História O destino que nos uni - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eldarya
Personagens Ezarel, Jamon, Keroshane, Leiftan, Mery, Miiko, Nevra, Personagens Originais, Valkyon
Tags Casamento, Dulce, Eldarya, Ezarel
Visualizações 135
Palavras 1.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente desculpa a demora, mas eu estava resolvendo alguns problemas, mas aqui esta mais um capitulo dessa fic!

Capítulo 7 - Bêbado


Fanfic / Fanfiction O destino que nos uni - Capítulo 7 - Bêbado

Dulce 

Durante os últimos dias, eu andei muito ocupada como rainha, tinha alguns problemas que precisava ser resolvido sem a ajuda do Cristal, e não era tão fácil, era um corre pra lá corre pra cá, resolve problemas pra cá, resolve problemas não sei mas pra onde, e é cansativo. Eu não tive tanto tempo para sai e ir me divertir, eu como rainha, fiquei muito ocupada ultimamente, apesar de eu não saber como administrar bem o reino. 

E minha relação com Ezarel não ficou sendo tão ruim assim, ja que resolvíamos vários problemas juntos, ficamos um tempo no quarto resolvendo algumas coisas,não iamos nada além de ajudar um ao outro, como esposa  dele,é meu dever estar do lado dele,e ele do meu. Mas claro que tem vezes que ele não concorda comigo, e acabamos brigando por idiotice. Eu decidi que não iria a baile nenhum, ja tinha ido a bailes demais, mas esse seria um baile que aconteceria no QG, seria uma comemoração a uma das guardas,o convite chegou enquanto nós estávamos comendo,e claro ele ficou todo contente por causa disso, mas eu não queria ir,eles só convidaram a gente por que somos rei e rainha. O que meus pais estão fazendo? Nada! Eles praticamente foram embora, e me deixaram pra cuidar de tudo aqui.

Ezarel; Você é minha esposa, você tem que ir comigo! - ele adora falar que sou esposa dele para fazer o que ele quer

Dulce: Pois é, mas eu não vou e pronto! - eu estava cansada queria relaxar um pouco de tudo isso que estava acontecendo, eu também não tenho direito de dar minha opinião? É so a dele que vale? E quanto a minha? Eu não queria ir e pronto.

Ezarel: Me diz por que não? - por que eu não quero! Da vontade de falar

Dulce: Olha aqui, eu ja estou cansada de ficar desgastando meus pés, eu não vou!- ele me olhou indignado- Se você quiser vai! Mas eu não quero ir!

Ezarel: Por favor! - ele respirou fundo, tentando manter a calma- Eu estou te pedindo, eu quero ir mas não posso aparecer por lá sem você! -não era sempre que ele pedia algo educadamente, tem vezes que ele grita comigo, e o único meio de defesa que tenho é gritar também 

Dulce:  Eu não sei,eu vou pensar!- cruzei os braços e virei o rosto

Ele fez um gesto com a cabeça e saiu do quarto, andei até a janela e observei a paisagem,eu não aguentava mais ficar aqui,preciso de ar,eu posso ter me tornado rainha, mas ainda tenho 16 anos. Eu não estou nem com cabeça pra pensar dobre ir ou não ao baile

                      ***

Huang: Ele esta certo, ele não pode ir sem você!- falou Huang 

Christie: Apesar de nenhum de vocês não quererem esse casamento, você é esposa dele,e assim como ele, você também não pode ir a alguma festa sem ele,queira ou não, ele é seu marido! - parece que estou levando uma aula de como ser esposa 

Eu tinha vindo ver a Christie, e Huang estava aqui com ela,então acabei contando pra elas o que tinha acontecido, elas me apoiaram dizendo que a minha opinião também valia, e que eu realmente devia botar elas pra fora,mas eu tinha de cumprir minhas responsabilidades, e claro que elas incluem ir com Ezarel a alguma festa, ou coisas do tipo,nunca deveria ficar desaconpanhada dele. Respirei fundo e assenti com a cabeça, pude ver o sorriso das duas, demonstrando estarem feliz por que eu estou fazendo minha obrigação. Balançei minha cabeça, e erguir o queixo olhando pras duas,que estavam sentadas a minha frente.

