1. Spirit Fanfics >
  2. O Cupido-Taekook >
  3. Capítulo 2

História O Cupido-Taekook - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura, anjinhos!♡

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction O Cupido-Taekook - Capítulo 2 - Capítulo 2

Capítulo 2

[Taehyung]

—E lá estava eu, mais uma vez atirando flechas em casais que supostamente deveriam se apaixonar um pelo outro. Fico me perguntando: "Será que algum dia o cupido poderá se apaixonar?", mas as chances de Albert –O chefe do Conselho dos Cupidos– não permitiria isso.

‐Por que vocês se amam? ‐Falo enquanto
observava o casal. Eles provavelmente não poderiam me ver, aliás, quem acredita no cupido?

-Vamos, tenho uma surpresa 'pra você. -A mulher fala e eles vão embora.

-Que entediante! -Saio do local e voo pela cidade observando as pessoas.

—Não que eu não acreditasse nesse negócio de amor, mas...'Pra que amar? Qual é a sensação de ser amado e estar junto com outra pessoa? Eu gostaria de algum dia poder descobrir. Em pleno 25 anos, nunca tive contato com alguma mulher que não fosse humana. Nem mesmo com humanas eu tive contato.

-Hum... -De longe observo um homem e uma mulher passeando pela rua.

—Se não me engano, ele parecia ter uns 20 anos. Voo para baixo, ficando em pé ao lado deles e seguindo seus passos. Eu acho que já conheço ele. Penso no passado e acabo lembrando de um bebê que eu havia visto quando comecei a trabalhar. Ah, eu sou um cupido desde os cinco anos de idade! Tudo que tenho e sei hoje devo à Albert. Meus pais me tiveram, mas não podiam ficar comigo, gostaria de saber o motivo. Recordo-me de que aquele homem era o bebê que tinha visto ainda pequeno. Como pode ter crescido assim tão rápido?

-Hee, tem alguém caminhando do seu lado. ‐Falou o homem olhando para mim.

—Pera, ele está me vendo? Ele realmente
está me vendo?

‐Para com isso, Jungkook. Não somos mais crianças para você continuar com essas brincadeiras de fingir que está vendo algo. -A menina falou e o menino continuou a me encarar.

—Mas como ele pode me ver? Isso nunca aconteceu antes. Descido subir e vigia-los por cima. O menino, que antes caminhava quieto, olha para o céu, percebendo que eu os observava de cima.

[Jungkook] 

—Não estou ficando maluco, eu realmente vi aquele anjo. Mas será que era anjo mesmo? Se isso continuar assim, irão achar que eu sou maluco.

‐Acha que a mamãe irá gostar do presente? –Hee pergunta enquanto observava a sacola em suas mãos.

-Claro que sim. Escolhemos esse presente com muito amor, com certeza ela vai gostar.

-Espero.

—Depois de sua fala, ficamos quietos até chegar em nossa casa. Hee era uma ótima irmã, me acompanhava em tudo, mesmo sendo um pouco mais nova que eu. Hoje era aniversário da nossa mãe e a mesma me forçou a sair com ela para que comprasse o presente.

-Mãe, pai...chegamos! –Falo abrindo a porta.

-Compramos um presente 'pra você. -Fala Hee entregando o presente para nossa mãe.

-Muito obrigada, aos dois.

-De nada! –Respondemos em uníssono.

-Vou para o meu quarto, desço para o almoço.

‐Está bem. –Respondo minha mãe que observava eu subir as escadas.

—Subo para meu quarto, logo entrando no mesmo. Percebo que estava uma bagunça e começo a arrumar.

-Não quer uma ajudinha aí? -O mesmo garoto que estava andando no nosso lado no caminho fala, agachado em cima da janela.

-Quem é você? Saia daqui, se não irei chamar a polícia. –Falo e o mesmo da uma risada irônica.

-Vão lhe chamar de maluco. Mas não se preocupe, meu trabalho aqui é rápido.

-O que quer? -Pergunto vendo o mesmo entrar e caminhar até mim.

-Como consegue me ver? –Ele fala parado em frente à mim.

-Eu também não sei. Acho que já te vi antes, mas não consigo me lembrar quando e onde.

-25 anos atrás, quando você era recém-nascido. ‐O garoto fala e eu arregalo os olhos.

-Como sabe? -Pergunto surpreso. Talvez seja uma coincidência ele saber o dia.

-Eu vi você no berço me olhando. Naquela época eu estava com 5 anos de idade e já trabalhava como cupido. –O mesmo fala e eu começo a rir. -Do que está rindo? –Ele pergunta, sério.

-Então você é um cupido?

-Um dos cupidos. Ainda existem vários.

-Nossa, por essa eu não esperava.

-Meu tempo já acabou aqui, tenho que voltar.

-Tchau. –Falo me jogando na cama e fechando os olhos. E lá se foi a minha vontade de arrumar o quarto.



. . .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...