1. Spirit Fanfics >
  2. O Destino >
  3. Capítulo 2 - a proposta

História O Destino - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


boa leiturinha galeuris♡

Capítulo 2 - Capítulo 2 - a proposta


assim que atendi o celular...

LISA: AAAAAAAAAAA

(s/n): porra lisa, precisava gritar? meus tímpanos caralho

lisa: desculpa bebezinha, só to animada que você está vindo pra cá, FINALMENTE! 

lisa é  minha melhor amiga, conheci ela aqui no orfanato, ela saiu ano passado daqui,  mas sempre matinhamos contato, agora ela mora em seul e me convidou pra ir morar com ela

lisa: já ta no ônibus? 

(s/n): não, to indo pra rodoviária agora, daqui a 2h00 eu chego ai, me passa o teu endereço por mensagem, que quando eu chegar em seul vou pedir um taxi com o resto de dinheiro que eu tenho

lisa: relaxa gata, já tenho uma proposta de emprego quando você chegar! 

comecei a andar em direção a rodoviária 

(s/n): sério lisa? aa! obrigada, obrigada, obrigada! era tudo que eu precisava ouvir

falei alegre

lisa: de nada gata, sempre vou te ajudar e você sabe disso, bom..pega logo esse ônibus e vem logo, to com saudades.

(s/n): já cheguei na rodoviária, logo logo to ai, beijos te amo unnie

desliguei a chamada e fui comprar minha passagem pra seul, assim que comprei fui em direção ao ônibus adentrando nele e me sentando na cadeira marcada no papel, coloquei meus fones e pus uma música, encostei minha cabeça da janela e tirei um cochilo, mas logo acordei com o ônibus dando partida

motorista: senhores passageiros, tenham uma boa viagem até seul 

(s/n): seul, ai vamos nós! 

voltei a escutar música e olhar a paisagem, mil pensamentos surgiram na minha cabeça, era óbvio que eu tava com uma angústia no meu peito, eu tava voltado pra minha cidade natal, onde meu tio, que eu nem sei se ta vivo, mora...perguntas surgiram na minha cabeça.."será que ele ta bem?" "será que aquela mulher ainda ta com ele?" "será que ele se lembra de mim?" "porque ele nunca mais me procurou?" 

tentei não me concentrar nisso e só me concentrei na parte em que eu ia começar uma nova vida com a ajuda da minha melhor amiga, e era isso que me importava..

*quebra de tempo* 

motorista: senhores passageiros, bem vindos a seul! 

me levanteu pegando minha mochila e saindo do ônibus feliz, chamei um taxi e deu o endereço da lisa, a casa da lisa não era lá aquelas coisas, mas era um teto pra dormir, e era oque importava, ao chegar, paguei o moço e sai do carro, corri até a porta e bati três vez

(s/n): ENTREGA DE PIZZA!! 

gritei com uma voz diferente e começo a rir ao ouvir a mesma 

lisa: que porra de pizza oque!!!!? eu não pedi essa mer-..

ela abre a porta e grita me dando um abraço muito apertado

(s/n): ta me esmagando 

ri

lisa: vem! entra!

ela me puxou pra dentro, a casa nao era grande nem luxuosa, mas era arrumada e lindinha por dentro, me fazendo sorrir com o aconchego que ela causava

lisa: me conta, a viagem foi boa? quer alguma coisa? já vou logo avisando que você vai ter que ir dormir no mesmo quarto que o meu, não tenho quarto de hóspedes 

enquanto a mesma não calava a boca eu só a abracei

(s/n): senti saudades...

lisa: também...

ela retribuio o abraço e logo joguei minha mochila no sofá me sentando

(s/n): mas iai, e a proposta de emprego?

lisa se sentou ao meu lado 

lisa: que tal...trabalhar comigo?!!

falou animada e o trabalho da lisa não e lá um trabalho de escritório com secretaria e essas coisas..eu sabia que a lisa tinha outro tipo de emprego..

(s/n): quer que eu seja prostituta também? 

pois é, a lisa é uma prostituta, era a única forma da mesma ganhar dinheiro, e olha que ela tentou arrumar um emprego digno, mas não conseguiu

lisa: eu sei que não é a melhor das propostas, mas...é oque temos hoje..

falou cabisbaixa

(s/n): tudo bem lisa, eu vou sim, além do mais, precisamos de dinheiro 

sorri e a mesma sorriu

lisa: aaah! ok, esteja pronta as 21h! 

lisa subiu as escadas me deixando sozinha na sala, encarei o teto

(s/n): e la vamos nós 

suspirei

*quebra de tempo* 

era 21h e eu estava pronta com uma roupa curtíssima que a mesma tinha me emprestado, era um vestido preto curto, com um decote enorme e eu estava com um salto preto e uma bolsa prata, a olhei

(s/n): pourra..que coisa apertada e curta

lisa: tem que ser assim bebê, ou eles não te escolhem

lisa falava enquanto terminava sua maquiagem

lisa: vamos! 

saimos de casa e formos pra área nobre da cidade aonde acontecia esse tipo de coisas, escolhemos um lugar e ficamos paradas, eu ficava chocada com o tanto de gente rica que ia nesse lugar.

até que um carro parou na minha frente, um carro preto, o vidro abaixou e eu tive visão de um cara de terno preto, cabelo preto e desarrumado, mas nao consegui ver seu rosto, ele não me olhou e só fez um gesto pra eu entrar, olhei pra lisa e ela fez o mesmo gesto mandando eu ir e assim eu fiz, entrei no carro e o vidro subiu novamente, ele começou a dirigir e ficou todo momento sem trocar uma palavra

(s/n): não quer saber quanto ta a noite?

(???): eu tenho dinheiro 

aquela voz...rouca e grossa...me era familiar...fiquei pensativa mas logo meu pensamento fugiu a sentir o carro parar em frente a um hotel, em todo momento tentava ver seu rosto, até que ele liga a luz do carro para pegar alguma coisa no porta luvas..

(s/n): puta merda.. eu não....acre...di..to...

falei baixinho mas com certeza ele escutou, porque me olhou na mesma hora com uma expressão de "como é?"










continua?..


Notas Finais


mds...quem será que você viu???

aaaaaa me dêem incentivo pra eu continuar!! minha animação é vocês♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...