História O desaparecimento - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 799
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - Cinco



Já se fazia algumas semanas sem as crianças aparecerem, até que um dia, elas foram encontradas, com ferimentos leves mas mesmo assim ferimentos.

Já se faz 1 semana que eles estavam no hospital, eu vou visitar eles todos os dias quando posso.

- vamos Ink?- falei, ele me deu um sorriso e fez sim com sua cabeça, nós saímos da minha casa e fomos para o hospital.

Assim que chegamos na recepção, nos levaram no quarto dos meus filhos.

- crianças?- falei abrindo a porta devagar, Mary tava olhando a janela.

- Oi mae- falou ela.

- Oi meu amor, cadê seu irmão?- falei entrando no quarto junto de Ink.

- ele tá sendo examinado, por algum motivo... A Oi Tio Ink!- ela disse um pouco sorrindente.

- Oi Mary- ele falou sorrindo.

- mãe, o papai morreu?- ela falou, eu não avia comentando com ela.

- como vc sabe?- falei a olhando tristemente.

- sabe, alguém me contou- ela falou olhando a janela.

- quem te falou? Seu irmão sabe?- falei assustada.

- o Azzy sabe,bem, a pessoa vc não pode a ver- ela falou virando os olhos.

- Mary, quem é a pessoa? Um médico? Quem era?- eu falei ficando nervosa.

- o SlanderMan! - ela falou.

- Mary...vc... Tá mentindo para mim? - falei.

- a deixa- ela falou virando os olhos .

- como o Azzy sabe?- falei, o Ink se sentou no sofá e pegou um bloco de notas, apenas anotando o que ela falava.

- ele tbm o vê! Ele veio nos contar, ele mandou nos fugir- ela falou.

- O QUE?- gritei, ela me olhou assustada.

- ele falou que se eu e o Azzy não fossemos para a floresta, todos iriam morrer- ela falou.

- para de mentir!- falei.

- É VERDADE, RLE FALOU WUE IRIAMOS MORRER!- 

- CALA A PORRA DA BOCA MARY!!!- gritei, ela se calou na mesma hora.


4 meses depois



Eu estava acampando com as crianças e o Ink, ele tá passando uns meses aqui quando eu preciso, tenho tido muitos pesadelos.

- nossa!!- disse Azzy ao ver o fogo na fogueira- que demais Tio Ink!- ele disse.

- sim sim, cuidado para não se queimar Azzy- o Ink disse, Mary anda meio distante de mim, ela só quer conversar com o Azzy.

- por aqui tem um lago, vamos lá Azzy?- diz a Mary, ele fez sim e se levantou, anoite ainda não avia caído mais já tava bem escuro a floresta.

Da onde estamos, dava para ver minha casa, não era lonje.

Eu e Ink seguimos a Mary e o Azzy, nós chegamos no lago e começamos a escutar a conversa deles.

- agente conta o pq fugimos para a floresta?- diz Azzy.

- acho que sim, tentei dar uma de maluca mas não deu certo, ela não acreditou- a Mary falou pensativa.

- o que vamos fazer? A ideia de fugir para outra cidade foi sua!- diz o Azzy.

- eu sei! Vamos pensar nisso depois- ela falou, eu fiquei brava na mesma hora, fugiram por coisa besta e o Felipe morreu por eles.

Fui até eles, quando me notaram andaram para a beira do lago.

- como assim?- falei os olhando.

- mãe nos desculpa, não queríamos te preocupar- o Azzy falou.

- como vcs não queriam me preocupar? Passaram várias semanas na floresta, pq fizeram isso?- falei brava.

- nós não aquentava mais! Vc sempre mandando e o papai sempre tava tentando abaixar a baixar a bola!- a Mary disse.

- Mary eu e o Felipe te adotamos e te demos amor e como vc pode dizer isso?- eu falei 

- eu nunca pedi para ser adotada- ela falou, eu os empurrei para o lago e segurei seus pescoço para debaixo d'água.

Eles tentavam se soltar e se debatiam.

- PARA - ele falou, eu soltei o pescoço do Azzy e dei um cutivelada na barriga do Ink, fazendo ele bater a cabeça dele em uma pedra.

Voltei e segurar o pescoço do Azzy debaixo da água com força, até que eles pararam de se debater.

Depois daquilo eu levantei deixando os corpos no chão, intao fui até minha casa e peguei uma pá, logo voltei no lago.

Persebi que o Ink não estava mais lá, comecei a cavar, aquilo tava difícil.

Assim que fiz o buraco, joguei a Mary e peguei o Azzy no colo.

Eu tava jogando o corpo dele no buraco mais um farol veio em mim.

- ANNA VC ESTA PRESA, PARADA AI- o policial falou saindo do carro, logo vejo o Ink me olhar, parecia meio assustado, eu levantei os braços e eles me prenderam e me levaram para o carro.


1 semana depois com Ink


Eu estava vendo a Anna sentada em uma cadeira aonde iria dar um choque nela para ela morrer.

- vc tem algo a me dizer Anna?- eu disse, tinha um vidro nos semaprando junto de meia parede.

- eu consegui afogar minhas malditas crianças- ela falou, logo o Policial apertou um botão que deu uma descarga elétrica nela, e ela morreu na hora.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...