História O Destino Sempre Muda - '' Carpe Omnia'' - Capítulo 4


Escrita por: e atiradora_s2

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Draco Malfoy, Fred Weasley, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Ronald Weasley, Severo Snape, Theodore Nott
Tags Drama, Harry Potter Escuro, Harry Sombrio, Mãe Bellatrix, Magia Elemental, Pai Voldemort, Politica Pureblood, Realeza Negra, Sane Voldemort, Sangue-puro, Sonserina, Sonserina Harry
Visualizações 339
Palavras 2.215
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


obrigado pelo comentário espero que gostem

Capítulo 4 - Escravo não mais


As próximas duas semanas passaram de forma semelhante para Harry e Alekos. Harry passaria seus dias fazendo tarefas. Alekos iria caçar sempre que Harry trabalhasse no jardim. E à noite, eles trabalhavam para melhorar a magia de Harry.

Praticar magia sem que os Dursleys descobrissem foi difícil. Mas para o deleite de Harry, ele agora era capaz de fazer vários objetos levitarem, embora exigisse mais concentração do que apenas um objeto. Ele também tirou algumas pedras do jardim para praticar levitando objetos mais pesados. Depois de muitas horas de prática, ele agora podia fazer as várias pedras se moverem em qualquer direção. Ele poderia até fazer rochas voarem pelo quintal quando os Dursleys não estivessem prestando atenção.

Depois de muitos dias de prática, Harry e Alekos decidiram que estavam prontos para se movimentar. Eles planejaram todos os detalhes até a perfeição. Três dias a partir de agora, Harry iria assustar os Dursleys. Ele não seria mais um escravo de trouxas idiotas. Ele era um bruxo e queria se tornar um dos magos mais poderosos que já andaram nesta Terra. Ele não poderia fazer isso se estivesse sendo retido pela sua chamada “família”.

Assim que Harry e Alekos cuidassem dos Dursleys, eles iriam fazer Vernon levá-los ao Caldeirão Furado, para que pudessem ir ao Beco Diagonal. Harry estava usando sua magia para pegar pequenas quantias de dinheiro todos os dias da bolsa de Petúnia quando ela não estava prestando atenção, para que ele pudesse comprar alguns livros.  

Finalmente, os últimos três dias se passaram e Harry acordou mais cedo do que o habitual para colocar seu plano em movimento. Entrou na cozinha e preparou o café da manhã, embora só fizesse o suficiente para uma pessoa. Em seguida, sentou-se à mesa de Vernon à mesa para comer o café da manhã que havia preparado. Ele comeu devagar, saboreando a comida deliciosa. Este foi o melhor café da manhã que ele já tinha comido!

Cerca de 15 minutos depois, ele ouviu os Dursleys descerem as escadas para comer o café da manhã. Quando chegaram ao final da escada, notaram Harry sentado à mesa, com Alekos em volta dos ombros. Eles ficaram perplexos com Harry por alguns momentos antes que o rosto de Vernon começasse a ficar roxo de raiva.

“Agora, o que você acha que está fazendo seu filho?! APROVEITE ESTA TABELA ESTE INSTANTÂNEO!”

Harry manteve sua postura ereta, e ficou em branco, livre de qualquer emoção. Ele calmamente pegou o guardanapo e limpou a boca antes de dizer:

“Agora Vernon, por que eu faria uma coisa dessas? Eu estava apenas curtindo meu café da manhã.

O rosto de Vernon ficou ainda mais escuro, quando ele começou a andar na direção de Harry. Ele balançou o punho quando ele gritou:

“VOCÊ VAI OBTER AGORA MENINO! NÃO TENHO FREAKS OU ANIMAIS NOJOS COMER NA MINHA MESA!”

Alekos sibilou perigosamente, e os olhos verdes de Avada Kedavra de Harry brilharam. Antes que Vernon pudesse dar três passos, um objeto voou para a sala de jantar da cozinha. Vernon parou de andar, e seu rosto empalideceu quando percebeu que havia uma faca afiada em sua garganta. Harry fez mais duas facas voarem para fora da cozinha e se colocarem na garganta de Petúnia e Dudley também. Eles tentaram se afastar das facas, mas Harry apenas forçou as facas mais firmemente contra suas gargantas. Petúnia parecia aterrorizada enquanto sussurrava:

“O que você acha que está fazendo? Você não pode nos machucar.

Harry lançou lhes um sorriso mortal quando ele disse deliciosamente,

“Oh, mas eu posso minha querida tia Petúnia. As coisas vão mudar por aqui. Eu não serei mais seu escravo. Você vai cozinhar e limpar, e nunca mais colocará a mão em mim. Você vai me alimentar refeições normais, e você vai me deixar fazer o que eu quiser. Se você não seguir estas novas regras, eu prometo que vou causar-lhe um mundo de dor, e então eu vou te matar. Você entende?"

Harry deu-lhes um olhar feroz enquanto os ameaçava. Os rostos de Petúnia e Dudley empalideceram ainda mais, enquanto o rosto de Vernon mais uma vez se tornou um roxo escuro. Ele balançou com raiva onde ele ficou enquanto cuspia,

“Absolutamente não menino!! Você deveria estar agradecido pelo que nós lhe demos! Nós o levamos! Você continuará fazendo o que lhe dissermos ou eu lhe ensinarei outra lição!”

