - meu pai observou assim que eu me sentei  sua frente.

- Pais o senhor ainda se lembra do que sentiu quando decidiu ficar com a mamãe?

- Ah minha filha, não fui eu quem a escolhi, ela me escolheu! Me lembro de olhar para ela todos os dias desde a primeira vez que pus os olhos nela na faculdade. Eu não queria saber muito de estudar e andava com uma turma que só arrumava confusão.

- E como vocês acabaram juntos?

- O professor de História nos separou em duplas para fazermos um projeto. Foi uma das poucas vezes que me lembro de ter ficado tão animado para estudar. - nós rimos - Eu me apaixonei muito antes de nossos olhos finalmente se encontrassem, foi aí que eu percebi que eu não podia mais viver sem ela.

- Mas o senhor acabou de dizer que ela o escolheu.

- Eu ainda era muito baderneiro, eu tentava mostrar que ela e o que eu sentia por ela não me atingiam tanto, mas ela nunca me deixou, por mais longe que eu estivesse andado.

- Ela era realmente uma grande mulher.

- E você a puxou em todos os aspectos. Você jamais vai desistir de Harry mesmo depois de ele ter andado tão longe. - eu ia retrucar, mas então a porta se abriu trazendo Harry para dentro.

- Bom dia, desculpe o atraso, eu tinha um problema para resolver na empresa antes. - ele se sentou ao meu lado.

- Tudo bem meu filho, ainda não começamos.

Ele me olha, deixa seu braço cair para alcançar meus dedos e sorri. Fico olhando para ele e pensando no que meu pai acabou de me dizer totalmente paralisada, o que faz Harry franzir o cenho preocupado com os meus pensamentos. Ele me pergunta apenas gesticulando os lábios se estou bem eu balanço a cabeça para deixa-lo mais aliviado. 

Senhor Wilson já chegou na empresa e seguimos para a sala de reuniões. Ele veio acompanhado de sua esposa, o que me faz lembrar do comentário que ela fez sobre Harry na primeira vez que nos encontramos. Nos cumprimentamos e então sentamos todos ao redor da grande mesa.

- Bom, eu precisava vir até aqui para dizer a vocês que este foi sem dúvida o melhor negócio que fechei na minha vida. Gosto de fazer negócios com pessoas que admiro e Senhor Raise - ele olhou para o meu pai e em seguida para mim e Harry que estávamos sentados um ao lado do outro. - Esses dois são perfeitos juntos.

- Eu concordo! - meu pai me olha.

Passamos a manhã praticamente falando dos grandes números que recebemos em retorno do nosso contrato fechado, tudo o que eu não gostava nem um pouco de ficar ouvindo. No entanto essa reunião tem um ponto diferente, Harry segurando minha mão por baixo da mesa e acariciando-a vez ou outra. Confesso que deixei escapar um ou dois sorrisos entre os meus lábios. Essa semana ele tem sido alguém que eu sempre achei que ele realmente fosse. Nós levamos Adam a praia, fizemos um piquenique na grama da nossa casa, brincamos de guerra de travesseiros, comemos sorvetes no café da manhã, corremos pela casa e até escutamos as primeiras tentativas do nosso filho de querer falar. Porém nós ainda estávamos separados e nem eu e nem ele ousamos a falar sobre nós.

"Vamos fugir depois do almoço?" - e mais uma vez ele escrevia um bilhete para mim.

" Para onde?"

"Preciso te mostrar uma coisa"

Ao finalizarmos o nosso almoço, deixamos meu pai e o Senhor Wilson falando sobre as coisas que não entendemos por não ser da nossa época e saímos no carro de Harry. Pensei que iríamos a um lugar totalmente diferente, mas reconheço o caminho que ele faz até a nossa casa.

- Não vejo nada de diferente, a não ser a ausência de uma pessoa que eu prefiro nem proferir o nome, porque acho que ela pode brotar do nada aqui no chão da sala. - ele riu e puxou a minha mão até um dos quartos da casa.

- Quero dizer uma coisa antes. Você sempre foi tudo para mim e agora Adam também é. - e então ele abriu a porta.

O quarto era imenso, totalmente decorado com vários tons de azul e papel de parede. Tinha um berço, uma cama, poltronas, brinquedos, roupas, era um verdadeiro sonho. Eu admirava tudo de queixo caído.

- Harry...isso é....quero dizer....quando você fez isso? - eu mal sabia o que falar.

- Louise, quero muito que você volte para casa. - ele estava sério.

- Acho que eu posso pensar em fazer isso. - ele me olhava surpreso. - Ué, achou que eu nunca voltaria?

- Por um momento eu pensei sim. - ele veio até a mim e me deu um beijo.

- Isso não significa que vamos simplesmente retomar nosso casamento de onde parou, como tentamos fazer das outras vezes. - eu me afastei do beijo.

- Imaginei que diria isso. Bom, então eu tenho mais uma surpresa. - ele segurou novamente em minha mão e me levou até onde era o meu quarto.

- Acho que alguém andou mexendo no meu closet! - tinham muitas roupas dele ali.

- Passei a dormir aqui depois que você simplesmente sumiu. - meus pensamentos me traem mais uma vez.

- Com ela? - eu parecia ressentida antes mesmo de saber a resposta.

- Nunca! Apesar de ela ter ficado por aqui algum tempo, ela jamais teve o prazer de passar por essa porta. - eu fiquei aliviada e direcionei meu olhar a bela vista que tinha ali naquela sacada.

- Aqui é realmente lindo! Confesso que senti falta dessa vista.  - quando me viro para falar com ele vejo que está ajoelhado atrás de mim.

- Eu sei, eu estou ridículo. - nós rimos. - Eu nunca senti tanto medo da mina vida quando você sumiu, procurei você por meses e nada. Eu quero recomeçar. Fazer tudo certo dessa vez. Começando com um pedido de casamento decente. Louise Raíse, mãe do meu filho e a mulher dos meus sonhos, aceita continuar casada comigo? - ele tirou do paletó uma caixa aveludada preta com um par de alianças e que com certeza devem pesar muito ao se ver pela grossura delas.

- Eu não tenho muita opção já que você nunca assinou os papéis. - ele sorriu e lá estava aquele sorriso que eu sempre sonhei vê-lo dando para mim. - Promete que vai me olhar e sorrir para mim do mesmo jeito que está fazendo agora?

- Até o último dia da minha vida.

- Então acho que por falta de opção eu me arrisco a dizer sim novamente a você.

Harry se levantou e me abraçou no mesmo segundo em que pronunciei a palavra "sim". Ele colocou o anel em meu dedo e em seguida fiz o mesmo com ele. Harry estava diferente, parece que eu estava me casando outra vez só que com outra pessoa. Quer saber? Já passei muito tempo tendo que fingir uma vida que eu não tinha para preservar a vida que eu realmente queria ter. Não posso dizer que faria tudo novamente, porque com toda certeza mudaria uma coisa ou outra das que eu fiz e deixei de fazer, mas tudo foi preciso para chegarmos aqui.

No entanto confesso que tenho medo. Nem tudo na minha história com ele sempre são flores. Não tenho notícias de Angel e nem para onde esse pequeno ser "divino" por ter ido, mas algo me deixa vacilar ao pensar que isso pode acabar novamente. O medo me impediu muitas vezes de fazer muitas coisas, agora acho que ele pode me controlar.

 


Notas Finais


O medo realmente nos paralisa....
Bom, nos vemos em breve! Prometo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...