1. Spirit Fanfics >
  2. O destino nos uniu - Imagine Jin >
  3. Foi você!

História O destino nos uniu - Imagine Jin - Capítulo 18


Escrita por:


Capítulo 18 - Foi você!


Jungkook on

Acordei tarde hoje e vi o Tae em cima de mim, do jeito que veio ao mundo. Passei a mão em sua cintura e beijei seu ombro.

Tae: Kookie!

Jk: Oi meu bebê!

Tae: Eu te amo!

Jk: Hmmm... Eu também te amo!

Ele vira para mim e me beija. O beijo foi selvagem, porém foi interrompido, quando o Tae levantou correndo até o banheiro. Corri até ele e o ajudei a ficar em pé. O Taehyung estava nervoso, choroso, não é de hoje que ele vômita, o beta não aguenta mais. Espalhei meu cheiro pelo cômodo e logo o Kim se acalma.

Tae: Acho que vou ter que ir ao médico, já faz semanas.

Jk: Nós vamos bebê! Nós vamos hoje!

Tae: Minha garganta dói, Kook!

Jk: Vamos escovar os dentes, tomar um banho e vamos no hospital.

Ele assenti, então entramos no chuveiro. Tomamos um banho, um pouco demorado, a água estava tão boa, que só saimos porque nossos celulares não paravam de tocar.

Tae: É o Jin... *ele fala com meu celular em mão* Alô? C-como assim, hyung? *os olhos dele começaram a encher de lágrimas* Me diz, que é mentira! *ao ver que o Tae ia cair, o segurei* Então vamos aí...

Ele desliga o telefone e chora, com o rosto escondido em meu peito.

Jk: O que aconteceu?

Tae: A S.n... Ela pode morrer a qualquer momento.

Abracei o beta e deixei um beijo em sua cabeça.

Jk: Ela é forte! Tenha esperança!

Tae: O médico falou que ela não consegue, mas acordaram ela para se despedir. Eu quero vê-la!

Jk: Nós vamos! E vamos agora!

Peguei o pequeno no colo e levei até o closet.




Tempo depois...

Aproveitamos que estávamos no hospital e antes de ver a ômega, fizemos uma consulta. O médico pediu alguns exames e nos fizemos.

Estamos, agora, indo para o quarto que a S.n está. Chegamos no corredor e vimos o Jimin sentado em frente a porta, com a mão nos cabelos, chorando. Dentro do quarto, dava para ouvir os choros de todos e uma voz fraca e calma, que provavelmente era da S.n.

Tae: Jimin?!

Ele corre até o ômega e se ajoelha, para abraça-lo.

Jm: Por que ela?

Os dois choravam e eu vi o Yoongi saindo, com os olhos vermelhos e lacrimejando.

Jk: Yoongi, como ela está?

Sg: Parece que bem, mas está fraca... Nem parece ela pode ir.

Jk: O Hoseok?

Sg: Ele foi para casa da minha omma, eu não vou contar para ele tão cedo.

Jk: Entendo! Eu também não contaria para o Tae, mas ele que atendeu o telefone.

Tae: Yoongi, me ajuda com o Jimin? Ele precisa de ar e de água.

Sg: Claro!

Nj: Pode deixar, Yoongi! *ele fala fechando a porta* Eu levo ele! Oi Jungkook! Oi Tae!

Tae: Oi. Leva o Jimin!

Sg: Eu vou com eles!

Os três vão e nos dois entramos.

Tae: S.n?

S.n: TaeTae!

Taehyung vai até a pequena, que estava fraca, abraçando a mesma. O clima do quarto estava triste, os pais da S.n não paravam de chorando ao lado da cama e o Jin estava sentado atrás dela, abraçando-a por trás.

Tae: Sente algo?

S.n: Não, estou normal. Claro, que fraca, mas fora isso nada de diferente. Que dizer, esse clima de enterro tá um pouco chato!

Tae: Estamos com medo de te perder!

S.n: Eu sei, Tae! Mas eu não morri ainda!

Ela falou e o Tae abaixou a cabeça.

Jk: Parece que você tem um carrapato nas costas!

Falei, tentando mudar o clima.

