1. Spirit Fanfics >
  2. O Destino >
  3. IV. O Casamento de E e C

História O Destino - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - IV. O Casamento de E e C


Fanfic / Fanfiction O Destino - Capítulo 4 - IV. O Casamento de E e C

Já se passou um mês desde a minha ultima ida à cabana misteriosa e eu ainda não perguntei minha mãe sobre o passado dela, eu venho escondendo o que eu sei desde então.

Meu irmão e minha melhor amiga noivaram já faz três semanas.O noivado foi uma festa pequena para os familiares, hoje é o dia do casamento, minha mãe e Violette fizeram questão de tudo sair perfeito. Violette fez questão de confeccionar todos os vestidos e ternos, ela selecionou todos os vestidos escolhendo assim o de melhor qualidade.

Estou ajudando a Clary a se arrumar, e fui buscar as joias que minha mãe mandou confeccionar para o casamento.Entro no quarto da minha mãe e vou até o porta joias, enquanto eu pego as joias percebo que o colar que eu estou usando, o que a Bruxa de cabelos vermelhos me deu está brilhando debaixo da minha roupa, consigo ver ele cintilando em uma cor azul neon, eu ignoro o colar e vou procurar as joias de Clary, mas percebo outra anomalia, algo azul neon no fundo da caixa e quando coloco meus dedos sobre o fundo do porta joias percebo que é um fundo falso então eu puxo com força e lá está um colar igual o meu o colar das filhas da lua, minha mãe ainda guarda o dela, então eu aproximo o colar dela do meu para comparar e eles unem como se fosse um imã formando assim um só colar de lua cheia.

-Ellie ? Eu estava te procurando para te dar uma noticia.

Eu escuto a voz da minha mãe então eu me viro até a porta, onde ela está parada. Minha mãe olha para o meu pescoço e vê meu colar.

-Não é possível isso. Apenas uma pessoa tinha um colar como esse.

Minha mãe diz com um olhar aturdido.

-Evy a bruxa de cabelos brancos.

Minha mãe arregala os olhos. - Como você sabe disso Ellie ?

-Eu fui a Cabana da bruxa de cabelos vermelhos no beco da cidade.

-Então você conheceu a Myrcella.

Eu olho para minha mãe  com um olhar desordenado.Eu não sabia que o nome da bruxa de cabelo vermelho do Beco era Myrcella, ela nunca tinha se apresentado.

-Ela é uma bruxa astuta, ela te revelou tudo ?

-Eu fui com a Clary na cabana para descobrir o meu futuro e a bruxa me deixou confusa sobre o meu passado então voltei e ela me mostrou e contou algumas coisas.Mas realmente eu espera que você fosse me contar isso.

-Ellie eu queria, mas não podia se descobrissem que você e eu somos bruxas iriamos ser queimadas vivas.

-Eu queria que você confiasse em mim mãe.

-Eu tive medo.Assim quando eu conheci o seu pai eu amei ele, acabei estragando a missão mas eu descobrir coisas sobre Evy, ela não queria criar um clã, ela estava criando um exercito, ela queimava os garotos como um tipo de oferenda  e criavam as garotas para se reproduzir e assim ela se tornaria o ser mais forte e assim destruiria tudo já que o portal de Bluemoon foi destruído.Eu vi o meu futuro algo que era proibido, e descobri que eu ia ser amada e teria um filho homem, aquilo foi o grande impulso para mim sair do covil eu não queria que o meu filho fosse vitima de uma oferenda, então eu aceitei o pedido de casamento do seu pai e com a minha magia criei um canalizador de proteção para que Evy não nós rastreasse. Algumas bruxas seguiram o meu exemplo e foram embora também conseguiram se salvar antes que uma sociedade caça bruxas chegassem e queimasse todo o covil.

Olhos olhos da minha mãe estavam cheios de lagrima, eu entendi que ela fez isso para me defender e defender o Erick e o papai.Eu decido sair do ataque e abraça-la.

-Mãe eu te entendo, desculpe pelo meu egoismo, eu te amo.