Dulce: Mas e vocês? Como estão? - mudei rapidamente, não queria mais nesse assunto, e sabendo da vida delas faz eu parar de pensar so em mim

Ezarel 

Tem vezes que eu não consigo me aguentar, tem vezes que gritamos um com o outro, por coisas tão simples, eu sei que estamos agindo feito dois idiotas, tanta coisa mais importante pra fazer,e na maioria das vezes brigamos,e nossas brigas não são nem um pouco leves. Eu levanto a voz pra ela,e ela grita comigo, eu aponto o dedo pra ela, ela me bate, e quando vamos durmir, nos viramos de costa um pro outro. O que posso fazer? Sempre brigamos, mas logo nos resolvemos, mas somos muito cientes que não adianta nada fngir que tá tudo bem, não somos um casal feliz. Virei o copo bebendo o resto da bebida de uma só vez

Nevra: Oh,vai com calma! - falou Nevra dando um tapinha no meu ombro

Valkyon: Eu não acho que adianta, já é o terceiro copo que ele vira assim! 

Ezarel: Cala a boca vocês dois! - reclamei colocando mas bebida no meu copo

Valkyon: Ezarel, ja chega!- Valkyon tirou a garrafa da minha mão e bufei- Você não pode beber toda vez que briga com ela!

Nevra: Até por que isso não vai resolver seu problema! - peguei o copo e virei de uma vez a bebida.

Dulce 

Eu voltei pro castelo no final da tarde,depois de conversar com as meninas,decidi que eu ia ao baile sim,é como elas disseram,eu deveria o acompanhar, talvez até no inferno eu deva o acompanhar mesmo não querendo. Entrei no quarto e fui recebida por Sycrethi que pulou em mim, a peguei no colo e a levei a cama e me deitei com ela, comecei a fazer carinho nela por um tempo até ouvir seu estômago roncar, me levantei da cama com ela em meus braços e a levei até a cozinha e mandei uma das empregadas dar comida pra ela. Então voltei pro quarto para tomar um banho. Enquanto afastava a alça do vestido pro lado, a porta se abriu e fechou bruscamente, me virei assustada e vi Ezarel com o cabelo bagunçado, ele se aproximou de mim e falou perto do meu rosto

Ezarel: Você ja decidiu? - me afastei um pouco pra trás, e franzi as sobrancelhas. 

Dulce: Você bebeu?-eu tinha sentindo o forte cheiro de álcool saindo de sua boca

Ezarel: So um pouquinho! - indicou com o dedo polegar e o indicador- Mas você...- se eu não tivesse o segurado ele praticamente teria caido pro lado- Eu não me sinto bem!

Dulce:Por que você bebe Ezarel? - o guiei até a cama e o coloquei sentado - Consegue pelo menos ir pro banheiro? 

Ele não falou nada,se levantou, e foi pro banheiro,suspirei e fechei os olhos, Balançei a cabeça, não acredito que ele ainda bebe,e isso acontece toda vez que nós brigamos,mas eu sempre o deixei aos cuidados das empregadas. 

Ezarel:Dulce v...- antes que ele pudesse terminar a frase escultei um barulho, que parecia que ele havia caido, fui pro banheiro e vi Ezarel nu na minha frente, eu abri a boca para falar algo mas não conseguir. Ele se aproximou de mim,tentei me afastar mas seus braços envolveram minha cintura -Dulce...- antes que eu pudesse reagir ele me deu um beijo, ele largou minha cintura e suas mãos seguraram o meu rosto

Abri os olhos,e pisquei algumas vezes,quando percebi que aquilo estava realmente acontecendo, coloquei as mãos no seu ombro e o empurrei. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...