S.n: Sim! *ela ri* Ele está assim desde quando chegou. Sentou aqui, me abraçou e não soltou mais. Mas não vou falar nada, pois estou gostando.

Sorri para ela.

Dr: Com licença! Senhor Kim, senhor Jeon, saiu o resultado dos exames, já temos um parecer.

J: Quês exames são esses Taehyung?

Tae: O doutor pediu para eu fazer. Estou passando muito mal nos últimos dias.

J: O que ele tem, doutor?

Jk: Não é nada grave, não é?

Dr: Não, grave não é. *suspirei alividos* Bom... sei que estão passando por um momento delicado, mas quero dizer a vocês: Parabéns! Vocês vão ser appas.

Tae: Eu?

Dr: Sim, senhor Kim, o senhor está grávido!

S.n: Eu vou ser titia!

Ela fala sorridente, fazendo todos sorrirem.

Tae: Kookie!

Jk: Vamos ser appas, meu amor! *beijei o mesmo, que chorava* Parabéns!

Tae: É... é até difícil acreditar!

S.n: Parabéns Vkook!

J: É, parabéns!

Jm: Que chororô é esse?

S.n: Falou a cachoeira!

Nj: O que aconteceu?

Jk: Eu vou ser appa!

Jm: Sério?

Tae: Sim!

Sg: Agora meus filhos tem um amiguinho para brincar.

S.n: Falta só o Nammin!

Jimin encara ela e a mesma ri. A S.n estava diferente do que imaginei, ela está melhor!



A noite...

Tae dormiu no sofá, após passar o dia aqui com a S.n. Os pais da S.n e o Jin foram jantar e tomar banho, mas disseram que logo voltam. Então, eu e o Tae ficamos com a ômega.

S.n: Eu estou muito feliz com a notícia da gravides do Tae, por vários motivos.

Jk: Você pode conta-los a mim?

S.n: Claro! *ela suspira* É o sonho do Tae, ele teve tanto medo da confirmação de não ser appa, mas aí está ele, grávido. Vocês formam um casal incrível! Merecem esse presente. E outra, essa notícia tirou o foco de mim e o sorrisos de todos...*ela me olha sorrindo, mas logo suspira* Sabe, me sinto naquele filme... qual o nome? *ela pensa um pouco* "My Sister's Keeper".

Jk: Sei qual é esse, mas as histórias são diferentes. Você não tem uma doença grave ou...

S.n: Mas eu posso morrer, como a protagonista morreu. *ela olha para o Taehyung, certificando que o mesmo dormia* Jungkook, eu tenho medo de morrer, dormindo, abraçada a minha omma, ou meu appa, ou o Jin. Não sei, se tenho medo de assusta-los, de fazê-los sofrer ainda mais... Eu só sei que se eu pudesse voltar no tempo, eu faria uma coisa diferente.

Jk: O que você faria de diferente?

S.n: Não conte para ninguém, mas eu não entraria no carro da Jisoo. Ela foi me buscar e...

J: O que ela fez?

S.n fica assustada.

Jungkook off




Jin on

Ao ouvir a conversa, tentei ao máximo não intervir, era um momento triste, mas ela falou algo que me deixou nervoso.

J: Vamos S.n, me fala!

S.n: Jin, não é nada!

J: Choi S.n, me fala o que aconteceu.

Ela começou a chorar, mas acalmei a mesma com o meu cheiro.

Omma: Filha, o que aconteceu?

S.n: A Jisoo foi me buscar na faculdade, no caminho encontramos a Jennie e as alfas, que andam com ela. Elas me deram um remédio, mas eu não dormi. As duas me forçaram a tirar a marca! Quando chegamos na casa da curandeira, elas me amarram na cama e pediram para tirar minha marca. Eu não queria Jin!

J: Jisoo e Jennie? Ok! Já volto!

Sai do quarto nervoso. Pela primeira vez, eu estava mais nervoso que meu lobo.

Jk: Jin, se acalma! Não vai fazer besteira, até porque a S.n precisa de você.

J: Eu só quero trocar uma palavrinha com a Jisoo. Daqui a pouco, estou de volta.

Entrei no carro e fui até a casa da família Min, dos pais da Jisoo e do Yoongi, e, assim que cheguei, bati na porta.

