História O destino descide - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Lil Xan
Tags Ação, Drama, Lil Xan, Traição
Visualizações 12
Palavras 684
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem amores...

Capítulo 10 - Ele perdeu o controle...



P.O.V Diego
Começo a usar drogas pesadas que tinha ali para tentar tirar Meg da cabeça, como não adianta nada, pago uma prostituta para fuder, mas na hora eu vejo Megan aquilo foi a gota da água para mim, paro a transa na hora dou um soco na parede e saiu furioso de lá sem avisar ninguém.
Quando chego em casa vejo Megan e Cintia assistindo um filme, como ela conseguia ser tão linda, mas que porra ta acontecendo comigo?
Subo para meu quarto me tranco lá e tenho uma crise leve de ansiedade que logo consigo controlar e pego no sono, por um milagre não acordo em crise e resolvo descer comer algo.
Quando estou na ponta da escada vejo Diablo e Megan se pegando no sofá, aquilo me deixa com mais raiva ainda eu queria matar ele, que merda ele estava fazendo de novo com ela?
Acabo expulsando ele dai e me tranco no banheiro agora estava me dando uma crise mais forte começo a quebrar tudo de raiva até que cai no chão do banheiro chorando igual uma criança como eu odiava ter essas crise de merda.
P.O.V Megan
O dia foi bem cansativo chegamos em casa ai pelas 21 horas da noite, mas pelo menos eu tinha conseguido entrar em uma agência e já tinha um ensaio marcado para esta semana, para comemorar eu faço um brigadeiro e sento no sofá da sala com Cintia para assistir um filme de terror.
Já estávamos na metade do filme, quando Diego chega em casa e parece bem estressado, eu queria ir falar com ele, mas eu descido que é melhor não até porque o que eu tinha a ver com isso não é mesmo?
Já era umas 23 horas da noite quando Cintia recebe uma ligação de Pump e vai correndo ver ele, eu apenas reviro os olhos e fico lá atirada no sofá até que Diablo chega procurando por Diego eu então resolvo aproveitar um pouquinho.
Meg: - Esta no quarto, mas eu estou todinha aqui bebê.
Falo caminhando de joelhos caminhando até o braço do sofá e passando a mão pelo seu moletom assim que chego perto dele.
Diablo: - Você é um Demônio sabia?
Nem respondo apenas puxo ele que cai por cima de mim no sofá e o beijo com desejo enquanto empurro minha intimidade para seu pênis, ele retribui o beijo com desejo e coloca a mão por baixo de meu short apertando minha bunda com força, o clima já esta bem quente quanto escutamos Diego e Diablo sai de cima de mim muito rapidamente.
Diego: - Vocês acham que minha casa agora é motel caralho?
Ele fala com um tom de muita raiva.
Diablo: - Desculpa bro, eu vim conversa com você mas...
Diego: - Eu vi o que veio conversar, sai daqui na moral
Diablo: - to indo
Ele me beija e sai de lá bem rápido, Diego se tranca no banheiro e só consigo ouvir o barulho de coisas quebrando e ele chorando, mas que porra esse garoto tinha?
Vou até ele e quando vou bater na porta ele sai.
Meg: - Você esta bem?
Ele responde em berros e choro.
Diego: - ESTOU PÉSSIMO CARALHO NÃO TA VENDO?
Meg: - Me desculpa eu não queria...
Diego: - ELE É MELHOR QUE EU ? ISSO? ME DIZ ?
Eu fico sem entender e ele me coloca contra a parede, ele estava descontrolado, chorando muito e eu estava ficando com medo.
Meg: - Do que você ta falando Diego?
Diego: - DE VOCÊ CARALHO, POR QUE NÃO SAIR DA MINHA CABEÇA? POR QUE EU ESTOU COM CIÚMES? QUE MERDA VOCÊ FEZ COMIGO?
Eu começo a chorar.
Meg: - Me desculpa, eu não fiz nada Diego.
Diego: - FEZ EU GOSTAR DE VOCÊ EM UM BEIJO FOI ISSO A MERDA QUE VOCÊ FEZ.
Ele da um soco na parede ao meu lado e cai no chão chorando, eu me abaixo e o abraço, faço carinho em seu cabelo e tento acalmar ele em meus braços, eu estava assustada mas precisava ajudar ele.
Meg: - Eu também....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...