História O diario de akira e castiel (amor doce) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel
Tags Amor Doce Castiel
Visualizações 43
Palavras 1.139
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, LGBT, Mistério, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


desculpa ai a demora pessoal
não vou enrolar vocês
então vamos logo pro cap

Capítulo 6 - A cachoeira


Fanfic / Fanfiction O diario de akira e castiel (amor doce) - Capítulo 6 - A cachoeira

- Você? (Me viro e... era a jade, eu acabei me esquecendo dela, ela senta ao meu lado, me encosto na arvore e volto meu olhar a cachoeira)

Jade: você não quer falar agora né? (Eu olho para ela, ela estava me olhando fixamente com aqueles olhos negros que de manhã eram mais apagados, e a noite realçavam seu olhar, queria olhar aqueles olhos a noite toda, mais que isso Castiel ta ficando esquisito já, tu conheceu essa guria hoje cara, então viro a minha atenção a cachoeira)

Jade: entendi, bom to indo, meu transporte ta esperando (fala levantando e bagunçando meu cabelo)

-(seguro seu punho de leve, impedindo de bagunçar mais meu cabelo) Você vai com quem?

Jade: não se preocupe, eu sei me defender (falou sem olhar para traz)

Enquanto ela ia, eu fiquei pensando, se aquele tal de Zoie tem coragem de fazer aquilo com ela... ela diz que comsegue se defender, mais ela e so uma garota, não to dizendo o motivo dela ser garota em si mais sim de que ele mande alguma pessoa ou mais de uma, e ela e so ela aqui, não sei por que me preocupo tanto... talvez eu possa... não Castiel.

-tenho que relaxar (falo sussurrando)

Pov jade on

Eu chego em casa, coloco as compras no armário, e vou prepara algo para comer, então começo a fazer um espaguete com molho e com mini pedaços de bacon , eu acho que ele vai gosta, depois de preparado eu limpo a mesa, e nada do Castiel chegar, olho a hora e já era 19:45, aproveito para fazer uma sobremesa, termino e nada dele.

-cade aquele cabeça de tomate, mais aquela cachoeira e bonita mesmo, e que tal nos comemos la, boa ideia jade.

Eu coloco a comida em recipientes fechados e coloco dentro da minha bolsa, eu tinha aprendido o caminho ate o parque e não era muito longe, parei para comprar suco e agua em um mercadinho que estava aberto. Chegando la encontro Castiel no mesmo canto desde que sair.

-já deu tempo para pensar na vida ai?

Castiel: an? Por quer voltou?

-trouxe uma coisa para Você (falo tirando o pano e colocando-o no chão e comecei a ageitar as coisas) pronto! TARAM!! (falo abanando os braços)

Castiel: oque e isso?

-serio isso?, ta vendo que e comida não cara, e pensei que Você tivesse com fome e fiz isso, so a agua e o suco que não, mais o resto sim. Então vamos comer?

Eu começo a fazer os pratos, e percebo Castiel me olhando com um sorriso meigo. Começamos a comer e  ele não olhava mais pra mim, ele tinha seus olhos vidrados na cachoeira, então sento ao lado dele

-castiel essa cachoeira as pessoas tomam banho?

Castiel: se quiserem sim, mais faz tempo que ninguém vem mais aqui, exceto eu.

-sera que...(eu olho para ele e castiel me olha confuso)

Castiel:sera oque?

-bora?

Castiel:nem a pal, eu to muito bem no meu canto (falou terminando sua refeição)

-chato (peguei seus remédios e dei a ele)

Castiel: precisa mesmo tomar isso?

-sim, mais relaxe e so por uma semana, e se você não tomar eu vou enfiar ele na sua goela

Castiel: ta (fala pegando e tomando o remédio)

Pov Castiel on

A jade me fez tomar aquele remédio horrível, depois ficamos em silencio..bom ate a jade quebrar.

Jade:se você Castiel, for ou não, eu vou nada (fala com tanta autoridade que chega eu me surpreendi)

-com que roupa você vai?

Ela começa a tirar a roupa ficando so com a roupa intima, era um conjunto box preto, ela foi se dirigindo ate a cachoeira e realmente o corpo dela era muito volumoso e os músculos se contraiam, não sabia que por baixo daquela roupa tinha tudo isso. A jade se joga na agua e começa a nadar em voltas, ela faz sinal com as mãos, mais acredito que e me chamando pra ir pra la, mais faço sinal de não, ela emburra a cara, e começa a murmura coisas que não consigo decifra, rsrs ela e engraçada e linda... volto a vida real e olho para cachoeira e vejo ela se debatendo, eu corro tirando a camisa e mergulho e nado ate ela, e pego-a em meus braços

-você ta bem? (falo com a expressão assustada)

Jade:so a assim para você vim (fala sussurrando no meu ouvido, sem deixar eu nem processar oque tava acontecendo, ela me empurra para longe dela com os pês) me solta.

-ae?

Começo a jogar agua na jade, e ela faz o mesmo, aquilo já tinha virado uma guerra, começamos a nadar em voltas ate chegamos no raso da cachoeira, eu esbarro em uma pedra e caiu no chão, jade vem correndo em minha direção.

Jade:se rende você vai perder

-não vou mesmo.

me levanto rapidamente e corro atrás dela ate o fundo de novo, então coloquei a cabeça dela debaixo d’água , ela começa a se remexer e se solta, ela vai ate a beira  e se sentou, fui ate la, e ela estava ainda meio ofegante.

-me desculpa (falo e saio de perto dela)

Jade:sem problemas (com um sorriso de canto)

Fico meio envergonhado e vou em direção as coisas que ainda estavam espalhadas no chão, eu aproveitei para arrumar as coisas. Vejo a jade dar nadar ate uma rocha no meio da cachoeira, e se senta, eu me encostei na arvore e fiquei observando-a. passou um tempo e a jade já estava vindo.

Jade:vamo? (fala pegando as suas roupas e as vestido)

-vamos (Pego a mochila  nas costas e puxo a jade para ela vim comigo) você veio de que?

Jade: a pé porque?

-nada não

Jade:vamos logo se não vai começar a chover e nem um de nois tem guarda chuva

Saímos dali, no meio do caminho começou a chuver forte, nos tentamos esperar a chuva parar numa parada de ônibus, mais cada vez mais piorava, então decidimos ir mesmo com toda aquela chuva. Nos chegamos no prédio encharcados.

-yae Jorge

Porteiro Jorge: oi senhor Castiel, amanhã chegara sua chave.

Jade:quando chegar ligue para o meu telefone, por favor.

Jorge:  esta certo senhora

Pov jade on

Pegamos o elevador, mais so que não sei oque deu em mim, que eu me olhei molhada pelo espelho  do elevador, e comecei a rir de mim mesma, e castiel rindo da minha cara, mais enfim chegou nosso andar, entramos em casa, e pego a roupa de mais cedo e uma cueca limpa e entrego a ele.

Castiel:de quem e essa cueca?

-era do meu antigo colega do outro pais que eu morava, eu acho que ele coloco por engano, irmão..(a expressão triste se estampo na minha cara naquele momento)

Castiel: ta... eu vou tomar meu banho

Acho que ele percebeu que eu estava nos meus transes de momentos....

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


oque vimos nesse cap hoje?
que castiel finalmente nao tem motivos pára chamar ela de tabua;
e que a jade sente saudades dos colegas;
entao foi isso
bjs no canto esquerdo do peito e xauu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...