Jh: Jin? Está tudo bem?

J: Está sim, a Jisoo está?

Jh: Esta sim, entra!

Entrei e vi todos reunidos na sala.

Sg: Jin? Aconteceu alguma coisa?

J: Aconteceu... Yoongi, você pode levar o Hoseok para cima?

Sra Min: Eu levo! Vamos querido!

Jh: Mas...

Sg: Confia em mim, é para o bem dos nossos filhos.

O ômega assenti e sobe com a senhora Min.

Js: Você está bem, Jin? Está diferente!

J: Foi você.

Js: O que? Foi eu? Você está louco? O que foi eu?

Fui até a mesma e a peguei pelo pescoço.

Sg: Jin, solta ela!

Sr Min: Jin!

Ambos tentam me soltar, mas eu estava mais forte, porque além de mim, meu lobo também estava me ajudando.

J: Você é a culpada de tudo! Você não se contentou em me abandonar, você tinha que matar minha ômega.

Js: J-J-Jin...

Ela tenta falar, mas estava ficando sem ar.

J: Foi você, você e a Jennie que armaram tudo e colocaram a culpa na S.n. Ela vai morrer por sua culpa!

Sg: Jin, você tem que se acalmar! Você vai matar a Jisoo também.

J: Eu vou falar só uma vez, Min Jisoo, se a S.n morrer, as culpadas vão ser vocês duas. Culpas da morte de quem não tem nada haver com vida vocês mais. Se a S.n morrer, eu morrerei junto, pois eu vou conseguir aguentar viver sem ela. Então, vocês também seram as culpadas pela minha morte. Jisoo, você se transformou em uma monstra!

Soltei a ômega, que estava quase roxa. A mesma começou a tossir e chorar.

Js: Ji... Jin, eu não queria...

J: Para de mentir! Se não quisesse ficaria em Paris.

Js: A Jennie me ameaçou. Ela falou que ia contar para você que eu estava viva, se não ajuda-se ela.

J: Isso faria algum diferença?

Js: Não era para vocês pensar que eu morri, eu assinei os papéis do divórcio aquele dia do acidente, mandei uma mulher trazer e entrei no primeiro avião rumo a Europa. O acidente aconteceu e eu só soube, assim que cheguei em Paris. Não tive coragem de desmentir.

J: Foda-se o que aconteceu! Você de todo o jeito é a culpada por tudo. Eu te amei e você se foi. Eu amo a S.n e, por sua culpa, ela pode morrer a qualquer momento.

Js: N-não... para!

Ela se encolhe e chora.

Sg: Jin, está bom! Por favor! Sei que ela fez errado, mas é minha irmã, então te pesso...

J: Eu não irei falar mais nada, em consideração a você.

Sg: Obrigado! Como a S.n está?

Ele pergunta colocando a mão em meus ombros.

J: Fraca. O médico ela pode durar uma semana.

Sg: Pense positivo! Ela vai ficar bem e vai voltar a ser a mesma S.n.

J: Sim! Espero que sim!

Yoongi me abraça e eu choro. Depois de me acalmar, voltei ao hospital.

S.n: Kim?

J: Oi, meu amor!

S.n: O que você fez?

J: Fui me acalmar. Nada demais. Está cansada?

S.n: Sim! Vai para casa!

J: Não, eu vou ficar! *olhei para os lados e vi o senhor e a senhora Choi deitados no sofá, dormindo* Me dá um espacinho?

S.n: Jin, vai para casa!

J: Por que não me quer aqui?

S.n: Eu não quero que você acorde, comigo morta em seus braços.

J: Não pense nisso! Pense que amanhã, vamos acordar e dar um beijo bem demorado de bom dia.

Falei me deitando ao lado da ômega e abraçando a mesma.

S.n: Eu te amo!

J: Eu também te amo!

S.n: Jin? Se eu for, promete seguir sua vida sem mim?

J: Prometo!

Falei e a mesma sorri tranquila, me abraçando. Mal sabe ela, que meus dedos estão cruzados em suas costas.


Continua...?


Notas Finais


Oii gente! Mais um capítulo fresquinho!
Espero que gostem!
Desculpa os erros de português!
Bjos! Até o próximo capítulo😍😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...