1. Spirit Fanfics >
  2. O destino de te amar - tododeku >
  3. O garoto do metrô.

História O destino de te amar - tododeku - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


espero que gostem :)

Capítulo 1 - O garoto do metrô.


Fanfic / Fanfiction O destino de te amar - tododeku - Capítulo 1 - O garoto do metrô.

Todoroki's POV

Era uma tarde corrida, rapidamente e por sorte consegui entrar no metrô que precisava para ir em caminho até o local marcado do meu compromisso, era um ensaio fotográfico, e estava deverás atrasado se for considerar que eu estava esperando o metrô a algumas horas.

Em meio de tanta gente, um tumulto que só, tento achar algum apoio enquanto segurava minha mochila nas costas, e, por descuido meu e por tanto empurra empurra, acabo segurando a mão de alguém, um desconhecido.

Paro por alguns segundos encarando o garoto até perceber que nossas mãos estavam uma acima da outra, me fazendo sair da transe e tirar rapidamente minha mão dali e apoiando um pouco abaixo.

— Oh.. Uh, me desculpe. - Digo meio sem jeito ao garoto de cabelos verdes que me olhava, enquanto passava minha outra mão por minha nuca

(Narração on)

Izuku voltava de seu horário de almoço, como sempre a alguns minutos adiantado, por conta de ter que pegar o metrô, onde sabia que ficaria muito lotado, sem espaço nem para respirar. Normalmente pegaria um táxi até seu trabalho, mas nesse dia em específico queria fazer um percurso diferente, sem nenhum motivo aparente.

Segurava-se firmemente, ouvindo música em seus fones, coisa que o dispersava do mundo, apenas voltando a prestar atenção em sua volta quando algo, ou melhor, outra mão tocou a sua. Imediatamente congelou no lugar, sem saber o que fazer por algumas instantes, poxa, queria poder sentir tal toque pelo resto de sua vida, foi o que pensou até o garoto interromper seus devaneios.

— sem problemas — pode continuar com ela aí, completou em pensamentos, logo em seguida rindo consigo. Bem, o garoto parecia adorável em sua concepção.

Todoroki dá um pequeno sorriso pro desconhecido que parecia gentil, e sem nem perceber acaba por ficar o encarando, reparando os detalhes de seu rosto, as sardas alheias e cachos meio bagunçados, é um garoto muito lindo, Shouto teve que admitir 

Desçia o olhar de cima a baixo no corpo do de cabelos verdes, sem disfarçar muito, mas ao voltar o olhar para seus olhos, Izuku vira o rosto, desviando, e Shouto sorri desviando o olhar juntamente.

Sentiram o metrô parar em um ponto em que o garoto dos cachos verdes tira a sua mão do apoio e vai se afastando, Todoroki o olhava com enquanto ele ia em direção das portas do metrô.

Meio contra sua vontade, Izuku se direcionou às portas, antes mesmo de sair, deu um rápido "tchauzinho" para o garoto bicolor, logo voltando-se ao seu caminho. Todoroki deixa um sorriso bobo tomar conta de meus lábios ao ver o acenar do garoto que logo saiu do metrô, depois de alguns pontos a frente ele sai do transporte também.

— Caramba.. Nem pude perguntar seu nome.. - Shouto dizia pra si mesmo enquanto encarava a mão que tocara a mão alheia.


Saindo de seus pensamentos rapidamente Todoroki se dirige para o local, era um estúdio de fotografia, secretamente ele ja foi modelo em tempos atrás, parou com a carreira e talvez esteja planejando voltar novamente.

Ao chegar no estúdio, é recebido por um menino de cabelos ruivos na recepção, Todoroki faz reverência e vai em direção ao corredor de fotografias, em direção a uma sala branca onde ficava o fotógrafo, os cenários e outros afins.

— Bakugo! - Shouto sorri ao reencontrar seu amigo, o fotógrafo. - A quanto tempo, não?

— Wow, pois é, vai voltar aos negócios de modelo? - Ele vai em direção ao bicolor, o cumprimentando.

— Pretendo, podemos começar?

— Claro, trouxe as roupas? - Ele pergunta enquanto ajeita sua câmera.

Shouto afirma com a cabeça e vai para um outro cômodo menor trocar de roupa.

E enquanto isso

Midoriya chegou tão avulso em seu trabalho que mal percebeu o mal humor de praticamente todo mundo, exceto da senhorinha da limpeza que sempre lhe cumprimentava com um beijo na bochecha, deixando uma bela marca do batom rosa que usava. Sorriu e então foi pegar suas coisas para começar seu serviço.

Passou praticamente o dia todo lembrando do incidente no metrô, queria poder voltar no tempo e poder pelo menos perguntar-lhe o nome. Estava leve, parecia flutuar sob o chão, e por incrível que pareça, não xingava os clientes chatos em sua mente. Nada naquele dia estragaria seu humor.

— Midoriya — ouviu seu chefe elevar a voz consigo, engoliu em seco, reverenciando, voltando sua atenção ao que ele falava. — toma — pegou o papel da mão dele, e então foi diretamente para o endereço indicado.

Desceu da moto e tirou o capacete, essa era a parte que mais tinha vergonha, conversar com os clientes, geralmente só ficava calado e sorria. Respirou fundo e então tocou a campainha, aguardando lhe atenderem.

Ao escutar a campainha tocar, enquanto Bakugou se levantava, Shouto levanta primeiro e dá um sorriso gentil.

— Pode deixar que eu vou.

Diz e consequentemente sai do cômodo, pegando o dinheiro em sua mochila e atravessando o corredor de volta para a recepção, abrindo a porta em seguida, para atender o entregador que tanto esperavam.

— Aqui está o dinheiro, obrigado p-

Todoroki fica um tanto congelado após fazer contato visual com o garoto a sua frente que carregava as entregas, suas palavras ficaram meio embaraçadas.

Não acredito, é ele! Cacete, mas que sorte! - Todoroki pensava

— Você.. - O bicolor sorriu para o garoto de cabelos verdes, era o mesmo do incidente no metrô. 


Isso é uma.. coincidência..?



Notas Finais


espero que tenham gostado do capítulo👉👈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...