Harry imediatamente fez as três facas apontarem para a garganta de Vernon, quebrando a pele apenas o suficiente para extrair uma pequena quantidade de sangue. O rosto de Vernon empalideceu mais uma vez. Harry se levantou de seu lugar na mesa lentamente, enquanto dava um brilho gelado a Vernon, e falou baixinho,

"Grato? Você acha que eu deveria ser grato pela maneira como você me tratou? Para as surras e fome? Para o escravo como tratamento? Ah, não, tio Vernon, não estou agradecido, nem um pouco.

Harry caminhou lentamente até Vernon. Ele desenrolou Alekos do pescoço e colocou-o nos ombros de Vernon. Vernon ficou imóvel como uma estátua, aterrorizada com a cobra.

“Vernon este é um amigo meu, seu nome é Alekos. Ele é ferozmente protetor de mim, você vê, e ele é altamente venenoso. Uma mordida dele vai te matar em questão de minutos. Se você alguma vez tentar “ensinar-me uma lição” novamente, como você disse, não só vou fazer você sentir dor que nunca sentiu antes, mas também vou permitir Alekos te morder assim que eu terminar com você. Agora, vocês todos concordam em seguir minhas novas regras?

Todos os três assentiram rapidamente, com medo em seus olhos. Harry retirou Alekos dos ombros de Vernon e deu-lhes um sorriso sádico quando ronronou.

"Maravilhoso. Fico feliz por podermos todos chegar a um acordo! Agora, tio Vernon, preciso que você me leve a Londres para o dia. Eu tenho coisas que precisam ser atendidas. Petúnia, preciso que você limpe o segundo quarto de Dudley. Eu gostaria que estivesse pronto para mim quando eu voltasse.

Vernon parecia estar prestes a protestar, mas Harry deu outro olhar e fez as facas cavarem mais fundo em seu pescoço. Vernon fechou a boca imediatamente. Harry tirou as facas do pescoço, mandou-as de volta para a cozinha e levitou as chaves do carro de Vernon até ele, proclamando:

"Vamos tio Vernon, eu não tenho o dia todo."

Vernon rapidamente pegou as chaves do ar e caminhou em direção à porta. Harry o seguiu, enquanto enrolava Alekos em volta da cintura por baixo da camisa. Nenhum dos dois falou enquanto Vernon os levava para Londres. Harry então usou as instruções que Alekos deu a ele para levá-los ao Caldeirão Furado. Assim que chegaram, Harry informou Vernon,

- Volte aqui às cinco da tarde para me pegar. Nem pense em não me pegar, porque vou fazer você se arrepender.

O rosto de Vernon ficou roxo novamente, mas ele assentiu em afirmação e foi embora.

Uma vez que Vernon estivesse fora de vista. Harry voltou sua atenção para o bar degradado que foi chamado de Caldeirão Furado. Ele entrou e viu o barman. Ele se aproximou dele, com um olhar inocente em seu rosto quando ele perguntou,

"Com licença, senhor, você poderia me mostrar a entrada para o Beco Diagonal?"

O barman sorriu alegremente e disse:

“Bem, claro rapaz! Siga-me assim!

O garçom caminhou até a parede dos fundos do pub e tirou uma vara estranha,

"Tudo bem agora rapaz, observe a combinação de tijolos que eu toco com minha varinha, você precisará fazer essa combinação sempre que entrar no beco."

Harry assentiu rapidamente e olhou para a varinha com avidez. Ele queria um desses. Ele viu quando o garçom tocou uma série de tijolos, e a parede começou a desvanecer-se. A boca de Harry se abriu quando ele entrou no beco. Era melhor do que ele jamais poderia ter imaginado. Bruxas e bruxos estavam andando por toda parte, a maioria deles estava vestindo roupas estranhas. Harry se lembrou de uma conversa com Alekos que ocorreu há alguns dias, onde Alekos disse que bruxas e bruxos usavam roupas, em vez de roupas que os trouxas usavam. Harry olhou para suas roupas esfarrapadas e largas e decidiu que algum dia, quando tivesse dinheiro suficiente, compraria roupas de bruxaria.

Alekos assobiou para ele de seu lugar sob a camisa de Harry,

“Mestre, você deveria ir ao banco Goblin para ver se seus pais eram mágicos. Talvez tenham te deixado algum dinheiro depois que morreram.

Harry apenas assentiu em concordância. Ele não queria que ninguém soubesse que ele podia falar com cobras, já que Alekos disse que era um presente raro, e muitas bruxas e feiticeiros da luz temem isso.

Ele caminhou rapidamente em direção ao grande prédio branco que dizia Gringotes Bank, ficando nas sombras para que ele não chamasse atenção para si mesmo. Quando Harry entrou no banco, ele lutou para manter o rosto neutro. O banco era luxuoso e havia pessoas estranhas sentadas nas mesas. Ele assumiu que eles devem ser goblins. Harry se aproximou do duende mais próximo e perguntou educadamente:

"Com licença senhor, meu nome é Harry Potter, e eu queria saber se você poderia me ajudar."

