História O Dia Em Que Tudo Mudou - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Apocalipse Zumbi, Gore
Visualizações 13
Palavras 374
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Capítulo apenas para encher linguiça, mas explica um pouco do passado do Reinehr depois do Apocalipse

Capítulo 19 - Anotações de um Assassino - Parte 1


Fanfic / Fanfiction O Dia Em Que Tudo Mudou - Capítulo 19 - Anotações de um Assassino - Parte 1


Dia 1


A mulher me disse que o nome dela era Nicolly, tenho que admitir que ela é uma linda mulher de cabelos vermelhos, ela me disse que morava em Emerald State antes dessa merda acontecer. 


Ela disse que iria pra Emerald State ver se o irmão dela estava bem, não me deu nenhuma explicação da aparência dele, apenas disse que o nome dele é Bruno e têm entorno de 20 anos.


Não acredito que farei isso, mas eu vou ajudar ela a ir até Emerald State e farei ela concluir o seu objetivo, já que os nossos objetivos são quase os mesmos, isso é SE ela não estiver mentindo .


Irei tomar cuidado e não vou baixar a minha guarda perto dela.


Dia 10


Nenhum sinal de que ela queira me matar ou algo do tipo, esses zumbis simplesmente fuderam os humanos de forma sensacional. 


Japão, Estados Unidos, Grã Bretanha, Coréia, todas as grandes potências mundiais caíram em desgraça. 


Espero que esteja bem, Eric.


Ela finalmente revelou algumas coisas do irmão dela, incluindo a aparência e personalidade; loiro de olhos castanhos, musculoso, brincalhão, cerca de 1,65 de altura.


Mesmo que seja pouca coisa, já é o bastante. 


Dia 23


Fomos abordados pelos mesmos caras de máscara de gás que vimos matando inocentes outro dia, eram muitos pra nós 2 tomarmos conta , eles quase me mataram, eles simplesmente me surraram e me deixaram todo ferrado e com vários ossos quebrados, se não fosse pela Nicolly que se ofereceu para ser uma das mulheres dos líderes deles eu já não estaria escrevendo essa anotação. ..


Por que? POR QUÊ? EU NÃO PUDE NEM PROTEGER UMA SIMPLES MULHER DE UNS ESCROTOS, E AINDA POR CIMA EU FUI SALVO POR ELA! EU SOU A PORRA DUM ASSASSINO PATÉTICO. 


Que sentimentos são esses? Mesmo tendo passado tão pouco tempo com ela, parece que eu a conheço desda infância.


Será que é isso o que chamam de amor?


Dia 24


Fui salvo por um trio de sobreviventes, 1 deles era médico, ele disse que se chamava Mark, era um filho de um senhor que tinha mais ou menos 50 anos, que também era um dos sobreviventes.


Dia 34


Por um milagre eu tô 100% curado, eu ofereci carona pra Emerald mas o trio rejeitou, finalmente posso te ajudar a sair daí, Nicolly...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...