1. Spirit Fanfics >
  2. O de Odete >
  3. Décimo Sétimo

História O de Odete - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Elena Anayo representa a Sofia Cerqueira.

Capítulo 17 - Décimo Sétimo


Fanfic / Fanfiction O de Odete - Capítulo 17 - Décimo Sétimo

Cena 01 – Restaurante – Noite.

Vanessa entra no estabelecimento e encontra Victória que lhe aguardava. As duas trocam beijos e depois se sentam.

- Eu fico feliz por ter aceitado o meu convite. Acredito que precisávamos dessa conversa. – Disse Vanessa.

- Não tivemos tempo desde que chegou, mas eu te entendo e está tudo bem! – Respondeu Victória bebendo seu drink até o fim.

- Você sabe que estou comprando uma briga com os meus irmãos?

- Com o Ricardo, você quis dizer!

- Ele é o principal e a Leila está do lado dele!

- Mas você tem o Otávio e o Carlos do seu lado! – Afirmou Victória.

- E você pensa o que sobre tudo isso? – Questiona Vanessa.

- Eu sou amiga da família e desejo que façam a escolha certa. Claro que trabalho com o financeiro da empresa e espero que nada prejudique o lucro da empresa. – Disse Victória.

- Não tenho interesse algum em prejudicar a nossa empresa, sei que o Otávio cuida muito bem dos negócios com você. Espero receber a minha parte dos lucros, mas o que realmente quero é a minha parte da herança. – Disse Vanessa.

- Você e seus irmãos tem 3% dos lucros da empresa e em minha opinião, não deveriam ter que receber esse dinheiro enquanto a Odete estava viva, mas ela autorizou. – Disse Victória.

- 3% é muito pouco e a mamãe não está mais viva! Infelizmente tenho mais 6 irmãos e tenho que me contentar com 14% de todo o lucro, mas 14% é muito melhor que 3%! – Disse Vanessa.

- É um fato.... Mas não conte comigo nesse assunto, não quero me envolver! – Disse Victória.

- Victória? Eu pensei que estivesse do meu lado já que somos amigas. – Disse Vanessa.

- Eu estou do lado certo e não quero me envolver em confusões de família, agora eu preciso ir! – Respondeu Victória.

 

Cena 02 – Mansão Cerqueira – Noite.

Lilia e Ricardo chegam juntos e encontra Leila e os amigos Paloma e Edgar na sala.

- Meu irmãozinho, alguma novidade? – Pergunta Leila.

- Podemos ir um pouco na biblioteca e conversar sobre isso? – Pergunta Ricardo.

Leila afirma com a cabeça e vai até os amigos.

- Me esperem um pouco e já volto! – Avisou Leila.

- Vocês aceitam um café? – Perguntou Lilia.

- Lilia, a gente já conversou sobre isso! – Disse Ricardo.

- Mas é apenas uma gentileza! – Disse Lilia.

- Tem chá? – Pergunta Paloma.

- Tem sim.... Eu vou preparar! – Disse Lilia.

- Se não for incomodo, eu aceito o café! – Disse Edgar.

Lilia saiu e Leila foi com o irmão para a biblioteca.

- Você está mesmo gostando da Lilia? Eu consigo ver nos seus olhos. – Disse Leila.

- Eu nunca amei ninguém como estou amando a Lilia! – Disse Ricardo.

- Então, trate de cuidar dela! – Disse Leila.

- Amanhã mesmo começo a entrevistar os novos funcionários! – Disse Ricardo.

- E o que o advogado disse?

- Com a ausência da mamãe, os bens dela podem ser repartidos entre os herdeiros ou de alguém que possa assumir a responsabilidade temporariamente.

-  Poxa, a Vanessa vai mesmo ganhar essa parada. Eu tenho certeza que ela veio de tão longe por causa do dinheiro porque não estava nem aí para a mamãe.

- Às vezes paro e penso que poderia ter ficado mais tempo ao lado da mamãe! – Disse Ricardo.

- Você ficou o suficiente, você sabe disso.... E eu que sempre ignorava os cuidados dela? Eu sinto falta de ouvir ela reclamar que eu estava fazendo tudo errado. – Respondeu Leila.

Os dois se emocionam e se abraçam.

 

Cena 03 – Hotel – Noite.

Caio chega e encontra Vanessa tomando champanhe no quarto.

- Está comemorando alguma coisa? – Pergunta Caio.

- Eu sei que vou ganhar porque tenho os meus direitos sobre a herança da mamãe. Eu estive com a Victória e ela me pareceu em cima do muro. – Comentou Vanessa.

- Vanessa, os bens da sua mãe serão divididos naturalmente, não tem o porquê ter pressa. – Aconselhou Caio.

- Eu tenho que estar protegida de qualquer problema.... E você onde estava? Liguei e estava sempre desligado. – Questiona Vanessa.

