1. Spirit Fanfics >
  2. O Corvo >
  3. Cap 2 Eu chegarei, meu amor.

História O Corvo - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Cap 2 Eu chegarei, meu amor.


- Jura? Jura que vai me dizer? Rafaela o olhou emocionada.

 

Foi então que Fernando percebeu que chegava o momento mais delicado de sua vida: dizer a Rafa como era sua mãe e o principal, lembrar daquela que um dia esteve em primeiro lugar nos seus objetivos.

 

- Sim, eu juro. Ele a respondeu não muito empolgado. - Então me diz o que você quer saber?

 

- Tudo! Exclamou. Sorrindo largamente.

 

- Nossa! Ele não evitou a reação.

 

- Por favor! Papai você não pode imaginar o quanto esperei por isso! Suplicou.

 

- Posso imaginar minha flor. Flor, a quanto tempo não pronunciava esta palavra.
 

- Então? O despertou de seus pensamentos.

 

- Rafa, você sabe que nunca foi minha intenção dizer nada sobre sua mãe. - Viu no olhar dela que explicações não a interessava, o importante naquele momento era saber algo sobre sua mãe. - E por onde eu começo?

 

- Pode ser como, baixa ou alta? Loira ou morena? Gorda ou magra? Sorriu. - Algo do tipo.

 

- Bom, ela era...

 

Em algum lugar na Itália, uma mulher muito bonita, cabelos castanhos andava concentrada. Ela carregava uma mala e parando em uma mansão muito luxuosa, chegou ao seu destino.

 

- Olá Leticia. Uma senhora com roupas formais a recebeu, deveria ser a governanta.

 

- Olá, tenho uma reunião com seu patrão. Disse séria.

 

- Sim, ele está à sua espera. A guiou até o escritório do dono da mansão.

 

- Obrigada. Disse sentando-se na cadeira e ficando sozinha por alguns minutos. Olhou detalhadamente aquele local, como trazia várias recordações, logo um senhor entrou a despertando para a realidade.

 

- Não pensei que fosse tão fácil assim. Ele sentou na cadeira a frente dela.

 

- Para falar a verdade, este foi o mais fácil de todos. Falou com um ar de superioridade, depois pegou a maleta que carregava e colocou na mesa. - Agora...
 

- Agora estamos quites. Completou a frase dela. - Já falei para você que é a melhor dos meus empregados, realmente vai ser uma grande perda para o grupo. Mas, como sou um homem de palavra, você tem sua liberdade. Só não se esqueça que eu sempre estarei de braços abertos. Disse rindo ironicamente.

 

- Felizmente, nunca mais trabalharei para você. Ela não expressava sentimento algum. - Até nunca mais! Disse ríspida e saiu.

 

- Nunca diga nunca minha filha. Um dia você virá correndo para meus braços, afinal, sou a única pessoa que tem como família. Pensou enquanto via Leticia sair.

 

- - -

 

- Sou mais parecida com ela então. Rafaela concluiu depois de seu pai dizer algumas características de sua mãe.

 

- Não, apenas tem a mesma cor do cabelo, mas, fisicamente você é mais parecida com a minha família. Disse ainda acariciando o cabelo dela.
 

- E como vocês se conheceram? Foi quando viu o rosto de seu pai se transformar.

 

- Desculpa Rafa. Por hoje já deu, outro dia continuamos.... Saiu rapidamente do quarto assustando Rafaela.

 

- Não deveria ter perguntado isso! Você é uma idiota! Pensou Rafaela.

 

- - -

Leticia entrou no apartamento que vivia na Itália, e quando entrou em seu quarto se deparou com várias malas prontas.

 

- Não pensei que estava tão animada. Leticia disse sorrindo.

 

- Ah! Claro que sim! Finalmente estamos livres daquele crápula! Carolina, a mulher com quem dividia o apartamento disse animada. - Falando nele, como foi lá? Perguntou curiosa.

 

- Horrível. Confessou sentando pesadamente na cama. - Você acredita que ele teve a audácia de dizer que estava com os braços abertos caso eu me arrependesse? Falou irritada. - Ainda bem que nunca mais vou olhar na cara dele.

 

- Não vale nada mesmo, graças a Deus, agora é vida nova! Carolina comemorou.

 

- Sim. Suspirou aliviada. - Vou tomar um banho, depois te ajudo com tudo, quero ir embora o mais rápido possível.

 

- - -

Todos da família Mendiola jantavam em silêncio, depois de um dia bem agitado.

 

- Você vai amanhã mesmo, Rafa? Marcia quebrou o silencio.

 

- Sim tia, tenho algumas coisas para resolver antes de começar as aulas. Por que?

 

- Nada, simples curiosidade, estava pensando por que não vamos todos a praia neste final de semana? Marcia sugeriu.

 

- Por favor Marcia, não tem nenhum sem que fazer aqui! Terezinha não gostou da sugestão da filha. - As meninas já vão começar a estudar e o seu irmão está muito ocupado, não é mesmo Fernando? Disse olhando fixamente para o filho.

 

- Boa ideia minha irmã! Já faz um tempo que não vamos a casa da praia, o que vocês acham meninas? Perguntou irritando a mãe.

 

- Por mim tudo bem. Camila respondeu animada. – E você, rafa? Olhou para a irmã.

 

- Não sei, tem muita coisa para resolver. Disse não muito interessada.

 

- Eu te ajudo Rafa, um final de semana em família o que acha? Marcia tentou convencer a sobrinha.

 

- Tá, eu vou. Conhecia a tia perfeitamente para saber que ela não desistiria.

 

- E você mamãe? Fernando perguntou sorrindo.

 

- Não. Tenho coisas mais importantes para fazer e falando em família, pretendem levar Isabela? Já tem um tempo que não a vejo.

 

- Ela não vai, está viajando. Camila a respondeu.

 

Assim, ficou confirmado que o próximo final de semana iria para a casa da praia. Depois de ter jantado, Marcia foi direto para seu quarto e fez uma ligação.

 

- Alô? Disse assim que atenderam sua chamada.

 

- Oi. A mulher da outra linha a respondeu.

 

- Está tudo certo, vamos no próximo final de semana. Ficou preocupada. - Espero que esteja fazendo seja correto. Temeu sobre o que poderia acontecer.

 

- Obrigada, você sabe o quanto isso é importante pra mim. Ela sorriu radiante.

 

- Eu sei, mas vou te pedir algo, vai com calma tá? Muita coisa aconteceu. Marcia alertou.

 

- Não se preocupe, eu sei bem o que fazer. Se garantiu.

 

- Até mais, tchau.  Encerrou a ligação.

 

- Até. A mulher respondeu e colocou o celular sobre a cama.

 

Entre várias malas que tinha em seu quarto, uma pequena ainda estava aberta e dentro dela uma foto.

 

- Chegou o momento meu amor. Leticia disse olhando carinhosamente uma foto de Rafaela.


Notas Finais


O que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...