-Eu também te amo minha querida filha, mas você deve ter cuidado, existem pessoas que tentaram te matar, você é mais forte do que pensa, sua magia é gerada do amor uma dos maiores poderes, você ainda não tem pratica.

-Mãe, você vai me ensinar usar meus poderes ?

-Não terei tempo de te ensinar tudo, você só tem um mês aqui em Harend.

Ouvir ela falando isso parte meu coração eu não queria partir de casa, então eu abraço ela mais forte, e me afasto, ela passa sua mão no rosto limpando as lagrimas.Eu tento mudar de assunto -Bom mãe você entrou aqui me dizendo que tinha uma coisa para me falar.

-Sim, seu futuro noivo o Rei Peter virá vim no casamento hoje.Ele está ansioso para te conhecer.

Eu fico em silencio.

-Você não tinha que levar as joias para Clary.

-É mesmo já ia me esquecer.

Minha mãe foi até seu armário e pegou as joias, que estavam guardadas em outro local.Ela me entrega uma caixa dourada com as iniciais E&C.Então eu saio e levo até a Clary.

Eu entro no quarto de hospedes e a Clary está cercada de criadas, uma delas vem até mim e eu entrego a caixa e me aproximo de Clary.

-A noiva mais linda de Harend.

Ela sorri para mim e suas covinhas se sobressaem.-Fico lisonjeada de receber um elogio vindo da futura Rainha de Valad.

Nós duas olhamos uma para a outra e damos gargalhadas de sarcasmo.-Adoraria ficar mais um pouco com a senhorita, mas eu a Rainha de Valad tenho que me arrumar para o evento.

Clary me olha dando gargalhadas, enquanto uma criada está fazendo seu penteado. -Foi uma honra ter a realeza aqui.

Eu olho para ela com o meu sorriso cerrado levanto um pouco do vestido e faço uma referencia e logo em seguida saio do quarto de hospede e vou para o banheiro, onde a Daya me espera como sempre ela preparou o meu banho com os mínimos cuidados possíveis, sentirei tanta falta dela.

Entro no banheiro e minha banheiro e a minha banheira está pronta Daya estava me esperando, ela chega e se aproxima de me mim e me pede permissão para retirar meu vestido  e eu aprovo, depois dela me despir, eu entro na banheira, a água está quente e com o cheiro de rosas, ela lava meu cabelo com seus dedos delicados esfregando o meu coro cabeludo, fazendo com que eu me sinta relaxada.Quando eu termino meu banho ela pega o meu roupão e me ajuda a vestir.

Eu vou para o meu quarto e o meu vestido de madrinha encontrasse sobre a cama, ele é azul cor do céu com detalhes dourados, ele contorna o meu corpo e o decote dele me deixa sensual mas não vulgar o vestido faz conjunto  com uma sapatilhas azuis da mesma tonalidade do , Daya penteia meu cabelo dessa vez fazendo uma cascata com meus fios castanhos, ela pega meu conjunto de brincos dourados, e meu colar dourado com pedras de turmalina que combinam com o meu vestido,  e pega meu perfume clássico de lírios e borrifa sobre meu pescoço.

-Pronto Senhorita, você está fantástica, o seu noivo irá ficar babando.

Ela diz toda empolgada.

-Obrigada Daya. Eu queria tanto te levar comigo para Valad, sentirei muito a sua falta, você é mais do que uma criada para mim.

Com os olhos cheios de lagrima Daya se volta para mim.-Eu que agradeço a senhora pela sua compaixão.

-Minha senhorita, é hora de você ir, Fred te espera com a sua carruagem já pronta.

Eu me levanto do banco da penteadeira e sigo até a sala onde a minha mãe está me esperando, ela está com um vestido cinza prateado, seus cabelo está com a mesma trança que eu vi na visão da Cabana de Myrcella, ela parece mais jovem

-Você está maravilhosa querida.Temos que ir se não chegaremos mas atrasada do que a noiva.

Ela diz em direção para a porta, e eu concordo balançando a cabeça, sigo ela.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...