- Eu fiquei olhando a cidade, tão linda que a gente perde a noção do tempo! – Comentou Caio.

- Tem certeza que é isso mesmo?

- Não está acreditando em mim?

- Tudo bem. Não vejo a hora de voltar para o Canadá! – Comentou Vanessa.

- Até que estou gostando de ficar no Brasil! – Respondeu Caio.

 

Cena 04 – Empresa Cerqueira – Dia.

Victória chega e encontra Gloria sozinha em sua mesa. As duas se encaram e depois a gerente financeira entra na sala de Otávio.

- Chegando cedo no trabalho? – Questiona Otávio.

- A sua secretária que ainda não chegou, tem certeza que a Fabiola é útil nesta empresa? – Questiona Victória.

- Você não deveria implicar com a Fabíola. Ela faz tudo para mim e eu fico muito aliviado com tudo isso. – Disse Otávio.

- E você paga dormindo com ela! – Disse Victória.

- Você sabe que eu trocaria todas por você, não pensaria duas vezes! – Disse Otávio.

- Você quer mesmo que eu acredite nisso? Não sou boba, Otávio Cerqueira.

- Eu falo de coração aberto!

- É um fato: Você nunca abre seu coração de verdade. Enfim, tenho novidades.

- Novidades?

- Soube que houve uma alteração no testamento da sua mãe....

- A mamãe alterou o testamento? Quando aconteceu isso?

- Pouco antes de desaparecer!

- Claro, Victória. Ela alterou o testamento antes de sumir e com certeza quer acabar comigo. – Disse Otávio.

- Precisamos saber que alterações foram feitas! – Disse Victória.

- E se ela descobriu que eu desviei todo aquele dinheiro?

- Eu não acredito que ela tenha descoberto, estaríamos na berlinda e ainda bem que fechei aquele contrato em Nova Iorque. Conseguimos tapar o buraco que causou e você me deve bastante. – Disse Victória.

- Eu já separei a sua parte, não se preocupe! – Avisou Otávio.

 

Cena 05 – Mansão Cerqueira – Sala – Dia.

Vanessa chega acompanhada de Caio e encontra algumas mulheres em fila na varanda da mansão.

- O que está acontecendo aqui? – Questiona Vanessa.

- Deve ser a contratação do novo funcionário! – Disse Caio.

- Como você sabe? – Questiona Vanessa.

- Não sei, devo ter ouvido alguém comentar! – Disse Caio.

Ricardo saiu acompanhado de uma das entrevistas e olhou para a irmã.

- Que bom que apareceu! – Disse Vanessa.

- Não tenho tempo para você! – Avisou ele.

- Tenha certeza que eu não deixarei as coisas fáceis para você, meu querido irmão! – Garantiu Vanessa.

- A mamãe pode ter sumido, pode aparecer a qualquer momento, mas ela deixou um testamento! – Disse Ricardo.

- Que testamento? – Questiona Vanessa.

Ricardo ignorou a irmã e entrou com mais novas entrevistas para o emprego.

 

Cena 06 – Mansão de Otávio – Dia.

Sofia abre a porta para Bruno e os dois se beijam.

- Estava morrendo de saudades! – Disse Bruno.

- Foram só alguns dias meu amor, hoje a empregada está de folga e tempos todo tempo do mundo! – Disse Sofia.

- Eu já arrumei as minhas malas e você? Tem certeza que é isso o que quer? – Questiona Bruno.

- Eu nunca tive tanta certeza na minha vida, essa casa é um luxo, não posso negar, mas é você que me faz feliz! – Disse ela.

Eles deram um longo beijo.

- E como vai ser?

- Está tudo planejado.... Hoje o Otávio vai ter um jantar de negócios e a Célia não está para ficar como testemunha do nosso amor. – Disse ela.

- Eu já aluguei o carro! – Disse Bruno.

- Não sei se isso foi uma boa ideia e como fará para devolver? – Questiona Sofia.

- A gente dá um jeito, o que importa é que seremos felizes! – Disse ele.

 

Cena 07 – Empresa Cerqueira – Dia.

Fabíola entra na sala de Otávio e os dois se beijam intensamente que até derrubam os objetos da mesa.

- Olha o que você me faz....

- E o que eu faço com você? – Questiona ela.

- Eu perco a cabeça! – Respondeu ele.

- Eu comprei um vestido vermelho, você disse que é a sua cor favorita!

- E tenho certeza que estará fantástica para o nosso jantar de hoje à noite.

- E a sua esposa?

- O que tem a Sofia?

- Não é certo sair com você e continuar casado com a Sofia. – Disse Fabíola.

- E desde quando você resolveu bancar a boa samaritana? – Questiona Otávio.

- Com licença porque essa conversa já deu para mim! – Disse a secretária saindo.

- Fabíola! – Chamou Otávio.