O Goblin olhou para ele por um momento, parecendo surpreso. Ele saiu do banquinho e foi até Harry,

"Meu nome é Griphook, eu sou o gerente das contas de Potter, por favor, siga-me o Sr. Potter."

Griphook levou Harry para uma sala privada e disse:

"Espere aqui por apenas um momento Sr. Potter, eu voltarei em breve."

Harry sentou observando a sala, esperando por Griphook retornar. O quarto era bonito, tinha uma cor vermelha escura, com chão de mármore branco, e tinha muitas armas antigas penduradas nas paredes.

Grampo retornou alguns minutos depois com outro Goblin,

"Sr. Potter, este é Ragnok, ele é o chefe da nossa filial de Gringotes aqui na Inglaterra. Eu liguei para ele aqui hoje porque não pude deixar de notar que você estava usando um glamour muito forte. Um muito forte demais para ter sido aplicado por um jovem bruxo como você. Goblins são capazes de perceber quando alguém está usando um glamour”

Harry estava confuso, então ele perguntou:

“Sinto muito, senhor, mas não sei o que é um glamour.”

Os dois goblins olharam para ele em choque.

"Sr. Potter, um glamour é um meio de mudar a aparência usando magia.”

Agora Harry foi quem olhou para eles em estado de choque,

"O que você quer dizer?! Eu olhei assim a minha vida toda?

Ragnok suspirou pesadamente,

"Sr. Potter, há um teste que podemos fazer, chamado de teste de herança mágica, que nos diria quem colocou o glamour em você. O teste também nos mostrará quaisquer outras alterações mágicas que foram colocadas em você, bem como todos os cofres e propriedades que você pode possuir.”

Harry nem hesitou,

“Você faria o teste, por favor? Eu gostaria de saber quem colocou o glamour em mim e quais são os cofres e propriedades que eu possuo.”

"Claro, Sr. Potter, o teste vai custar 3 galeões."

Harry franziu a testa,

“Peço desculpas ao senhor Ragnok, mas não tenho galeões. Eu só tenho libra inglesa comigo. Estou assumindo que os galeões são a moeda que as bruxas e bruxos usam?

"Isso está correto, e isso não é um problema, Sr. Potter, podemos converter as libras em galeões se você quiser."

Harry assentiu e disse:

"Sim, obrigado Sr. Ragnok, eu apreciaria isso."

Harry entregou metade do dinheiro que ele tinha levado de Petúnia para Ragnok, o que equivalia a cerca de 50 libras. Ragnok entregou-lhe uma pequena pilha de moedas de ouro, prata e bronze

“As moedas de ouro são galeões, as de prata são foices e as moedas de bronze são knuts. Há 29 knuts a uma foice e 17 foices a um galeão.”

Harry acenou para mostrar que entendia e entregou três dos galeões de ouro.

Depois que Ragnok embolsou os galeões, tirou um pedaço de papel e uma adaga incrustada de joias.

"Agora, Sr. Potter, para completar o teste, você deve picar seu dedo e colocar três gotas de seu sangue neste pergaminho."

Harry pegou a adaga e espetou o dedo. Deixou cair três gotas de sangue no papel e observou as palavras começarem a aparecer.

Teste de herança

Vasilis Marvolo Sonserina

Harry James Potter (Nome Adotado)

Pais e família

Pais biológicos

Tom Marvolo Slytherin-Lord Voldemort (comprometido) e Bellatrix Slytherin née Preto (comprometido)

Pais adotivos

James Charlus Potter (morto) & Evans (morto) de Lily J. Potter née

Padrinhos

Narcisa Malfoy Née Black (Vivo)

Rodolphus Lestrange (comprometido)

Adoptaram padrinhos

Sirius Black (comprometido)

Guardião Mágico 

Alvo Dumbledore 

Senhoras herdadas

Casa nobre e mais antiga da Sonserina (Trancada)

Casa nobre e mais antiga de Potter

Casa nobre e mais antiga de preto

Casa nobre e mais antiga da Grifinória

Casa nobre e mais antiga de Peverell

Cofres herdados

Sombário da Sonserina    1,897,654,429

Salto de Potter     485.076.424

Black Vault    853.704.693

Cofre da Grifinória    964.749.502

Peverell Vault    1,766,503,720

Propriedades

Sonserina

Castelo da Sonserina

Mansão da Sonserina

Villa Esmeralda 

Oleiro

Mansão Potter

Casa de Potter

Godric's Hollow

Preto

Número 12 Grimmuald Place

Castelo Negro

Mansão Negra

Grifinória

Castelo Grifinório

Peverell

Castelo de Peverell

Villa Peverell

Habilidades Mágicas

Bloco Mágico Mágico (Bloco de 65% por Albus Dumbledore)

Glamour (100% por Alvo Dumbledore)

Habilidades Elementais-Água (100% de bloqueio por Albus Dumbledore)

Habilidade de Parseltongue (bloco falhado por Albus Dumbledore)

Runas Antigas Dotadas

Aritmância Gifted



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...