1. Spirit Fanfics >
  2. O diário de Ares >
  3. Sexta, 12 de Junho

História O diário de Ares - Capítulo 1


Escrita por: Melanie-North

Notas do Autor


Yo! Insônia não me deixava dormir, então eu decidi postar algo.
Só queria deixar claro que não pensei muito sobre isso antes de trazer pra cá, e não sei se vai dar certo. Mas espero que vocês curtam.
Boa leitura.

Capítulo 1 - Sexta, 12 de Junho


Sexta, 12 de junho

Eu devia começar com algo como Querido diário, ou algo do tipo, mas não estou com vontade. Na verdade eu não ia escrever essa merda, mas a tia Hestia disse que seria bom para mim, e como ela é minha psicóloga, eu tenho que fazer o que ela diz. Mas na real, não sei como isso pode me ajudar com alguma coisa. Principalmente quando minha mãe me despachou para o Kansas para viver com meu pai. A verdade é que acho que minha mãe se cansou de mim, ela costuma cansar das pessoas bem rápido, ou pode ter sido o que eu fiz.

Acho que estou indo um pouco rápido demais, se algum dia alguém ler essa coisa, o que eu espero que não aconteça ou essa pobre criatura terá seus olhos arrancados, não vai entender absolutamente nada. Então volta a fita. Vamos começar de novo diário, ou o que quer que você seja.

Meu nome é Ares, mas eu gosto que me chamem de Guerreiro, e tenho 17 anos. Minha vida era perfeita, até uma semana atrás quando ela toda desabou.

Foi uma festa que a Nike deu, a Nike é minha parceira, o que muitas pessoas chamam de melhor amiga, mas me parece uma expressão feminina demais para mim (disse o cara escrevendo um diário), era aniversário dela mas ao invés de ficarmos na festa na casa dela, aquela pigmeia retardada (nem sei se isso existe, mas se existir é a Nike.) Me arrastou para brincar de desafios com um bando de garotas que eu nunca vi na vida, mas que a gaivota conhecia. A única coisa que posso dizer é que deu merda para o meu lado. Muita merda pra ser sincero, já que acordei na delegacia com dona Hera me olhando daquele jeito assustador. O pior é que perdi minha camiseta favorita, e não faço idéia do que aconteceu com meus tênis novinhos. E agora enquanto aquela pigmeia está curtindo o sol de junho na praia com os amigos dela, eu estou aqui, exercitando a moderna arte de escrever dentro do ônibus, já que o lugar onde o meu pai mora é uma roça isolada do mundo. A única coisa boa é que eu consigo escrever mesmo com o ônibus balançando de um lado para o outro. Quer dizer, isso é algo bom?

Quer saber, isso é uma idiotice! Escrever essa coisa foi uma péssima ideia.

Não vou escrever em você de novo.


12 de junho - 23:50

Eu sei que eu disse que não ia escrever de novo. Pode rir de mim, eu sei o quanto isso é idiota, mas eu precisava falar com alguém. E infelizmente não tenho opções, então vai ter que ser você.

Não vi muito da cidade mas parece que não é a roça que eu imaginava. Mas isso não é importante, por alguma razão Zeus, o meu pai, não se casou de novo. E mais assustador ainda, eu tenho irmãos! Eles são gêmeos! Hebe e Hefesto são os nomes. Quando eu pensei que a coisa não podia ficar pior me acontece uma dessa. Será que dá pra piorar? Isso é tudo culpa daquela pigmeia! E ela ainda tem a audácia de me ligar! Vou deixar ela na geladeira só por ter me arrastado para uma das idiotices dela! NIKE IDIOTA, tomara que ela caía e rale aquela cara de pau que ela tem.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...