Otávio ficou pasmo com a reação de sua amante e sorriu levemente. Fabíola saiu batendo a porta e Glória percebeu o estado da amiga.

- O que aconteceu para você ficar desse jeito? – Questiona Glória.

- Ele nunca vai largar aquela esposa! – Disse Fabíola.

- Isso que dá se envolver com homem casado, você sabe o que penso sobre isso! – Lembrou Glória.

 

Cena 08 – Restaurante – Dia.

Ricardo e Victória se sentam em uma mesa do estabelecimento e o garçom lhe fornece o “Menu”.

- Eu mesma chamo quando quiser pedir alguma coisa.... E você, Ricardo? Vai pedir alguma coisa? – Pergunta Victória.

- Ainda não! – Disse Ricardo e o garçom saiu. – O que aconteceu naquela noite que você saiu tão transtornada?

- Eu não quero falar sobre esse assunto, você me chamou aqui e eu estou aqui, só não me diga que era para falar disso....

- Eu demiti o Maciel....

- Maciel? Ah, sim... O motorista! Ele fez alguma coisa de errada?

- Eu te contei sobre a Lilia? O Maciel também gostava dela e quando descobriu da gente, ele ficou completamente fora de si e até tentou me bater, então ele teve que se demitir. – Contou Ricardo.

- Ele deveria ter quebrado toda essa sua cara! – Pensou Victória. – Que confusão, Ricardo! – Disse ela.

- E eu preciso de sua ajuda! – Disse Ricardo.

- Você acha que precisa de seguranças agora?

- Não, eu preciso que você contrate o Maciel. Não quero prejudica-lo!

- Você quer que eu contrate o Maciel? Eu não gosto que dirijam para mim, sempre preferi está no comando da minha própria direção. – Disse Victória.

- Por favor, Victória! Prometo que será por pouco tempo até ele encontrar um novo trabalho. – Argumentou Ricardo.

- Está bem.... Eu contrato esse rapaz! – Afirma Victória.

 

Cena 09 – Mansão Cerqueira – Noite.

Ricardo chega e abraça Lilia. Ele a beija por trás da escada e acabam derrubando um retrato de Vanessa.

- Ricardo, assim vamos quebrar a casa inteira! – Disse Lilia.

- Eu arrumei a solução para o Maciel. A Victória vai contratar ele como motorista. – Contou Ricardo.

- Sério?

- Sim, sim!

- Eu preciso contar a ele sobre isso, eu sei que ele não deveria ter agido daquela forma, mas entendo a razão e o que você fez foi lindo. – Disse Lilia.

- Eu também sei o quanto ele é importante para você! – Disse Ricardo.

- O Maciel sempre foi um bom amigo, aliás, ótimo amigo e continuará sendo! – Respondeu Lilia.

Os dois se beijaram novamente e depois apareceu uma mulher na sala.

- Quem é? – Questiona Ricardo.

- É a nova empregada, você mesmo que contratou! – Disse Lilia.

- Ah, desculpe.... É que tive um dia cheio. Como é mesmo o seu nome? – Questiona Ricardo.

- Eu me chamo, Laura! – Respondeu a empregada.

 

Cena 10 – Mansão de Otávio – Noite.

Sofia termina de se arrumar e põe sua mala sob a cama. Ela vai até o escritório do marido e retira um quadro da parede que escondia a porta do cofre.

- Este é o meu momento de ser feliz e eu vou! – Afirma ela.

Colocou a senha e conseguiu abrir. Havia alguns papeis, algumas notas de dinheiro e suas joias mais valiosas. Ela colocou tudo que tinha de valor em sua bolsa e retornou ao quarto para buscar a mala. Bruno estacionou o carro em frente a mansão e olhou para a janela do quarto que estava com a luz acesa.

- Quando estiver pronta, desligue a luz do quarto e eu vou entender que é a hora! – Disse Bruno.

- Tudo bem! Até a noite, meu amor! – Respondeu Sofia.

Sofia deu sua última espiada por toda a casa e fechou a mala com seus pertences. Ela apagou a luz e Bruno ligou o carro. Ela desceu as escadas e foi até onde estava o seu amante. Beijaram-se ao se encontrar.

- Agora sim, a gente vai ter todo o tempo do mundo! – Disse Bruno.

- Apenas eu e você! – Disse Sofia beijando seu amor.

 

No próximo capítulo....

 

Célia retorna para o local de trabalho e encontra o quarto de Sofia revirado.

- Meu Deus! Será que a casa foi assaltada? Eu preciso falar com o Seu Otávio.

Otávio chega em seu escritório e vê o cofre aberto.

- Que merda é essa? – Questiona ele.

Célia chega em seguida.

- As roupas da Dona Sofia sumiram! – Avisa a empregada.

 

Continua....

 


Notas Finais


Participação neste capítulo:
Laura, a nova empregada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...