História O destino de Adrinette - Capítulo 1


Escrita por:

Visualizações 231
Palavras 812
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem, essa é a minha primeira fanfic e dês de já peço desculpas por qualquer erro. Esse é um dos meus desenhos favorito e espero que gostem.

Capítulo 1 - Adrien chega a Paris


Fanfic / Fanfiction O destino de Adrinette - Capítulo 1 - Adrien chega a Paris

      Adrien no avião estava empolgado. Estava voltando para sua boa e velha cidade natal, a linda Paris ao qual no dia seguinte iria para seu primeiro dia na faculdade de administração. Talvez até reencontraria os antigos amigos do ensino médio.

Sabia que veria seu melhor amigo Nino, que ligava para ele todas as noites durante esses dois anos que esteve fora do país e ele estaria o esperando no aeroporto.

Adrien pegou sua bagagem e seguiu para o encontro com Nino. Os dois se abraçaram e Nino caregou a bagagem do rapaz como cortesia de boas vindas. Era noite e Paris estava radiante com aquelas lindas luzes.

- Tá ansioso para amanhã cara? - pergunta Nino.

- Muito, quero reencontrar nossos antigos amigos.

- Ainda bem que ficamos na mesma universidade cara. -diz Nino impolgado. - mais nem todos nossos amigos estão lá, só a minha linda Alya, Chloé, Plagg, Hank Moth, Tikki e a Marinette.

Ao ouvir esse nome Adrien baixa a cabeça com as imagens de certas lembranças ao qual ele gostaria de entender e exclarecer.

Aquela cena vinha a sua mente com a lembrança de uma garota que era tão ingênua e boa e que naquele momento estava frágil e desprotegida. Mais a culpa foi minha? Pensava ele revendo as lágrimas da moça escorrerem pelo seu olhar confuso. Adrien balança a cabeça na intenção de afastar essas lembranças. Tinha ele uma nova oportunidade e faria de tudo para aproveitar-la e se desculpar.

- Marinette e uma boa garota é isso faz tanto tempo que ela nem deve lembrar. Ela vai compreender mano. -diz Nino.

Ele olhou para seu amigo que sorria com o seu retorno, devolveu o sorriso. Mal sabia ambos que os problemas iria começar agora.

Enquanto isso na casa da Marinette...

Tikki segurava a tesoura tensa.

-Tem certeza? - pergunta ela.

- Sim. -responde Marinette. - não calma...

Ela é interrompida pela chegada de Alya que se senta no sofá observando as amigas intrigada.

- Porquê quer corta o cabelo Marinette? Tá bom assim. -diz Alya.

- Quero mudar. Me ajuda Alya. -diz Marinette triste.

Alya a observa. Tinha vindo avisa a amiga o retorno de seu antigo amor Adrien ao qual ela agora mantia uma mágoa antiga. Seu namorado Nino acreditava que isso tudo era passado, mas ela sabia que não, que essa história não tinha acabado e que tocar nesse assunto a deixaria triste até amanhã. Ela observa a cicatriz no braço da amiga que agora era até um charme da azulada mais que no passado foi motivo de muitas lágrimas.

Marinette sente que a algo errado, que sua amiga está preocupada com ela, mas pelo que? Pelo cabelo? Ou é outro motivo?

- Alya está tudo bem?

- Sim, acho que tem que fazer o que seu coração manda. Se quiser corta corte, vai ficar linda de qualquer jeito mesmo.

Marinette sorri.

- Corta Tikki. -ordena ela.

Tikki lança um último olhar para Alya e respira fundo e passa a tesoura. Aos poucos as mechas caem no chão dando a garota um novo estilo.

Ela passa a mão pela franja e em seguida pelo resto do cabelo que agora está na altura dos ombros.

- Gostei. - diz ela.

- Realmente eu fui muito bem. - se exibe a Tikki orgulhosa.

- Ficou lindo. - diz Alya. - Vem vou tirar umas fotos.

Depois de algum tempo Nino liga para sua namorada, Ayla atende escondida das garotas.

Disse a Nino que não terá coragem de dizer a sua amiga sobre o retorno do Andrien, que ela ficaria pensando sobre o assunto até poderia faltar a aula amanhã, mas Nino ainda acreditava que isso era passado. Mais mesmo assim os dois desidiram não falarem nada e esperarem pelo encontro dos dois no dia seguinte. Deixariam para o destino a responsabilidade de tudo. Desligaram.

As garotas se divertiram o resto da noite. Alya sabia que o dia seguinte seria complicado para a amiga.

Ele entra furioso no quarto batendo à porta e em seguida tira a camisa ficando apenas de calça. Senta na cama e observa uma foto colada no espelho do lado da cama de uma linda garota sorridente de olhos azuis e cabelo preto azulado. Se recordou do dia que furtou essa foto de sua amiga quando a mesma estava distraída. Depois ele vai até uma gaveta da cômoda e retira uma antiga revista e a observa sério, mas em seguida começa a gargalhar como um louco.

- Você está de volta não é? Veio pedir perdão pelo o que não fez rapaz? Ela só tinha olhos para você, mas agora ela te odeia. Acha que ainda pode conquista-la não é? Mais eu não permitirei. Marinette será minha, apenas minha e você não arruinara Isso com as suas desculpas ouviu?

A foto do rapaz loiro sorridente na época do colégio que era modelo ensentivado pelo pai. Adrien.

Revoltado Hank Moth lança a revista longe e se deita na cama perdido em seus pensamentos, aquela paixão doentia ainda trariam muitas lágrimas.


Notas Finais


Desculpas esse capítulo ficou um pouco pequeno. Rsrs
❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...